Falece o jornalista Walter Rodrigues

O jornalista Walter RodriguesO jornalista Walter Rodrigues

Faleceu agora à noite o jornalista Walter Rodrigues, vítima de infarto fulminante quando encontrava-se em sua residência, próximo da Lagoa da Jansem.

O jornalista tem boa parte da família residindo em Belém do Pará. O corpo, até a colocação deste post, às 23h54 ainda estava em sua casa.

Walter Rodrigues militou na imprensa do Pará por longos anos, vindo ao Maranhão no final da década de 70. Fez parte do movimento de Oposição Pra Valer, que elegeu pela primeira vez Haroldo Sabóia para deputado estadual.

Trabalhou ainda no jornal O Estado do Maranhão, da família Sarney; no jornal Diário do Povo, com quem iniciei minha carreira de jornalista. WR, como era mais conhecido, foi meu editor por alguns meses.

Depois de rápida passagem pelo O Debate e o Pequeno, dedicava-se ultimamente ao seu Blogue do Colunão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ricardo Murad indica substituto de Fernando Neves

Recebí há pouco a informação de que o deputado Ricardo Murad acaba de indicar o substituto de Fernando Neves para o cargo de adjunto Administrativo e Finanças da Secretaria de Saúde. 

Trata-se de Sergio Sena. Neste momento, Murad despacha na residência do próprio Sena, sem a presença de seu fiel amigo Fernando Neves, que decidiu agora cuidar apenas de seus negócios particulares.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Fernando Neves pede exoneração

O sub secretário Administrativo e de Finanças da Secretaria de Estado de Saúde, Fernando Neves, acaba de colocar seu cargo à disposição. A decisão, segundo informações que circulam na secretaria, é de caráter irrevogável.

Fernando Neves é amigo pessoal e padrinho de uma das filhas do deputado Ricardo Murad, que também é  padrinho de um dos filhos de Neves.

Dono de clínicas e da Medical Center, Neves teve uma passagem conturbarda no posto. Foi acusado por colegas médicos de centralizar todos os serviços de radiologia e de medicina nuclear pelo estado em seus estabelecimentos privados, sob orientação de Murad.

A decisão de deixar o  cargo foi tomada desde ontem depois que Neves tomou conhecimento da portaria baixada pelo secretário Luis Alfredo Guterres tomando de volta todos os poderes a ele delegado para nomear, demitir, comprar e pagar na secretaria de Saúde.

Por outro lado, a nomeação de Ricardo Murad de volta ao cargo de secretário, alardeada hoje pelo deputado Manoel Ribeiro, ainda não se confirmou.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Castelo confirma apoio ao nome de Jackson Lago

almoço dos cardeais do PSDB

Agora não é mais mistério a posição do prefeito de São Luís, João Castelo. Ontem, em almoço com os cadeais do PSDB maranhense (Roberto Rocha, Sebastião Madeira e Edison Vidigal), e hoje aos assessores mais próximos, Castelo confirmou que vai apoiar o nome de Jackson Lago para governador e Rocha e Vidigal para senador.

Defensor de candidatura própria no PSDB, assim como a filha deputada Gardênia Gonçalves, o prefeito desistiu da posição e chegou a  ensaiar namoro com a governadora Roseana Sarney. Durou por pouco tempo.

Castelo já avisou aos amigos e correligionários que a ordem agora é trabalhar pela candidaura de Jackson Lago, de quem recebeu total apoio na disputa para prefeito da capital em 2008.

Ao tomar conhecimento da posição de João Castelo,  a governadora desdenhou, segundo revelou ao blogue um secretário bem próximo do gabinete de Roseana.

“O apoio de Castelo não nos interessa; até porque sua administração sofre profundos desgastes e tem reprovação visível na cidade”, justificou o secretário.

O desgaste em todo o início de governo é natural, ainda mais quando se herda uma herança deixada pelo antecessor Tadeu Palácio. São Luís, por exemplo, estava intrafegável. Lamentável que o quadro continue o mesmo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Filho de Sarney fraudou operação, diz PF

O empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), lavou e repatriou US$ 1 milhão enviado ilegalmente para fora do país, diz a Polícia Federal.

Ele usou um esquema fraudulento de comércio exterior para trazer o dinheiro de volta ao Brasil –a conclusão consta de um dos inquéritos da Polícia Federal oriundos da Operação Faktor (ex-Boi Barrica).

