Urgente! Polícia prende o terceiro que participou do assassinato do delegado da Polícia Federal

Policiais prenderam por volta das 21h30, no residencial Amendoeira, no Maracanã, o elemento Davi Costa Martins, vulgo “Olhão”, acusado de ter participado do assassinato do delegado da Polícia Federal, David Farias Aragão. O DPF foi morto no último sábado, dia 05, em uma casa de praia, quando comemorava o aniversário da filha de cinco anos. A polícia, com a prisão deste último, já elucidou o caso e levou para a prisão Wanderson Baldez, 20 anos, e apreendeu Leandro Araujo, 17 anos, que foi encaminhado para uma unidade de proteção ao menor infrator. 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policial é atacado por bandidos, mas se protege e mata um bandido na Ponta do Farol; confira no vídeo

Um policial civil estava pilotando sua moto ontem à noite  quando dois bandidos armados tentaram cercá-lo em outra moto, mas ele foi ligeiro, se jogou do veículo e se protegeu por detrás de um carro, já acertando um dos assaltantes. O fato, segundo informações de policiais ao blog, teria acontecido na Ponta do Farol; confira:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Dois assassinos do delegado da Polícia Federal já estão presos; o terceiro permanece foragido

Wanderson Morais Baldez (foto abaixo à direita), 20 anos, e Davi Costa Martins (foto abaixo à esquerda),  que mataram o delegado da PF, David Farias Aragão, 36 anos, durante assalto a uma casa da família da autoridade policial na Praia do Meio, no Araçagy, tiveram prisão preventiva decretada e permanecem presos. Um terceiro elemento, conhecido por Leandro, continua foragido. Os três são da região da Vila Luizão.

De acordo com informações da polícia, o delegado comemorava o aniversário da filha de 5 anos, quando os bandidos conseguiram entrar na casa para assaltar. Houve reação de David Aragão, mas os assaltantes dominaram o delegado, que foi morto por facadas e tiros com a própria arma dele.

Os bandidos fugiram após o latrocínio, mas o primeiro foi preso quando se encontrava fazendo curativos no braço, onde teria sido baleado durante o assalto, que resultou na morte do policial. Wanderson foi preso na UPA do Araçagy e estava sob prisão condicional e era pra usar tornozeleira eletrônica. Hoje, a polícia informou a prisão de Davi Martins.

Excelente profissional, o delegado tinha 36 anos e era especialista nas investigações contra crimes fazendários e cibernéticos. Casado, deixa viúva e duas filhas menores. Era de família de médicos conceituados no Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Recompensa: R$ 1 mil para quem indicar o paradeiro do homem que assassinou professora

Familiar da professora Neurivânia Barbosa dos Santos, assassinada na madrugada de ontem pelo ex-marido (foto abaixo), Edvan Carneiro Macedo, 43 anos, oferece recompensa no valor de R$ 1 mil para quem indicar o paradeiro do criminoso, fornecendo a informação pelo disque 190. A professora foi assassinada na frente dos filhos do casal ( um de 08 anos e outras de 14 anos), na cidade de Formosa da Serra Negra, no Maranhão. 

Edvan estava separado uns 11 meses de Neurivânia (foto abaixo) e insistindo sempre para que a ex-companheira aceitasse reatar a relação, o que ela não concordava. A professora chegou a registrar três ocorrências contra o ex-marido por causa dos ciúmes agressivos dele.

O ato crimino foi uma surpresa para familiares e vizinhos, uma vez que o ex-companheiro nunca foi violento com a professora.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policial do Choque interrompe assalto no área do Altos do Calhau e prende bandido

Polícia é polícia 24h por dia. E assim várias ações criminosas são abortadas e vidas salvas por policiais em momentos de folga. Ontem, pela manhã, um bandido que toca o terror na área do Altos do Calhau, notadamente nos condomínios Brisa e Jardins, estava realizando um assalto a uma senhora cedo da manhã. O subtenente Alemida, do Batalhão do Choque, passava pelo local e agiu com rapidez e eficiência, interrompendo a ação criminosa e prendendo o meliante.

