Amadurece candidatura única na oposição

Jackson Lago Candidato a GovernadorO ex-governador Jackson Lago concederá logo mais, às 17h, entrevista coletiva na nova sede do PDT, no Olho D`água.

Deve informar que será mesmo candidato porque entende que pode derrubar a decisão tomada ontem pelo TSE que impede candidaturas dos que tenham sido condenados.

É justa sua decisão. Ainda mais com o calor do momento, a revolta presente e as orientações de seus advogados.

Como 0 Supremo, para onde Lago vai recorrer, é formado pela ampla maioria dos ministros do TSE, o pleito do ex-governador já entra em desvantagem.

Paralelamente, cardeais da oposição amadurecem a idéia de lançar candidatura única para o Governo do Estado.

O deputado federal Flávio Dino foi o primeiro a propor que abre mão da sua pretensão de ser candidato a governador pela unidade do campo oposicionista. Decisão madura e digna, diga-se de passagem.

Flavio DinoHá um segmento do grupo oposicionista que enxerga no processo a possibilidade da realização de um grande plebiscito no dia 3 de outubro, data da eleição.

Será, então, uma eleição plebiscitária. A população vai votar se quer ou não permanecer sob o domínio da família Sarney.

Esse mesmo grupo da oposição entende que o nome do deputado federal Flávio Dino se encaixa perfeitamente como alternativa para derrotar a família Sarney já no primeiro turno, dado a impossibilidade da candidatura de Jackson Lago.

Foi sugerido hoje um grande chapão: Flávio Dino para governador, Clay Lago como vice, e José Reinaldo Tavares e Roberto Rocha para o senado. A chapa da vitória, como acredita a maioria.

Resta saber se as lideranças da oposição terão maturidade suficiente e compreensão para entender que só a unidade poderá derrotar o grupo que encontra-se encastelado no Palácio dos Leões.

Do contrário, como deseja Roseana e seu grupo, perderemos o grande bonde da história da renovação.

Para mais informações, siga-me no Twitter.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mauro Fecury não aceita ser suplente de senador

Aliado de todos os momentos do senador José Sarney, Mauro Fecury é colocado de lado por Roseana

Permanece o impasse no DEM para formalizar a aliança com o PMDB de Roseana Sarney.

A última saída encontrada pela governadora foi entregar ao DEM a indicação do senador Mauro Fecury como primeiro suplente na chapa de Lobão ou João Alberto.

Fecury, é claro, não concordou.

Amigo fiel, leal ao grupo, um dos maiores doadores das campanhas de Roseana Sarney, companheiro de todos os instantes, Mauro Fecury foi  jogado fora do campo pela governadora.

O DEM nacional não abre mão de que o partido aqui no Maranhão fique de fora da chapa majoritária. E só aceita que outro partido, o PMDB, por exemplo, indique o nome de Fecury como se fosse da cota dos democraras.

A chapa de Roseana está praticamente fechada. O time principal já foi escalado: ela para o governo, Washington Luiz como vice, Lobão e João Aklberto para o Senado.

Fecury operou recentemente das duas pernas. Ficou em forma e até tem jogado seu esporte predileto: voleibol.

Ele quer mesmo entrar em campo na disputa eleitoral pelo Senado. Se não for permitido -me garantiu uma pessoa bem próxima a ele – não se candidatará para nada.

De fora do campo, vai apenas ajudar aos amigos, sem o menor empenho pela chapa majoritária.

Para mais informações, siga-me no Twitter.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Favorecimento a Rogério Cafeteira irrita aliados

Partidos que apoiarão a candidatura de Roseana Sarney reunem logo mais, a partir das 15h, no hotel Luzeiro para ultimar prepativos visando as convenções  e a formalização das alianças majoritária a proporcional.

Boa parte dos representantes, especialmente das pequenas siglas, vai aproveitar a ocasião para reclamar das articulações para benefciar o candidato a deputado estadual pelo PMN, Rogério Cafeteira, sobrinho do senador Epitácio Cafeteira.

Com a desistência do deputado Joaquim Haickel de concorrer à reeleição, o empresário Fernando Sarney adotou a candidatura do parente de Cafeteira.

Além disso, o própiro Haickel, que é um dos coordenadores da campanha de Roseana, não tem medido esforços para ajudar a eleger Rogério Cafeteira. Tudo combinado com Fernando Sarney. A chiadeira é geral.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Edson Vidigal pode ser o vice de Serra

O ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Vidigal informou que seu nome foi colocado à disposição do PSDB para ser uma das opções como candidato a vice presidente na chapa do tucano José Serra.

Vidigal disse que seu currículo já foi enviado aos dirigentes nacionais do PSDB. Seu nome estaria de “stand-by” .

Caso se concretize a presença de Vidigal na chapa de José Serra, resolveria dois problemas: o nacional com o nome de um vice do Nordeste e o local porque permitiria apenas José Reinaldo Tavares e Roberto Rocha como candidatos ao Senado numa futura chapa liderada por Flávio Dino. Isto se o orgulho ou a vaidade de Rocha permitirem.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Decisão do TSE não atinge Jackson Lago

Jackson LagoJackson Lago

Com a decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de que as regras da Ficha Limpa valem para condenados antes da sanção da Lei, vários políticos ficarão sem mandato por muito tempo.

O caso mais emblemático é do ex-senador e ex-governador de Brasília, Joaquim Roriz.

Por ter renunciado, em 2007, do cargo de senador para escapar de um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética, ele deverá ficar sem mandato até 2023.