A Folha revelou no final de março que a PF suspeitava desse tipo de transação envolvendo Fernando. Agora os policiais afirmam, no relatório final da investigação, ter comprovado que a operação foi feita.

De acordo com a PF, o filho do presidente do Senado usou recursos de uma conta nas Bahamas, não declarada à Receita Federal, para quitar uma dívida de um grupo empresarial do Piauí com um exportador chinês. Em troca, Fernando recebeu no Brasil o equivalente ao dinheiro depositado lá fora.

O mecanismo é chamado de dólar-cabo, instrumento financeiro operado por doleiros ao qual brasileiros que têm contas ilegais no exterior recorrem quando precisam dos recursos em reais aqui no país.

Por conta desse artifício, Fernando Sarney foi indiciado, na semana retrasada, sob acusação de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. No mesmo inquérito foi indiciado, sob acusação de crime contra a ordem tributária, um empresário piauiense que também teria feito parte do esquema, segundo a PF. Fernando Sarney nega ter cometido irregularidades.

China

Conforme a Folha revelou em março, o governo chinês confirmou às autoridades brasileiras que Fernando opera uma conta nas Bahamas, conhecido paraíso fiscal, e que dessa conta transferiu, no início de 2008, US$ 1 milhão a um fabricante de peças e acessórios de motocicletas da China.

A partir das informações prestadas pelos chineses, a PF refez o caminho do dinheiro. Segundo o inquérito, o grupo empresarial piauiense teria feito uma importação subfaturada de peças de motocicleta da Prestige Cycle Parts & Accessories, localizada na província chinesa de Qingdao. O grupo teria pago somente uma parte da compra pelas vias legais (a Folha não conseguiu precisar todos os valores envolvidos). A outra parcela (US$ 1 milhão) foi quitada por Fernando.

Segundo a PF, a empresa piauiense de motocicletas há anos faz importações da China. De um modo geral, a operação financeira funcionou da seguinte forma, segundo a investigação: supondo que a importação que teria sido feita pelo grupo do Piauí tenha custado US$ 1,5 milhão. No contrato de câmbio, devidamente registrado no Banco Central, o grupo teria informado uma compra de apenas US$ 500 mil. Faltaria ao exportador receber, portanto, US$ 1 milhão.

Na outra ponta entra Fernando Sarney, transferindo o dinheiro para a conta da companhia chinesa. No Brasil, Fernando recebe os recursos convertidos em reais do caixa dois da empresa do Piauí, de modo que nenhum dos dois recolham ao fisco os devidos impostos.

Essa não foi a única movimentação financeira realizada pelo filho do presidente do Senado lá fora sem informar à Receita. No final de março, a Folha também revelou que a Suíça congelou uma conta operada por Fernando naquele país no valor de US$ 13 milhões. O bloqueio ocorreu quando ele tentava transferir parte dos recursos para Liechtenstein, paraíso fiscal.

Outro lado

A reportagem não conseguiu ontem contato nem com os advogados de defesa nem com o empresário Fernando Sarney.

Nos últimos meses, Fernando tem negado irregularidades e se recusado a comentar as acusações da Polícia Federal alegando que os inquéritos que envolvem o seu nome correm em segredo de Justiça.
Segundo o empresário, o vazamento do conteúdo dos inquéritos é criminoso.

No começo deste mês, quando Fernando Sarney foi indiciado pela Polícia Federal por evasão de divisas e lavagem de dinheiro, o advogado do empresário, Eduardo Ferrão, confirmou que seu cliente havia prestado depoimento à PF, mas disse que não tinha informações sobre o indiciamento.

Fernando Sarney disse no começo de março que a imprensa trata de suas movimentações financeiras de forma “truncada e dissociada da realidade”.

“Por essa razão, seguindo orientação dos meus advogados, e até mesmo em respeito ao sigilo estabelecido pela própria Justiça, não me pronunciarei a respeito”, disse o empresário na ocasião.

 Arte/Folha 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ricardo Murad é nomeado para a Saúde

Ricardo Murad retorna a Secretaria de SaúdeRicardo Murad retorna a Secretaria de Saúde

O deputado Ricardo Murad foi nomeado ontem novamente para exercer o cargo de secretário de Estado de Saúde, segundo infomou pela manhã o deputado Manoel Ribeiro.

