Estudante instala câmera em banheiro feminino no Florence e registra várias imagens

 Desde ontem que uma confusão se formou no Instituto Florence Superior, localizado na rua Rio Branco, em São Luís. Ocorre que um estudante do curso de Odontologia, mais conhecido por Danielzinho, instalou uma câmera escondida no banheiro feminino e registrou cenas das universitárias trocando de roupa ou mesmo fazendo necessidades fisiológicas.

Uma das universitárias desconfiou da presença do aparelho e o caso foi parar na supervisão da faculdade. Conforme informações ao Blog Maranhão de Verdade, o aluno teria ido acompanhado do pai e de advogados para a exclusão da memória do celular toda as imagens íntimas, mas não é seguro afirmar que ele não tenha compartilhado com outros amigos.

O Florence ainda não se manifestou a respeito, mas existem informações de que até algumas professoras também teriam sido registradas pelo aparelho.

Duas universitárias ficaram chocadas com a ousadia do aluno e gravaram o áudio abaixo:

.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime monstruoso no interior do Maranhão: irmãos estupram anciã com deficiência visual

Na cidade de Timbiras, interior do Maranhão, ainda reina o clima de revolta. Dois irmãos, Fabio Sousa Silva e Francinaldo de Sousa e Silva (foto abaixo) estupraram uma idosa de 74 anos que possui problemas visuais. Os dois foram presos e confessaram o crime.

O companheiro da idosa havia saído de casa, no povoado Chapéu, na zona rural de Timbiras. Os dois irmãos entraram na casa enquanto a anciã dormia numa rede. Eles cortaram os punhos e a rede caiu junto com a idosa.

Usando extrema violência, amarraram a senhora e colocaram um pano para tapar a boca e abusaram sexualmente a vítima. Os dois monstros foram presos e transferidos para um presídio em Codó por causa da revolta da população.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pai é preso e liberado por estupro não comprovado contra filha no Maranhão

Em Peritoró, o técnico em refrigeração João Tiago de Sousa (foto abaixo), também vigia noturno naquela cidade,  foi acusado pela própria filha de 16 anos de dopá-la e ter cometido o estupro. E mais: a filha disse ainda que tentou o suicídio depois do acontecido. Recolhido a uma cela na delegacia local, foi solto depois que ficou comprovado a inexistência do ato. 

Esta não foi a primeira vez que a adolescente faz acusações contra o próprio pai. A desavença entre os dois vem desde Roraima, quando o pai ganhou na Justiça a guarda da filha e a mãe dela, que era viciada em drogas, morreu.

A filha, que usa droga, é acusada pelo pai e madrasta de fazer a casa onde moram de bordel, levando rapazes para a prática sexual. Lá também residem duas meninas, uma de 9 anos, e outra de 12 anos. Por isso, dois dias antes das acusações da adolescente, decidiram que ela não moraria mais na casa deles.

Foi o suficiente para a menor inventar a monstruosidade. Depois da injustiça, o trabalhador voltou à rotina normal e foi apoiado pela esposa que não acreditou na versão contada pela adolescente. E lamenta ter ficado preso por um crime que ele não cometeu.

O Blog do Luis Cardoso, a exemplo de vários outros e de redes sociais, divulgou a prisão, mas decidiu retirar do ar assim que a verdade foi restabelecida.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policial mata cachorro na frente de criança em São Luís e é afastado da PM

O triste fato aconteceu na noite de ontem e deixou revoltados moradores do bairro da Aurora, aqui na capital. O soldado Jonilson Soares Rodrigues atirou no cão por volta das 22h quando passava de moto e o animal brincava com uma criança na porta de casa.

Levado a uma clínica veterinária, no São Cristovão, não havia cirurgião, e encaminhado por uma ONG a Clínica Saraiva, na Cohama, o veterinário conteve a hemorragia, bateu raio-X e pode constatar que a bala atingiu artérias do animal.

Logo no início da manhã de hoje, o cãozinho de nome Maylon sofreu hemorragia interna e não resistiu. Desde ontem (24) que pessoas protetoras de animais, a exemplo da ativista Karina Léda, lançaram campanha em favor do cachorro e pedindo que o atirador fosse punido.

Hoje (25), após várias denuncias, o policial militar foi identificado e afastado das funções até que seja concluído o inquérito.

