Depois de matar a ex-namorada, homem recorre ao suicídio

    Separado um mês da namorada, homem planejou a morte da ex-companheira e a levou para uma área de matagal para se vingar da mulher que não aceitava retomar o romance.

    No matagal, o homem que ainda não foi identificado morava em Hidrolândia, em Goiás, na região Metropolitana de Goiânia e tinha 28 anos executou a ex-namorada.

    Em seguida, recorreu ao suicídio com a mesma arma que matou aquela que ele dizia amar tanto. O caso está sendo investigado pela polícia.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Peixe que está ameaçado de extinção é capturado e morto em São Luís

    Um peixe mero foi encontrado na praia da Ponta d’ Areia. Ele é uma espécie de peixe que está criticamente sendo ameaçada de ser extinta e sua pesca é proibida no mundo inteiro desde 2002 pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

    As pessoas estavam no local, logo arrastaram o animal para a areia. Abriram o peixe, sem saber que estavam cometendo um crime ambiental.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Nove mortes violentas foram registradas em 12h na Grande São Luís

    Por G1MA

    Na noite dessa quinta-feira (24) e na madruga de sexta (25), houve homicídios, latrocínio e morte em confronto com a polícia. Além das mortes, houve duas tentativas de homicídio.

    Nove mortes violentas foram registradas, em menos de 24h, na Região Metropolitana de São Luís. Na noite dessa quinta-feira (24) e na madruga de sexta (25), houve homicídios, latrocínio e morte em confronto com a polícia. Além das mortes, houve duas tentativas de homicídio.

    Mortes registradas na noite de quinta-feira (24)

    Duas mortes foram registradas por volta das 19h dessa quinta (24), em uma tentativa de assalto na Rua 39, no bairro Ipem São Cristóvão, em São Luís.

    Dois assaltantes tentaram roubar o policial militar Ricardo Sousa Pinheiro. O PM reagiu e houve uma troca de tiros. O policial e um dos suspeitos, identificado como Wilker Xavier Silva, de 18 anos, acabaram morrendo.

    O segundo suspeito de participação na morte do PM foi identificado como Neyvison Canindé Carvalho. Ele morreu em confronto com a polícia, no bairro da Mata em São José de Ribamar, ainda noite dessa quinta.

    No bairro Vila Luizão, em São Luís, um jovem identificado como Theco Ryan de Sousa Goulart, de 18 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo.

    Após ser baleado, ele ainda foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi, mas acabou não resistindo e morreu.

    Ainda na noite dessa quinta, José Luís Lisboa de Aquino, de 30 anos, estava junto com seu irmão, Luís Cláudio Lisboa de Aquino, e alguns vizinhos na porta de casa, no Residencial Nova Aurora, no município de São José de Ribamar, quando uma pessoa em uma motocicleta, passou atirando.

    José Luís foi atingido por vários disparos e morreu no local. Já o irmão dele, foi ferido com um tiro na perna e levado ao hospital.

    Por volta das 22h, no bairro Cohab Anil III, Michael Almeida Silva, de 22 anos, foi atingido por três disparos de arma de fogo.

    Mortes registradas nesta sexta-feira (25)

    No início da madrugada desta sexta-feira (25), na estrada da Amendoeira, no Maracanã, zona rural de São Luís, Arthur Henrique Nascimento de Santana, de 15 anos, foi alvejado com sete tiros.

    Ele foi ferido com dois tiros no tórax, dois no braço esquerdo, um no braço direito e dois nas costas.

    A polícia fez um levantamento e descobriu, através de familiares, que a vítima era integrante de uma facção criminosa.

    Já na região da Macaúba, na região central da cidade de São Luís, houve um assassinato e uma tentativa de homicídio por arma de fogo.

    A vítima do assassinato foi identificada como Hudson Garcês Costa, de 18 anos. Já a vítima da tentativa de homicídio foi Edgar dos Santos Pinheiro, de 20 anos. Ele foi baleado no tórax e encaminhado para o Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I).