Do alto de seus apartamentos, populares bateram palmas e elogiaram a bravura do militar, que mesmo sem o uso da farda, usou da coragem para evitar o assalto ou, quem sabe, até mesmo uma ação mais violenta do bandido que estava em uma moto.

O meliante foi reconhecido por outros policiais que chegaram depois como velho na prática de assaltos naquela região, inclusive com passagens por delegacias. Confira abaixo a ação do militar:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policiais atiraram contra carro dirigido por sequestrador e primeira dama foi ao desespero

Não resta a menor dúvida de que a operação de resgate da primeira dama de Buriticupu, Betel Gomes, e da professora Raimunda, sequestradas ontem à tarde, foi exitosa. Mas as duas foram ao desespero quando policiais trocaram tiros com o sequestrador (foto abaixo) e uma das balas acertou o para-brisa traseiro. “Elas ficaram em pânico”, contou a assessora da primeira dama. 

Os três sequestradores não saíram do carro nem quando ligaram para familiares de Betel tentando negociar o resgate no valor de R$ 50 mil. Quando foram avistados, em um bairro da cidade de Açailândia, dois empreenderam fuga e apenas o cabeça Dhones Rodrigues Silva ficou dentro do carro com as sequestradas. Um tiro acertou o pneu do carro, que se desgovernou e bateu numa calçado, momento em que os policiais aproveitarem a prenderam o sequestrador.

Ele é filho do casal de caseiros que trabalhava na chácara do prefeito de Buriticupu. Dhone morava em Uberlândia, em Minas, quando veio morar com os pais. Ele planejou todo o sequestro.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Organização criminosa desviou mais de R$ 800 mil da saúde pública do Maranhão

Numa operação realizada hoje cedo da manhã pela Polícia Civil, uma organização criminosa comandada por João Victor foi desbaratada e contava com a participação de cinco pessoas, dentre elas a mãe do chefe da Orcrim, a namorada Larissa e mais dois amigos. Eles foram responsáveis pelo desvio de mais de R$ 800 mil, conforme a OSCIP que foi vítima do bando e denunciaram tudo para a polícia, colaborando com as investigações, como afirmou o delegado do caso. 

Com o dinheiro desviado do pagamento de funcionários de hospitais, João Victor comprou carros de luxo e passou a mostrar nas redes sociais uma vida de ostentação. A Polícia localizou na conta de um membro da Orcrim a quantia de R$ 382 mil e outra parte foi usada para criar uma empresa de venda e revenda de cosméticos para disfarçar o rombo deixado pelos funcionários da OSCIP.

Ainda assim, o pagamento dos servidores dos hospitais controlados não foi afetado. A polícia fez hoje no casa dos envolvidos operação de busca e apreensão.  Aguardem novas informações.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia estoura cativeiro, prende sequestrador, liberta primeira dama e professora no Maranhão

Chegou ao fim nesta madrugada de hoje (03/05) o sequestro da primeira dama do município de Buriticupu, Betel Gomes (na foto abaixo com o marido prefeito),  e da professora Raimunda, que foram sequestradas ontem no período da tarde pelo filho do caseiro da chácara  do prefeito Zé Gomes. Elas foram localizadas em um cativeiro na cidade de Açailândia, mas dois comparsas conseguiram fugir do cerco policial e estão sendo procurados. Eles queriam R$ 50 mil pela liberação das duas mulheres.  

Desde que o sequestro foi confirmado pelo prefeito por volta das 16h de ontem que a policia iniciou a operação para localizar o cativeiro onde estavam as sequestradas. Com a ajuda de mais dois comparsas, Dhones Rodrigues Silva, filho dos caseiros e que também passou a trabalhar na chácara dos Gomes desde o ano passado quando veio foragido de Minas Gerais por crime e aqui no Maranhão e ninguém sabia.

Ele trancou os pais em um quarto da chácara e se apossou de dois revólveres e uma espingarda, além do carro da primeira dama, um gol branco. Rumou com as duas mulheres, Betel e Raimunda para Açailândia, onde ainda chegou a fazer um saque da conta da esposa do prefeito, no caixa eletrônico. Ela teria sido reconhecida por uma pessoa que sabia do sequestro e informou para a polícia.

