Deputado Wellington volta a cobrar de Flávio Dino o congelamento do ICMS dos combustíveis e do IPVA 2022

    Em defesa dos maranhenses, o deputado estadual Wellington do Curso encaminhou, por meio de indicação, solicitação ao governador Flávio Dino, e ao secretário da Fazenda para garantir o congelamento do ICMS e do IPVA em 2022. A proposta busca impedir que os maranhenses sofram com os sucessivos reajustes, inclusive de 23,5% em cima do preço de referência dos veículos, o que causará um aumento significativo no preço final do IPVA.

    Ao justificar a solicitação, o deputado Wellington destacou a crise financeira enfrentada pelos maranhenses e citou o exemplo de Minas Gerais, em que o governador efetuou o congelamento do IPVA e diz ser favorável ao congelamento do ICMS.

    Mais uma vez, cobrei do governador Flávio Dino o congelamento do ICMS dos combustíveis e do IPVA para esse ano. Agora, em 2022, os maranhenses pagarão até 23,5% de aumento pelo IPVA. Solicitei ao governador Flávio Dino que não realizasse tal aumento (indicação n° 6.225). Em Minas, o Governador congelou o IPVA e se posicionou favorável ao congelamento do ICMS. Espero que aqui no Maranhão o governador também seja coerente e adote medidas que auxiliem a população. Sigo firme em defesa dos maranhenses”, disse o deputado Wellington do Curso.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Yglésio quer continuidade no congelamento do ICMS dos combustíveis no MA

    Por meio de indicação enviada ao Governo do Estado, na última quarta-feira (19), o deputado estadual Yglésio (PROS) solicitou que fosse prorrogada a medida que culminou no congelamento da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis.

    A solicitação do parlamentar vem após a recente decisão dos Estados de encerrar esse período de congelamento já no fim de janeiro. Nas redes sociais, Yglésio destacou as dificuldades enfrentadas pela população em relação ao aumento nos preços dos combustíveis e o papel dos estados nesse assunto.

    “Ninguém aguenta mais tanto aumento de combustível. A política de preços da Petrobras é apenas uma das vertentes do problema. Os estados brasileiros podem e devem colaborar com o controle dos preços e isso vinha sendo feito por 90 dias, com o congelamento dos preços de referência para a cobrança do ICMS”, afirmou.

    Yglésio ressaltou, ainda, que os estados brasileiros têm a obrigação de não destruir mais o bolso de quem quer ir para o trabalho e de quem quer vender seu produto. “Essa conta nefasta dos preços finais da gasolina e diesel chegou pra todos. Basta de aumento de carga tributária em 2022, ninguém aguenta mais”, enfatizou o deputado.

    O ICMS é um dos impostos que compõem o preço final do litro de combustível a ser pago pelo consumidor nas bombas. Congelar a base de cálculo, como pontuou o deputado, ajuda a controlar a variação dos preços, os quais têm influência em outros produtos e serviços utilizados pelos consumidores.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    PRF apreende relógios, armas, munições e dinheiro em veículo na BR 316 em Caxias

    No dia 19 de janeiro, por volta das 16h30, uma equipe PRF realizava fiscalização estática no km 543 da BR-316, município de Caxias, quando deu ordem de parada a um veículo Toyota/Hilux SW4, placas do Piauí, com dois ocupantes.

    Foto Divulgação: PRF

    Durante a abordagem os policiais perceberam o nervosismo extremo dos abordados decidindo, então, aprofundar a fiscalização. No procedimento de busca veicular foram localizadas, no interior do veículo, duas armas de fogo sendo 01 pistola cal. .380 com 15 munições e 01 revólver .38 com 05 munições, além de uma faca.

    Questionado, o passageiro, assumiu a propriedade do Revólver afirmando ter adquirido o material há cerca de 03 anos, no município de Codó/MA de uma pessoa que desconhece o nome e identidade. A pistola pertencia ao motorista. No interior do veículo foram encontrados, ainda, 2.364 unidades de relógios de várias marcas, dentre elas: Champion, Lince, Casio, Orient, Invicta, Pointer, Luke, Nautilus, Technos e Empório Armani. e 01 sem nota fiscal e com indícios de contrafação.