Advogados e até promotores compraram abriga e levaram a questão para a Corregedoria da Polícia Militar, levando em conta que o PM estava sem farda e portanto revólver, além de ter colocado em perigo a vida de outras pessoas, principalmente de uma criança de dez anos.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que foi aberta sindicância e que não admite tal conduta do militar de violar a integridade física de animais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Agora lascou: Sarney se revolta contra os gaiolões, mas esquece que a filha é mãe de vários deles

O senador José Sarney escreveu no seu jornal O Estado do Maranhão  pesadas críticas contra o uso das celas medievais nos dias de hoje no Maranhão, conhecidas como “Gaiolões”,  jaulas humanas a céu aberto, sem banheiro, água, que abriga detentos provisórios. O ex-presidente da República tem razão no que criticou, mas esqueceram de avisar a ele que algumas das celas foram inauguradas no governo de sua filha, Roseana Sarney, e outras heranças do ex-governador Jackson Lago (falecido).

O Maranhão sabe ou ficou careca de saber da visão critica que o Blog do Luis Cardoso tem do governo comunista de Flávio Dino. Mas nem por isso vai mirar apenas no atual plantonista do Palácio dos Leões a responsabilidade das jaulas que envergonharam e ainda envergonham o Maranhão.

O Gaiolão não é um modelo novo em nosso Estado. Algumas celas medievais foram encontradas e mantidas por Roseana Sarney e outras até inauguradas por ela, como dito acima. Agora no período pré-eleitoral, a ex-governadora ficou calada e o pai se aproveitou para pegar carona no bonde de forma errada. A de Barra do Corda nasceu na era Jackson Lago para servir como banho de sol.

Sarney diz que “desceu sobre o nosso Estado uma vergonha nacional. A visão que foi projetada foi cruel. E ninguém acreditava que, no Brasil, pudéssemos ter uma reminiscência das formas de tortura da Idade Média”, ao querer eleitoralmente jogar a culpa em um e tirando da reta os outros.

Não tenho procuração para defender Flávio Dino e, talvez, o defenda depois que longe ele estiver do Palácio dos Leões, como tenho criticado detentores de poder e depois os amparados quando estão em desgraça.

O erro do atual governante é querer copiar ou deixar permanecer vigente os equívocos da gestão passada. Imita administrativa e politicamente, em vários aspectos, deixando a população decepcionada esperando um novo estilo.

Sarney, espertamente, aproveita o momento em que o Maranhão foi para a exposição da mídia nacional e caminhava para os holofotes da mídia internacional, a partir de medidas que seriam tomadas pela ONU e outros segmentos voltados para a defesa dos direitos humanos no planeta.

A filha ficou calada por saber da sua contribuição ao projeto dos gailões. Flávio Dino, enquanto candidato a governador explorou exaustivamente os tristes episódios da carnificina e das degolas no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Uma luta justa pelo fim da violência e império de facções criminosas no sistema carcerário, embora com toques e retoques eleitorais.

“O homem, através dos tempos, chegou a um momento em que a insensibilidade tomou conta dos corações. Mas ninguém deixou de pungir-se com a cena do gaiolão de Barra do Corda, em que Francisco Lima e Silva, exposto a essas condições tão desumanas, só teve o alívio da morte”, diz Sarney no seu artigo.

E lembra que o “Ministério Público e a Defensoria daquele Município, desde o mês de maio, pediam que a monstruosidade fosse interditada”. Lamentável que os dois órgãos não tenham olhado que a cela desumana estivesse ali tem vários anos.

Diz Sarney que “o Governo do Estado lavou as mãos, e agora, diante da tragédia, diz que a culpa não é dele, mas de seus adversários. Essa fuga já não existe mais, pois, há três anos, estamos mergulhados nessa insensibilidade, que chegou ao máximo com o de que agora o país toma conhecimento”. E lavou mesmo, mas Sarney, malandramente, esqueceu da participação da filha no que viria ser mais tarde um lamentável episódio.

Lendo o artigo de Sarney e seus reais objetivos, recordo das palavras de um antigo comerciante do João Paulo, meu bairro de infância e adolescência, quando alguém tentava apagar com a borracha os valores das contas em seu precioso caderno: “o mal do esperto é pensar que somos todos otários”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Acusado de estuprar paciente dentro de consultório, médico é preso no Maranhão

O cardiologista Claumir Barros  Simões foi acusado de estuprar uma paciente em um posto de Saúde no bairro Três Poderes, na cidade de Imperatriz. Ele teve prisão decretada quando prestava depoimento sobre o estupro cometido  em julho deste. 

