Bolsonaro manda Pazuello impedir que prefeitos e governadores comprem vacinas

“Agora, por ordem do presidente, corre para evitar que estados e municípios comprem as vacinas que a União negligenciou. 

Em conversa com a coluna, um executivo da pasta da Saúde informou que Bolsonaro foi taxativo na orientação que deu a Pazuello. Não admite que consórcio de prefeitos ou aliança de governadores substituam o governo federal na negociação com os fabricantes de vacinas. Até porque fariam ‘gentileza com chapéu alheio’, diz Bolsonaro em privado. ‘Eles compram, mas quem paga sou eu’, acrescenta, como se o Tesouro Nacional fosse o seu bolso.”

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Acorda, Brasil! Manifestantes pedem renúncia do presidente do Paraguai por colapso na Saúde

Manifestantes e policiais entraram em confronto em Assunção, capital do Paraguai, na noite de sexta-feira (5), depois de um protesto contra a forma como o governo tem gerenciado a pandemia de Covid-19. Ao menos uma pessoa morreu, e 20 ficaram feridas.

O ministro de Saúde do país renunciou pouco antes do protesto, que reuniu cerca de 5 mil pessoas, de acordo com dados do jornal local “ABC Color”. O presidente Benítez nomeou Julio Borba como chefe da pasta e afirmou que começaria a buscar remédios imediatamente.

Também neste sábado, um dos ministros do governo anunciou que o presidente ouviu as demandas dos manifestantes e vai fazer mudanças na administração.

As infecções por coronavírus no Paraguai atingiram níveis recorde. Os hospitais estão perto do colapso. Nos últimos sete dias, a taxa de infecção no Paraguai ficou em cerca de 115 por 100 mil habitantes. O país vacinou menos de 0,1% de sua população.

Os protestos de sexta

Nos protestos desta sexta, a polícia fez disparos com balas de borracha e usou bombas de gás nos manifestantes ao redor do prédio do Congresso do país.

As pessoas que participavam do ato responderam com pedras, barricadas com fogo nas ruas e quebraram algumas das barreiras de segurança.

Ao menos uma pessoa morreu e 18 ficaram feridas, de acordo com a imprensa paraguaia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Governo define valores do auxílio emergencial e pagará até R$ 375

Mulheres que chefiam famílias ganharão esse montante, enquanto homens que bancam o lar terão R$ 175. A maioria receberá R$ 250

O governo federal definiu, neste sábado (6), os novos valores do auxílio emergencial, benefício destinado a trabalhadores brasileiros que perderam a renda durante a pandemia do novo coronavírus. O blog apurou a informação com fontes do Ministério da Economia.

O benefício vai chegar a R$ 375 para mulheres que chefiam a família, enquanto os homens vão ganhar R$ 175. A maioria dos trabalhadores informais vai receber R$ 250. O auxílio será pago por quatro meses consecutivos e deverá chegar ao bolso do brasileiro ainda em março.

Os valores serão definidos por uma MP (Medida Provisória), depois da aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição).

O benefício deverá chegar a cerca de 40 milhões de pessoas, diretamente impactadas pelo desemprego e a falta de renda.

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro já tinha afirmado que a nova rodada do auxílio emergencial iria variar e defendeu a ajuda paga pelo governo para atingidos pela pandemia do novo coronavírus.

“Auxílio emergencial é endividamento do Estado, não tem como, alguns acham que pode durar a vida toda. Não dá. Lá atrás eram quase R$ 50 bilhões por mês quando era R$ 600. Agora assinamos, assinamos não, fizemos um acordo se não me engano R$ 42 bilhões para mais quatro parcelas de, em média, R$ 250”, disse, referindo-se a uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que está em tramitação no Congresso e que reserva, na verdade, R$ 44 bilhões para o auxílio.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia prende assaltantes que roubaram empresário no Maranhão

A prisão dos suspeitos foi realizada ontem (05) pelas equipes da PM do 28° BPM que receberam informações sobre os autores do roubo do dia (28) no município de Anajatuba, onde fora levado uma quantia significativa de dinheiro de um empresário local.