O ato de nomeação deve ser publicado amanhã no Diário Oficial do Estado. O parlamentar não explicou qual destino será dado ao médico Luis Alfredo Guterres, que ainda estava hoje no exercício do cargo de secretário.

De dez deputados consultados pelo blogue, oito são favoráveis ao retorno de Murad para a Pasta. “É melhor lá na Saúde que aqui na Assembléia Legislativa querendo mandar em todos nós”, brincou um deputado do DEM.

Havia um certo receio da presença de Ricardo Murad como deputado porque ele vinha fazendo campanha para ser o próximo presidente do Legislativo.

Agora, com a desistência de Murad de não se reeleger, fica equilibrada a disputa entre os que se elegerão em outubro para a presidência da AL, caso Roseana ganhe mais um mandato.

Acessível e bem relacionado em plenário, além da experiência no comando do Legislativo, o deputado Carlos Alberto Milhomem é hoje o mais forte candidato.

Tatá Milhomem desconversa sobre o assunto. Tem apenas duas preocupações: sua reeleição e a da governadora Roseana Sarney.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Executiva do PMDB aprova Temer para vice de Dilma

Michel TemerMichel Temer

O PMDB formalizou nesta terça-feira a indicação do deputado Michel Temer (SP) para a vaga de vice na chapa da pré-candidata à Presidência da República do PT, Dilma Rousseff. A decisão, que ainda precisa ser ratificada pela convenção do partido, foi unânime.

Após reunião da Executiva do partido, Temer admitiu pela primeira vez que é candidato a vice e disse que agora terá uma agenda de viagem junto com a petista.

“Atuarei [como vice] nos limites da Constituição. [Se eleito] Serei extremamente discreto, como cabe a um vice”, disse Temer.

A convenção do PMDB está marcada para o dia 12 de junho. Depois disso, a partir do dia 15, começam as convenções estaduais.

O deputado negou que eventuais problemas locais, como o de Minas Gerais, possam atrapalhar a aliança com o PT em âmbito federal.

“Temos tempo para tentar solucionar essa questão. A nossa convenção nacional vai pautar muita coisa e muitas conversas vão acontecer até lá e pode ser muito produtivo”, disse.

Com informações da Folha Online

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rapidinhas do LC

Agora lascou

Fui informado agora há pouco que o secretário de Saúde (será que ainda não caiu?), Luis Alfredo Guterres, teria tornado sem efeito portaria por ele assinada dando plenos poderes ao seu adjunto Administrativo e de Finanças, Fernando Neves, o homem  de confiança de Ricardo Murad.

A portaria fora assinada há mais de 30 dias. Por ela, Neves poderia contratar serviços, nomear, demitir, efetuar pagamentos e mais o que possamos imaginar.

Guterres teria derrubado sua portaria por um decreto administrativo, que deve ser publicado no DO de amanhã. Vamos aguardar.

Atravessando o deserto

O maior deserto do mundo é fichinha se comparado a sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Maranhão.

Só em compra com pequenas garrafas e garrafões de água mineral, a Segurança vai gastar R4 158.824,32.

A J.R. Rocha é a empresa que vai matar a sede dos delegados e do secretário voando alto, Aluízio Mendes.

E mais: a F. de Oliveira por R$ 452.545,00 para aquisição de papéis A4 e Ofício 2, até dezembro.

Farra com segurança privada

Nem bem esquentou o banco na Administração, o novo secretário (tão inexpressivo que ninguém soube informar o nome, de 10 jornalistas contatados) já tratou de se proteger. Contratou a VPI Segurança Privada por R$ 450 mil.

Indicado pelo deputado Cleber Verde, aquela da famosas aposentadorias, o secretário se apressa em fazer contratos, antes que o período vedado pela legislação eleitoral se instale.

A opção pelo paralelepipedo

Boa parte das prefeituras do interior optou pelo velho paralelepipedo em substituição ao asfalto. Não que o primeiro amenize mais o calor que o segundo.

É que as pedras são mais caras e o custo de manuntenção é constante face a sua remoção a qualquer período. Então, o investimento é maior a a possibilidade de ganhos “extras” aumentam.

