Deputada Mical parte para cima do presidente nacional do PSD: “me expulse do partido”

Neto Ferreira

A deputada estadual Mical Damasceno (PSD) reagiu mal ao tomar conhecimento da nota do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, na qual chamou a sua declaração sobre a submissão da mulher de retrógrada e falsamente escorada na religiosidade cristã (reveja AQUI).

A parlamentar subiu a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão nesta terça-feira (23) e afrontou o dirigente nacional da sigla.

Ela criticou e chamou o posicionamento de Kassab de incoerente. “O presidente do meu partido nunca me recebeu, nunca deu espaço no PSD para a representatividade da mulher. É incoerente nesse posicionamento”.

Damasceno, então, pediu para ser expulsa do partido.

“O que me traz a esta tribuna é lamentar a fala do presidente do meu partido, Kassab, que na minha opinião eu acho controversa, por quê? Quando ele diz que valoriza a mulher e também luta pela igualdade das mulheres, mas eu quero aqui relembrar que por diversas vezes já lutei muito para tentar uma reunião com ele, e nunca consegui. Quando ele trocou também o presidente do partido aqui, no diretório municipal, e colocou sob a direção do Prefeito Eduardo Braide, ele também não nos informou. Quando aconteceu agora esse último episódio comigo, ele não conversou com a deputada, com a Mical, com a mulher, para saber qual foi o objetivo da sessão, como é que seria essa mobilização. No entanto, ele, simplesmente, soltou essa nota de repúdio contra mim. E eu digo aqui, sem medo, que ele deveria aproveitar a oportunidade, deputados, se ele não comunga comigo, não comunga com o meu Deus, então ele que aproveite essa situação e me expulse do partido. Eu peço aqui ao presidente Kassab que me expulse do partido PSD, por gentileza, porque o único motivo foi por causa do meu Deus, foi por causa da minha fé, por causa dos princípios. Então, me expulse do partido e diga que o motivo foi por causa da minha fé, por defender o modelo de família que eu compreendo e que entendo que tem respaldo bíblico, assim como dizem as Escrituras Sagradas. Ele soltar uma nota sem conversar, nunca me recebeu, e fala da valorização da mulher. Por gentileza, Presidente Kassab, aproveite e me expulse do partido e diga que o motivo da expulsão foi por defender a minha fé”.

Assista:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Froz Sobrinho aplica pena de suspensão a Aurino Rocha, do Cartório de Caxias

Atual7
Punição por extorsão, coação e sonegação de valores a fundos do Judiciário é de 90 dias, passível de prorrogação por mais 30 dias, devido à gravidade da conduta do delegatário.

O corregedor-geral de Justiça do Maranhão, desembargador José de Ribamar Froz Sobrinho, aplicou a pena de suspensão ao delegatário Aurino da Rocha Luz, titular do 1º Ofício da Serventia Extrajudicial de Caxias.

A decisão foi proferida nessa sexta-feira (19), na conclusão de um processo administrativo disciplinar instaurado de ofício pela CGJ (Corregedoria-Geral de Justiça)com objetivo de apurar irregularidades cometidas pelo delegatário por extorsão, coação e sonegação de valores a fundos do Judiciário.

A suspensão imposta por Froz Sobrinho é de 90 dias, mas pode ser prorrogada por mais 30 dias, devido à gravidade da conduta de Aurino Rocha.

A decisão tem efeito imediato.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeita de Vitorino Freire cometeu três crimes de desvio de recursos federais em menos de um ano

A prefeita de Vitorino Freire, Luanna Rezende, que é irmã do também complicado ministro das Comunicações, deputado federal licenciado Juscelino Rezende Filho, cometeu três graves crimes por desvio de recursos da União entre 2022 e 2023.

Foto: Reprodução

Hoje, 18 de abril de 2024, mais uma vez a cidade de Vitorino apareceu em mais um escândalo que envolveu operação da Polícia Federal. A primeira foi por causa de desvio de emendas do deputado licenciado e ministro das Comunicações, Juscelino Filho, irmao da prefeita Luanna Rezende. Os recursos da União iriam para o asfaltamento de vias em Vitorino Freire.