De imediato a equipe do GSA deslocou-se até a cidade de Anajatuba, onde fez reconhecimento e levantamento de informações complementares que confirmaram as informações recebidas anteriormente. A equipe GSA, guarnição de Anajatuba, com apoio da guarnição de Entroncamento e Força Tática, deslocaram até a casa de um dos autores (autor 1), onde foi encontrado treze mil reais, enterrado no fundo do quintal. Continuando as diligências as equipes deslocaram até a casa de outro suspeito (autor 2), onde foi encontrado dois mil duzentos e trinta e nove reais. O suspeito informou ainda que teria comprado uma casa no valor de cinco mil reais no dia anterior. Foi deslocada viatura até o vendedor da casa, onde se confirmou que o referido suspeito fez a compra do imóvel pelo valor mencionado. O valor foi repassado a equipe policial.

Na casa do autor 2 foi encontrado ainda 1 simulacro de arma de fogo. Um terceiro suspeito foi identificado por ter feito transporte de grande quantia em dinheiro, que estava enterrado no quintal de sua casa, para entregar em São Luís ao seu irmão que também é suspeito de envolvimento no assalto.

MATERIAIS APREENDIDOS:

04 Celulares
R$ 20.189,00
02 Motocicletas
01 simulacro de arma de fogo.

28° BATALHÃO – ANAJATUBA

FORCA TÁTICA

PELA PAZ E PELA ORDEM!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Escolas estaduais em Caxias recebem novos equipamentos

Graças ao empenho da Deputada Estadual Dra. Cleide Coutinho (PDT), que juntamente com os Vereadores caxienses Daniel Barros (PDT) e Charles James (SDD), acabam de chegar à URE – Unidade Regional da Educação novos equipamentos que foram solicitados ao Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, na semana passada.

Os equipamentos são carteiras escolares, aparelhos de ar condicionado, fogões industriais, armários para arquivos e longarinas, que vão impactar positivamente o cotidiano das unidades escolares.

Dra. Cleide agradeceu o pronto atendimento do Secretário às reivindicações e os vereadores comemoram a parceria com a deputada pelo fortalecimento do ensino médio de Caxias.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

As estratégias derrotadas de inflar Flávio Dino em 2020 podem se repetir em 2022

Distante ainda 19 meses para a realização das eleições majoritárias do próximo ano, as montagens de cenários favoráveis começam a ser apresentadas. E cada uma mais ridícula que a outra. A desta semana coloca o governador como disparado para a disputa ao Senado Federal e o único com capacidade para influenciar sua própria sucessão.

Nunca é tarde lembrar que, na eleição passada, fizeram os mapas dos principais colégios eleitorais e indicaram Flávio Dino como o maior cabo eleitoral e até institutos de pesquisas que lambem as sobras dos Leões garantiram que o governador elegeria seus candidatos nas maiores cidades.

Só esqueceram de combinar com o eleitor. Dino e seu grupo perderam nos grandes municípios, como São Luís, Imperatriz, Barra do Corda e vários outros.

Então, o que ocorreu de errado? Talvez o distanciamento das lideranças, o tratamento duro com a classe política e, principalmente, por entender que ainda estamos vivendo as velhas oligarquias de Vitorino e Sarney.

A imprensa desgraçadamente declarada e o outro lado enrustido deram os primeiros sinais injetando um gás inexistente no governador. Uns mais afoitos inventaram pesquisas pés de cobra, colocando Flávio Dino como imbatível ao Senado e o principal articulador da sucessão estadual.

Como se nenhum outro candidato possa entrar na disputa pela vaga ao Senado e que só o atual governador pode escolher quem vai lhe suceder. Esse filme é antigo e não existem mais cópias no mercado.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vacinação! Paulo Marinho pede ao governador Flávio Dino para não punir a população

O ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, pediu hoje em suas redes sociais ao governador Flávio DINO que não puna as populações das cidades cujos prefeitos deixem de cumprir com as metas de cobertura vacinal.

