MA-203: Yglésio solicita ao governo do Estado liberação da faixa de ônibus para todos os veículos, nos horários de pico

    Com o objetivo de garantir mais fluidez ao trânsito da MA-203, a Estrada do Araçagi, o deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), na manhã desta terça-feira (26), solicitou à Agência Estadual de Mobilidade Urbana – MOB que liberasse a utilização da faixa exclusiva dos ônibus para os demais veículos, nos horários de pico.

    A solicitação pede que a liberação seja feita nos horários entre 07h e 9h; e entre 17h e 20h. Nesses horários, o trânsito em toda a cidade é intenso, não diferente do caso da MA-203, ainda mais por ser uma via que interliga os municípios da Ilha.

    Além do trânsito intenso, o parlamentar também destacou o elevado número de congestionamentos na região, o que sustenta a sua solicitação.

    “Ali, o trânsito ainda está muito complicado para quem vive na região ou necessita da rodovia pra chegar ao seu destino. A quantidade de obras reduziu consideravelmente, mas os congestionamentos ainda continuam e isso tem deixado o tráfego muito lento. Isso precisa ser resolvido.”, afirmou.

    Melhorias

    Recentemente, o deputado também solicitou outras melhorias à MOB em relação à MA-203. O redesenho da pista, aumento na sinalização, faixas de pedestre, além de implantação de barreira eletrônica para mais segurança aos pedestres foram solicitados pelo parlamentar.

    Acidentes

    Em função das obras de implantação do BRT, deficiência na sinalização e da imprudência de alguns motoristas, nas últimas semanas, acidentes têm ocorrido na rodovia MA-203 com uma certa frequência. E alguns desses acidentes foram fatais.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Hildo Rocha cobra apreciação do projeto de lei que torna obrigatória gravação das ações policiais, em vídeo

    Tramita na Câmara, desde 2015, Projeto de Lei nº 2.416 do deputado Hildo Rocha que dispõe sobre gravação em vídeo de operações policiais. O projeto já tramitou em todas as Comissões, foi, inclusive, aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, onde é terminativo. Entretanto, em razão de recurso interposto por um parlamentar que é policial, a proposta foi encaminhada para tramitação no Plenário. 

    Em pronunciamento na tribuna da Câmara, Hildo Rocha criticou a longa espera no encaminhamento da matéria. “Esse projeto de lei está pronto para ser votado no Plenário. Já faz quase 3 anos que o recurso foi apresentado, mas a proposta ainda não foi pautada para votação”, lamentou.

    Proposta diminuirá incidência de assassinatos 

    O parlamentar ressaltou que se o projeto já estivesse sido transformado em lei muitos crimes poderiam ter deixado de ocorrer. Rocha citou o estado de Santa Catarina e o Distrito Federal, unidades da Federação onde as operações policiais são gravadas em vídeo.

    “Houve uma redução de mais de 60% dos homicídios, depois que essa prática foi introduzida na rotina operacional das polícias de Santa Catarina e Distrito Federal”, enfatizou.

    Um caso emblemático 

    Para confirmar que a proposta servirá para diminuir a incidência de assassinatos, Hildo Rocha destacou um episódio ocorrido há poucos dias, na cidade de São Paulo.

    “Na versão inicial da polícia, o jovem engenheiro Vinícius Oliveira, teria reagido a uma blitz e atirado, a polícia teria se defendido, e ele veio a morrer. Ocorre que câmeras instaladas na residência de um coronel reformado da polícia de São Paulo gravaram todo o evento que levou à morte desse engenheiro. Os policiais executaram friamente o engenheiro civil. Caso esses policiais fossem obrigados a gravar as abordagens, dificilmente eles teriam cometido esse crime. Portanto, precisamos destravar esse projeto e transformá-lo em Lei para que possamos aprimorar as operações policiais e reforçar a confiança da sociedade no aparelho de segurança pública” afiançou Hildo Rocha.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    O receio de contrariar Carlos Brandão mostra que liderança de Flávio Dino não existe mais

    O governador do Maranhão, além de perder o controle de sua sucessão, tem receio de não indicar como seu candidato o vice, Carlos Brandão, e entrar na disputa para o Senado Federal sem o apoio da máquina. 

