Saiba quais são os riscos de pegar covid-19 em uma praia lotada

    Por R7 Notícias 

    Há duas semanas, as praias de São Paulo e do Rio de Janeiro têm ficado lotadas e com aglomerações. Como se não houvesse pandemia, o movimento foi intensificado pelo feriado prolongado, cenário que favorece a disseminação do novo coronavírus, mesmo ao ar livre, e contraria as medidas de prevenção recomendadas por autoridades de saúde.

    O governo de São Paulo afirmou que os efeitos dessa situação serão sentidos em duas semanas. De acordo com a infectologista Lina Paola, da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, o risco de infecção é alto, caso nenhuma orientação para evitar o contágio – como distanciamento e uso de máscara – seja respeitada.

    “É um pouco difícil [de estimar o risco] porque estamos em um local aberto. Mas se não há nenhuma regra, as chances de se infectar são em torno de 70%. Você está muito mais exposto do que se não estivesse em uma aglomeração”, destaca.

    Ela explica que apenas o fato de estar ao ar livre não garante segurança porque a presença de muitas pessoas próximas facilita o contato com alguém que esteja infectado e, portanto, com gotículas contaminadas expelidas na fala, tosse ou espirro.

    “Há o risco de tocar nessa pessoa e em objetos que foram manipulados por ela e acabaram contaminados com gotículas”, detalha. “Mas as correntes de ar levam embora os aerossóis [pequenas partículas líquidas contaminadas que ficam suspensas no ar]”, acrescenta.

    A possibilidade de tocar objetos e superfícies contaminadas e, em seguida, colocar as mãos nos olhos, nariz ou boca e contrair o vírus justifica a proibição do uso de guarda-sol e cadeiras na areia da praia. Mas a restrição foi ignorada por muitos turistas.

    “O problema do guarda-sol e de objetos é que eles acabam sendo transferidos de pessoa para pessoa sem que haja uma desinfecção. Então, o risco de estar com grande quantidade de vírus é muito alto, porque você tosse, espirra e põe a mão em cima daquilo”,  observa Lina.

    A médica ainda ressalta que o ideal seria ter utensílios de uso pessoal e intransferível. “Mas o que a gente vê na praia é que todo mundo fica com todo mundo e partilham os objetos”

    Muitas pessoas também dispensaram a máscara e ficaram ainda mais expostas. Segundo a infectologista, este item só poderia ter sido descartado se houvesse diretrizes de segurança bem estabelecidas e elas fossem respeitadas. “Quando não está se cumprindo nenhuma regra, o ideal é manter a máscara e levar álcool em gel”.

    De acordo com Lina, para garantir que todos pudessem ir à praia com segurança, deveriam ser delimitados espaços com distância mínima de 3 metros entre cada um e tempo limite de permanência na praia para as famílias.

    A Prefeitura do Rio de Janeiro cogitou testar um aplicativo para agendamento de espaços na areia da praia, mas desistiu da ideia após receber críticas da população.

    “Ali, no espaço com a família, poderia abandonar a máscara. Mas se for caminhar ou ter contato com alguém de fora precisa usar”, pondera.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    “Faltam coerência e equidade” na retomada da economia, dizem promotores de eventos

    Por Redação O Antagonista

    O setor de eventos tem cobrado “coerência” nas ações de retomada da economia em meio à pandemia da Covid-19.

    Doreni Caramori Júnior, presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), escreveu um artigo no qual disse que “as imagens de ruas e praias lotadas revelam que muitos estão cansados do período de isolamento social”.

    “Nós, do setor de cultura e entretenimento, estamos cientes de que liberar todas as atividades sem um respaldo científico é inviável. No entanto, por que os eventos culturais e de entretenimento não recebem o mesmo tratamento que outros segmentos, como shoppings, igrejas e partidos políticos?”

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Suspeito de assassinar empresário a tiros em clínica veterinária de São Luís se entrega à polícia

    Por G1 MA

    O suspeito de assassinar a tiros um empresário dentro de uma clínica veterinária no bairro Monte Castelo, em São Luís, se entregou à Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (11). Em depoimento, o médico veterinário Daniel Leite Cardoso, de 35 anos, confessou a autoria do crime.

    A polícia havia expedido um mandado de prisão temporária de 30 dias contra o suspeito. Segundo a polícia, ele chegou à sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), acompanhado de um advogado e entregou a arma usada no homicídio. O revólver possui registro.

    Daniel Leite, segundo a polícia, é frequentador de clube de tiro e possui licença para porte de arma. Além disso, o suspeito possui duas passagens na polícia por dano e uma por ameaça.

    De acordo com Leonidas Santos Sousa, advogado de defesa de Daniel Leite, ele teria efetuado os disparos após ter sido agredido pela vítima e não tinha a intenção de assassinar o empresário.

    “Ele narrou que naquele dia teria tido uma discussão muito forte, ele teria sido agredido pela vítima conforme consta no circuito interno de TV, e ele reagiu a agressão. Ele disse que não tinha a intenção de tirar a vida de ninguém, afinal ele não conhecia a pessoa e não tinha inimigos”, disse o advogado.