Na ótica de Paulo Marinho, não repassar a vacina a esses municípios implicaria em punir a população que poderia morrer por falta da vacina, e poderia levar o próprio governador a um Tribunal, no futuro. “O certo é penalizar o prefeito irresponsável e não impedir que a vacina chegue ao município, afinal a vacina é para as pessoas e não para o prefeito” comenta Paulo Marinho.

O ex-prefeito também sugeriu, que nos casos onde o prefeito por negligência não cumpra as metas, o Governo do Estado, por ser uma instância maior, assuma, através da Secretaria de Estado da Saúde, a vacinação contratando os milhares de profissionais.

Profissionais da área da saúde que hoje se encontram desempregados. “Seria uma boa oportunidade para dar empregos em tempo de pandemia a técnicos de enfermagem e enfermeiros que existem aos milhares no Maranhão e estão desempregados, ou até mesmo conveniar com as Faculdades com cursos de saúde”, sugeriu Paulo Marinho.

A medida do governador Flávio Dino que impede remessa de vacinas à prefeituras que não cumpram a cobertura vacinal estabelecida vigora a partir de hoje.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão e Bahia acionam STF para que Bolsonaro remova postagens sobre repasses a estados

Por G1 MA — São Luís, MA

Os governos do Maranhão e da Bahia entraram na terça-feira (2) com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a remoção ou correção de informações consideradas falsas, divulgadas pelo Governo Federal em canais oficiais, sobre repasses de recursos feitos pela União aos estados.

As informações publicadas em uma rede social do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e em contas oficiais da comunicação do Governo Federal, em 28 de fevereiro. Na postagem, o presidente anuncia o valor dos repasses feitos pela União aos estados no ano passado.

Uma carta foi divulgada por 19 governadores na segunda-feira (1º) contestando as informações. Os estados afirmam, que os repasses são uma “obrigação constitucional” do governo federal e que a parcela efetivamente enviada para a área de saúde foi “absolutamente minoritária”.

De acordo com os governadores, o valor dos repasses anunciados pelo presidente são referentes:

  • Ao FPE (Fundo de Participação dos Estados), anual de 2020;
  • Ao FPM ( Fundo de Participação dos Municípios), anual para os 5.570 do Brasil;
  • Recursos para a saúde (SUS). Transferência Obrigatória Federal, para as 27 unidades da federação e para os 5.570 municípios do Brasil;
  • Ao FUNDEB. Recursos da Educação para as 27 unidades da federação e os 5.570 municípios;
  • Valores pagos a beneficiários de Auxílio Emergencial residentes em cada unidade da federação;
  • Valores pagos a beneficiários de Bolsa Família residentes em cada unidade da federação;
  • Repasses voluntários ou por determinação judicial para combate à COVID-19, dentre outros.

Bolsonaro afirma que, no ano passado, foram repassados ao Maranhão, R$ 36 bilhões, sendo R$ 11,8 bilhões destinados ao auxílio emergencial. Segundo o governo do Maranhão, a União repassou ao estado apenas R$ 943 milhões ao estado destinados à Saúde e Assistência Social.

Deste recurso, R$ 251 milhões foram destinados para o combate da pandemia de Covid-19, com base na Lei Complementar nº 173 e, as demais transferências, cerca de R$ 9,7 bilhões, são referentes ao Fundo de Participação dos Estados.

Para Ricardo de Lima Sellos e Luiz Paulo Romano, procuradores gerais do Maranhão e da Bahia, a utilização de instrumentos de comunicação oficial do governo federal, custeados com dinheiro público e usados para produzir informações distorcidas, “fomentam a instabilidade política, social e institucional e devem ser cessadas imediatamente”.

Por meio de uma rede social, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que o Estado quer debater judicialmente se é compatível o “uso doloso e reiterado de mentiras como ferramenta política”.