A vítima do estupro tem cerca de 40 anos que relatou o caso ao Ministério Público. A promotora Raquel Chaves, que acompanhou o caso diz que as provas são desfavoráveis aos médico. Ele negou pela segunda vez o envolvimento. A mulher é uma paciente de aproximadamente 40 anos. Os detalhes do crime não foram revelados, pois o processo segue em segredo de Justiça. Mas para a promotora de Justiça, Raquel Chaves, não há dúvidas quanto a autoria do crime praticado pelo médico.

Claumir Simões, que foi ouvido pela segunda vez nesta sexta-feira, nega o envolvimento. Ele foi levado para ao IML  depois encaminhado para o presídio de Davinópolis.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Fotógrafo, músico, e agente penitenciário são presos por exploração sexual a crianças no Maranhão

A Operação “Luz na Infância”, deflagrada hoje em 24 estados do país e resultando em 90 prisões, entre preventivas, temporárias, e coercitivas, alcançou no Maranhão um fotógrafo, um músico, e um agente penitenciário terceirizado nas cidades de São Luís, Paço do Lumiar, e Rosário. Um deles foi considerado pela polícia como o maior pedófilo do Brasil.  Levada a efeito no Maranhão pela Seic, os policiais ficaram perplexos com o volume armazenado nos equipamento apreendidos dos maranhenses, entre fotos e vídeos com crianças sendo usadas para exploração sexual.

Oziel Frankilin Estrela e Alessandro Saraiva Gomes foram presos pela Polícia Civil em São Luís. (Foto: TV Mirante)

Em São Luís, no bairro Santa Cruz, foi preso o músico Oziel Franklin Estrela Gomes, e o agente penitenciário temporário Alessandro Saraiva Soeiro, foi localizado no Maiobão, em Paço do Lumiar (fotos acima e embaixo) Já o fotografo José Carlos Mesquita estava em Rosário quando foi preso.

Fotografo José Carlos Mesquita Oliveira foi preso em Rosário (MA). (Foto: TV Mirante) 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policial que matou servidor do Ibama na Litorânea é afastado das funções

O policial que alega ter assassinado o funcionário do Ibama em São Luís, Ademar Moreira Gonçalves (corpo abaixo), 36 anos, no último sábado, na avenida Litorânea, foi afastado ontem das funções que exercia na Superintendência Estadual de Investigações Criminais -Seic. A família da vítima, que veio do Tocantins, exige justiça e quer ao menos que a Secretaria de Segurança Pública divulgue o nome do policial.

O anônimo disse que no  dia do crime foi informado que um homem estava roubando seu carro, estacionado próximo de um bar na Litorânea. E que ao se deslocar até ao local viu o carro saindo e que deu o tiro fatal por engano, mas não explicou as razões de não ter prestado socorro ou, ao menos, identificado as placas.

No bar em que estava, populares informaram que o agente se fazia acompanhar de mais outros policiais que teriam lhe dado proteção. O ainda desconhecido se apresentou ontem e como estava fora do flagrante, responderá o crime em liberdade.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Filho acusado de torturar a mãe idosa é condenado a 10 anos de prisão

O bacharel em Direito, Roberto Elísio Coutinho de Freitas, foi condenado a 10 anos de reclusão pela prática de crimes contra a própria mãe, uma professora universitária aposentada, de 84 anos e doente de Alzheimer. Ele também terá que pagar R$ 2 milhões como efeito da condenação pelos danos causados à vítima. A decisão é da juíza titular da 8ª Vara Criminal de São Luís, Oriana Gomes, na ação penal proposta pelo promotor de Justiça José Augusto Cutrim.

A pena deverá ser cumprida em regime fechado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde o acusado já está preso provisoriamente desde maio deste ano.

Roberto Elísio Coutinho foi condenado pelos crimes de tortura, apropriação indébita e por retardar ou dificultar a assistência à saúde da vítima. Em todos eles, a juíza aumentou a pena por se tratar de crime de tortura contra idoso e pela continuidade delitiva. Na sentença de 56 laudas, a magistrada também determinou que o acusado pague o equivalente a 200 dias-multa (um trigésimo do salário mínimo) em relação a cada um dos crimes de apropriação indébita e por deixar a idosa sem assistência médica.