    Com os abordados foi localizada a quantia de R$ 20.276,00 (vinte mil, duzentos e setenta e seis reais).

    Os envolvidos, juntamente com a mercadoria apreendida e o veículo, foram encaminhados para a Polícia Civil pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal.

    Foto Divulgação: PRF

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Wellington propõe que Flávio Dino use R$ 857 milhões do FUMACOP para ajudar famílias atingidas por enchentes

    Enquanto membro da Comissão Parlamentar de Recesso da Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Wellington do Curso encaminhou indicação ao governador Flávio Dino solicitando que aprecie a possibilidade de instituir um auxílio financeiro a famílias atingidas pelas enchentes no Maranhão. Os recursos seriam retirados do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza – FUMACOP, que de acordo com relatório da Secretaria de Fazenda do Estado (SEFAZ), acumulou em 2021 o total de R$ R$ 857.956.294,00.

    Ao justificar a solicitação, o deputado Wellington citou a Lei nº 8.205/2004, que regulamenta o FUMACOP e o Decreto nº 24.513/2008, que também prevê a possibilidade da aplicação de recursos para esse fim.

    De acordo com o relatório da SEFAZ, até dezembro de 2021, o FUMACOP acumulou $ R$ 857.956.294,00. Nesse contexto, a Lei nº 8.205/ 2004 assegura que as ações de combate à pobreza observarão algumas diretrizes, entre elas o combate aos mecanismos de geração de pobreza e de desigualdades sociais. As enchentes, sem dúvida alguma, se enquadram nessa hipótese, já que, em virtude disso, muitas pessoas estão desabrigadas. Além disso, o Decreto nº 24.513/2008, garante que o produto das Receitas do Fundo serão aplicados em programas e ações de relevante interesse social dirigidos para melhoria da qualidade de vida. Portanto, é evidente que o governador Flávio Dino pode sim, caso queira, implantar o auxílio financeiro para as famílias maranhenses, razão pela qual encaminhei a proposta por meio da Assembleia Legislativa”, disse o deputado Wellington.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Motociclista tem pernas esmagadas por caminhão em acidente na Ponte Nova de Timon

    Um grave acidente ocorrido na manhã desta quarta-feira (19), na Ponte Nova de Timon, que liga a cidade maranhense à zona Sul de Teresina, no Piauí, fez com que um motociclista perdesse os dois membros inferiores.

    Motociclista teve as pernas esmagadas na colisão

    A vítima, ainda não identificada, teve as pernas esmagadas por um caminhão durante uma colisão e chegou a ser arrastado na pista durante o socorro. As imagens gravadas no local são fortes e o Blog não vai exibi-las.

    A motocicleta, que foi parar embaixo do caminhão, também foi arrastada provocando um incêndio.

    Foto Reprodução

    Polícia Militar, Corpo de Bombeiros  e Samu foram acionados. O estado da vítima, que foi levada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), é grave.

    Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a suspeita é de que o motociclista tenha realizado uma ultrapassagem pela direita e perdido o controle.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    PRF apreende R$575 mil em espécie próximo da cidade de Peritoró

    O fato aconteceu na manhã de ontem, terça-feira (18), quando dois homens estavam em um carro Corola (Hilux) na BR 316, no KM 423, que estava ocupado por duas pessoas portando no veículo mais de meio milhão de reais.

    Os agentes solicitaram documentação do veículo, do condutor e do passageiro e iniciaram as consultas nos sistemas da PRF. Durante a abordagem, os ocupantes demostraram nervosismo e falas descontextualizadas, indicando suspeição que podiam está transportando algo ilícito.

    A equipe então, realizou busca pessoal e veicular, encontrando no interior do veículo a quantia em espécie de R$ 575.860,00 mil, entre notas de R$ 200,00; R$ 100,00; R$ 50,00, R$ 20,00 e R$ 10,00 em sacos e mochilas sendo que a maior parte estava no banco traseiro do veículo e outra no console central.

    Os conduzidos afirmaram que eram proprietários dos valores mas não souberam afirmar a origem quando indagados, relatando várias versões, de início que iriam comprar um carro e logo depois iriam comprar um carro e um terreno. Que trabalham com venda de material escolar para prefeituras.

