Prefeitura inicia atividades do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo

    Espaço foi criado pelo prefeito Edivaldo com objetivo de incentivar a promoção de emprego e renda, formalização de empreendedores e apoio às pequenas e micro empresas da capital

    A Prefeitura de São Luís deu início, nesta semana, às atividades do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (CATE), com objetivo de promover geração de emprego e renda, além do apoio aos micro e pequenos empresários ludovicenses. O Centro foi criado pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), via Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Sustentável (Sades), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA).O local conta com profissionais de psicologia e assistência social, entre outros, que podem auxiliar os candidatos a emprego em diversos aspectos, como preparação à entrevista de emprego, formulação adequada de currículos, além de oficinas e cursos de capacitação e aperfeiçoamento.

    o prefeito Edivaldo destacou que o CATE é um importante meio de desenvolvimento socioeconômico e é mais um compromisso de sua gestão que está sendo cumprido em benefício da população. “Por meio do CATE, que é voltado para geração de emprego e renda e intermediação de trabalho, vamos atingir um segmento social que está precisando bastante de apoio neste momento. Vamos fazer a ponte entre o trabalhador desempregado, que busca oportunidades, com o setor que gera empregos. Entre os serviços que serão ofertados no local estão o de consultorias, capacitação, facilitando a abertura e a regularização de micro e pequenos empreendimentos, entre outros”, pontuou o prefeito Edivaldo.

    Como medida de proteção à saúde, o Centro está funcionando por agendamento, para evitar aglomerações e combater o avanço do novo coronavírus (Covid-19). Todos os serviços do CATE serão oferecidos gratuitamente, de segunda a sexta-feira, de 9h às 13h. O Centro está localizado na Avenida Senador Costa Rodrigues, Cohab-Anil III, vizinho ao Terminal de Integração da Cohab, um dos polos habitacionais mais importantes da cidade, cercado por dezenas de bairros e ponto de acesso a centenas de localidades da capital.

    Para o trabalhador, o CATE integra serviços de intermediação para o trabalho, de qualificação profissional, de orientação para emissão de carteira de trabalho digital e seguro desemprego web – em caso dos que foram demitidos. Em sua estrutura, o CATE possui cinco guichês de atendimento, duas salas de treinamento (que também servem como auditório), sala de coordenação, arquivo e demais cômodos de serviço como copa e banheiros, inclusive adaptados a portadores de necessidades especiais.

    OPORTUNIDADE 

    “Eu moro aqui na vizinhança e estava procurando emprego quando soube do CATE e vim em busca de uma oportunidade. Sou da área de segurança privada, bombeiro civil e espero conseguir uma vaga em breve”, comentou Dionathan Vinícius Mendes.

    Há também no CATE a Sala do Empreendedor, destinada ao atendimento dos micro e pequenos empresários para diversos serviços como microcrédito orientado, abertura e/ou regularização de empresas, assistência sobre pagamentos de impostos, emissão de boletos de tributos públicos, consultoria contábil e jurídica, capacitação e orientação sobre novos empreendimentos.

    “O início das atividades do CATE é um marco para o município, pois não tínhamos ainda um trabalho nesta área, com esta estrutura, voltada para geração de emprego e renda e intermediação de trabalho. E é isto que vamos realizar aqui, no Centro, que representa ainda o compromisso do prefeito Edivaldo. Então, aqui, vamos fazer um amplo trabalho de cadastro de trabalhadores, por meio de uma plataforma própria da Prefeitura, na qual o trabalhador vai poder cadastrar currículos, assim como as empresas também vão poder oferecer vagas”, disse a secretária adjunta de Desenvolvimento Sustentável (Sades/Seplan), Cáritas Ribeiro. “Este é um avanço muito significativo neste setor, especialmente por causa deste período, em que estamos saindo de uma pandemia e a necessidade de retomada econômica e o crescente número de desempregados”, completou.

    Vale lembrar que a Prefeitura de São Luís vem investindo no setor de geração de emprego e renda, com a Sala do Empreendedor que foi instalada no Centro de Trabalho e Cidadania – Casa Brasil, no bairro Anjo da Guarda, localizado no coração de uma das regiões mais populosas da capital, a área Itaqui-Bacanga. O espaço foi inaugurado em 2017.

    ATENDIMENTO CATE

    Por causa das medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus, o atendimento presencial está sendo realizado, neste primeiro momento, apenas com agendamento, por meio de WhatsApp e e-mails.

