Simplesmente Maria lidera com folga em Arari, aponta Instituto DataM

    Vandoval Rodrigues 

    O Blo do Vandoval Rodrigues informa que o atual prefeito Rui Filho está liquidado politicamente não é secreto para ninguém. Uma pesquisa do instituto DataM – visando as eleições de 2024 no município de Arari – comprovou em números a derrocada do chefe do executivo e da sua esposa, que tenta se misturar a elite da alta sociedade e não consegue pelo seu passado. 

    Diz Vandival que “em levantamento realizado nos dias 21 e 22 de agosto revela que a pré-candidata à prefeitura de Arari, Simplesmente Maria, lidera com folga a disputa. Ela possui 45% das intenções de votos no cenário estimulado (aquele no qual é apresentado ao entrevistado o nome do candidato). Nesse mesmo quesito, o segundo colocado é o prefeito Rui com 20% e o terceiro colocado é Álvaro Jardim – irmão do petista ex-secretário de Estado de Esporte do Maranhão – Marcio Jardim”.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito que teve falso sequestro no Maranhão é preso por porte ilegal de arma

    O prefeito de Cachoeira Grande, Raimundo César Castro, foi preso na tarde de ontem,  sexta-feira (25) quando transportava uma pistola ponto 40, no bairro do João Paulo, na capital maranhense. 

    A prisão foi efetuada por policiais militares, depois de uma abordagem que encontrou a arma de fogo, 18 munições e três carregadores. Conduzido para o Plantão Central das Cajazeiras, foi liberado minutos depois, sem levar as munições e a arma ilegal.

    Em agosto deste ano de 2023, César Castro teria sido vítima de um sequestro nunca oficialmente comprovado. Um suposto bandido teria entrado dentro do carro do prefeito em um povoado de Axixá. Logo a informação de sequestro se espalhou pela região.

    A polícia entrou em ação, o prefeito e o carro estavam circulando normalmente e o tal sequestrador nunca foi encontrado. Cachoeira Grande foi alvo de operação da Polícia Federal em 2021.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito de Cândido Mendes classifica cassação por parte da Câmara de “banal, absurda e arbitrária”

    Domingos Costa

    Questionado pelo Blog do Domingos Costa sobre a cassação por parte da Câmara de Vereadores nesta quinta-feira (24), o prefeito do município de Cândido Mendes, Jose Bonifácio Rocha de Jesus, o “Facinho”, do PL, classificou como “absurda e arbitrária.”

    Prefeito do município de Cândido Mendes, Jose Bonifácio Rocha de Jesus, o “Facinho”, do PL.

    O advogado do prefeito, também consultado pelo Blog do DC, disse que o motivo do afastamento é banal, “cassado porque teria feito um discurso ofensivo a um vereador em março de 2023”.

    “Sem direito à defesa, sem sequer terem lhe notificado ou dado oportunidade de se manifestar e realizada após o afastamento também abusivo e ilegal de quatro vereadores.” Ressaltou o advogado Carlos Sérgio.

    Fizeram uma armação para envolver o nome prefeito e culminar com esta encenação de julgamento que envolveu até dinheiro jogado pela janela.” completou.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Situação dos aprovados no concurso da Guarda Municipal de São Luís é pauta de audiência na Câmara

    A Câmara recebe a sociedade civil organizada e autoridades nesta sexta-feira, 25, em audiência pública para discutir a situação dos aprovados e classificados no último concurso público da Guarda Municipal de São Luís. O evento, proposição do vereador Álvaro Pires (PMN), ocorre a partir das 9h, no plenário Simão Estácio da Silveira.

    Vereador Álvaro Pires

    Na ocasião será debatido mais especificamente o edital de Convocação n° 01/23 que trata da matrícula no curso de formação Curso de Formação de pessoal para o provimento de cargos da carreira da Guarda Municipal de São Luís do quadro permanente da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc). Cento e quarenta candidatos foram convocados – sendo 111 aprovados em vaga imediata e 29 para formação de cadastro de reserva.