    Diante dos fatos, a ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal em Caxias para as providências que o caso requer.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    A Rede D’Or informa que continua realizando a testagem para PCR Covid para pacientes prioritários

    Nota à Imprensa

    Como é de conhecimento público, há uma limitação no mercado nacional de insumos para testes de PCR e antígeno para Covid. Este cenário vem sendo amplamente alertado pela Abramed – Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica, que congrega os principais laboratórios do país.

    Considerando o aumento da demanda e a limitação dos recursos, priorizamos a realização desses exames em pacientes com indicação clínica para definição de tratamento e isolamento, pacientes internados e em profissionais de saúde, limitando a realização dos exames eletivos ou em pacientes com bom estado geral.

    Todos os exames já coletados estão sendo entregues nos prazos acordados e todos os agendamentos eletivos já confirmados estão mantidos. Tão logo haja um reequilíbrio entre a demanda e os insumos disponíveis, retomaremos a testagem de pacientes que não estejam nos critérios de prioridade citados acima.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Famem distribuirá mais de 3 mil cestas básicas às vítimas das enchentes ainda esta semana

    Numa iniciativa do presidente Erlanio Xavier, a Famem deve distribuir dentro dos próximos dias mais de 3 mil cestas básicas às vítimas das enchentes no estado do Maranhão.  O material é parte da campanha de arrecadação ‘União pelo Maranhão’ realizada pela entidade municipalista maranhense junto ao empresariado e sociedade civil.

    Erlanio Xavier vem buscando apoio das entidades empresariais e do setor produtivo para ampliar o atendimento aos flagelados das enchentes no Maranhão. Em São Luís a campanha vem sendo coordenada pelo secretário executivo da Famem, Marcelo Freitas.

    A campanha visa arrecadar mantimentos de alimentação, água potável, kits de higiene e colchões destinados aos desabrigados e desalojados em pelo menos seis municípios: Imperatriz, Mirador, Grajaú, Colinas, Paraibano e Jatobá.  Segundo o último levantamento realizado pela entidade junto à Defesa Civil do Estado mais de 2,5 mil pessoas foram atingidas pelas cheias nestes municípios.

    A Famem vem orientando os municípios na elaboração dos decretos juntos aos órgãos estaduais e federais. Imperatriz, primeiro municípios a ser atingido pela enchente do rio Tocantins no Maranhão, estuda decretação de situação de emergência. Mirador, onde o número de desabrigados e desalojas é crescente, decretou situação de emergência, enquanto Paraibano e Jatobá embora tenham encaminhado o decreto de situação de emergência ainda não repassaram informações ao sistema.

    A Defesa Civil do Estado vem monitorando o município de Formosa da Serra Negra, que por enquanto se encontra em estado de alerta. Também acompanha a subida do Rio Itapecuru e as consequências nas cidades de Cantanhede, Pirapemas, Itapecuru e Santa Rita.  De acordo com o último levantamento da Defesa Civil do estado, no Maranhão 2.550 pessoas foram atingidas pelas enchentes, sendo 1.032 desalojados e 1.518 desabrigadas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Grandes cidades maranhenses cancelam o carnaval 2022; Pinheiro anunciou hoje (07)

    Cidades com históricos de grandes carnavais não irão realizar as festas neste ano de 2022, conforme informações dadas pelos prefeitos desde o início de janeiro. Hoje, sexta-feira (07), foi a vez da prefeitura de Pinheiro anunciar o cancelamento.

    Todos os gestores públicos alegaram que em face do crescente número de casos de pessoas infectadas e a ameaça de elevar a onda de internações e até óbitos, a medida faz-se necessária, impedindo as aglomerações em festas públicas.

    A primeira cidade foi São Luís a anunciar que na capital não haverá o tradicional carnaval de rua e é provável que a medida se estenda para os eventos privados. Em seguida foi a vez da Prefeitura de Balsas informar a suspensão, seguida da cidade de Imperatriz, São José de Ribamar e Pinheiro.