A juíza não aceitou as preliminares da defesa de inimputabilidade do réu (alcoolismo e esquizofrenia) e atipicidade, e também discordou do laudo pericial apresentado pelo denunciado, de que o réu antes de ser preso deveria ser internado em clínica particular por 90 dias. Na decisão, a magistrada determinou que a pena seja cumprida no local próprio para pessoas que detêm o curso superior e que seja dada a Roberto Elísio Coutinho a oportunidade de fazer o tratamento que ele alega precisar, permitindo-lhe o acesso aos médicos e outros profissionais que necessitar, na própria Penitenciária. Da decisão judicial cabe recurso no prazo de cinco dias.

ENTENDA O CASO – Conforme consta na denúncia, no dia 23 de maio de 2017, o filho do acusado e neto da vítima registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Proteção ao Idoso, acusando o denunciado de agredir fisica e psicologicamente a vítima, prevalecendo-se do estado senil dela.

Consta nos autos também que desde o início de janeiro deste ano foram gravadas pela então companheira de Roberto Elísio Coutinho, no total de 11 vídeos, imagens mostrando o acusado torturando a própria mãe, submetendo-a a castigos com emprego de violência e grave ameaça, de modo a lhe causar intenso sofrimento físico e mental, com xingamentos e palavras de baixo calão, além de tapas, empurrões puxões de braços e com auxílio de instrumentos contundentes, conforme laudo de lesão corporal, atestando a ofensa à integridade física e à saúde da vítima. Os vídeos foram enviados ao neto da vítima.

De acordo com o denunciante, desde 1999 o agressor, aproveitando-se da confiança, depois do estado de saúde fragilizado da mãe, durante anos, expôs a integridade física e psíquica da vítima, submetendo-a a condições desumanas e degradantes, ao privá-la de cuidados fundamentais. Informou, ainda, que somente em agosto de 2015, a idosa foi diagnosticada portadora de Alzheimer, porque o filho não “aceitava a doença da mãe”. Segundo a denúncia, “na frente de outras pessoas, o denunciado fazia-se carinhoso com a vítima, contudo, no interior da residência agredia facilmente a idosa”.
Ainda de acordo com os autos, Roberto Elísio, sob o pretexto de que cuidava da mãe, não trabalhava, passava o dia em casa consumindo bebida alcoolica, além de explorar a idosa financeiramente, conforme mostram os extratos bancários anexados ao processo. Ele também fazia empréstimos em nome da vítima e deixou de pagar o plano de saúde dela desde janeiro de 2017. Constam nos autos documentos comprovando que o denunciado apropriou-se indevidamente de muito dinheiro da mãe dele.

No dia 26 de maio de 2017 a juíza Oriana Gomes decretou a prisão preventiva de acusado e determinou medidas protetivas em benefício da vitima. No dia 12 de junho a 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Idoso de São Luís denunciou Roberto Elísio Coutinho de Freitas pelos crimes de tortura qualificada, maus tratos físicos e psíquicos, retardar ou dificultar a assistência à saúde de pessoa idosa e apropriação indevida de rendimentos e bens de pessoa idosa, sendo a prisão mantida pela magistrada. No dia 08 de agosto foi realizada a audiência de instrução e julgamento em que foram ouvidas as testemunhas e o acusado.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Em São Luís, homem invade casa de ex-mulher, joga álcool no corpo da vitima, e toca fogo

Apesar das medidas protetivas que impediam um ex-companheiro de se aproximar da sua ex-mulher, Yasmim, de 24 anos, por conta de inúmeros casos de violência praticados contra ela, ontem o homem decidiu mostrar que a lei quem faz aqui é ele,  na capital. Invadiu o local onde ela mora, jogou álcool no corpo da ex-companheira, em alguns móveis, e jogou fogo.

O fato aconteceu na Cidade Operária, onde o valentão, conhecido por Nemoel, já morou com a ex-mulher e queria continuar mandando. Ela havia acabado de chegar de uma festa. Depois de olhar as labaredas tomando conta do pequeno imóvel (uma quitinete), ele ainda fechou a porta por fora.

Socorrida por vizinhos e pela mãe que estava com o filho dela, Yasmim foi conduzida às pressa para o Socorrão II, onde permanece em estado grave.