    A expectativa é receber durante o evento representantes do sindicato da categoria, representantes do governo, Ministério Público, Defensoria Pública, Procuradoria Geral do Município, Guarda Municipal, além de representantes da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Após escândalo do dinheiro jogado pela janela, Câmara de Cândido Mendes afasta prefeito Facinho

    A grande maioria dos vereadores da cidade de Cândido Mendes votou a favor do afastamento do prefeito José Bonifácio Rocha(PL), ‘Facinho’ como é conhecido.

    Vereador Sababá e o prefeito Facinho

    Com um total de oito votos a favor, e apenas um contra, a Câmara Municipal encerrou a sessão extraordinária, presidida por Josenilton Santos do Nascimento na tarde desta quinta-feira (24), e logo deve empossar no cargo, a vice-prefeita, Alexsandra, Alê do Povo.

    Facinho vinha sendo alvo de uma CPI instalada após escândalo envolvendo o nome do gestor acusado de tentar subornar o vereador Cleverson Pedro Sousa de Jesus, conhecido como Sababá Filho.

    O caso ganhou repercussão nacional e virou alvo de um inquérito criminal no Ministério Público estadual.

    Sababá jogou R$ 250 mil pela janela da Câmara de Vereadores, no dia 4 de agosto, afirmando ter recebido o dinheiro a mando do prefeito para que renunciasse ao mandato.

    A Polícia Civil do Maranhão também investiga a denúncia de crime de corrupção ativa pelo prefeito Facinho e o empresário Adson Manoel Silva Oliveira, que teria sido o responsável pela entrega do dinheiro para ‘comprar’ o vereador.

    Reveja o momento em que o dinheiro é jogado pela janela da Câmara Municipal.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Deputado Yglésio critica redução dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios

    O deputado Yglésio Moyses (PSB) criticou, na sessão plenária desta quinta-feira (24), a redução dos repasses, pelo Governo Federal, do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

    Deputado Yglésio Moisés

    O parlamentar chamou a atenção para a paralisação dos prefeitos maranhenses, liderada pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prevista para o dia 30 de agosto, em protesto à medida.

    Quando o Fundo de Participação dos Municípios cai 34%, o recurso principal do Município cai, a economia vai paralisar. Como o prefeito vai fazer gestão sem o Fundo de Participação dos Municípios adequado?”, questionou o parlamentar.

    O deputado Yglésio também questionou o argumento de que o novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) seria uma possível solução para minimizar os prejuízos da diminuição dos recursos aos municípios.

    Se eu não tenho dinheiro em termos de arrecadação, uma vez que o presidente Lula, para cumprir um compromisso de campanha, aumentou a isenção do Imposto de Renda sem fazer uma expectativa de recomposição do FPM, que tem recursos do Imposto de Renda e do IPI, ele deixou os municípios mais pobres e com furo, porque a maioria não tem arrecadação. Então, se não tem dinheiro para transferir para o município, não tem dinheiro para o PAC”, alertou.

    O parlamentar também rebateu afirmações de que os deputados maranhenses seriam contra a paralisação dos prefeitos e se solidarizou com os gestores municipais. “Isso é uma inverdade. Este deputado aqui entende a dificuldade dos municípios e dos prefeitos, entende que o PAC do Governo Lula é uma grande mentira e sabe que as prefeituras vão ficar em dificuldade. Fazer gestão com menos 34% de FPM é uma loucura”, assinalou.

    Apartes 

    Em aparte ao pronunciamento do deputado Yglésio, a deputada Dra. Vivianne (PDT) disse que a diminuição dos repasses do FPM é um problema que atinge não só os municípios do Maranhão, mas de todo o Brasil. “Temos dados que apontam que 51% dos municípios brasileiros estão no vermelho. Independente de ideologias, a política pública acontece mesmo é lá na ponta. A intenção é chamar atenção para esse problema grave que está acontecendo nos municípios, para que não se tornem inviáveis”, declarou.