    Aguarda-se para todo dia de hoje informações de outras cidades que sempre realizaram grandes carnavais. No período da tarde teremos mais informações.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Empresa da família Brandão ganhou contratos de mais de meio milhão em Jatobá

    Da família do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), a Gás do Sertão vem movimentando cifras altíssimas na Prefeitura de Jatobá, administrada por Carlos Roberto Ramos da Silva (PTB), o Robertinho.

    Vice-governador, Carlos Brandão, e o seu irmão e sócio da Gás do Sertão, Marcos Brandão

    Em fevereiro do ano passado, a empresa abocanhou três contratos com valor total R$ 583.814,00 mil celebrados pelas Secretarias de Educação, Administração e Saúde. O objeto da contratação é o fornecimento de combustíveis.

    A empresa é de propriedade de Marcus Barbosa Brandão, Daniel Itapary Brandão Castro, Nathália Itapary Brandão Castro e Jesus Boabaid de Oliveira Itapery Neto. Todos parentes de Brandão, que além de vice-governador, é pré-candidato à chefia do Palácio dos Leões em 2022.

    A Gás atua em várias Prefeituras. A reportagem do Blog do Neto Ferreira apurou no site do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que ela já movimentou mais de 20 contratos durante o período de 2017 e 2020 em Colinas. O total chega a R$ 1.403.060 milhão.

    No início de 2021, a empresa fechou 10 contratos para fornecer gás e água para as Secretarias Municipais de Educação, Saúde, Administração e Assistência Social. Somados, os acordos contratuais chegam a R$ 641.455,00 mil.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Deputado Wellington alerta para enchentes no Maranhão e pede apoio para moradores das áreas de risco de São Luís

    Na manhã desta segunda-feira (3), o deputado estadual Wellington do Curso protocolou indicação solicitando ao governo do estado que preste assistência às famílias ribeirinhas desabrigadas em virtude das fortes chuvas no Maranhão, a exemplo das famílias que residem próximas aos rios Itapecuru, Mearim e Tocantins. Além disso, o parlamentar destacou que irá solicitar a prefeitura de São Luís que atue no sentindo de prestar apoio aos moradores das áreas de risco de São Luís que sofrem com o perigo de desabamentos e ameaças de interdição de suas casas no período chuvoso.


    Ao fazer a solicitação, Wellington destacou a necessidade de intervenção do governo do estado junto às populações ribeirinhas do Maranhão e a importância da atuação da prefeitura de São Luís nas áreas de risco da cidade.

    “Em todo período chuvoso, aumentam os riscos de enchentes em todo estado, o que afeta diretamente às famílias que residem próximas aos principais rios maranhenses. Por isso, protocolamos indicação solicitando ao governo do estado que adote medidas para prestar toda assistência necessária aos moradores que residem nas proximidades dos rios Itapecuru, Mearim e rio Tocantins. Da mesma forma, os moradores das áreas de risco de São Luís sofrem com a iminência de desabamentos e de perderem suas casas. Como deputado estadual irei acompanhar a situação dessas famílias de perto, além de solicitar que a prefeitura de São Luís atue no sentido de prestar todo apoio necessário para essas pessoas. Infelizmente o período chuvoso causa muito sofrimento para muitas famílias. Algumas cidades maranhenses já foram atingidas por enchentes, a exemplo de Imperatriz, Mirador, Trizidela do Vale, Balsas, Barra do Corda, Garajaú, entre outras. Por isso, já chegou a hora de gestores públicos tomarem providências para que o estrago não seja maior, pois as chuvas só tendem a aumentar em todo Maranhão”, disse Wellington.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Carlos Brandão ignora enchentes e desabrigados em Mirador, Colinas e outras cidades do Maranhão

    Blog Maramais

    Sumido de eventos públicos desde o final do ano passado, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), simplesmente ignorou as enchentes que atingiram o município de Mirador, e que já começaram a atingir alguns bairros de Colinas, sua cidade natal.

    Nas redes sociais, Brandão não fez nenhuma referência as duas cidades, ou outras do Maranhão, como Imperatriz, que também sofre com as fortes chuvas.

    Com Covid-19, Flávio Dino (PSB) está em isolamento, e as visitas as cidades atingidas deveriam ser feitas pelo vice-governador, que até o momento não se manifestou.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.