Cinco membros da mesma família de maranhenses aparecem assassinadas no Tocantins

Era noite de sexta-feira quando os vizinhos de uma família de maranhenses ouviram seis tiros. Ninguém teve a curiosidade de saber o que de fato aconteceu. Hoje (sábado, 27) os vizinhos entraram na casa e depararam com os corpos e uma arma ao lado do avô, Livingstone Pereira Tavares, de 65 anos. No mesmo local,  Francisca Barros Tavares, 59 anos (esposa), Ruth Barros Tavares, 27 anos (filha), Milena Barros Tavares, 8 anos e Jasmim Barros Tavares, de 12 anos, netas.

A polícia não sabe de qual cidade do Maranhão eles vieram e desconfiam que o avô tenha matado esposa, filha e netas e em seguida tenha recorrido ao suicídio, assim como não descarta a possibilidade de uma sexta pessoa que possa ter passado pela casa e cometido os crimes. Abaixo e acima as fotos da família em montagem do G1-TO.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mulher mostrou para o marido em academia o seu amante que foi morto em Teresina

A mãe de Gabriel Brenno Nogueira, Janaína Nogueira, informou que soube na delegacia em Teresina que a amante de seu filho mostrou ao marido David Ferreira de Sousa, 34 anos, o amante em uma academia. Gabriel morreu ontem depois que sofreu um atentado com um tiro na cabeça disparado pelo homem traído no dia 17 deste e permanece foragido. 

Segundo informações dos policiais, a mulher confessou que estava traindo o marido que desconfiou e deu pressão para saber quem era o pé de pano e que ele a perdoaria. A mulher acreditou e foi enganada. Do seu lado, segundo a mãe de Gabriel, ele teria descoberto que a mulher era casada e terminou o relacionamento que começou numa academia onde os dois eram alunos.

Marido perdoa a mulher, mas mata o pé de pano; veja o momento da execução de jovem de Caxias

Gabriel vinha recebendo ameaças depois que o marido prometeu perdoar a mulher assim que ela mostrasse quem era o amante, o que de fato aconteceu. David passou a montar planos para matar o jovem que andou com sua mulher e ainda tentou arrumar uma vaga na mesma pensão onde morava a vítima. Na pensão só podia ser hóspede estudante, o que não era o caso do marido traído.

Porém, no dia 17 deste, Gabriel (foto abaixo) estava saindo da pensão para ir ao curso de Sargento das Armas. Na hora em que deu as costas para fechar a porta do estabelecimento, David se aproximou e deu um tiro na cabeça do jovem à queima roupa. Gabriel era lutador de Jiu-Juitsu, treinava boxes e MMA.

Abaixo trechos de conversas entre a mulher casada e o amante no WhatsApp:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Gaeco prende funcionários do TJ que fraudaram precatórios; vejam os nomes dos servidores

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e a Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção da Polícia Civil realizaram na manhã desta segunda-feira, 17, uma operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão de documentos e prisão preventiva em São Luís, Paço do Lumiar e Goiânia, por força de decisão da 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário da Capital.

As investigações, conduzidas pelo Gaeco em conjunto com o 1° Departamento de Combate à Corrupção (1° Deccor), apuraram um esquema de corrupção com a participação de servidores da Coordenadoria de Precatórios do Tribunal de Justiça, visando favorecer credores da Fazenda Pública na elaboração de cálculos em desacordo com a decisão judicial, bem como em dar preferência na ordem de pagamento em troca de vantagem financeira.

Segundo apurado até o momento, os servidores Daniel Andrade Freitas e Thiago da Silva Araújo, além terceirizado Thiago Rafael de Oliveira Candeira, presos na sede administrativa do Tribunal de Justiça, obtinham informações sobre os credores de precatórios e entravam em contato por telefone solicitando vantagem para que eles tivessem seus pagamentos incluídos na lista.

O esquema também tinha a participação de Wendel Dorneles de Moraes, preso em Goiânia. Daniel Freitas, Thiago Araújo e Thiago Candeira facilitavam o acesso de Wendel à planilha de credores e valores. Em seguida, Wendel fazia a intermediação entre estes e os credores através de contato telefônico solicitando valores. Todos já estão presos.

O Gaeco do Ministério Público de Goiás auxiliou a operação em Goiânia para o cumprimento do mandado de prisão de Wendel Moraes. Confira abaixo a nota emitida pelo TJ-MA:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Justiça não aceita pedido de habeas corpus e mantém preso vereador de Vitória do Mearim

O Vereador Oziel Silva (foto abaixo), que integra o grupo preso por tentativa de extorsão, teve negada um pedido de habeas corpus para deixar a prisão. Depois de liberado quando cumpriu prisão provisória, o político voltou para a cadeia em razão do envolvimento com outra bandidagem, a de vender armas e munições para um bando de Miranda do Norte. 

Como é do conhecimento de todos, um grupo de vereadores instalou uma CPI em com a finalidade de praticar extorsão contra a prefeitura de Vitória do Mearim. Porém, foram pegos em flagrante e gravados no momento do crime. Cumpridos os dias determinados pela Justiça, ele foram soltos e respondem em liberdade.