    O deputado Júnior Cascaria (Podemos) também se posicionou e afirmou que, como ex-prefeito, apoia a mobilização liderada pela Famem. “Os prefeitos têm que cobrar, pois onde tudo acontece é nos municípios”, completou.

    Já o deputado Wellington do Curso (PSC) destacou que cabe aos representantes do povo fiscalizar e cobrar a boa aplicação dos recursos. “Não só na gestão do ex-presidente Bolsonaro, mas bem antes, na gestão da ex-presidente Dilma, já denunciávamos e cobrávamos em razão da grande quantidade de corrupção que houve no PAC e de obras paradas. Então, é um projeto que é importante, que precisa ser bem estruturado e, principalmente, fiscalizado para que as obras possam ocorrer e transformar a vida das pessoas”, disse.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Camarão e Dino fecham parcerias em combate à violência nas escolas e contra a mulher

    O governador em exercício, Felipe Camarão e o ministro Flávio Dino estarão juntos na capital maranhense nesta próxima sexta-feira (25) em solenidade no Palácio dos Leões.

    Felipe Camarão e Flávio Dino

    Na ocasião,  Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) irá firmar parcerias junto ao Governo do Maranhão, em áreas como a educação, segurança pública e combate à violência contra a mulher.

    A partir das 11h30, MJSP irá entregar viaturas blindadas e assinar convênios com o Governo do Maranhão e municípios selecionados no Edital Escola Segura. Também ocorrerá a assinatura do termo de adesão para a construção da Casa da Mulher Brasileira no município de Pinheiro.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Paulo Curió participa de reunião em protesto contra a queda no FPM

    Em uma reunião histórica realizada na sede da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeitos e prefeitas de nove estados nordestinos anunciaram uma paralisação marcada para o dia 30 deste mês. O motivo? A queda no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que tem impactado diretamente a viabilidade de manter políticas públicas essenciais para a população local.

    Foto Divulgação

    Com um grito uníssono de “SEM FPM NÃO DÁ”, o movimento ganha força e destaca a necessidade urgente de uma solução para garantir o bem-estar das comunidades.

    A queda no FPM tem gerado um efeito dominó, afetando a capacidade dos municípios em manter serviços básicos, como saúde, educação, infraestrutura e assistência social. A paralisação planejada é vista como uma medida extrema, mas necessária, para chamar a atenção das autoridades competentes e sensibilizá-las em relação à urgência da situação.

    Membro da FAMEM, como primeiro secretário, o prefeito Paulo Curió é um dos encabeça o movimento. “Estamos unidos pelo fortalecimento do municipalismo, em reunião na sede da FAMEM com prefeitos e prefeitas do Maranhão, anunciamos a paralização no dia 30 deste mês em razão da queda no FPM.”, publicou o prefeito de Turilândia em suas redes sociais.

    O movimento “SEM FPM NÃO DÁ” busca não apenas destacar os desafios enfrentados pelos municípios, mas também reivindicar ações concretas que assegurem recursos adequados para a execução de políticas públicas que impactam diretamente a vida dos cidadãos. Os prefeitos e prefeitas estão determinados a lutar pelos direitos da população, demonstrando sua fé em Deus e na capacidade de unir esforços para enfrentar essa situação adversa.

    Foto Divulgação

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    TCE-MA multa prefeitos por descumprirem obrigações com a gestão pública em Maracaçumé e Itapecuru

    A não disponibilização de documentos obrigatórios da gestão pública nos Portais da Transparência, bem como o descumprimento de outas obrigações, continua causando problemas aos fiscalizados maranhenses. Na sessão do Pleno desta quarta-feira (23), duas situações resultaram em pesadas multas aos gestores, com repercussão também na análise anual de suas contas.