“Ingressamos no STF, junto com a Bahia, contra fake news divulgada pelo governo federal sobre repasses de recursos aos estados. Queremos debater judicialmente se é compatível com a Constituição e o Estado de Direito o uso doloso e reiterado de mentiras como ferramenta política”, disse Dino.

Os estados pedem que após a remoção, o Governo Federal corrija, em até 24 horas, as informações ‘clareza e precisão das receitas mencionadas’ pelo presidente. Em caso de descumprimento, pode ser aplicada uma multa diária de R$ 100 mil.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeitura de São Luís fará live alusiva ao Dia Internacional da Mulher

Na próxima segunda-feira, dia 8, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de São Luís fará uma live com o tema “A vida das mulheres importa”. O objetivo é debater a importância da igualdade de gênero, políticas públicas voltadas para as mulheres, garantindo mais acesso aos serviços de saúde, educação, e assistência para as que estão em situação de vulnerabilidade e violência bem como formas de empoderamento. A realização da live foi definida pela Coordenadoria Municipal da Mulher e a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom). 

Para marcar a data, a Secretaria Municipal de Comunicação veiculará campanha institucional com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a importância do respeito e valorização das mulheres. “Nosso objetivo é chamar atenção da população de São Luís para a importância da mulher como cidadã e como indivíduo, compreendendo que as suas peculiaridades não devem ser tomadas como motivos para a violência de qualquer tipo, mas como inspiração para políticas públicas que promovam a igualdade entre homens e mulheres”, disse o titular da pasta, Joaquim Haickel.

Também no dia 8, será realizada uma live organizada pela Coordenadoria Municipal da Mulher, reunindo os titulares das principais pastas que têm políticas específicas voltadas para as mulheres como Saúde, Educação, Assistência Social, Cultura entre outras. “O dia 8 é um dia de luta e reflexão sobre que direitos as mulheres já conquistaram e que problemas ainda precisam ser debatidos e superados. Reunindo todas as pastas que têm ações voltadas para as mulheres nós conseguimos mapear o que já há em andamento e pensar formas de ampliar e melhorar estes serviços, além de articular o acesso das mulheres a eles”, afirmou Luzimar Lopes, Coordenadora Municipal da Mulher.

Além disso, ao longo de todo o mês de março, a Coordenadoria Municipal da Mulher articulará atividades em parcerias com outros órgãos, entidades e instituições públicas, bem como com a rede de proteção à mulher para avaliar os avanços e debater formas de fazer com que as demandas da população feminina possam avançar com mais celeridade.

Entre estas ações, estão as que serão realizadas em parceria com o Centro de Referência e Atendimento à Mulher em situação de Violência, que funciona na Casa da Mulher Brasileira, no Jaracati, que é um espaço de atendimento humanizado que objetiva prestar assistência integral às mulheres em situação de violência.

Participaram, também, da reunião de alinhamento da programação, o secretário municipal adjunto de Comunicação, Igor Almeida, e a equipe técnica da Coordenadoria da Mulher.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Parceria com Famem pode incluir mais 251 mil famílias do Maranhão no programa Tarifa Social

Mais de 928.000 famílias maranhenses tiveram benefícios econômicos com a implantação da Tarifa Social de Energia no Maranhão, promovido pela Equatorial, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDES) e a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o Maranhão é o segundo melhor estado no Brasil em desempenho no Tarifa Social de Energia, com 79% de aderência, perdendo apenas para o estado do Piauí, que lidera o ranking.

Com o objetivo de ampliar o benefício, a Equatorial, SEDES e Famem, realizaram nesta quinta-feira, 25, a solenidade virtual de assinatura do Termo de Cooperação para a segunda etapa da campanha Tarifa Social de Energia e o reconhecimento dos municípios que se destacaram na primeira etapa.

Para o secretário executivo da Federação, Marcelo Freitas, que representou o presidente Erlanio Xavier, a parceria entre as instituições possibilitou a injeção de 321 milhões de recursos em meio à crise financeira e social, em virtude da pandemia.

