Wellington do Curso prestigia lançamento da pré-candidatura de Guilherme Mulato a prefeitura de Ribamar

No último sábado (25), Wellington do Curso (NOVO) esteve lá lançamento da pré-candidatura de Guilherme Mulato à prefeitura de São José de Ribamar. O evento ocorreu no bairro Parque Vitória e contou com a presença do Presidente de Honra do partido Novo, Lahesio Bonfim; do presidente Estadual do Partido Novo, Leonardo Arruda; do pré-candidato em Paço do Lumiar, Francisco Neto, e pré-candidatos a vereador.

Na ocasião, Wellington disse ser um novo momento para a Região Metropolitana e reafirmou o compromisso em defender a Grande Ilha de São Luís.

“É um novo momento! Hoje foi a vez da caravana do Novo passar pelo Parque Vitória. Na companhia do nosso líder Lahesio Bonfim, do Leonardo Arruda e dos pré-candidatos Guilherme Mulato e Francisco Neto, estive na região metropolitana da nossa São Luís para levar uma mensagem de esperança às pessoas. Agradeço a todos pelo carinho e confiança. É só o começo. Desejo ao Guilherme Mulato sucesso em sua caminhada rumo à Prefeitura e que seja uma trajetória de boas propostas e ideias para melhorar a vida das pessoas”, disse o pré-candidato a vereador de São Luís Wellington.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tem início o maior Jogos Escolares da história de Tuntum, JETs 2024

Foi realizada nesta última sexta-feira (24), a abertura oficial da maior edição dos Jogos Escolares Tuntuense algo nunca visto na história.

O evento realizado pela Prefeitura Municipal de Tuntum através das Secretarias Municipal de Esportes e a Secretaria Municipal de Educação, onde cerca de 10 mil pessoas entre alunos e amantes do esporte acompanharam a caminhada realizada a até o estádio municipal Dr Rafael Seabra.

O prefeito Fernando Pessoa parabenizou aos alunos, professores, diretores, instrutores, a equipe da organização e desejou sucesso a todos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Não duvide e nem subestimem o poder político de Luciano Genésio em Pinheiro

Engana-se quem acredita que o prefeito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio, não fará o seu sucessor. Luciano lançou a candidatura do médico Dr. Kaio, um profissional respeitado e conhecido pela sua dedicação à saúde da população local. Com essa escolha, Luciano demonstra sua confiança na capacidade de Dr. Kaio de continuar e expandir os projetos iniciados durante sua administração.

Dr. Kaio é médico com especialidade em cuidados intensivos e possui um MBA em Gestão de Saúde. Ele já foi diretor do Hospital Macro-regional de Pinheiro durante 5 anos, onde teve um papel crucial na melhoria dos serviços de saúde oferecidos à comunidade. Sua experiência e qualificação são inquestionáveis, e ele tem se destacado por seu trabalho incansável no setor de saúde, trazendo melhorias significativas para os serviços oferecidos à população.

A candidatura de Dr. Kaio representa uma continuidade dos esforços para promover o bem-estar dos cidadãos, com um foco especial em áreas essenciais como saúde, educação e infraestrutura. Sua campanha promete ser uma das mais competitivas da história recente de Pinheiro, com o apoio de Luciano Genésio sendo um fator determinante para seu sucesso.

Os eleitores de Pinheiro estão atentos e esperam ver propostas concretas e compromissos reais para o futuro da cidade. Portanto, subestimar o poder de Luciano Genésio em influenciar a escolha do próximo prefeito pode ser um grande erro. Com Dr. Kaio como candidato, Pinheiro tem a oportunidade de continuar no caminho do desenvolvimento e da melhoria contínua dos serviços públicos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Justiça do MA condena ex-prefeito a prisão por gastos sem licitação; pena foi convertida em serviços comunitários

A Justiça Federal do MA condenou Edivânio Nunes Pessoa, ex-prefeito da cidade de Graça Aranha, a 382 km de São Luís, a 3 anos e 7 meses de prisão e 12 dias-multa, por gastar R$ 553,3 mil sem licitação de recursos federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Fundo Municipal de Saúde.

Apesar da condenação, a Justiça converteu a pena de Edivânio para prestação de 1.290 horas de serviços à comunidade, pelo prazo mínimo de 1 ano, e pelo pagamento de R$ 55 mil em favor de alguma entidade escolhida pelo Poder Público.

Entenda o caso

O pedido de prisão foi apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF), após Edivânio dispensar ou deixar de exigir licitação fora das ocasiões previstas em lei.