Isso ocorre porque a Lei Ficha Limpa estabelece que o parlamentar que renunciar ao cargo antes do julgamento do Conselho fica inelegível até o término do mandato para o qual foi eleito e nos oito anos subseqüentes.

Como Roriz foi eleito para um mandato até 2015, somados oito anos estabelecido no Ficha Limpa, chega-se ao ano de 2023.

Outros exemplos são os casos do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB).

Os dois tiveram os mandatos cassados, por meio de uma representação, e cumpriram pena de inelegibilidade, entre 2007 e 2009. Com a nova interpretação do TSE, eles podem ficar inelegíveis até 2014.

Também cassado pelo TSE, o governador do Maranhão, Jackson Lago, não entra dentro desse exemplo porque ele perdeu o mandato por meio de um “recurso” apresentado para perda do diploma eleitoral.

A Lei prevê inelegibilidade de oito anos para aqueles que perderam o mandato por meio de uma representação e não por meio de um recurso, como é o caso de Lago


Fonte – Blog do Noblat

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Morre aos 87 anos o escritor português José Saramago

UOL:

Morreu nesta sexta-feira (18) em Lanzarote (Ilhas Canárias), o escritor português José Saramago, aos 87 anos. Saramago ganhou o Prêmio Nobel da Literatura em 1998.

O escritor nasceu em 1922, em Azinhaga, aldeia ao sul de Portugal, numa família de camponeses.

Autodidata, antes de se dedicar exclusivamente à literatura trabalhou como serralheiro, mecânico, desenhista industrial e gerente de produção numa editora.

Com informações de Ricardo Noblat

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Manoel da Conceição resiste na UTI

Acabei de confirmar que o líder camponês Manoel da Conceição entrou agora pela manhã em estado de coma na UTI de um hospital de Brasília.

Recebi antes a informação de que ele havia falecido. Seu estado inspira bastante cuidados. Por isso  retirei a informação postado anteriormente.

Manoel da Conceição ficou por quatro dias em greve de fome no plenário da Câmara Federal por causa da decisão do Diretório Nacional do PT em apoiar a reeleição de Roseana Sarney.

Ele é diabético e já sofreu dois acidente vascular cerebral, além da idade: 75 anos.

 Conceição aderiu a greve de fome também em solidariedade ao deputado Domingos Dutra, que ainda permenece sem comer na Câmara Federal, mas pretende encerrar o protesto no domingo, dia 20.

O líder camponês é consciente das suas atitudes, mas permitir que entrasse em greve de fome foi uma tremanda irresponsabilidade. É o que acho.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Presidente da Assembleia Legislativa diz que Pagamento do Estado à TV Mirante é o maior segredo do Maranhão

Marcelo Tavares Presidente da Assembleia Legislativa do MaranhãoMarcelo Tavares Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), disse ontem que o valor pago pelo governo do Estado à TV Mirante por veiculação de propaganda “é um dos maiores segredos do Maranhão”.

A afirmação se deu durante uma discussão sobre um requerimento, de autoria do deputado Edivaldo Holanda (PTC), aprovado na última terça-feira, no qual o líder da oposição pedia que o secretário estadual Sérgio Macêdo (Comunicação) explicasse como ocorreram os gastos do governo acerca da mídia sobre a implantação da Refinaria Premium, que Holanda entende como sendo gastos públicos num investimento privado.

“Lembro muito de uma propaganda que tínhamos antes que dizia assim, sobre as questões do turismo do Maranhão: ‘Os segredos do Maranhão’. Um dos maiores segredos do Maranhão continua em segredo, que é quanto a TV Mirante recebe do Estado mensalmente para fazer as propagandas”, disse hoje Marcelo, quando a aprovação do requerimento era discutida. Para concluir em seguida: “O Maranhão continua sendo uma caixinha de segredos e essa talvez seja uma das maiores”.

A frase “os segredos do Maranhão” fazia parte da campanha “Maranhão, uma grande descoberta”, lançada pela Gerência de Estado de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Turismo (Gedict) na segunda metade do segundo governo Roseana Sarney (1998-2002).

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vidigal iria aceitar ser o vice de Jackson

O ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça, Edson Vidigal, passou o dia de ontem no twitter informando que estava sendo convocado para ser o vice na chapa de Jackson Lago.

Na última mensagem, deixa claro que a proposta é tentadora e um desafio para unir as oposições. Vidigal iria, sim, aceitar ser o vice.

Ocorre, porém, que a decisão da noite de ontem do TSE impediu a candidatura de Jackson Lago, que ainda vai tentar recursos no Supremo, em vão.

Vidigal é candidato a senador, mas com a decisão do TSE vai repensar sua pré-candidatura.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

TSE declara Jackson Lago inelegível

Dos sete ministros do TSE que compõem a Corte Eleitoral, cinco já votaram favoráveis a que os candidatos condenados são inelegíveis; entre eles Jackson Lago.

Neste momento, vota o ministro Hamilton Carvalhido, que também votará pela inelegibilidade dos governadores cassados.

Por tanto, Jackson Lago não poderá ser candidato nas eleições de outubro deste ano.

Mas cabe recurso ao Supremo Tribunal Federal – STF.

Jackson Lago tem suas saídas: concorrer subjudice, o que favorece a vitória de Roseana Sarney, ou apoiar Flávio Dino.

Sem a candidatura de Jackson Lago no cenário da disputada eleitoral, a eleição deste ano será plebiscitária.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.