Polícia deflagra operação em combate ao tráfico de drogas no Maranhão e na Paraíba

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou nesta sexta-feira (19) a Operação Camboa em combate ao tráfico de drogas no estado. Foram cumpridos 30 mandados e seis pessoas foram presas. A operação também foi realizada simultaneamente na Paraíba.

Dos mandados cumpridos, 22 foram de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e quatro autos de prisão em flagrante por tráfico ilícito de entorpecentes, posse ilegal de munição e uso de documentos falsos.

Cinco pessoas foram presas no Maranhão, dentre eles Guilherme Bruno Gomes Moraes, Paulo Ricardo Sá, Cristiane Pires, Luan Roger Ferreira da Silva e Kassio Breno Pinto Moreira. Victor Lucci da Silva, conhecido como ‘Vitão’, foi preso nesta sexta em Campina Grande na Paraíba. De acordo com a polícia, ele estava foragido desde setembro do ano passado e é apontado como líder de uma facção criminosa que atua na cidade paraibana.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Casal é preso no Maranhão fazendo circular notas falsas

A Polícia Civil de Cantanhede prendeu em flagrante delito hoje, sexta-feira (19), o casal  Genilson  Costa Gomes e Jackeline Souza da Silva, pelo crime de Circulação de Moeda  na cidade de Cantanhede. 

Eles faziam compras de baixo valor e pagavam com notas falsas de valor superior ao das mercadorias. Com isso, recebiam o troco em dinheiro verdadeiro, concluindo, assim, o objetivo da empreitada criminosa. Tais práticas vinham sendo reiteradas em Cantanhede e nas cidades vizinhas.

Genilson foi agente penitenciário e preso em 2018 por vender aparelhos celulares para os detentos de Pedrinhas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Urgente! Polícia acaba de prender assassino de Bruno Rafael

Foi preso na tarde desta quarta-feira André Lucas Santos Costa, acusado de ter matado o jovem Bruno Rafael no dia 24 junho, conjunto Sítio Natureza. O acusado passou quase um mês foragido e foi encontrado hoje na cidade de Santa Inês. 

O assassino estava morando de favor na casa de Bruno e o matou lá mesmo, após a comemoração do aniversário da namorada da vítima. O corpo de Bruno foi encontrado debaixo da caixa d’água de sua casa. Segundo o laudo do IML, a vítima foi asfixiada até a morte.

” Deus nos deu uma grande vitória, depois de nossa luta incansável cobrando da polícia”, disse a tia da vítima, jornalista e colunista social Wilma França, após agradecer o empenho do secretário de Segurança, Jefferson Portela, e do delegado Geral, Leonardo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Empresários de Goiás são presos suspeitos de sonegar R$ 93 milhões no Piauí

Por Cidade Verde

Dois grandes atacadistas do Centro-Oeste do país, foram presos na noite da última quarta-feira(10), por policiais do Piauí, na cidade de Anápolis-GO, onde moram. João Batista Victor e Maurício Miguel são suspeitos de sonegar impostos ao Piauí, além de falsidade ideológica e organização criminosa. O rombo seria de mais de R$ 90 milhões nos últimos dez anos.

O delegado João José, titular delegacia especializada em Crimes Contra a Ordem Tributária, foi o responsável pela investigação e prisão dos empresários, juntamente como o delegado Josimar Brito, que são ligados à empresa Pérola, com atuação no estado do Goiás, que tem faturamento estimado em mais de R$ 1 bilhão.

As investigações começaram em 2017, com a prisão de várias pessoas, incluindo uma família de Campo Maior, apontada como responsável pela criação de dezenas de empresas de fachada. A dupla presa, esta semana, venderia mercadorias para as empresas fantasmas no Piauí. Ao todo, 19 pessoas foram indiciadas.

“Essas empresas eram criadas por falsários aqui no Piauí da família Amisterdan de Campo Maior. Eles criavam as empresas e ofereciam para os empresários efetuarem compras em Anápolis, por sua vez a empresa passou a ter conhecimento desse esquema, mas ficou na dela, porque estava vendendo, não estava tendo prejuízo, apenas quem estava tendo prejuízo era o Piauí, porque as empresas eram usadas como fantasma, como laranjas, e a empresa verdadeira ficava sem pagar, porque nem a mercadoria vinha para o Piauí e muito menos se pagava imposto”, informou o delegado J.J.