A dinheiro enviado pela Codevas tomou outros rumos na gestão da irmã do ministro e, por essa razão, ela foi afastada do cargo pela Justiça Federal por um período e depois reconduzida.

O pior mesmo foi que durante o afastamento, a prefeita de Vitorino Freire no Maranhão, ficou respondendo pelo cargo, como se a decisão judicial federal e nada fosse a mesma coisa. Contém a assinatura dela nos casos que foram triplicados os números de consultas e atendimento do setor de Saúde daquela cidade.

Meses depois, a PF voltou para na mais recente operação em que uma organização criminosa cometeu fraudes, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato . Corrupção, aliás, sempre foi a marca da família Rezende.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

João Alberto articula sua posse na Câmara de Bacabal

Por Blog do Louremar
Estou voltando com um dos mais visitados e comentados blogs do Maranhão. Em fase de configuração do sistema, o site www.louremar.com ainda não está no ar, mas já apresenta um aperitivo para esquentar o cenário político do médio-mearim. Veja:


O ex-senador João Alberto tem sido presença mais frequente em Bacabal. Há fortes indícios de que o mesmo vai assumir uma vaga na Câmara de Vereadores.

Votado por 944 bacabalenses, ele é o segundo suplente do MDB. Para assumir não é tão fácil há quatro mais votados na sua frente. Pela ordem: Serafim Reis, Melquiades Neto, Natalia Duda e Jerry Ibiapina. Um desses teria que pedir licença do cargo.

Serafim Reis, antigo aliado hoje é desafeto do Carcará. Melquiades Neto é o presidente da Câmara. Nenhum dos dois pediria licença. Resta Natalia Duda que, caso se licencie, abrirá vaga para o professor Jerry Ibipiana. Ele terá que assumir e pedir licença para que João Alberto assuma.

O comentário à boca pequena é de que essa articulação dentro do MDB, além de ser uma homenagem, demoveria o ex-senador da intenção de ser novamente candidato a vereador. Os mais próximos temem um novo desgaste nas urnas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeitura de Tuntum realiza múltiplas cirurgias de adenoide e amígdalas

Este domingo (14), ficará marcado na história de Tuntum, pois ficará marcado pela a dedicação a Saúde da população.

A Prefeitura de Tuntum, prefeito Fernando Pessoa, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou múltiplas cirurgias de adenoide e amígdalas, mostrando compromisso com a população.

A ação foi articulada per Everaldo Macedo, que solicitou junto ao prefeito Fernando Pessoa, que através da Secretaria Municipal de Saúde e direção do Hospital Rafael Seabra realizou.

Várias munícipes estão sendo beneficiados com a ação.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Wellington do Curso participa de treinamento para pré-candidatos a prefeito pelo NOVO de todo o Brasil

Enquanto pré-candidato a prefeito na cidade de São Luís, Wellington do Curso esteve na Assembleia Legislativa de São Paulo para um treinamento intensivo com todos os pré-candidatos a prefeito pelo Partido NOVO. Trata-se da 2ª edição do Treinamento Presencial para pré-candidatos a prefeito, promovido pelo Instituto Libertas. O evento aconteceu nos dias 12 e 13 de abril e reuniu dezenas de lideranças políticas, a exemplo do governador Romeu Zema (MG), prefeito Adriano Silva, de Joinville, e prefeito Luís Eduardo Falcão, de Patos de Minas.

Na ocasião, Wellington participou de importantes debates sobre o processo eleitoral, o liberalismo na visão do Novo e a elaboração de soluções efetivas sobre desafios locais.

“É motivo de alegria participar do treinamento presencial para pré-candidatos a prefeito pelo Partido NOVO, promovido pelo Instituto Libertas. Agradeço a Deus e ao meu partido por me permitir me capacitar para ser a melhor opção para a nossa São Luís. Nesses dois dias de imersão, muitos bons exemplos e diversas experiências que levarei comigo para transformar a vida das pessoas na nossa São Luís. Esse é um novo momento!”, disse o pré-candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Neto Evangelista rebate críticas da oposição aos serviços de saúde do MA…

Blog do Martin Varão
O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Neto Evangelista (União), rebateu, na sessão plenária desta quarta-feira (10), críticas feitas pelo deputado Othelino Neto (PCdoB) em relação aos serviços de saúde prestados pelo Governo do Estado.