Enquanto isso, o homem tratou de fugir para lugar incerto e ainda não foi localizado pela polícia. Vários móveis foram queimados na casa da ex-mulher.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Homem que matou a marretadas mãe e filha, se suicidou hoje no Presídio de Codó

Francisco de Jesus Bezerra foi encontrado hoje (15), domingo, por volta das 18h morto em uma cela no Presídio de Codó.  Há uma semana ele matou com uma marreta mãe e filha. 

Preso em flagrante pelas mortes de Naia e Leurí, por causa de dívidas financeiras, o assassino é réu confesso estava no Presídio de Codó. Por causa das constantes ameaças que vinha recebendo, com medo de ser morto, ele pediu para ontem (14) para ser transferido á uma cela em que pudesse ficar sozinho. Teve o pedido atendido desde hoje (15) de manhã.

Para a surpresa dos agentes penitenciários, o corpo de Francisco Bezerra foi encontrado enforcado, com um lençol no pescoço. Ou seja, a polícia acredita que tenha acontecido um suicídio.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Discussão em bar na Litorânea resultou em morte de funcionário do Ibama e carros danificados

Assim, primeiramente como em vários outros blogs e registros espalhados pelas redes sociais,  uma morte na avenida Litorânea, teria sido ocasionada por suposta tentativa de roubo de um veículo, como informaram várias pessoas que filmaram o final do episódio,  o que não foi verdade. Acontece que um grupo de homens teria tido uma discussão com o funcionário do Ibama, Ademar Moreira Gonçalves, 36 anos, no Carnaubar.

A vítima entrou no seu carro, um Honda Cívic, placa MWU –  e rumou para o lado do restaurante Picanha de Ouro, por volta  das 19h20. E no percurso, ele foi atingido por uma bala e perdeu a direção do carro, colidindo com outros veículos, como mostra abaixo uma equipe de policiais militares. Ele morreu um dia depois de completar aniversário.

Confira abaixo:

Ontem por volta das 19h20 , nossa equipe de motos foram acionadas via Ciops , de que estava acontecendo disparo de Arma de Fogo na av Litorânea nas proximidades do restaurante picanha de ouro. De imediato a equipe de Motos deslocou até o local indicado para verificar a veracidade dos fatos , chegando até fazer esse deslocamento pela contramão da via , em virtude do grande engarrafamento que se formou. Ao chegar no local, o corpo de bombeiros já estava assim como uma vtr da SMTT. Foi observado por nossas equipes, de que havia um corpo no local e alguns veículos danificados , como se tivesse acontecido alguma ocorrência de Trânsito. Que foi acionado para o local a equipe do Icrim , pois, a suposta vítima teria sido atingida pelo disparo e teria vindo a óbito no local. Que foi acionado o Icrim e que compareceu ao local para realizar os procedimentos cabíveis. O Delegado, Dr Aragão compareceu ao local e realizou a perícia na vítima . A vítima: se tratava do Sr Ademar Moreira Gonçalves, de 36 anos , que aniversariou no dia 13/10 , era funcionário do IBAMA e residia no condomínio Rio Pimenta no olho d água. Ainda durante a perícia , foi observado que o mesmo fora atingido por um disparo de Arma de Fogo pelas costas , vindo a atingir do lado esquerdo. Durante ainda no local, foram observados alguns veículos danificados, a saber: um Honda Cívica, placa MWU 3445, de propriedade da vítima ; um Ford Fiesta de placa PSF 7509; um Gol de placa OJB 1131 e uma Moto Pop de placa PSJ 5994. Fatos da Ocorrência: segundo as primeiras informações, que ainda não posso afirmar, pois, esses fatos aindam se apresentam muito truncados e são diversos informes do que haveria acontecido no local. Pois , são informes das pessoas que estavam no local. Uma corrente fala de que a vítima teria sido assaltada, porém , nada da vítima foi levada. Outra corrente fala, de que teria havido uma discussão do bar Carnaubá e que a vítima deslocou para seu veículo no sentido de sair daquele ambiente e que estava dentro do seu carro em movimento já , movimento lento, em virtude do grande número de veículos na via, quando uma pessoa atirou pelas costas na citada vítima. Que teria perdido o controle do seu veículo , vindo a atingir os outros veículos citados nessa Ocorrência. Que o citado veículo da vítima parou nas proximidades da Sorveteria e Fast Food Sabor Tropical na Litorânea. Para melhor esclarecimentos dos fatos , somente uma investigação apontará o que da fato aconteceu . Pois, muitos informes a cerca dos fatos.

TC Roberto Filho , Cmte do BPTUR.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.