Em São Luis babá envenena crianças gêmeas e é presa

A babá (foto abaixo) estava trabalhando numa casa tinha seis meses e deu para as gêmeas um medicamento que ela tomava para dormir. Os patrões correram a tempo com as meninas e as levou para um hospital particular, onde elas permanecem internadas. 

O faro ocorreu no Bairro do Araçagy, por volta das 21h de sábado (02), na ausência dos patrões. Identificada como “Gil”, a babá disse, assim que foi presa ontem, domingo (03), ao delegado Valter Vanderley que as crianças pegaram o medicamento que havia caído do bolso dela, com o que não  acreditou o delegado experiente.

Minutos depois ela confessou que andava estressada e que as gêmeas estavam agitadas e deu a elas o remédio que costuma tomar para dormir.

“A princípio ela alegou que o remédio tinha caído do bolso dela e as crianças pegaram. Depois, já na delegacia, ela confessou que ela toma esse remédio, pois está estressada com a vida que leva. Aí em um determinado horário, as crianças estavam muito agitadas, segundo ela, então ela resolveu dar um pouco da medicação para as crianças dormirem. Ela disse que não tinha intenção de matar ninguém”, informou o delegado.

A babá trabalhava na casa do Araçagy nos plantões de sábado e domingo e fui imediatamente despedida. Presa por dupla tentativa de homicídio, foi encaminhada para o setor feminino do Presídio de Pedrinhas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Sequestradores cortaram o pênis e estrangularam empresário de Balsas

A mulher Daiane Almeida, segundo o relato de Eriovaldo Silva, fez questão de atirar em Rete, de quem era amante. O marido dela,Wanderson Ferreira de Almeida, que é proprietário da maior oficina mecânica na cidade de Balsas, também participou do sequestro e morte do empresário.

No dia 18 de junho, Chico Paraná foi sequestrado depois que Wanderson descobriu o caso do empresário com a mulher dele, Dayane. Paraná foi levado para a casa da amante em Balsas, que serviu como cativeiro por dez dias, tempo suficiente para que o trio levasse uma série de objetos da casa da vítima e estourasse o cartão de banco com compras que incluíram até bebidas. Eles pediram R$ 1 milhão para liberar Paraná.

Amante confessa que sequestrou e matou empresário de Balsas

Quando descobriram que os familiares de Chico Paraná desconfiaram de pedidos de empréstimo de quantia alta e que haviam levado o caso à polícia, trataram de levar o empresário para uma chácara em Riachão. Lá, a vítima foi torturada, assassinada e enterrada em local de difícil acesso.

A polícia chegou ao trio depois que descobriu a transferência do carro da vítima para o nome de Oriosvaldo, que é compadre de Wanderson. Quatro meses se passaram para que o bandido, numa espécie de delação premiada, contasse a verdade. A mulher continua presa, mas o marido permanece foragido.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Em noite de terror, dois trabalhadores são mortos por membros de facção em São Luís

Alguns membros de uma facção criminosa botaram o pânico ontem à noite no Residencial José Reinaldo Tavares, na Cidade Olímpica, como se estivessem fazendo barreiras numa avenida, usando coletes a prova de balas, atirando pra todo lado e assaltando quem passava. Foi quando dois jovens trabalhadores, um deles frentista,  estavam passando em uma moto e foram atingidos por tiros, vindo a óbito no local, como mostra a imagem abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Corpo do pastor enterrado no quintal do assassino foi retirado depois da meia noite

O casal Charlene Gomes Nunes e Saulo Pereira foi levado à casa deles no Maiobão, pela polícia para uma acareação. Enquanto isso membros do Corpo de Bombeiros faziam a escavação para retirada do corpo do Pastor Markson Silva que estava enterrado em um buraco no quintal. No vídeo abaixo o momento em que o casal deixava a casa sob a escolha da polícia:

A polícia teve muita dificuldade para retirar o corpo por causa do grande volume de cimento que o assassino jogou no buraco onde o corpo foi enterrado. Confira no vídeo da escavação:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Médico é preso com Hilux clonada no Maranhão

No início da manhã de ontem  (13), às 05h50, policiais rodoviários federais realizavam abordagens no km 543 da BR 316, no município de Caxias/MA, quando foi abordado um médico que conduzia uma Toyota/Hilux, de placas aparentes PTL-3775/MA. Foi solicitado ao condutor a Carteira Nacional de Habilitação – CNH e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV.

O CRLV apresentado apresentava inconsistências e a equipe aprofundou a fiscalização e ao verificar os elementos identificadores do veículo constatou-se que a caminhonete era clonada e que a placa real era QRO-1351/PI, pertencente a Toyota/Hilux SRX, 2019/2019, com registro de Roubo, conforme Boletim de Ocorrência nº 003863/2019, em 07/08/2019, na cidade de Teresina/PI.

Indagado sobre a procedência da caminhonete o condutor informou que trabalha como médico no interior do Maranhão e que o veículo foi comprado pelo seu pai, que havia recebido como pagamento de uma dívida, não sabendo o valor da dívida e o valor do veículo, que a pessoa que passou o referido veículo mora em S. Luís/MA, não sabendo o nome deste, que o seu pai adquiriu o veículo há aproximadamente 2 meses. Que tem uns 10 dias que o veículo está na sua posse.

Ocorrência encaminhada para o plantão da Polícia Civil em Caxias/MA.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Urgente! Motivo da morte do pastor teria sido passional; veja a foto do assassino confesso

Preso Saulo Pereira Nunes, de 38 anos, assassino confesso do pastor Mackson da Silva Costa. De acordo com informações preliminares om crime foi passional. Os detalhes da motivação ainda não foram divulgados.