    Arma usada no homicídio foi entregue pelo suspeito à Polícia Civil do Maranhão. — Foto: Alessandra Rodrigues/Rádio Mirante AMArma usada no homicídio foi entregue pelo suspeito à Polícia Civil do Maranhão. — Foto: Alessandra Rodrigues/Rádio Mirante AM

    Após prestar depoimento, Daniel Leite Cardoso foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames de corpo de delito. Em seguida, ele foi levado para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

    O caso ainda continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Área Oeste de São Luís.

    Entenda o caso

    O empresário José Eduardo Viegas Costa, de 39 anos, foi assassinado com nove tiros dentro de uma clínica veterinária no bairro Monte Castelo, em São Luís, na noite de quarta-feira (9). O suspeito de praticar o homicídio é o médico veterinário Daniel Leite Cardoso, que prestava serviços à clínica. Ele fugiu após o crime.

    Segundo a Polícia Civil, a motivação do crime teria sido uma discussão entre a vítima e o veterinário, por causa do valor de um procedimento feito em um gato de estimação e do pedido de uma nota fiscal. O empresário teria reclamado do preço cobrado pelo procedimento.

    As investigações apontam que ambos teriam chegado a um acordo sobre valor, mas após o empresário ter exigido a nota fiscal, o médico veterinário afirmou que não poderia imprimir a nota no momento. A vítima teria exigido a nota fiscal e os dois voltaram a discutir. Em seguida, o suspeito efetuou os disparos contra o empresário.

    De acordo com o delegado George Marques, da SHPP, no momento do crime o empresário estava acompanhado com a companheira, que também foi atingida por um tiro na mão, mas não corre risco de vida.

    José Eduardo ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito ainda no local. Ele foi velado e enterrado na quinta-feira (11), em São Luís.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    O Vereador Pavão Filho visita a Universidade da Criança para conhecer o sistema de aulas on-line

    O Vereador Pavão Filho visitou a Universidade da Criança- UNICA, localizada no bairro da Vila Janaína, para conhecer o sistema de aulas on-line, que inclui os alunos na era digital, por meio remoto com o uso de smartphones, tabletes e computadores.

    A UNICA, escola Bilíngue que atende crianças de 2 anos e meio a 5 anos, tem uma estrutura moderna, salas climatizadas, laboratório de informática, aulas de ballet e professores qualificados. É apoiada pelo Vereador Pavão Filho, sendo a primeira escola comunitária de Ensino Infantil do Maranhão a implantar o ensino de Educação à distância-EAD, preparando seus professores, colaboradores e alunos no processo de inclusão digital.

    O Vereador Pavão Filho, ressaltou a grande importância da EAD nos dias atuais, sendo um avanço educacional e tecnológico, que inclui, ensina, diversifica e informa em tempo real, levando conhecimento para as crianças que tanto necessitam nesse momento de pandemia e distanciamento social.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Bolsonaro mandou quase R$ 1 Bilhão para Flávio Dino; veja também quanto sua cidade recebeu

    O Governo de Jair Bolsonaro completou hoje, sexta-feira (11) a quarta parcela da ajuda emergencial ao governo de Flávio Dino. Os cofres públicos do nosso estado foram abastecidos hoje com R$ 245 milhões, perfazendo um total de R$ 982 milhões.

    Todos os municípios também receberam a ajuda total de R$ 597 milhões. Veja quanto sua cidade recebeu:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Thaiza Hortegal destaca entrega de UTI neonatal, policlínica e ambulatório oftalmológico

    A deputada estadual Dra. Thaiza Hortegal (PP), também 3ª Vice-Presidente da Assembleia Legislativa, representando o Poder Legislativo, participou da inauguração virtual de leitos, policlínica e ambulatório que reforçam o serviço na área da saúde pública em São Luís.

    O evento, coordenado pelo Governo do Estado, aconteceu nesta quinta-feira (10), quando foram entregues leitos de UTI neonatal da Maternidade Benedito Leite, Policlínica do Cohatrac e o Ambulatório Oftalmológico do Hospital Carlos Macieira. Para a parlamentar, é extremamente satisfatório os investimentos na área e uma demonstração de coragem da gestão estadual.

    “Uma das características desse governo é a coragem. Um adjetivo que representa bem a gestão do governador Flávio Dino, diante do momento em que estamos vivendo, de incertezas e crise, não somente no Maranhão, mas em todo o Brasil e no mundo. Uma gestão que reconhece as necessidades da saúde e tem coragem de fazer. Então, os leitos de UTI neonatal que foram entregues, essa expansão de leitos crescente no Maranhão, a gente sabe que não é uma realidade do Brasil, mas sim do Maranhão, pelo ato nobre e corajoso deste governo”, destacou Dra. Thaiza.