    A última morte foi registrada na manhã dessa sexta-feira (25), na Avenida Alexandre de Moura, próximo ao Quartel do Corpo de Bombeiros e do Parque Bom Menino, em São Luís.

    Um homem ainda não identificado atirou contra um motorista, também não identificado. Imagens de uma câmera de segurança da região mostram o momento em que o motorista de um carro branco é atingido por tiros, disparados por um homem que estava andando na calçada.

    Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) informou que as forças de segurança estão tomando medidas mitigadoras de contenção, acerca dos episódios de violência registrados em São Luís nas últimas horas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Veja no vídeo: homem é executado em frente ao Corpo de Bombeiros, em São Luís

    Um homem de nome ainda não revelado foi executado nesta manhã de hoje, sexta-feira (25), foi executado a tiros em frente a sede do Corpo de Bombeiros no Parque do Bom Menino, na capital de São Luís. Confira no vídeo abaixo o momento em que o executor se aproxima do carro em movimento e dispara os toros fatais:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Urgente! Ousados, bandidos assaltam e atiram em passageiros nas paradas de ônibus em São Luís

    O fato aconteceu na noite de ontem, segunda-feira (21), em uma parada de ônibus da Avenida dos Holandeses, por volta das 20h, quando vários passageiros encontravam-se no local. 

    Dois bandidos chegaram armados com revólveres e anunciaram o assalto. A parada estava lotada e os passageiros saíram correndo para todos os lados.

    Confusos, os bandidos começaram a atirar e acertaram na região da barriga o usuário de coletivo George Santos Silva e uma passageira na região da perna. Os dois foram encaminhados para o Socorrão I, no centro da cidade.

    No sábado passado o motorista Francisco Oliveira foi assassinado dentro do ônibus que dirigia no elevado da Cohama. Ele demorou a abrir as portas aos assaltantes que pretendiam fugir e um deles acertou um tiro no profissional do volante. Os bandidos foram presos muma invasão no Recanto dos Vinhais.

    Ontem, segunda-feira, pela manhã, um homem foi agarrado por passageiros quando tentava assaltar um ônibus Uema/Ipase na altura do Maranhão Novo. Ele foi linchado e entregue bastante machucado para policiais militares que passavam pelo local e encaminhado para o 14º DP, no bairro do Bequimão.

    Essa nova modalidade de assalto aos usuário do transporte coletivo nas paradas de ônibus vai deixar os passageiros em desespero, pois não sabem se voltam pra casa diante das ameaças de mortes.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Preso homem que roubava celulares e estuprava mulheres no Parque do Itapiracó, em São Luís

    Um homem de identidade não revelada foi preso ontem e encontra-se recolhido e uma cela da Delegacia da Mulher Brasileira, e São Luís. Ele vinha agindo desde 2019 no Parque da Reserva do Itapiracó, local onde pessoas costumam praticar caminhadas.

    Com duas prisões decretadas, uma temporária e outra preventiva, o tarado roubava os celulares das mulheres indefesas e as arrastava para uma área de matagal, onde cometia os estupros.

    Durante a prisão na casa do criminoso, à rua Estrada da Vitória, próximo ao Itapiracó, policiais encontraram aparelhos celulares e alguns objetos de mulheres.

    Um vítima esteve na Delegacia da Mulher Brasileira e reconheceu o elemento e seu aparelho que havia sido roubado. Hoje o bandido prestará depoimento, oportunidade que outras vítimas terão para reconhecer o estuprador e reforçar as denúncias, com a identidade preservada.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Vejam os reais motivos que levaram os seguranças do deputado Felipe dos Pneus a matar homem indefeso

    O homem conhecido por Antônio Coveiro (foto abaixo), assassinado sábado, dia 12, por seguranças armados do deputado Felipe dos Pneus, na cidade de Santa Inês, foi morto após falsa acusação de ter roubado o celular de Talina, irmã do parlamentar durante uma manifestação política.

    Contratado para ajudar na campanha, Coveiro era uma espécie de faz-tudo, inclusive soltando foguetes nos comícios do parlamentar. Por acaso, quando a irmã de Felipe dos Pneus deu conta do sumiço de seu celular, o fato foi comunicado aos três seguranças Raelsson Galdino (policial militar) e os irmãos Amorim e Grandão.

