Encontrado carro de publicitário assassinado em São Luís e suspeito é preso

O veículo Hilux, de propriedade do publicitário e designer Jesiel Sales Pontes, 52 anos, encontrado morto na manhã de quinta-feira, dia 29, em São Luís (reveja), foi localizado na noite de ontem (30) na cidade de Urbano Santos. Em elemento conhecido por Darlan estava em poder do carro e foi preso.

Após assistir ao jogo do Brasil contra a Alemanha em seu apartamento no Renascença, na dia 27, o publicitário foi dormir em um sítio que tem no bairro conhecido por Pirâmide, no Araçagy. Na mesma noite, vizinhos informaram que ouviram barulhos estranhos, como se pessoas estivessem discutindo no sítio.

Inconformado com o súbito desaparecimento, familiares e amigos foram até ao sítio e encontraram tudo revirado, além da ausência do carro, TV e geladeira. Horas depois o corpo dele foi encontrado em um matagal, coberto por duas redes.

Após intensas investigações, a polícia chegou até ao veículo em Urbano Santos. Darlan disse aos policiais que iria vender o carro naquela região. Um parceiro que estava com ele conseguiu se evadir.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Comerciante diz que foi coagido pelo delegado Bardal por conta de uma carga de cigarros

Em depoimento prestado recentemente, um comerciante da capital contou que teve uma carga de 150 caixas de cigarros apreendida por uma equipe da Seic. O fato, segundo ele, aconteceu em agosto do ano passado, quando o delegado Thiago Bardal (foto abaixo) era o superintendente da Seic, com quem teria negociado o valor de R$ 100 mil.

Através de informações sempre recebidas diretamente do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, um site porta-voz do governo Flávio Dino diz que o comerciante conversou pessoalmente com Bardal, de quem ouviu a proposta para pagar R$ 150 mil.

Após argumentar que não teria tal quantia, ficou acertado o pagamento da metade e o restante parcelado até completar R$ 100 mil. O comerciante contou que faliu por não ter mais condições de pagar o parcelamento acertado.

Por conta da denúncia, um novo procedimento investigatório foi aberto e processo contra o ex-superintendente da Seic.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Afastamento de delegado do DCC0 pode ter ligações com o ex-superintendente da SEIC, Bardal

Há duas semanas que correm comentários do afastamento do delegado Ney Anderson Gaspar (foto abaixo), do Departamento de Combate ao Crime Organizado. Uma das principais justificativas passadas ao blog seria a ligação  que existe entre Gaspar e o ex-superintendente da SEIC, delegado Thiago Bardal, preso por acusação de participar da máfia do contrabando no Maranhão, que resultou também na prisão de oficiais e militares de menor patente no Maranhão. Mas não há nada que incrimine o delegado afastado com o contrabando. 

O afastamento, conforme informações ao blog há 15 dias, eram favas contadas e que não teria nenhuma relação com o depoimento dado ao delegado Ney Anderson Gaspar pelo contratante da morte do jornalista Décio Sá, o bandido Júnior Bolinha.

O responsável pelo assassinato do jornalista aponta, pela segunda vez, nomes de empresários no consórcio que vitimou Décio Sá. Da primeira vez, ele citou o nome do Marco Túlio Regadas, dono da Franere, em uma carta publicada aqui no Blog do Luis Cardoso e no Jornal Pequeno.

Dois dias depois, o blog tomou conhecimento de que Bolinha estava querendo mesmo fazer extorsão de R$ 2 milhões de Marcão, como é mais conhecido o dono da Franere. Como o empresário não aceitou, veio a carta. O blog publicou a tentativa de extorsão.

Agora, Bolinha tenta colocar para dentro do crime praticado por ele um ex-secretário de Segurança Pública e até membro do Ministério Público, de forma completamente equivocada.

Com a divulgação do afastamento do delegado, o secretário Jefferson Portela fica na obrigação de esclarecer as razões legais da saída do policial de tão importante delegacia; até mesmo para que não paire nenhuma dúvida sobre sua atitude.