Em Timon, a prefeitura contratou três empresas para  pavimentação de ruas na sede usando o paralelepipedo. A Artconstruções vai levar R$ 970.297,91, a Arcon Engenharia ficou com R$ 338.311,29, a A.B embolsará R$ 1.800.332,74, e a Construtora Araújo com R$ 1.o29.851,96.

Total: mais de R$ 4 milhões. Nem Salvador, a capital baiana, gastaria tanto.

Prefeito Empreendedor adora vidros

Em Porto Franco, populares costumam dizer que o prefeito Deoclides Macêdo nunca foi doido. se fosse assim, comeria vidros.

Mas alguns começam a mudar de opinião.

Macedo contratou a J.F.P, empresa especializada em vidraçaria para executar serviços na  secretária de Educação, a maior de todas, por R$ 72 mil.

A  mesma empresa para a secretaria de Saúde por R$ 214.638,00 e, arregalem os olhos, na Infraestrutura por

R$ 333.450,00.

Deoclides Macêdo ganhou há poucos dias o prêmio “Prefeito Empreendedor do Ano”, oferecido pelo Sebrae, onde tem parentes na direção.

Se continuar maluco como pensam alguns e investir na construção de fossas para os habitantes de povoados, vai se encher de obras.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Escolha do novo procurador Geral de Justiça divide irmãos Murad

A atual procuradora Geral de Justiça, Fátima Travassos, ex balaio, agora roseanista de carteirinha, ainda alimenta fortes esperanças de que seja a escolhida da lista tríplice pela governadora para continuar por mais dois anos no cargo.

E logo se agarrou aos braços do deputado (ou novamente secretário de Saúde?) Ricardo Murad. Acha que Murad permanece com a bola toda no governo. Lêdo engano.

Do outro lado, mas precisamente agora no comando do governo, o outro irmão, Jorge Murad, esposo de Roseana, deu demonstrações pelo nome do mais votado na eleição da PGJ, procurador de Justiça, Raimundo Nonato de Carvalho Filho.

A briga promete, embora o deputado (ou secretário de Saúde?) esteja com a bola vazia. Ricardo esteve ontem no Palácio dos Leões, com aspecto de quem não dorme há alguns dias.

E saiu de lá com aspecto pior quando soube que as duas associações (local e nacional) do Ministério Público, encaminharam pedido a Roseana para que esolha o nome mais votado na eleição de ontem, a exemplo do presidente Lula.

Era tudo o que a governadora queria para ficar respaldada e evitar atritos familiares. É que ricardo não tem limites e nem bom senso quando entra numa briga. Da cabeça pra baixo, tudo é canela.

O outro Murad, aquele agora no comando, saiu satisfeito, apesar de ser muito discreto. Por isso, a governadora não vai deixar o caldo esquentar por muito tempo.

Sim, se demorar muito, o cunhado pode ganhar espaços. E já começou avançando. Em alguns jornais e blogues de hoje  estão estampadas informações sobre a queda do prédio da PGJ(resultado de obra imperfeita), que fora construído na gestão de Raimundo Nonato de Carvalho.

Em alguns trechos, percebe-se claramente textos do blog de Ricardo Murad, que denunciava o procurador em 2008. Sim, a briga promete.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Empresário abre o cofre para receber Viviane Araújo

Viviane Araujo SexyViviane Araujo

Forte empresário do setor de construção civil (destacado na área de construção de condomínios residenciais) e com ramificações no setor hoteleiro e até de motéis em São Luís, não medirá esforços para ter ao seu lado a modelo e atriz Viviane Araújo, a ex-mulher do pagodeiro Belo.

Proprietário de helicóptero e dono de fortuna fabulosa, o empresário tenta com a produção da modelo um acerto para ficar, ao menos uma noite, ainda que só como amigos, com a beldade.

A aprasentação de Viviane Araújo estava prevista para acontecer na boite Rosana Drink`s nos dias 21 e 22, mas foi adiada para os dias 27 e 28 deste por causa da agenda da atriz.

Ao contrário de algumas beldades que aqui se apresentaram em cabarés de luxo e acabaram ficando com endinheirados, Viviane Araújo fará performances sensuais, sem chegar ao striptease total.

E por onde tem passado não costuma ganhar extras para ir pra cama, apesar das propostas indecentes e tentadoras.

Ciente da condição, o empresário quer ter à mesa Viviane Araújo, ainda que lhe custe qualquer valor. Ou quem sabe levar a linda para uma regata no rio Preguiças.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.