Inicialmente, sobre a situação do Hospital Presidente Vargas, o parlamentar lembrou que o diretor que respondia pela unidade de saúde, até poucos dias, foi indicado pelo deputado Othelino Neto.

“Então, até ontem (9), não havia problemas no Hospital Presidente Vargas e passou a ter, coincidentemente, a partir da troca de direção? Não há atraso no pagamento dos salários dos médicos, conforme afirmou o deputado Othelino Neto. O mês de janeiro foi pago, já os valores referentes aos meses de fevereiro e março, devido a um atraso na apresentação de documentos por parte da empresa gestora, ainda não foram repassados. Atraso na entrega da documentação exigida para o pagamento é um problema corriqueiro que sempre aconteceu, inclusive em governos anteriores”.

Em relação à caixa d’água do hospital, Neto Evangelista disse que se trata de um problema estrutural, pois é uma unidade de saúde muito antiga. Ele esclareceu que essa problemática não foi resolvida em governos anteriores e que a caixa d´água precisa ser reformada urgentemente.

Sobre as supostas deficiências referentes ao funcionamento dos hospitais de Caxias e Balsas, o deputado explicou o que, de fato, está acontecendo. “O Hospital de Caxias só recebe pacientes via regulação porque é um hospital de porta fechada, não atendendo casos de urgência e emergência. É assim que funciona o sistema de regulação, e não porque está sem condições de atender”, disse.

A respeito do hospital de Balsas, o líder do governo explicou que houve um problema no projeto de implantação. “Inclusive, a Secretaria de Saúde, à época, foi diligente em notificar a empresa para que ela corrigisse o erro, o que não foi feito. O fato é que uma parte do hospital precisou ser desativada sob pena de acontecer um problema grave no sistema de gás”, completou Neto.

Quanto às denúncias de não funcionamento dos serviços do Hospital Macrorregional de Pinheiro, o parlamentar comprovou que também não procedem.

“Segundo a diretora administrativa, Andréia Renata Pinheiro Melo, os serviços de Urologia e Ortopedia estão em pleno funcionamento. Inclusive, em dezembro/janeiro, foram realizados mutirões de cirurgia nas especialidades. Ela informou, ainda, que o tomógrafo está funcionando e que, somente no final de março, devido a serviços de manutenção, deixou de funcionar. Logo, está comprovado que as críticas feitas nesta tribuna são infundadas”, esclareceu.

Evangelista esclareceu, também, que não houve quebra de contrato com a Procárdio por parte do Estado e que os exames cardiológicos estão sendo realizados normalmente. “Por isso, não se sustenta a denúncia de que exames cardiológicos não estão sendo realizados por quebra de contrato do Estado com essa empresa. O contrato desfeito foi o firmado entre a Prefeitura de São Luís e a Procárdio”, frisou.

Apartes

Os deputados Rafael (PSB), Jota Pinto (PP), Rildo Amaral (PP) e Florêncio Neto (PSB) fizeram apartes ao pronunciamento do líder do Governo, corroborando com os esclarecimentos prestados e destacando os entraves históricos da política pública de saúde estadual.

“A questão do subfinanciamento da saúde do Maranhão tem sido um grande entrave para todos os governos. O Maranhão tem a pior renda per capta do Brasil. Nossa rede de saúde tem um custeio mensal de R$ 300 milhões e só recebe R$ 46 milhões de contrapartida do Governo Federal. Temos que nos unir para, junto ao Governo Lula, corrigir essa injustiça do subfinanciamento de nossa saúde”, afirmou Rafael.

Florêncio Neto lembrou que a gestão da política pública de saúde no Maranhão, historicamente, é feita com “cobertor curto”, ou seja, os recursos aplicados nunca são suficientes para atender a todas as demandas.

“Carlos Brandão acabou por herdar um período pós-pandêmico que trouxe para a saúde do nosso estado um enorme problema, pois outras demandas deixaram de ser atendidas devido à urgência das ações de combate à Covid-19. Mas o governador tem se empenhado e encontrado soluções para as deficiências que sempre existiram. Aos poucos, os problemas têm sido corrigidos. Problemas sempre existirão, principalmente na rede pública de saúde”, ressaltou.