Encontrado enterrado em quintal o corpo do pastor que estava desaparecido

Em breve novas informações…

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Corpo de recém nascido é encontrado enterrado dentro de sacola em São Luís

O cadáver de um recém-nascido foi encontrado nesta manhã (14) na Vila São Luís, na capital. De acordo com informações, alguns pedreiros estavam trabalhando ao lado do terreno, quando sentiram o forte odor. Ao entrarem no local, perceberam que havia uma cova rasa, ao desenterrarem, depararam-se com o saco com o cadáver do bebê.

Aguardem novas informações…

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Estudante de Medicina envenena colega de faculdade e tenta o suicídio; ambos são do Maranhão

O estudante de Medicina Afonso Rodrigues Júnior (foto abaixo) foi envenenado pelo colega do mesmo curso conhecido por Félix que tentou suicídio tomando o mesmo veneno, chumbinho, misturado com açaí. Os dois são do Maranhão e estudam na Bolívia. O motivo seria uma dívida entre eles, conforme informações de familiares.

Félix, que é natural de Balsas, deve cerca de R$ 10 mil para Júnior e teria colocado o veneno para matar ratos no suco de açaí do amigo com a intenção de matá-lo. Em seguida, Felix recorreu ao suicídio, mas não atingiu o intento. Os dois estão internados em estado grave na UTI de um hospital de Cochabamba, na Bolívia.

Nas últimas horas, Felix teve recuperação e deve ser colocado em alta. Porém,l os colegas de Júnior estão dando plantão na porta do hospital para evitar que o acusado fuja.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Com vários tiros, homem é assassinado na zona rural de São Luís

Identificado como Ediovaldo Paiva, 26, foi assassinado na manhã desta segunda-feira, com vário tiros, na Vila Cascavel, na rua do Muro. A polícia esteve no local, mas ainda não sabe as causas do crime. 

Na Vila Cascavel a lei do silêncio imperou desde a hora em que o jovem foi morto. Porém, policiais mais experientes acreditam que tenha sido acerto de contas.

Veja também:

Homem morre após tomar viagra em motel de Barra do Corda

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia divulga imagem de foragido envolvido no latrocínio de padre

Correio Braziliense

Quem tiver informações sobre o suspeito, identificado como Daniel Souza da Cruz, pode denunciar anonimamente pelo 197

Agentes da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) procuram Daniel Souza da Cruz, 29 anos, acusado de integrar o grupo que cometeu o latrocínio (roubo seguido de morte) do padre Kazimierz Wojno, 71 anos, mais conhecido como Casemiro. A foto do homem foi divulgada nesta quarta-feira (25/9).

Daniel é de Januária (MG), mas morava em Valparaíso de Goiás. Investigadores identificaram o suspeito por meio de imagens de câmeras de segurança e exames realizados pelos institutos de Identificação e Criminalística da Polícia Civil.

Para os agentes da 2ªDP, não restam dúvidas de que o acusado participou do crime bárbaro que chocou a capital federal. Para conseguir prender Daniel, a polícia pede a ajuda da população. Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito pode entrar em contato anonimamente pelo 197.

Prisões

Durante a terça-feira (24/9), policiais da 2ªDP prenderam dois dos suspeitos de envolvimento no latrocínio do padre Casemiro, que ocorreu na noite do último sábado (21), na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, localizada na 702 Norte.

Alessandro de Anchieta Silva, 19, e Antônio Willian Almeida Santos, 32, foram presos temporariamente (por 30 dias) no bairro Santa Rita de Cássia, em Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal. O mais jovem confessou o crime e não tinha passagens. Já o outro, respondeu por homicídio e tráfico de drogas. Antônio também é de Januaria (MG), mesma cidade de Daniel.

Agora, investigadores da 2ª DP buscam mais detalhes sobre o quarto envolvido no esquema, que pode ser um adolescentes. Análises periciais poderão auxiliar na identificação deste suspeito.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

“Não faz isso, não faz isso”, disse o padre antes de ser estrangulado; velório recebe os fiéis

O padre Casemiro, 71 anos, disse suas últimas palavras: “não faz isso, não faz isso”,  aos bandidos que assaltaram a paróquia e cometeram o latrocínio. O caseiro José Gonzaga da Costa foi encontrado com a boca cheia de plástico e amarrados pés e mãos.

O crime foi cometido na noite de sábado depois que o padre realizou a missa da noite na Igreja Nossa Senhora da Saúde, em Brasília. O religioso foi atacado no anexo da igreja onde fica a casa paroquial. Ele teve os pés e mãos amarrados e depois estrangulado com arame, na 702 Norte.

Igreja tem objetos roubados e padre morre estrangulado

Desde ontem que o clima é de comoção e revolta entre os fiéis, que ainda acompanham hoje, dia 23, segunda-feira, o velório. A polícia de Brasília investiga o caso para encontrar os autores do assassinato, que levaram dinheiro e objetos valiosos do padre e da igreja.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Igreja tem objetos roubados e padre morre estrangulado

Vítima pela segunda vez de assaltantes, a Paróquia Nossa Senhora da Saúde teve ontem um desfecho que deixou tristes e irritados os fiéis. Além de levarem vários objetos de valor, os bandidos estrangularam o padre Casemiro e deixaram o caseiro com os pés e mãos amarrados.

O latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu na 702 Norte, em Brasília durante a noite de ontem, sábado dia 21 deste. O padre que é polonês e tinha o nome verdadeiro como Kazimierz Wojno, vinha denunciando a situação de insegurança no local.

O assassinato do padre Casemiro, como era mais conhecido o polonês, demonstra que a ousadia dos bandidos na Capital Federal, não dispensa nem os líderes religiosos

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.