“Foi muito importante essa parceria. A Equatorial, SEDES e a Famem não mediram esforços para garantir um grande número de beneficiários. Agora, em 2021, nós temos o desafio de sair da segunda colocação e alcançar a primeira posição no ranking e levar mais benefícios aos municípios maranhenses”, evidenciou.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, participou da solenidade de forma virtual e acentuou que o trabalho foi positivo, beneficiando centenas de famílias maranhenses. “Conseguimos esse expressivo resultado de implantação da Tarifa Social de Energia no Maranhão, com benefícios econômicos para 928.000 famílias”, comemorou.

O presidente da Equatorial, Augusto Dantas, ressaltou a importância da ampliação do programa para alcançar e levar os benefícios para mais 251 mil famílias. “Queremos trabalhar ao longo do ano, mesmo com o distanciamento social, com as parcerias, esperamos avançar e alcançar mais famílias”, disse.

Augusto ainda lembra da facilidade em inscreve-se no programa. Segundo ele, a família precisa ter seu NIS, o número de inscrição social, ligar para o telefone 216 ou falar com a Clara pelo WhatsApp e fazer o seu pedido de registro. “Não custa nada, é automático, rápido e logo no mês subsequente, a pessoa passa a receber esse desconto”, explicou.

O presidente avisa que para saber se a pessoa tem o NIS ou se ele ainda está ativo, basta ligar para a Central de relacionamento do Ministério do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003.

O secretário de Desenvolvimento Social, Márcio Honaiser, destacou os resultados obtidos por meio do programa e afirmou que mais de 206 mil pessoas podem perder o benefício se não atualizarem os seus dados.

“O ano de 2020 foi difícil com a pandemia do novo coronavírus. Mas precisamos continuar o trabalho para evitarmos que duzentas mil pessoas do Maranhão percam esses benefícios. Será ruim para eles e para a economia do estado”, alertou.

Honaiser ainda lembra que os municípios estão com novas administrações e devem se empenhar na mobilização do programa. “Após a assinatura do termo de cooperação da segunda etapa, vamos promover uma capacitação para os gestores que estão chegando agora para saber como fazer efetivamente o trabalho”, disse.

O cadastro precisa ser atualizado a cada dois anos junto ao CRAS ou à Prefeitura, pois a não atualização do cadastro leva a perda do benefício.De acordo com dados do Tarifa Social, no ano de 2020 mais de 157 mil famílias tiveram desconto na conta, um crescimento de 20% em relação a 2019. Esse número equivale em R$ 321 milhões injetados na economia do Maranhão.

Levando em consideração a evolução em pontos percentuais, o município de Davinópolis, da região sul, foi destaque. Em dezembro do ano passado, ela chegou a 87,01% de beneficiados. Já em relação a maior evolução em quantidade, a capital do Maranhão, São Luís teve destaque com 125.320 beneficiados.

O que é o programa?

O programa Tarifa Social de Energia é um benefício que ajuda na redução da taxa de energia em até 65% do valor cobrado. Para indígenas e quilombolas o desconto pode chegar até 100%.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Presidente nacional do PTB se aproxima do comunista de Flávio Dino

Os motivos ainda não foram revelados, mas de uma hora pra outra, surpreendentemente, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson,

  fez o convite para a deputada Mical Damasceno,aliada e fiel escudeira do governador Flávio Dino, para presidir o PTB maranhense, em lugar do deputado federal Pedro Lucas. 

Há quem desconfie que o pedido para Mical ser a presidente dos petebistas no Maranhão tenha sido arquitetada pelo próprio governador. Estariam Dino e Jefferson alinhando projetos futuros?

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeito de Grajaú decreta lockdown por 15 dias

Mercial Arruda baixou hoje, sexta-feira (26) decreto que fecha as atividades consideradas não essenciais. O lockdown não foi bem digerido pela classe empresarial.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.