De acordo com o MPF, em 2011, ainda no cargo de prefeito de Graça Aranha, ele teria utilizado recursos federais recebidos do Fundeb e do Fundo Municipal de Saúde, sem a realização de processo licitatório.

Dentre os gastos irregulares, o ex-prefeito teria gastado, apenas com combustível, R$ 15,1 mil de recursos recebidos do Fundeb e R$ 53,9 mil com os recursos do Fundo Municipal de Saúde. Além disso, R$ 484,3 mil foram gastos com a contratação de médicos como prestadores de serviços.

Os relatórios apresentados pelo MPF à Justiça foram comprovados pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA). Nos processos, foi constatado, de fato, a dispensa de licitação fora das hipóteses previstas em lei, por meio de notas de empenho, ordens bancárias de pagamento e contratos emitidos pela Prefeitura.

Defesa do ex-prefeito

Edivânio Nunes não negou as acusações, quando recebeu as denúncias. Porém, a defesa do ex-prefeito alegou que o município não contava com profissionais que possuíssem o conhecimento necessário para formalizar os contratos públicos.

A defesa afirmou, ainda, que as contratações diretas foram justificadas sob o argumento de que o município de Graça Aranha contava com apenas um posto de gasolina e que possuía dificuldades em contratar médicos no mercado.

Mas, diferente do que alega a defesa, os processo dizem que o município possuía, desde 1º de janeiro de 2011, comissão permanente de licitação, que contava com pregoeiro, equipe de apoio e assessoria técnica.

Além disso, segundo a Justiça, os documentos dão conta de despesas realizadas pelo município foram precedidas do processo de licitação, antes e depois dos fatos narrados na denúncia proposta pelo MPF.

Em relação à contratação dos médicos, a Justiça diz que oito desses profissionais foram contratados pelo município, sem licitação, no período apontado na denúncia. De acordo como a decisão judicial afirma, “tal disponibilidade não sugere – como quis o acusado em seu interrogatório – a impossibilidade de realização do processo de licitação”.

Apesar da pena ser convertida a serviços prestados à comunidade, ainda cabe recurso da decisão.

Blog do Wellington Sérgio 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Caos no Socorrão I ! Não tem nem água aos médicos e enfermeiros no Centro Cirúrgico do hospital

Iludido com falsos números de seguidores de suas redes sociais e achando que já faturou a eleição no primeiro turno, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide, não consegue enxergar mais problemas que aparecem na sua gestão, notadamente os da área da saúde. 

No Hospital Djalma Marques, o Socorrão 1, médicos e enfermeiros estão vivendo sérios problemas com a ausência de água potável. São inúmeras cirurgias que estão tendo que ser feitas, os profissionais reclamam a fata de água, mas ninguém resolve o problema.

A falência no setor de saúde é visível e dizem que a questão já foi levada ao conhecimento do gestor municipal, que só tem olhos para os números de suas pesquisas, tendo algumas já apresentando quedas.

Nos últimos meses, de 2023 até agora, são vários casos de corrupção e escândalos que estão pipocando  na gestão de Braide, com denúncias que envolvem os irmãos do prefeito.

A CPI que apura a realização de obras sem o devido processo licitatório legal, criada pela Câmara Municipal de São, já levantou 25 obras com cheiro de desvio de recursos, que chegam perto de R$ 1 bilhão e podem levar Eduardo Braide amanhecer 2025 na cadeia. É só aguardar.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Empresário é assassinado a tiros em Coroatá

O caso segue sendo investigado pela polícia.

O empresário Ocivando Lima Farias, de 39 anos, conhecido como ‘Vandeco’, foi assassinado a tiros na tarde desta quinta-feira (23). O crime aconteceu no próprio estabelecimento, localizado no centro de Coroatá, a 249 km de São Luís.

As investigações apontam que o autor dos disparos teria se passado por cliente e pedido uma mercadoria. Quando o empresário se virou para buscar o pedido, foi surpreendido com os tiros. Sem oportunidade de se defender, Ocivando caiu e perdeu muito sangue no local.

Populares que estavam próximos ao estabelecimento prestaram os primeiros socorros à vítima até a chegada da ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. ‘Vandeco’ foi encaminhado ao hospital macrorregional da cidade, passou por cirurgia, mas sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

A polícia investiga a participação de quatro pessoas que teriam envolvimento no crime. Testemunhas relataram que os suspeitos são dois homens magros, um alto e outro baixo, vestindo jaquetas pretas e utilizando uma motocicleta Pop 100 preta. Além destes, outros dois homens morenos, também de jaqueta e com mochilas, em uma moto Titan vermelha, podem ter participação no assassinato.

O caso segue sendo investigado pela polícia.

Difusora News

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.