Mas o vereador Oziel foi preso novamente e tentou, através de HC, a liberdade. Mas o desembargador José Luis de Oliveira Almeida não acatou o pedido. Ocorre que o vereador cumpre a segunda prisão por venda de armas e munições para bandidos em Miranda do Norte.

Confira abaixo a decisão do desembargador:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia investiga se jovem foi empurrada de van durante assalto, como acredita a mãe

Mikaelly Rodrigues estava dentro de uma van a caminho da Vila Sarney conversando ao telefone quando alguém anunciou o assalto. A jovem jogou o celular pra fora e neste momento teria sido empurrada pela assaltante, como acredita a mãe da vítima Cheila Rodrigues.

O irmão havia se deslocado para a parada onde Mikaelly iria descer. Mas antes, houve o assalto e a morte. Ela morreu de traumatismo craniano. 

Durante assalto, mulher pula de dentro da van e morre em São José de Ribamar

Os bandidos ainda levaram a bolsa da jovem onde estava o dinheiro do primeiro salário. Ela iria morar em Curitiba. Testemunhas apontam que foram três elementos que assaltaram a van.  

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

PF prende servidor do INSS por cobrar propina de beneficiário

O Estadão

Ação policial que prendeu funcionário com 13 anos de carreira foi deflagrada nesta sexta, 5, a partir de informações repassadas pelo Instituto e pela vítima que denunciou o crime

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta sexta, 5, um servidor do INSS que exigia propina de beneficiário para liberar valores depositados a título de crédito previdenciário.

A PF entrou em ação a partir de informação recebida do próprio INSS e da vítima que denunciou o fato.

O preso trabalha no INSS há 13 anos e vai responder pelo crime de corrupção ativa, cuja pena pode chegar a 12 anos de reclusão.

O servidor foi encaminhado ao sistema prisional onde ficará à disposição da Justiça Federal.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Jogador do Corinthians é morto a tiros ao lado da namorada por um PM de Goiás

O jovem de 18 anos , Leandro Augusto Santos Soares, que era da base do Corinthians, foi morto quando estava ao lado da namorada no entorno de Brasília. O principal suspeito é um policial militar da PM de Goiás. O lamentável fato ocorreu ontem, sexta, dia 05, por volta das 11h. A polícia do DF investiga o caso

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeito de São João do Caru é acionado por crime eleitoral

A Promotoria de Justiça da 78ª Zona Eleitoral ingressou, em 19 de junho, com uma Denúncia contra o prefeito de São João do Caru, Francisco Vieira Alves, conhecido como Xixico. Na época do registro de candidatura, o então candidato teria apresentado documentos falsos à Justiça Eleitoral.

Xixico apresentou um Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental emitido pela Prefeitura de São João do Caru, tentando comprovar que havia concluído essa etapa no Colégio Municipal Artur Costa e Silva. Também foi anexada uma “Declaração”, supostamente emitida em 9 de agosto de 2016, na qual a diretora da escola afirmaria que Francisco Alves havia concluído o ensino fundamental regular em 1988.

Uma Ação de Impugnação de Candidatura, no entanto, apontou que os documentos apresentados seriam falsos pois Francisco Alves era natural de Acaraú – CE, e só teria se mudado para São João do Caru na década de 1980, quando tinha, no mínimo, 24 anos.

Ouvida pelo Ministério Público, a diretora do Colégio Artur Costa e Silva, Neuza Almeida de Souza, afirmou que o atual prefeito nunca estudou na escola e que no período de 1980 a 1988 o colégio só tinha turmas até a 5ª série do ensino fundamental. Portanto, seria impossível que Xixico tivesse concluído a 6ª, 7ª e 8ª séries naquela escola.

Ainda em 2016, Neuza de Souza já havia emitido certidão na qual negava a emissão de declaração de escolaridade em nome de Francisco Vieira Alves e afirmava “não existir, nos arquivos da referida escola ou da Secretaria Municipal de Educação, qualquer documento que comprove a frequência do mencionado cidadão, no ano letivo de 1988 ou de qualquer outro ano”.

O Ministério Público do Maranhão também encaminhou os documentos para análise do Instituto de Criminalística (Icrim) que apontou indícios de montagem de arquivos digitais. “Portanto, trata-se de documento falso”, conclui o laudo.

Também ouvido pelo Ministério Público, Xixico negou a falsificação dos documentos.

De acordo com o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira, as condutas de Francisco Vieira Alves violaram os artigos 348 (“Falsificar, no todo ou em parte, documento público, ou alterar documento público verdadeiro, para fins eleitorais”), 349 (“Falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro, para fins eleitorais”), 353 (“Fazer uso de qualquer dos documentos falsificados ou alterados” e 354 (“Obter, para uso próprio ou de outrem, documento público ou particular, material ou ideologicamente falso para fins eleitorais”) do Código Eleitoral.