    O medo que tem hoje Flávio Dino, passou de longe por ex-governadores que deixaram o cargo e se lançaram senador sem o apoio do poder público por exercer a liderança política no estado.

    João Castelo se desincompatibilizou do cargo, não sem antes exigir que seu substituto fosse o segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa, Ivar Saldanha, seu amigo de longas datas. Ocorre que o presidente daquele período era Alberico Ferreira, tio de Sarney. O acordo foi cumprido e Castelo, sem o apoio da família Sarney, se elegeu tranquilamente e o tio Alberico foi para o TCE. Castelo ainda conseguiu colocar o vice na chapa de Luiz Rocha, seu primeiro João Rodolfo.

    Quatro ano depois, Luiz Rocha ficou com medo de passar a faixa para seu vice, não se eleger senador e ainda por cima olhar Castelo voltando ao cargo de governador. Rocha ficou até o final do mandato por causa do desgaste profundou que seu governo enfrentava.

    Cafeteira foi eleito contra Castelo e no final rompeu com José Sarney por um simples motivo: o ex-presidente da República desejava voltar ao Maranhão para ser senador, a única vaga disputada naquele ano.

    Cafeteira fincou o pé e disse que a vaga era dele. Consultou as bases e todos assumiram o compromisso com ele. Contratou pesquisas e todas foram favoráveis ao seu nome, mesmo sendo o carcará João Alberto o seu vice governador. Cafeteira não temeu e saiu candidato, vencendo com folga.

    Sarney, se precisou conquistar uma vaga de senador, teve que se mudar para o Amapá, onde acabou eleito. A história no Maranhão, ao que parece, se repete. Flávio Dino quer sair, mas terá que apoiar o seu vice, Então, o governador de plantão vive um enorme dilema. Olha todos os dias o enfraquecimento de sua gestão.

    Para que se tenha ideia, tomemos como exemplo os três últimos resultados das pesquisas Escutec para senador. Em novembro de 2020 ele liderava com 67%, veio março e Dino caiu para 51%, chegou julho e ele caiu para 50% e agora em outubro atingiu apenas 44%. E já olhando o seu inimigo, o senador Roberto Rocha pelo retrovisor com 23%.

    É bem provável que hoje já tenha menos de 40% por causa do desgaste do seu governo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Deputado Wellington solicita apoio da Força Nacional para conter a criminalidade no Maranhão

    O deputado estadual Wellington do Curso encaminhou a indicação nº 5693/2021 em que solicita ao governador Flávio Dino que seja protocolado, junto ao Ministério da Justiça, um pedido de apoio de tropas federais da Força Nacional de segurança para o policiamento ostensivo.

    A solicitação está fundamentada no Decreto nº 5.289/04, posteriormente atualizado pelo Decreto n°7.957 de 2013, cujo artigo 4° prevê que a “Força Nacional de segurança poderá ser empregada em qualquer parte do território nacional, mediante solicitação expressa do respectivo Governador do estado, Distrito Federal ou de Ministro de Estado”.

    Ao justificar a solicitação, o deputado Wellington elencou inúmeras ações que tem causado medo e terror na população, principal vítima da violência instalada no Maranhão.