O tenente-coronel Nelson, que auxiliou a operação, informou que a partir de então começaram a fazer o monitoramento das sequestradas. Conforme informado aqui pelo Blog do Luis Cardoso, o sequestrador chegou a conversar com um familiar de Betel Gomes e foi localizado. Ele estava pedindo a quantia de R$ 50 mil para libertar as duas mulheres.

Durante o cerco policial, dois ainda fugiram, mas Dhones foi preso com as armas e o carro no cativeiro, uma residência em Açailândia. Devido ao estado emocional, a primeira dama e a professora foram levadas para um hospital e depois liberadas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Filho do caseiro, que morava no Rio de Janeiro, trancou o pai e mãe na chácara e sequestrou a primeira dama

O filho de caseiro que trabalha numa chácara para o casal Zé Gomes e Betel Gomes, morava no Rio de Janeiro, e veio para maranhão residir com os pais, na cidade de Buriticupu. Hoje, ele trancou os pais em um quarto, se apossou das armas que estavam na chácara e sequestrou a primeira dama, que é pré-candidata a deputada estadual.   

A esposa do prefeito Zé Gomes, até agora às 19h26, não havia aparecido. A polícia encontra-se na busca do sequestrador, que contou com a ajuda de dois comparsas.

Aguardem novas informações.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Filho de caseiro figura como principal suspeito de sequestrar esposa de prefeito no Maranhão

O sequestro da primeira dama de Buriticupu, Betel Gomes, aconteceu hoje no período da tarde. O filho do caseiro da família começou a ser apontado pela polícia como o principal suspeito. Ele permanece foragido e a esposa do prefeito Zé Gomes, ainda continua desaparecida. Ela é pré-candidata a deputada estadual pelo PRTB. 

O sequestro, segundo desconfia a polícia, teria sido tramado pelo filho do caseiro, que também é funcionária da família do prefeito, numa chácara. Ele teria contado com a participação de mais dois comparsas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Perseguido por comunistas, delegado que foi secretário de Roseana se afasta para tratamento psicológico

Do Blog Daniel Matos

O delegado Marcos Affonso Júnior, lotado nos últimos anos na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), afastou-se das funções por três meses para tratamento psicológico. Ex-secretário de Segurança Pública na gestão da ex-governadora Roseana Sarney, Affonso vinha amargando uma série de dificuldades em sua rotina de serviços, como excesso de trabalho e falta de recursos materiais e humanos para realizar com êxito as investigações policiais.

Perseguição implacável: delegado Marcos Affonso não suportou carga excessiva de stress

A versão que corre nos bastidores da Polícia Civil é a de que a licença solicitada pelo delegado foi motivada pela perseguição que ele vinha sofrendo por ter feito parte do governo anterior. Marcos Affonso afastou-se do trabalho no início de abril. Abalado psicologicamente, o ex-scretário disse que precisa de um tempo para colocar a cabeça no lugar, pois sentia-se muito pressionado.

O caso é parecido com o de outro delegado, Sebastião Uchoa, que também foi secretário na gestão de Roseana, na pasta da Justiça e Administração Penitenciária, e é alvo da hostilidade comunista desde o primeiro dia de mandato de Flávio Dino. Persona non grata pelos governistas de agora, ele não poupa críticas à atual gestão da segurança pública, o que já lhe rendeu sucessivas retaliações.

O aumento da pressão sobre servidores do Estado que tiveram vínculo com a gestão anterior coincide com a aproximação da campanha eleitoral. A perseguição, certamente, faz parte da estratégia dos comunistas de intimidar funcionários públicos protegidos pela estabilidade funcional e que por isso não podem ser demitidos.

Diante do impedimento legal de exonerar os desafetos, resta aos comunistas oprimi-los, por meio do assédio moral, precarização das condições de trabalho e outros abusos, com  o único propósito de isolá-los e neutralizá-los, abrindo mão de competências e experiências profissionais que poderiam ser benéficas ao Estado e à sociedade.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.