A conduta prevista no artigo 348 tem pena prevista de reclusão de dois a seis anos e pagamento de 15 a 30 dias-multa. Já o artigo 349 prevê reclusão até cinco anos e pagamento de 3 a 10 dias-multa. Nos artigos 353 e 354 do Código Eleitoral, as penas previstas são as mesmas atribuídas à falsificação ou alteração.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Parece piada, mas outra agência do Banco do Brasil é explodida em São Luís

Bandidos explodiram na madrugada de hoje, quarta-feira (26), usando dinamites mais uma agência do Banco do Brasil na nossa capital. Desta vez o crime ocorreu na agência do João Paulo, causando sérios estragos e deixando o setor de caixas eletrônicos isolado.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

Os criminosos teriam realizada a ação por volta das 3h e, segundo as primeiras informações, a explosão não conseguiu abrir os caixas eletrônicos e, portanto, o dinheiro não teria sido levado pelos bandidos.

Do lado de fora do banco, uma sacola  com algumas bananas de dinamites ainda intactas e uma carteira de identidade que a polícia ainda vai periciar a procedência.

Esta é a quinta agência explodida pelos bandidos em seis meses na capital. No dia 3 deste foi vítima a agência do BB da avenida dos Holandeses e no dia 14 a agência da avenida Santos Dumont, no São Cristovão. Antes, a agência do mesmo banco na Holandeses ao lado da sede recreativa da AABB, no Calhau. Outra atingida pelo explosão criminosa foi a agência do bairro da Alemanha, que fica na avenida dos Franceses.

BB não oferece segurança

A insegurança nas agência do Banco do Brasil chama a atenção dos correntistas a partir do período da noite. Recentemente um casal foi assaltado na agência do Jaracaty quando fazia um saque. O namorado, que é militar, atirou contra os bandidos e foi baleado na perna e a namorada atingida nas costelas veio a óbito no dia seguinte. Não havia um segurança armado no local.

A explosão aos caixas eletrônicos, que já ocorreu em grande escala no interior do Maranhão, mudou de endereço e se fixou na capital. A ausência de seguranças facilita a ação criminosa.

O BB não tem a menor preocupação, pois todo o dinheiro que encontra-se nas agência está segurado, inclusive os prédios que geralmente são alugados. Em outras capitais, os bancos usam mecanismos de segurança para evitar explosões de caixas eletrônicas, como um que expele fumaça na hora da explosão dos caixas impedindo a visão aos criminosos.

Mas ao Banco do Brasil, como se percebe, o que interessa mesmo é o lucro fácil e pouco importa a seguranças de seus clientes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Sobrinho de colunista social do Maranhão é sequestrado e morto

O sobrinho da colunista social e jornalista Wilma Wicky França, Bruno Rafael, foi encontrado hoje (24) morto em sua residência no Sítio Natureza. A família informa que a namorada da vítima teria dito que ele fora sequestrado.

Segundo familiares, ontem (23), foi o aniversário da namorada e comemorado na casa de Bruno. Depois disso ela teria comunicado aos familiares que o namorado teria sido sequestrado. Comentário ainda que um homem teria entrado na casa do sobrinho da colunista, tentado estuprar a namorada e o levado como refém, no que não acreditam os parentes.

Abalada com a morte do sobrinho, a colunista Wilma França procurou atendimento médico no hospital Socorrão II, ela reclama de não ser atendida enquanto duas médicas, segundo ela, não faziam nada. Confira o desabafo da jornalista:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Reviravolta na morte do pastor: filho disse que tudo foi armado por três irmãs e pela mãe deputada federal

A parlamentar, que vinha defendendo os filhos da não participação no crime, não respondeu as acusações. O filho, que não foi revelado o nome, informou em depoimento que a mãe e mais três irmãs colocavam remédios nas refeições do pai e que, por isso, ele andava debilitado.

E mais: que o pastor Anderson Carmo recebeu ameaças de morte desde fevereiro e que a deputada federal havia dito que o pai estava com os dias contados. Ele falou de uma proposta que uma das irmãs ofereceu o dinheiro para irmão Lucas matar o pai. E negou que teve participação de motos no episódio do assassinato.

Filho adotivo de pastor e de deputada federal confessa que matou o pai por causa de traição

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Filho adotivo de pastor e de deputada federal confessa que matou o pai por causa de traição

Lucas, filho adotivo do pastor Anderson do Carmo Souza e da deputada federal e cantora gospel, Flordelis confessou hoje em depoimento que matou o pai a pedido do irmão e que o motivo seria por causa de uma amante que o pastor teria arrumado.

Com 18 anos, Lucas dos Santos, disse aos policiais que obedeceu ordens do irmão Flávio Rodrigues de Souza, 38 anos, que é filho biológico da deputada viúva.

O crime foi descoberto porque o Lucas aparece em uma das cenas do crime e usou como argumento o fato de uma suposta traição do pai adotivo.

Ele não esteve sozinho na hora da execução e disse ainda que teve que dopar os cães da casa. Lucas e Flávio foram presos na segunda-feira, dia 17 deste, durante o enterro do pastor. Um detalhe chamou a atenção: a maioria dos mais de 30 tiros se concentrou na região peniana da vítima.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.