    “Protocolei, na Assembleia Legislativa do Maranhão, indicação para garantir o apoio de tropas federais da Força Nacional de segurança para o policiamento ostensivo aqui no Maranhão. Os últimos dias tem sido marcados por assaltos e assassinatos. Alguns deles causados contra os próprios agentes de segurança pública. Quatro policiais foram assassinados em menos de trinta dias. Sem mencionar, ainda, os diversos casos de assaltos. Infelizmente, a criminalidade tem ditado a lei no Maranhão, mas isso tem que acabar. Por conta disso, é essencial, nesse momento de tensão, que haja o apoio da Força Nacional. O Maranhão sofre com o déficit no número de policiais e, infelizmente, a politicagem do governador Flávio Dino tem causado mortes de inocentes”, disse o deputado Wellington.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Deputado Wellington solicita fornecimento de insulina para diabéticos em São Luís

    O deputado estadual Wellington do Curso encaminhou indicação ao prefeito de São Luís, Eduardo Braide, e ao secretário de Saúde, Dr. Joel Nunes, solicitando que adotem providências para garantir o fornecimento de insulina aos pacientes com diabetes na capital.

    A solicitação foi feita após o deputado Wellington receber inúmeros pedidos de ajuda de pessoas que estão sendo obrigadas a comprar medicamentos, já que não estão sendo disponibilizados no Centro Municipal de Hipertensos e Diabéticos.

    Na ocasião, o deputado Wellington disse acreditar que a problemática será, de logo, resolvida, já que o prefeito Eduardo Braide tem priorizado a saúde em São Luís.

    “Em defesa do direito à saúde, apresente indicação ao prefeito Eduardo Braide para garantir o fornecimento de insulina aos pacientes com diabetes que são atendidos pelo Centro Municipal de Hipertensos e Diabéticos. De acordo com relatos dos pacientes, estão há dois meses sem receber os medicamentos necessários.

    Acredito que, em breve, essa problemática já estará solucionada. Afinal, somos todos testemunhas do excelente trabalho que vem sendo desenvolvido pelo prefeito. De todo modo, como deputado estadual, deixo aqui essa solicitação de diversos pacientes”, informou o deputado Wellington.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Chuva abençoa visita de Bonfim e Sirlan na região de João Lisboa

    Por Blog do Walcy Vieira 

    Uma benção de chuva, neste sábado (23/10/2021), marcou a visita da comitiva do prefeito de São Pedro dos Crentes, medico Lahésio Bonfim, na cidade de João Lisboa, terra natal da apresentadora Sirlan Sousa (a federal do Bonfim) que puxou a caminhada.

    A passagem da federal do Bonfim (Sirlan Sousa) pelo sul do Maranhão começou em Vila Nova dos Martírios, onde, ao lado do pré candidato a governador, conheceram um das maiores plantios de banana da região.

    Participativa, Sirlan Sousa ouviu a reivindicação dos produtores e sugeriu a instalação de uma indústria de e doces e banana passas

    Ainda em Vila Nova dos Martírios, Bonfim, Sirlan e comitiva participaram de um encontro na Câmara Municipal.

    Sirlan Sousa esteve ainda em Cidelândia e João Lisboa, onde tiveram que se abrigar sob os gritos e aplausos, por uma chuva abençoada, exatamente na terra em que nasceu a federal do Bonfim.

    A caminhada do grupo político também cumpriu agenda em Senador La Roque. O sonho de Sirlan é transformar a região que compreende de João Lisboa a Amarante num grande pólo de produção de flores: “Pretendo colorir esse trajeto com uma das coisas mais lindas da vida, as flores. Quero ver meus conterrâneos trabalhando e progredindo com algo criado pelas mãos de Deus. Será o meu presente para a minha região”, disse, emocionada, Sirlan Sousa.

    A caminhada de Lahésio Bonfim segue firme rumo ao Palácio dos Leões, a cada dia arrastando uma quantidade maior de adeptos.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito Rigo Teles garante apoio ao Cordino que retorna a série A do Campeonato Maranhense

    Por Blog do Janiel Souza


    O Cordino está de volta à elite do futebol Maranhense. O time de Barra do Corda marcou seu nome na história da cidade ao conseguir, na tarde deste sábado (23), o acesso para jogar a primeira divisão do futebol maranhense em 2022.