Ele disse que o pedido de prisão dos empresários foi aceito pela Justiça e durante o cumprimento dos mandados foram feitas também busca e apreensão dos celulares dos suspeitos.

O ministério público já pediu o bloqueio de pelo menos R$ 17 milhões, já que a maior parte dos crimes têm mais de cinco anos e já estão prescritos.

Os dois empresários foram transferidos para Teresina, onde estão presos na Polinter e devem ser ouvidos na próxima segunda-feira(15). O delegado informou que as outras 17 pessoas já foram todas ouvidas e que o promotor Plínio Fontes pode solicitar o bloqueio de mais recursos.

“Mais da metade dos R$ 93 milhões já estão prescritos, inicialmente o promotor pediu este bloqueio, mas isso não significa que o valor não possa aumentar”, destacou João José.

A operação Anápolis 2, teve a primeira fase deflagrada há quatro meses, quando a Decoterc prendeu dois vendedores da empresa e obteve por meio de delação premiada, informações relevantes que desencadearam uma nova fase da investigação.

A reportagem do Cidadeverde.com tentou contato com o grupo Pérola que não atendeu aos telefones indicados no site da empresa e não retornou nossa solicitação por e-mail.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Carolina cresce e já tem até fábrica de armas de fogo… clandestina

A Operação Jagunço, que uniu policiais civil e militar de Carolina (MA) e do Tocantins, desbaratou na quinta-feira, dia 11, uma fábrica clandestina de armas na cidade maranhense. Apreenderam o maior número de armas que eram comercializadas no Tocantins.

No povoado Helenópolis, em Carolina, foram presos os donos das armas. São eles: Jovenilson da Silva Torres, Irinelton Andrade da Silva, Jorge dos Santos Rodrigues, Antônio da Anunciação e a mulher Maria de Jesus dos Santos Rodrigues, que vendiam as armas para pessoas em Carolina e mais duas cidades do Tocantins.

Além de caixas de munições, 25 armas foram apreendidas e caixas de chumbos para recarga de cartucho.  Os presos levados para a delegacia de Carolina

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Após discussão em festa no interior, homem mata ex-mulher que estava grávida

A vítima, Raimunda Pereira Barbosa foi, ainda chegou a ser levada às pressas para o Hospital Municipal de Anapurus, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Testemunhas informaram que o homem vinha tentando reatar o relacionamento, com o que não concordava a ex-companheira. O assassino tratou de fugir da cidade e tomou rumo ignorado.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Operação em Pinheiro prende doze pessoas, apreende drogas e armas de fogo

No alvorecer desta sexta-feira (05), a Polícia Civil (5ª Delegacia Regional de Pinheiro) em conjunto com a Polícia Militar (10º BPM) deflagraram a Operação Alvorada, na cidade de Pinheiro, com o objetivo de dar cumprimento a 18 (dezoito) mandados de busca e apreensão em locais de comercialização de drogas ilícitas.

Doze pessoas foram presas pelo cometimento, respectivo, dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo.

Foram apreendidas duas armas de fogo (um revólver calibre .38 com cinco munições intactas e uma pistola calibre .635); 24 celulares, 2 tablets; diversos papelotes de drogas prontos para a comercialização (totalizando: 105 g de cocaína, 60 g de crack e 180 g de maconha); R$ 4.983 (quatro mil, novecentos e oitenta e três reais), além de materiais destinados à embalagem e consumo de drogas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Othelino Neto recebe a visita dos deputados federais Alessandro Molon e Bira do Pindaré

Na tarde desta segunda-feira, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu a visita dos deputados federais Alessandro Molon (PSB), líder da oposição na Câmara dos Deputados, e Bira do Pindaré, vice-líder do PSB. 

O encontro foi acompanhado pelos deputados estaduais Vinícius Louro (PL) e Paulo Neto (DEM), bem como por Silvio Bembem, professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), e Anthony Dantas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Celulose e Papel do Sul do Maranhão (Sindcelma).

Alessandro Molon e Bira do Pindaré vieram a São Luís para participar, como palestrantes, da 12ª edição do evento “Diálogos Insurgentes: Educação, Previdência e os Caminhos para o Brasil”, que acontece na noite de hoje, no Teatro Alcione Nazaré, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho (Praia Grande).

A conversa entre Othelino Neto e os dois deputados federais girou, principalmente, em torno da Reforma da Previdência. “É uma honra receber a visita do deputado Alessandro Molon, acompanhado do estimado deputado Bira do Pindaré. Ambos desenvolvem um importante trabalho na Câmara do Deputados, fazendo oposição ao Governo Federal e defendendo bandeiras importantes para o Brasil, o Nordeste e o Maranhão”, disse.