Ou caberá ao delegado contar o que é verdadeiro sobre o depoimento tomado junto ao matador de Décio Sá e informar o que concluiu a respeito.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ocupação da Polícia no bairro da Liberdade resulta na prisão de vários envolvidos em crimes pesados

Operação das Policiais Civil e Militar resultou hoje, pela manhã, na ocupação dos pontos mais violentos do bairro da Liberdade e Camboa. Dezenas de pessoas foram presas e drogas apreendidas, inclusive líderes do tráfico, todos envolvidos com facções criminosas. 100 policias realizaram a vistoria. 

FOTOS Aline Cantanhede

Moradores reclamam que vivem sob o clima de ameaças promovido pelas facções, que constantemente promovem, como o de domingo que causou pânico e terror nas comunidades.

Batidas foram feitas em diversas pontos e casa, com a apreensão de drogas, inclusive.

O Comando de Missões Especiais (CME), com a participação da Polícia Civil, Militar e o Centro Tático Aéreo (CTA), começou a operação por volta das 5h de hoje, quinta-feira (22) e envolveu. Todos que entraram ou saíram foram revistados. .

FOTOS Aline Cantanhede

Na terça-feira, dia 20, por volta das 13h, facção criminosa rival da que ocupa a Liberdade invadiu o bairro na tentativa de tomar a boca de uma poderosa traficantes. E houve tiroteio.

Confira no vídeo abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Militar vendeu pistola para traficante e foi preso em São Luís

Carlos Magno Alves (foto abaixo), 2º sargento da Polícia Militar do Maranhão,  foi preso agora à noite por ter vendido uma pistola 380 por R$ 3.200,00 para um suposto traficante da área do Itaqui/Bacanga. O comprador, Eliseu de Jesus Diniz Filho, que é da Baixada do Maranhão, também foi recolhido porque a arma é produto de furto. O Militar foi autuado pela Senarc, que efetuou as prisões.

Foto: Reprodução

O 2º Sargento da Polícia Militar do Maranhão, Carlos Alves Magno Diniz (PM/89), da área Itaqui-Bacanga, acaba de ser preso e está sendo autuado em flagrante na Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), acusado de vender uma pistola 380 para um suspeito de tráfico identificado como Eliseu de Jesus Diniz Filho, natural de Penalva.
A pistola, que tem registro de furto, foi vendida a R$ 3.200,00 (Três mil e duzentos reais).

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pânico na cidade! Facção invade a Liberdade e trio faz arrastão dentro do Hospital UDI

Na tarde de hoje (20), no bairro da Liberdade em São Luís, foi registrado um tiroteio. Segundo informações preliminares o bairro foi palco de uma “invasão” por parte de uma facção criminosa rival para um possível acerto de contas. 

O tiroteio não resultou em mortes, mas deixou alguns feridos que foram encaminhados para o hospital Socorrão. O trânsito nas avenidas adjacentes ao bairro da Liberdade ( Camboa, Monte Castelo e Centro) ficou comprometido, onde os ônibus acabaram desligando seus motores devido ao grande congestionamento no local. As aulas em algumas escolas localizadas na Camboa e Liberdade foram suspensas.

Assalto dentro do Hospital UDI

Logo em seguida foi registrado um assalto dentro das imediações do Hospital UDI. Três homens armados renderam o gerente do restaurante que fica dentro da unidade de saúde e anunciaram o assalto.

Os ladrões levaram celulares, computadores e objetos pessoais de clientes e funcionários. Deram fuga em um carro Pegeout. A Polícia Militar trabalha para localizar os criminosos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Confirmado que mercadorias são de contrabando internacional e PF vai investigar, inclusive deputados

Depois de comprovado que mercadorias apreendidas pela polícia estadual do Maranhão são de origem de contrabando internacional, o  titular da 1ª Vara Criminal de São Luís, Francisco Ronaldo Maciel (foto abaixo),  se declarou incompetente para continuar acompanhando o caso. Assim sendo, a Justiça federal vai delegar a investigação para a Polícia Federal, que será pior para os deputados governistas com envolvimento no crime, mas que não tinham nomes revelados.  

O material apreendido pelo Polícia Civil, que desbaratou a quadrilha no dia 22 de fevereiro passado e estourou três depósitos com produtos avaliados em R$ 100 milhões, é todo de fora do Brasil. Nove militares foram presos, dentre ele dois coronéis, um major, tenente, sargento, cabo, soldados e até um delegado.