    Prefeitos de Maracaçumé e Itapecuru-Mirim, Tio Gal e Benedito Coroba

    Em um dos casos, atendendo à Representação formulada pelo Ministério Público de Contas (MPC), a corte condenou o prefeito Ruzinaldo Gama de Melo, mais conhecido como Tio Gal, ao pagamento de multa no valor de R$ 20 mil, por sua administração ter deixado de publicar no Portal da Transparência do município a Lei Orçamentária Anual (LOA) referente a 2021 do município de Maracaçumé.

    Quase cinco vezes maior foi o valor imposto a Benedito Coroba, prefeito de Itapecuru-Mirim, que terá que arcar com multa no valor de R$ 97 mil, decorrente do não envio ao TCE do Relatório de Gestão Fiscal (RGF) relativo a dois quadrimestres do ano de 2022.

    Além disso, a fiscalização de acompanhamento da Gestão Fiscal, ao analisar os Relatórios de Gestão Fiscal (RGF) do 1º, 2º e 3º quadrimestres e os Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) do 1º, 2º, 3º, 4º, 5º e 6º Bimestres do exercício financeiro de 2022, detectou o descumprimento do limite de despesa com pessoal, que se encontra acima do limite prudencial (51,30%), e do limite de alerta (48,60%).

    Dessa forma, o fiscalizado será notificado, devendo adotar as medidas determinadas legais cabíveis para correção das distorções, evitando assim a aplicação das sanções administrativas e penais previstas, inclusive, na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Iracema Vale recebe Título de Cidadã Caxiense em reconhecimento por serviços prestados ao município

    A Câmara Municipal de Caxias homenageou, na manhã desta quarta-feira (23), a presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputada Iracema Vale (PSB), com o Título de Cidadã Caxiense. A honraria foi proposta pelo vereador Ricardo Rodrigues (PT) em reconhecimento aos relevantes serviços prestados pela chefe do Parlamento Estadual à cidade.

    Iracema Vale, foi homenageada com o Título de Cidadã Caxiense, na Câmara Municipal

    No ato, Iracema Vale afirmou que tornar-se cidadã caxiense reforça o seu compromisso e o vínculo afetivo com a cidade. “Neste ano, vivemos um momento muito especial que foi a Assembleia Itinerante em Caxias. Estamos nos dedicando para que a Casa esteja mais perto do povo. Esse é um projeto que valoriza o municipalismo e resgata o valor de cada cidade”.

    A honraria foi proposta pelo vereador Ricardo Rodrigues em reconhecimento aos relevantes serviços prestados pela chefe do Parlamento Estadual à cidade

    A chefe do Legislativo maranhense ressaltou, ainda, que uma gestão participativa é a chave para o desenvolvimento do Estado. “Cada região tem seu potencial e na Assembleia damos muito valor a isso. Caxias já tinha o meu coração, mas, agora, reafirmo meu compromisso com o crescimento dessa cidade e com o bem-estar da população”.

    Segundo o vereador Ricardo Rodrigues, que também é presidente da Casa Legislativa municipal, a honraria é um reconhecimento à grande liderança que Iracema Vale exerce no Estado. “É um gesto de valorização, que aumenta a responsabilidade para que ela possa continuar olhando com muito carinho para Caxias”, enfatizou o autor da proposição.

    Iracema Vale também recebeu a comenda alusiva ao bicentenário da adesão de Caxias à independência do Brasil

    Comenda

    Na ocasião, Iracema Vale também recebeu a comenda alusiva ao bicentenário da adesão de Caxias à independência do Brasil, em 1º de agosto de 1823, bem como aos 200 anos de nascimento de Gonçalves Dias. A medalha “Caxias +200”, que ressalta a relevância histórica e cultural da cidade, foi entregue pelo prefeito Fábio Gentil (Republicanos).

    Iracema Vale, que já foi vereadora e prefeita do município de Urbano Santos, sempre defendeu uma atuação municipalista em favor do desenvolvimento das cidades. Como presidente do Parlamento Estadual, tem mantido sua posição de compromisso com políticas públicas que fortaleçam os municípios e melhorem as condições de vida dos maranhenses.