Avanços

Neto Evangelista afirmou que não dá para o governador Brandão resolver todos os problemas estruturais em dois anos de governo. Conforme ele, são problemas que existem há anos na rede pública estadual de saúde.

“O governador Brandão vem fazendo o dever de casa em comum acordo com o governo do presidente Lula. O custeio mensal do sistema de saúde é de R$ 300 milhões, e o repasse do governo federal com o governador Brandão subiu de R$ 30 milhões para R$ 46 milhões. O que acontece é que existe um subfinanciamento e, por isso, é preciso se fazer um malabarismo muito grande para não deixar o serviço parar”, ressaltou.

Ele disse, ainda, que houve investimentos no hospital de Açailândia; na maternidade de São Mateus; no HTO de Caxias; na Policlínica de Caxias; na Hemomar de Bacabal; entrega de novas alas no hospital da Ilha; a Casa TEA 12+, onde o estado cumpre sua obrigação sozinho porque o município não faz; a reforma da outra Casa TEA, no Olho d’Água; o hospital de Presidente Médici, e, ainda, que será inaugurada a policlínica de São José de Ribamar.

Por fim, Neto frisou que os problemas de saúde sempre existiram e não serão resolvidos a curto prazo e sem a colaboração e parceria de outras instâncias de governo, principalmente do Governo Federal. “Continuaremos trabalhando para todos na busca de soluções permanentes para aprimorar a prestação dos serviços de saúde da rede pública estadual”, finalizou.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Dr. Yglésio recebe apoio da família Bolsonaro para prefeito de São Luís

Por Tribuna 98

A política de São Luís ganha novos contornos com o anúncio do apoio da família Bolsonaro à candidatura do deputado estadual Dr. Yglésio, representante do PRTB à prefeitura da capital maranhense. O respaldo da influente família Bolsonaro, marca um importante ponto de virada na corrida eleitoral.

O senador Flávio Bolsonaro, figura de destaque do Partido Liberal (PL) e da família, assumiu o papel de porta-voz politico do pai, o ex-presidente Jair Bolsonaro ao gravar um vídeo ao lado de Yglésio em Brasília. Essa demonstração pública de apoio reforça a aliança entre o pré-candidato e os interesses representados pela família Bolsonaro.

Em recentes viagens a Brasília, Yglésio não apenas se encontrou com Flávio Bolsonaro, mas também teve reuniões com o ex-presidente Jair Bolsonaro, a primeira-dama Michele Bolsonaro e outras figuras políticas de destaque da direita nacional, incluindo a senadora Damares e o senador Mourão. Esses encontros não apenas solidificam o apoio político, mas também sinalizam uma convergência ideológica e estratégica entre Yglésio e a família Bolsonaro.

À medida que a corrida eleitoral se intensifica, o apoio da família Bolsonaro coloca Yglésio Moyses em destaque, não apenas como um candidato da direita, mas como uma figura política capaz de mobilizar apoio e navegar pelas complexidades política atual. Resta agora aguardar e observar como esse respaldo se traduzirá em termos de estratégia, mobilização de eleitores e, por fim, nas urnas, nas eleições em São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

“Não cometemos crime eleitoral”, diz Wellington do Curso ao afirmar que confia em Deus e na Justiça para reverter decisão do TRE

Na sessão plenária desta quarta-feira (10), o deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer referência ao julgamento da Ação da Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por possível fraude à conta de gênero contra o PSC. No julgamento, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu, por 5 a 2, a pela cassação de todos os votos da chapa do partido nas eleições de 2022, o que atinge o mandato de Wellington.

Sobre o resultado do julgamento, Wellington disse que irá recorrer para garantir que o direito seja assegurado e a justiça seja feita.

“Não cometemos crime eleitoral. Eu confio em Deus e na justiça para reverter essa decisão do TRE. As provas do processo confirmam que não houve fraude, confirmam que não houve crime. O próprio Ministério Público já se manifestou dizendo que não há indícios de crime. Portanto, irei recorrer para que o Tribunal reveja essa decisão e garanta que o direito seja assegurado. Continuarei firme, honrando os votos limpos, honestos e conscientes que tive”, disse Wellington.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

TRE-MA confirma cassação de Fernando Braide e Wellington do Curso

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão concluiu nesta terça-feira (9) o julgamento da Ação da Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por fraude à conta de gênero contra o PSC, e confirmou, por 5 a 2, a cassação de todos os votos da chapa do partido nas eleições de 2022. Como consequência, estão cassados, também, os deputados estaduais Fernando Braide e Wellington do Curso.