    “A deputada Dra. Thaiza, representando o Poder Legislativo, mencionou uma palavra fundamental: coragem. Não ter medo. Desde que aqui chegamos, tivemos a coragem de ampliar como nunca a rede hospitais regionais, virtudes demonstradas nesta terrível crise sanitária, fazendo com que esta rede seja vital para manutenção da vida e saúde de milhões de pessoas”, disse o governador.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Justiça determina suspensão do concurso público de Alto Alegre do Pindaré

    Em atendimento a pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça concedeu liminar, nesta quarta-feira, 9, para suspender o concurso público para o Município de Alto Alegre do Pindaré, cujas provas seriam realizadas no próximo domingo, 13. Estão sendo oferecidas vagas para cargos efetivos e cadastro de reserva na estrutura administrativa municipal.

    Na Ação Civil Pública, ajuizada contra o Município de Alto Alegre do Pindaré e o Instituto Legatus, responsável pelo concurso, o MPMA alegou que a realização do certame “criará um ambiente ideal para a disseminação, proliferação e aumento do índice de contaminação da Covid-19”.

    A questão chegou ao conhecimento do Ministério Público por meio da Ouvidoria da instituição. A ACP foi ajuizada pelo promotor de justiça Peterson Armando Azevedo de Abreu, que está respondendo pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Luzia, da qual Alto Alegre do Pindaré é termo judiciário.

    “O momento ainda não se mostra adequado para a realização do concurso público, eis que ainda estamos em meio à pandemia da Covid-19, doença de fácil propagação e que, pelos estudos divulgados até o momento, é transmitida, em grande medida, pela via respiratória, razão pela qual se insiste na proibição de aglomerações, especialmente em ambientes fechados, tais como são os locais de aplicação de provas”, argumentou o membro do Ministério Público na ação.

    Em consonância com o MP, a decisão judicial, adotada pela juíza Marcele Adriane Farias Silva, considerou o risco para a saúde dos candidatos, uma vez que o número de óbitos pelo novo coronavírus ainda é elevado. “A suspensão do concurso torna-se necessária para prevenir prejuízos mais extremos no futuro”, pontuou a magistrada.

    Em caso de descumprimento da medida judicial, os responsáveis arcarão com multa, de caráter pessoal e solidário, no valor de R$ 80 mil.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    PF deflagra operação contra tráfico internacional de drogas no Maranhão

    A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (11/9) a Operação “Aimará II”, com a finalidade de desarticular uma associação criminosa voltada à lavagem de capitais, bens e valores provenientes do tráfico internacional de drogas, nos municípios de São Luís/MA, Barreirinhas/MA e São João Batista/MA.

    Cerca de 21 policiais federais cumprem seis mandados de busca e apreensão, tendo as ordens judiciais sido determinadas pela 1ª Vara Federal de São Luís/MA. Além dos mandados, foi concedida a constrição patrimonial (bloqueio de bens) em face de todos os investigados, no valor de R$9.000.000 (nove
    milhões) de reais.

    Durante as investigações, foram verificados a aquisição de diversos imóveis, veículos de luxo e ostentação de uma vida incompatível com a renda declarada pelos investigados aos órgãos fiscais.
    Se confirmadas as suspeitas, os investigados responderão pelo crime de lavagem de dinheiro, previsto no artigo 1º da Lei 9.613/98, cuja pena é de reclusão, de 3 (três) a 10 (dez) anos, e multa.

    A presente operação é uma continuação da Operação Aimará I, deflagrada em 04/11/2014, que desarticulou uma associação criminosa destinada ao tráfico internacional de drogas que agia, também, no Pará e Amazonas. À época, foram cumpridos 12 mandados de prisão, dois mandados de condução coercitiva e 11 mandados de busca e apreensão. Na ocasião, cerca de 90 policiais participaram da ação.

    AIMARÁ é uma língua falada por mais de dois milhões e meio de pessoas da etnia aimará, principalmente no Peru e na Bolívia. Inclusive, em tais países, a língua aimará é considerada língua oficial.

    A associação criminosa investigada é comandada por dois irmãos peruanos.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Candidatura à reeleição do prefeito Américo será oficializada na próxima quarta-feira (16), em Coelho Neto

    No Município de Coelho Neto, o prefeito Américo de Sousa (Partido dos Trabalhadores-PT) terá sua candidatura à reeleição oficializada na próxima quarta-feira, 16 de setembro, durante convenção que será realizada no Estádio Tancredo Neves, a partir das 18h13min.
    Durante a convenção, também será oficializado o nome do candidato (a) a vice-prefeito (a), além dos nomes dos candidatos ao cargo de vereador que integram o grupo político do prefeito através dos partidos: PT, PDT, PSB e PCdoB.
    Os editais de convocação foram apresentados à Justiça Eleitoral da 28ª zona  na última sexta-feira ( 04/09).

    Coelho Neto, hoje, experimenta uma administração organizada, transparente e que tem promovido uma série de investimentos em todos os setores, levando dignidade e cidadania aos moradores da zona urbana e zona rural.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.