    Iracema Vale afirmou que tornar-se cidadã caxiense reforça o seu compromisso e o vínculo afetivo com a cidade

    Além da cerimônia, a chefe da Assembleia Legislativa prestigiou o evento que abriu a semana alusiva à campanha Agosto Lilás em Caxias, promovido pela Procuradoria da Mulher da Câmara Municipal, que está completando dois anos. Estavam presentes, ainda, as deputadas estaduais Daniella (PSB), Cláudia Coutinho (PDT) e Ana do Gás (PCdoB), além de outras autoridades.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Assembleia aprova projeto que altera serviço público de loteria no Maranhão

    Em regime de urgência, o Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na sessão desta quarta-feira (23), o Projeto de Lei 449/2023, de autoria do Poder Executivo, que altera o Artigo 2º, o caput do Artigo 3º, o Artigo 6º e o Artigo 7º da Lei 11.389, de 21 de dezembro de 2020, que reinstitui o serviço público de loteria no Maranhão e altera a Lei 11.000, de 2 de abril de 2019.

    Deputados na sessão plenária realizada na manhã desta quarta-feira

    De acordo com a Mensagem 062/2023, encaminhada à Assembleia Legislativa pelo governador Carlos Brandão, o Projeto de Lei 449/2023 justifica-se mediante a necessidade de promover a atualização do arcabouço normativo da Loteria do Maranhão (Lotema).

    Segundo a Mensagem, o Estado do Maranhão assumiu uma posição pioneira ao elaborar e publicar normas disciplinadoras do Serviço Público de Loterias Estaduais já em 2020, logo após o julgamento das Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPFs) 492 e 493 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mesmo antes da conclusão dos estudos de viabilidade econômica, financeira e operacional realizados pela Maranhão Parcerias S/A (MAPA) para a implantação da Loteria Maranhense.

    O governador Carlos Brandão explica que, “com a promulgação da Lei Estadual 11.389/2020 e do Decreto Estadual 36.453/2020, os quais conferiram à MAPA a exploração da atividade lotérica no Estado, foram empreendidos diversos procedimentos de diálogo com os mercados de loterias nacionais e internacionais, tais como o Road Show, Consulta Pública e Procedimento de Manifestação de Interesse Privado (PMIP), com o propósito de, em colaboração com esta Empresa Estatal, selecionar o modelo adequado para a operacionalização da Lotema, de acordo com as melhores práticas internacionais”.

    Na Mensagem, o governador Carlos Brandão acrescenta que, ainda na fase de estudos, antes da publicação do Edital de Credenciamento de Operadores Lotéricos, diversos interessados se pronunciaram acerca da necessidade de alteração do conjunto normativo da Lotema. O Projeto de Lei 449/2023, aprovado no plenário, agora segue à sanção governamental.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Pesquisa de intenção de votos confirma liderança de Alan da Marissol em Balsas

    Contratado por um grupo de empresários da região Tocantina, no Maranhão, o Instituto Lupa realizou uma pesquisa de intenção de votos à Prefeitura Municipal de Balsas para o pleito de 2024. 

    Alan da Marissol

    No levantamento, onde 800 eleitores foram entrevistados, apontou a liderança do ex-vereador Alan da Marissol (Patriota).

    De acordo com a pesquisa de opinião pública, realizada entre o dias 5 e 8 de agosto de 2023, em um cenário estimulado Alan obteve 32,2% das intenções de votos, seguido do vice-prefeito Celso Borgneth (PSB) que alcançou apenas 18,4% da preferência do eleitorado de Balsas.

    Em terceiro lugar aparece o vereador Moisés Coelho (PDT) com 14,6%, muito perto do segundo colocado, e em quarto Chico Coelho com 4,6%. Na lanterna ficou o Coronel Medeiros pontuando com apenas 0,9% dos votos.

    Foto Reprodução

    A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.