No curso da investigação, o ex-vice-prefeito de São Mateus, Rogério Sousa Garcia, disse em gravação de áudio que um secretário estadual e dois deputados iriam entrar em ação para livrar o bando. Mas, ao que parece, não houve muita disposição para apurar os nomes dos políticos, uma vez que os dois parlamentares são da base governista.

Agora, com a Polícia Federal no caso, os parlamentares deverão ser chamados para depor, cumprido todos os rituais que exigem o foro privilegiado.

Abaixo parte do parecer em que o juiz estadual declara incompetência para prosseguir no caso:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Confirmada a saída do coronel Pereira do Comando da PM-MA

O coronel Frederico Pereira entregará amanhã, sábado, dia 10 deste, ao governador Flávio Dino o cargo de comandante da Polícia Militar do Maranhão. Ele sairá candidato a deputado estadual, mas não precisava se desincompatibilizar do cargo, pois o prazo é até abril. O blog do Neto Ferreira deu em primeira mão. 

Desde cedo da noite de hoje que circulam comentários nas redes sociais de militares dando conta da entrega do cargo, mas uns oficiais comentam que Pereira teria mesmo sido exonerado. O Blog do Luis Cardoso tentou falar com o comandante, mas não obteve resposta.

Pereira chegou a marcar uma confraternização com as policiais militares no Espaço Tiradentes, na antiga casa dos comandantes, no Olho D`água para o próximo dia 16, ms como não será mais comandante, não poderá mais fazer o evento.

O Palácio dos Leões ainda não confirmou a saída, mas existem comentários de que ele teria se reunido hoje à tarde com o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, acertando a entrega do cargo.

Pra o lugar deve vai o coronel Luog e como sub-comandante será o coronel Pedro Ribeiro.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Circula em grupo de militares que o coronel Pereira entregou o cargo de comandante da PM

Agora, no início da noite, circulam em grupos sociais de militares a informação, ainda não confirmada oficialmente, dando conta de que o  coronel José Frederico Pereira entregou o cargo de comandante da Polícia Militar do Maranhão. Em seu lugar assumiria o adjunto coronel Luongo e como sub´comandante ficaria o coronel Pedro Ribeiro.

O blog tentou contatos com o coronel Pereira, mas não obteve retorno. Pereira será candidato a deputado estadual. Aguardem novas informações.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mais um policial militar é preso por suposta participação na máfia do contrabando

Com a apresentação de Patrick Sérgio Moraes Martins hoje, dia 05, segunda-feira, sob para nove o número de militares presos desde que foi desbaratada a organização criminosa. Lá estão soldados, sargentos, tenente major, coronel, além de um delegado de polícia.

O militar preso hoje prestou depoimento na Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor), foi anunciada a prisão e seguiu para o Quartel da PM, no Calhau.

O militar Jonilson Amorim continua foragido. Ele também é acusado de garantir a segurança das mercadorias contrabandeadas.

A população permanece curiosa em saber quais os dois deputados e um secretário estadual que usariam de influência em favor do bando, conforme relatou em conversa telefônica o principal chefe da máfia, o ex-vixe-prefeito de São Mateus, Rogério Garcia.

O secretário de Segurança mantém sigilo sobre os nomes, mas já adiantou que ninguém ficará impune.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Urgente! Advogado que acompanhava delegado suspeito de contrabando acaba de ser preso

O advogado Ricardo Belo acaba de ser preso pela Polícia Civil. O causídico estava na companhia do ex-superintendente da SEIC, Thiago Bardal, no dia em que uma quadrilha envolvida com contrabando e milicianos foi desarticulada (reveja) pela Polícia Militar, no último dia 22.

No dia em que foi chamado para prestar depoimento na Superintendência de Combate à Corrupção (27), o advogado afirmou que foi até o Quebra-Pote para falar sobre um suposto cliente de alta periculosidade, o qual está preso por tráfico de drogas.

Ricardo Belo é filho do desembargador aposentado Benedito Belo. Aguardem mais informações…

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.