    Após garantir a vitória na primeira fase da competição, a equipe do Cordino seguiu à semifinal, onde enfrentou a equipe do MAC. Na primeira partida, realizada em Barra do Corda no dia 16 de outubro, o Cordino garantiu a vitória por 1×0.

    No jogo de volta, realizado neste sábado (23), o Cordino saiu vencendo, mas teve o empate com o MAC, ficando 1×1. Pelos critérios, mesmo com o resultado de empate, a equipe conquistou o acesso para a Séria A do Campeonato Maranhense e garantiu também a vaga na final da Série B.

    O Cordino foi fundado em 2010 pelo então prefeito Manoel Mariano de Sousa, Nenzin, onde conseguiu acesso à elite do futebol maranhense, chegando a disputar a Série D do Campeonato Nacional e a Copa do Nordeste, abrilhantando o futebol com suas partidas em diversas partes do país.

    Nos últimos anos, por falta de incentivo da gestão municipal, o Cordino caiu para a segunda divisão, causando descontentamento dos torcedores e desânimo ao elenco.

    A atual gestão do município reconhecendo a importância do esporte, vem incentivado novamente o Cordino, nomeando técnicos comprometidos com o esporte, como o secretário Dr. Carlos, que faz um trabalho extraordinário na valorização da prática esportiva no município, seja profissional ou amador.

    O Cordino tem um elenco totalmente renovado e uma torcida ainda mais animada em ver o futebol cordino nos estádios não só do Maranhão, como do Brasil inteiro.

    Para o prefeito Rigo Teles é gratificante ver novamente o time criado pelo seu pai, o então prefeito Nenzin, brilhando com o seu esporte nos estádios maranhenses. “É muito gratificante ver o nosso esporte local tomando o seu lugar no estadual e nacional. Além do esporte, o Cordino ajuda a divulgar a nossa cidade em todo o Brasil e nós assumimos o compromisso de colaborar da melhor forma para prestar esse apoio, com responsabilidade e dentro das condições legais e financeiras permitidas. Parabéns ao Cordino pelo acesso à Série A. Podem contar sempre com  o nosso apoio”, disse o prefeito.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Gestão de Toca Serra tem aprovação de 88% da população de Pedro do Rosário

    A gestão do Prefeito Toca Serra é aprovada por 88% da população do município de Pedro do Rosário. É o que aponta a pesquisa realizada, no começo deste mês, pelo instituto Exata.

    Toca Serra também apareceu como a maior liderança política de Pedro do Rosário

    O levantamento entrevistou 402 pessoas, em diferentes bairros e povoados de Pedro do Rosário, entre os dia 1º e 3 de outubro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais pra mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.A sondagem apurou a avaliação da atual gestão municipal, além da intenção de votos para as eleições do ano que vem, para a Presidência, Governo do Estado, Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

    Além da ótima avalição, Toca Serra também apareceu como a maior liderança política de Pedro do Rosário. Foi o que disse 62% dos entrevistados, no cenário espontâneo. O gestor municipal é um dos mais bem avaliados na Baixada Maranhense.

    Com relação à Presidência da República, 81% dos entrevistados disseram que votariam em Lula, caso as eleições fossem hoje. Bolsonaro apareceu com 8%, seguido de Ciro Gomes, com 6%. João Doria e Sergio Moro não pontuaram. Nenhum, branco ou nulo foram 2%. Não souberam ou não responderam somaram 3%.

    Para o Senado Federal, 59% disseram que votariam em Flávio Dino, se as eleições fossem hoje. O segundo colocado apareceu bem abaixo, com 14 % das intenções de voto. Não souberam ou não responderam foram 9%. Nenhum, branco ou nulo somaram 2%.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Após quatro meses na cadeia, Justiça concede liberdade a DJ Ivis

    LeoDias

    A Justiça do Ceará concedeu liberdade, nesta sexta-feira (22/10), a DJ Ivis após 4 meses de prisão por agressão doméstica. O produtor deve ser solto a qualquer momento.

    Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, foi preso no dia 14 de julho, depois que vídeos de agressões contra a ex-mulher, Pamella Holanda, foram divulgados por ela nas redes sociais. A prisão aconteceu em um condomínio de luxo em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Os vídeos foram divulgados pelo coluna LeoDias.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Sentença do TJMA anula toda a operação da GAECO contra deputado federal Josimar do Maranhãozinho

    O Tribunal de Justiça do Maranhão, através de medida do desembargador Bayma Júnior, proferiu decisão anulando a operação do Gaeco e Seccor que investigou e apreendeu bens da casa do deputado federal Josimar do Maranhãozinho, no início deste mês, assim como de outros políticos aliados ao parlamentar.

    A decisão foi proferida  nesta sexta-feira (22), em concessão de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-prefeito de Araguanã Valmir Amorim (PL), um dos alvos da operação.

    Para o magistrado, em razão do foro de Maranhãozinho, juízo de primeira instância não tinha competência para atuar no caso.

    Bayma também determinou a suspensão das investigações relacionadas ao procedimento investigatório criminal do Gaeco, até julgamento final do caso pelo pleno do Tribunal de Justiça.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Deputado Wellington oficia Ministério Público para apurar fraude na licitação do ferryboat

    O deputado estadual Wellington do Curso oficiou o Ministério Público para que apure a possibilidade de instaurar a investigação para averiguar os fortes indícios de fraude no processo licitatório do serviço de travessia aquaviária ferryboat no Maranhão conduzido pela Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB). Os fortes indícios de fraude na licitação da concessão dos serviços de ferry tem a expectativa de, aproximadamente, R$ 1,6 (um bilhão e seiscentos milhões de reais), prorrogável por mais 20 anos.

    Ao justificar a necessidade de investigação, o deputado Wellington citou diversos pontos, a exemplo da audiência pública que não contou com a participação popular e nem foi divulgada, além dos fortes indícios de direcionamento da licitação.

    “Acionei o Ministério Público para que instaure investigação para averiguar os fortes indícios de fraude no processo licitatório do serviço de travessia aquaviária, ferryboat, no Maranhão. Todo o processo foi conduzido pela Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB). Ocorre que há diversos indícios que apontam para a possibilidade de fraude. Um deles é a alteração no edital por duas vezes, com alta probabilidade de direcionamento da licitação para beneficiar a empresa ‘vencedora’. Outro ponto é a audiência pública, que sequer foi divulgada e, muito menos, contou com a participação popular. Isso tem que ser apurado”, disse o deputado Wellington.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Sem nenhuma obra literária e com a ajuda de Sarney, governador é eleito membro da Academia Maranhense de Letras

    Foi eleito ontem, quinta-feira (21), Flávio Dino para ocupar a cadeira de número 32, que pertencia ao pai do novo imortal, o saudoso intelectual Sálvio Dino. Sem nenhuma obra literária, o governador do Maranhão obteve a benção do ex-presidente da República, José Sarney.

    Dino não obteve a unanimidade dos votos e só conseguiu ganhar a disputa contra seus concorrentes, autores de diversas obras e intelectuais de verdade, como Antônio Guimarães de Oliveira, Azenate Silva, José Carlos Sanches e Rossini Corrêa, foi pela força do cargo de governador e por causa da influência de José Sarney dentro da AML.

    Reza o estatuto da Academia Brasileira de Letras que para alguém candidatar-se é preciso ter publicado, em qualquer gênero da literatura, obras de reconhecido mérito ou, fora desses gêneros, livros de valor literário. Como Flávio Dino não preenche o requisito, o jeito mesmo foi a AML parir um filho de proveta.

    Como ultimamente o governador perdeu os princípios e a vergonha, foi procurar o ex-presidente Sarney aqui mesmo em São Luís para virar imortal, o que acabou acontecendo, mesmo ele dizendo que o velho cacique representa o atraso e o lixo da política maranhense.

    Os aliados de Dino estão sem discurso e a ALM foi estuprada e constrangida!

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.