Wellington do Curso e Fernando Braide podem recorrer nos mandatos (Divulgação)

Apesar de hoje estarem em partidos diferentes – PSD e Novo, respectivamente – os parlamentares são atingidos pela decisão porque foram eleitos pelo partido acusado na ação.

Segundo a decisão, a fraude foi caracterizada em relação a duas candidatas consideradas laranjas: Claudia Guilhermina e Vitória Gabriela.

Votação – A maioria pela cassação da chapa do PSC já havia sido formada na semana passada, quando um pedido de vista adiou a apreciação do caso no momento em que a votação já estava 4 a 1.

Nesta terça, o juiz eleitoral Tarcísio Araújo apresentou voto vista pela improcedência da ação, nos termos do voto do relator, desembargador José Gonçalo Filho. Já o juiz eleitoral Rodrigo Maia votou ela cassação.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

“Ministério Público e relator reconhecem inexistência de crime eleitoral”, diz Wellington do Curso

Na sessão plenária desta terça-feira (09), o deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer referência ao julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) contra o PSC, partido pelo qual foi eleito, por suposta fraude em cota de gênero nas eleições de 2022. O parlamentar teceu comentários sobre os votos dos desembargadores e destacou que o Ministério Público já se manifestou por entender a inexistência de fraude e, consequentemente, ausência de crime eleitoral. Tal posicionamento também foi seguido pelo desembargador e relator José Gonçalo Filho.


Ao se pronunciar, Wellington disse estar com a consciência tranquila por não ter cometido nenhum crime e afirmou que acredita que a justiça reconhecerá a legalidade das eleições 2022.

“É um momento delicado. Infelizmente, há uma articulação por parte dos acusadores para tentar tirar o meu mandato de uma forma traiçoeira e suja, mas eu acredito que a justiça será feita. O próprio Ministério Público e o relator do processo já reconheceram que não houve crime eleitoral. Não houve fraude em cota de gênero. Não teve candidatura laranja. Estamos sendo vítimas de pessoas desesperadas, que não ganharam nas urnas e querem vencer no grito, mas se o Tribunal mantiver a coerência e se limitar ao Direito, isso não será possível. A justiça será feita e continuaremos com nossos mandatos, que foram conquistados com votos limpos e conscientes. Confiamos no Judiciário e, por isso, iremos recorrer de qualquer decisão que não seja favorável”, disse Wellington.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vete Botelho confirma pre candidatura a prefeita em Itinga

No último sábado (6 de abril), Vete Botelho oficializou sua pré-candidatura à prefeitura de Itinga ao se filiar ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e entra na corrida eleitoral com força e determinação para representar os anseios da população local.

Ao se filiar ao PSB, mesmo partido do governador Carlos Brandão, Vete Botelho fortalece sua base política e reforça sua conexão com as lideranças estaduais. O apoio do PSB, do vice-governador Felipe Camarão, que também é Secretário de Educação do estado, pasta a qual vete foi Secretária Adjunta, do deputado estadual Zé Inácio (PT), esposo de Vete Botelho, e de uma chapa formada por vários vereadores e lideranças do município confere legitimidade e respaldo ao projeto político de Vete Botelho.

A pré-candidatura de Vete surge como uma alternativa sólida e comprometida para liderar Itinga rumo ao desenvolvimento e progresso. Com vasta experiência política, tendo sido prefeita por duas vezes, vereadora e deputada estadual, Botelho está preparada para enfrentar os desafios e promover as mudanças necessárias para o município.

O apoio do PSB e de grandes nomes da política local e estadual ressalta a importância da colaboração e do diálogo entre diferentes forças políticas em prol do bem-estar da comunidade. A expectativa é de que, com esse apoio conjunto, Itinga possa trilhar um caminho de crescimento, mudança e prosperidade sob a liderança de Vete Botelho.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.