    Os homens da segurança armada do pré-candidato ao cargo de prefeito de Santa Inês foram até a casa da vítima, humilharam a esposa com o revólver apontado pra cabeça dela e levaram Coveiro para uma área de matagal. No percurso, Coveiro se jogou contra o volante, levando o carro a bater em umas manilhas.

    Uma testemunha assistiu quando os seguranças de Felipe dos Pneus deram os tiros, jogando o corpo em um riacho, mas as águas se encarregaram de trazer a vítima para a beira. Na volta, os matadores foram abordados e presos.

    O deputado  informou que já demitiu os seguranças, mas deixou a péssima imagem das velhas práticas do coronelismo da antiga Santa Inês, em que tudo era resolvido na bala, notadamente em época de eleição.

    Veja abaixo entrevista da viúva de Coveiro:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Policial militar que foi baleado ao impedir assalto na Cidade Operária morre no hospital

    Por Jornal Pequeno 

    Internado desde o último dia 11 de agosto, após impedir um assalto na Cidade Operária e ser baleado ao trocar tiros com dois indivíduos, o soldado da Polícia Militar Rozinaldo Alves dos Santos Filho faleceu nesse domingo, em São Luís.


    Rozinaldo estava hospitalizado em estado grave no Hospital do do Servidor, precisando, inclusive de transfusão de sangue. Familiares e amigos chegaram a divulgar uma campanha por doação, durante vários dias nas redes sociais, mas ele morreu após complicações cirúrgicas.

    O soldado era lotado no 6º BPM, mas exercia suas funções no 13º BPM. O CPAM emitiu nota lamentando a morte de Rozinaldo Alves, destacando se tratar de “um policial dedicado, cumpridor de suas missões, tendo honrado a farda na nobre missão de manter a ordem e a segurança da sociedade”.

    O caso

    O PM Rozinaldo foi baleado ao tentar impedir um assalto em uma parada de ônibus, na Cidade Operária, em São Luís, no dia 11 de agosto. O soldado trocou tiros com dois elementos em uma moto e acabou sendo atingido por três disparos.

    A vítima do assalto seria um casal, que aguardava a condução nas primeiras horas da manhã, e foi surpreendido pelos assaltantes. O PM ainda chegou a atingir um dos indivíduos, mas eles conseguiram fugir.

    Uma viatura da PM foi acionada e se dirigiu até o local para prestar socorro à vítima, que foi atingida com tiros no abdômen e nas pernas. Rozinaldo foi levado para o Socorrão II e posteriormente transferido para o Hospital do Servidor, onde faleceu nesse domingo. Os elementos envolvidos no tiroteio que resultou na morte do PM ainda não foram identificados .

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Mulher de pré-candidato a vereador assassinado a facadas é a principal suspeita da morte

    Policiais que investigam o caso do assassinato do pré-candidato a vereador pelo PSL de Imperatriz, Ivaldo Conceição Sousa (foto abaixo), 53 anos, procuram a companheira da vítima, considerada como a principal suspeita da morte.   

    O corpo do pré-candidato foi encontrado na sexta=-feira passada, dia 11 e apresentava várias perfurações por faca em Imperatriz, no bairro Redenção.

    A mulher da vítima desapareceu e vem sendo considerada pela polícia como a principal suspeita do homicídio. Ivaldo exercia a profissão de carroceiro e queria se eleger vereador.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Suspeito de assassinar empresário a tiros em clínica veterinária de São Luís se entrega à polícia

    Por G1 MA

    O suspeito de assassinar a tiros um empresário dentro de uma clínica veterinária no bairro Monte Castelo, em São Luís, se entregou à Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (11). Em depoimento, o médico veterinário Daniel Leite Cardoso, de 35 anos, confessou a autoria do crime.

    A polícia havia expedido um mandado de prisão temporária de 30 dias contra o suspeito. Segundo a polícia, ele chegou à sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), acompanhado de um advogado e entregou a arma usada no homicídio. O revólver possui registro.