O presidente disse ainda que a Reforma da Previdência é necessária, mas não nos moldes propostos. “De acordo com o que está sendo apresentado, a Previdência Social será destruída e não reformada. Nesse sentido, as bancadas do PSB, PCdoB, PT, PDT e demais partidos de oposição, estão juntas para tentar impedir seu desmonte, com graves prejuízos à população”.

Alessandro Molon enfatizou ser necessário ajustar regras às novas características da população brasileira. No entanto, conforme ele, a proposta de Reforma da Previdência é cruel para com quem trabalha mais e ganha menos.

“Ela sacrificará, sobretudo, os trabalhadores mais sofridos e as classes médias brasileiras. Por isso, não apoiamos esta proposta, embora estejamos abertos a discutir alguma saída para a Previdência Social brasileira”, enfatizou o deputado, que recebeu das mãos de Othelino Neto, um exemplar do livro “Natural do Maranhão”, obra de documentação fotográfica do Maranhão realizada por Christian Knepper, fotógrafo alemão radicado no Brasil, além de uma caneta.

Bira do Pindaré lembrou que, enquanto líder da oposição, Alexandro Molon tem sido figura central em toda a articulação no Congresso Nacional, sobretudo em temas como a Reforma da Previdência, em fase conclusiva na Comissão Especial.

“Infelizmente, o projeto que está na Câmara Federal é extremamente prejudicial ao povo trabalhador, sobretudo para os mais pobres. É preciso que haja ajustamentos, para que se construa uma maioria no Congresso Nacional e a Reforma da Previdência possa ser aprovada de alguma maneira. Mas do jeito que está, com as perversidades verificadas, é impossível. Estamos felizes pelo trabalho de Alessandro Molon e de toda a bancada do PSB, da oposição, nessa resistência democrática, construindo um caminho alternativo para o Brasil”, disse.

Tempo de contribuição

Entre os pontos polêmicos da Reforma da Previdência, Bira do Pindaré destacou o tempo de contribuição. “Querem aumentar de 15 para 20, mas nós entendemos que é preciso manter nos 15, que é a contribuição mínima para o trabalhador se aposentar. É preciso, também, manter a fórmula de cálculo, pois querem modificá-la para reduzir o valor de benefício. Nós discordamos dessa diminuição da renda do trabalhador”, exemplificou.

Bira citou ainda que é preciso uma transição mais adequada tanto no regime geral quanto no próprio. “Eles querem um pedágio de 100%, e isto significa que a pessoa que está com cinco anos para se aposentar terá de trabalhar mais cinco. Esses ajustes precisam ser feitos para que possamos preservar o mínimo de dignidade ao povo e preservar o direito de se aposentar, pois a proposta ora apresentada é a proposta para o povo não se aposentar e isso não é correto”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Agência do Bradesco é atacada por bandidos durante a madrugada

Um grupo fortemente armado, utilizando várias motos e dois carros, atacou na madrugada deste terça-feira a agência do Bradesco em Nova Olinda. Antes, porém, atiraram contra os policiais e tomaram de assalto um caminhão para bloquear a rodovia e espalharam na pista miguelitos (pregos) que acabaram furando os pneus de uma viatura. O valor levado durante a explosão do caixa eletrônico não foi revelada.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ladrão foi roubar laboratório e dormiu no telhado no Maranhão

Foram poucos a acreditar na cena inusitada: um homem dormindo no telhado de uma casa onde funciona um Laboratório e Análise Clínica, na cidade de Guimarães, no Maranhão. Na verdade, era um ladrão que pretendia roubar o estabelecimento e acabou dormindo na parte de cima.

Os curiosos chamaram a polícia. Com a ajuda dos militares, o homem desceu e foi recolhido para uma cela onde dormiu um pouco mais em função do estado de embriaguez alcoólica.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Delegado embriagado é acusado de atirar na cabeça de motorista de ex-prefeita no Maranhão

O delegado Daniel, de São Luiz Gonzaga, foi acusado de atirar na cabeça de Clóvis (foto abaixo), motorista da ex-prefeita Maria José Carvalho. A autoridade policial estava embriagado e acompanhado de uma capanga do prefeito daquele cidade, o Dr. Júnior. Consta ainda contra o delegado acusações de puxar a arma para o colega delegado de Bacabal. 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.