    Daniel Leite, segundo a polícia, é frequentador de clube de tiro e possui licença para porte de arma. Além disso, o suspeito possui duas passagens na polícia por dano e uma por ameaça.

    De acordo com Leonidas Santos Sousa, advogado de defesa de Daniel Leite, ele teria efetuado os disparos após ter sido agredido pela vítima e não tinha a intenção de assassinar o empresário.

    “Ele narrou que naquele dia teria tido uma discussão muito forte, ele teria sido agredido pela vítima conforme consta no circuito interno de TV, e ele reagiu a agressão. Ele disse que não tinha a intenção de tirar a vida de ninguém, afinal ele não conhecia a pessoa e não tinha inimigos”, disse o advogado.

    Arma usada no homicídio foi entregue pelo suspeito à Polícia Civil do Maranhão. — Foto: Alessandra Rodrigues/Rádio Mirante AMArma usada no homicídio foi entregue pelo suspeito à Polícia Civil do Maranhão. — Foto: Alessandra Rodrigues/Rádio Mirante AM

    Após prestar depoimento, Daniel Leite Cardoso foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames de corpo de delito. Em seguida, ele foi levado para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

    O caso ainda continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Área Oeste de São Luís.

    Entenda o caso

    O empresário José Eduardo Viegas Costa, de 39 anos, foi assassinado com nove tiros dentro de uma clínica veterinária no bairro Monte Castelo, em São Luís, na noite de quarta-feira (9). O suspeito de praticar o homicídio é o médico veterinário Daniel Leite Cardoso, que prestava serviços à clínica. Ele fugiu após o crime.

    Segundo a Polícia Civil, a motivação do crime teria sido uma discussão entre a vítima e o veterinário, por causa do valor de um procedimento feito em um gato de estimação e do pedido de uma nota fiscal. O empresário teria reclamado do preço cobrado pelo procedimento.

    As investigações apontam que ambos teriam chegado a um acordo sobre valor, mas após o empresário ter exigido a nota fiscal, o médico veterinário afirmou que não poderia imprimir a nota no momento. A vítima teria exigido a nota fiscal e os dois voltaram a discutir. Em seguida, o suspeito efetuou os disparos contra o empresário.

    De acordo com o delegado George Marques, da SHPP, no momento do crime o empresário estava acompanhado com a companheira, que também foi atingida por um tiro na mão, mas não corre risco de vida.

    José Eduardo ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito ainda no local. Ele foi velado e enterrado na quinta-feira (11), em São Luís.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Veterinário que matou empresário dentro da Prontoclínica vai se apresentar nas próximas horas

    Advogados do médico veterinário Daniel Leite Cardoso, que assassinou ontem à noite, quarta-feira (09), com nove tiros o empresário Eduardo Viégas, já estiveram em contatos com o delegado da SHPP que cuida do caso para acertar horário de apresentação do acusado.

    Para evitar a presença da imprensa, o Blog do Luis Cardoso foi informado que  a tomada de depoimento deve ser feita na noite de hoje, quinta-feira (10), mas é provável que contra o veterinário deve ter sido decretada prisão temporária e posteriormente transformada em preventiva.

    As imagens do circuito de  câmeras de monitoramento interno da Prontoclínica já foram entregues para a polícia, onde toda a dinâmica do crime mostra as discussões, agressões, e o momento dos nove disparos disparados contra a vítima, sendo a maioria na região da cabeça e um na mão da companheira de Eduardo Viégas.

    A briga começou depois que o empresário dono da Pizzaria Tio Tomate reclamou dos preços de procedimentos em um gato da sua propriedade e e seguida da ausência de  nota fiscal. Viégas começou a  filmar o veterinário, que teve seu celular quase tomado e reagiu com um soco. Foi o suficiente para Daniel sacar de um pistola 380 e efetuar os disparos.

    Delegado conta detalhes de como ocorreu a morte de empresário dentro da Prontoclínica em São Luís

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.