    * Agendamento para área do Trabalho

    WhatsApp: (98) 98298-0749

    E-mail: [email protected]

    * Agendamento para área do Empreendedorismo

    WhatsApp: (98) 99916-8964

    E-mail: [email protected]

    SERVIÇOS OFERECIDOS

    – Intermediação para o trabalho:

    * Cadastro de trabalhadores e vagas disponíveis em plataforma própria da Prefeitura de São Luís;

    * Encaminhamento de mão de obra para vagas disponíveis;

    * Espaço para as empresas realizarem recrutamento e seleção;

    – Orientação profissional e capacitação:

    * Oferta de cursos online e presenciais disponibilizados pela Prefeitura de São Luís e por instituições parceiras;

    – Sala do Empreendedor:

    * Serviços de formalização, consultoria e microcrédito orientado através de instituições financeiras;

    * Emissão de certidões e consulta de débitos tributários municipais;

    FIQUE POR DENTRO

    O CATE também está no Instagram: @cateprefeituraslz e @saladoempreendedorslz

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís prorroga para até 31 de agosto prazo para adesão ao Refaz

    Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Municipal de São Luís oferece descontos de 100% nos juros e multas de débitos com o fisco municipal e descontos graduais a quem optar pelo parcelamento

    A edição deste ano do programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Municipal de São Luís (Refaz), teve grande repercussão. Diante da alta demanda nos últimos dias de adesão ao programa, o prefeito Edivaldo Holanda Junior autorizou que o prazo para a negociação fosse prorrogado até o dia 31 de agosto. O programa oferece descontos de 100% nos juros e multas de débitos com o fisco municipal e descontos graduais a quem optar pelo parcelamento.

    Este ano, a adesão ao programa é digital. Débitos de ISS, IPTU, alvará, taxas e outros podem ser negociados nos portais da Semfaz (www.semfaz.saoluis.ma.gov.br) ou no portal da Procuradoria Fiscal (http://spa.pgm.saoluis.ma.gov.br/portal) – direcionado para contribuintes com débitos já inscritos em dívida ativa.

    De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, a adesão digital ao programa é uma forma de facilitar o acesso do contribuinte ao serviço, sem a necessidade de se deslocar até a Semfaz. “Com a pandemia e a necessidade em evitar aglomeração de pessoas, pensamos que esta poderia ser a melhor opção e está sendo. A equipe da informática da secretaria está constantemente revisando o sistema para melhor adaptá-lo às necessidades do contribuinte”, afirmou.

    Demais informações e até mesmo adesão para os contribuintes que não têm acesso à internet ou alguma dificuldade em aderir ao programa pela internet, o mesmo deverá procurar a Secretaria Municipal de Fazenda, localizada na Avenida Guaxenduba, n° 1455, Bairro de Fátima, aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, ou no posto de atendimento do VIVA – Shopping da Ilha, aberto de segunda-feira a sábado, das 12h às 20h.

    Com a adesão digital, a equipe da Semfaz disponibilizou manuais com todas as informações para cadastro prévio e/ou adesão, além do canal de comunicação em que os contribuintes podem encaminhar suas dúvidas ao e-mail [email protected], disponível até o dia 31 de agosto, quando encerra o período de adesão ao Refaz.

    DESCONTOS

    2 vezes – 85% de desconto

    3 vezes – 75 % de desconto

    4 vezes – 65% de desconto

    5 vezes – 50% de desconto

    6 vezes – 35% de desconto

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito Edivaldo anuncia substituta de Lula Fylho no comando da SEMUS

    Blog Diego Emir

    A Prefeitura de São Luís informa que Natália Ribeiro Mandarino é a nova titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semus). Natália Ribeiro Mandarino foi diretora do Hospital da Mulher de 2013 a 2017, quando saiu para assumir a secretaria-adjunta da Semus, cargo que ocupava até o momento.

    Graduada em enfermagem, Natália Mandarino é Doutora em Ciências da Saúde (UFMA), Mestre em Saúde Materno Infantil (UFMA), entre outras pós-graduações e especializações.

    Natália será a quinta secretária de Saúde na gestão de Edivaldo. Em 2013, o primeiro foi o médico cardiologista Vinicius Nina, ainda no mesmo ano assumiu o gestor hospitalar César Felix. Em 2014, a então vereadora Helena Duailibe assumiu a função. No ano de 2017, Lula Fylho assumiu o cargo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Proposta de retorno das aulas na rede pública é apresentada ao MPMA

    O plano para retorno das aulas na rede pública de ensino de São Luís foi apresentado aos promotores de justiça de Defesa da Educação, Paulo Avelar e Luciane Belo, pelo secretário municipal da pasta, Moacir Feitosa, na manhã desta quinta-feira, 23, na sede da Escola Superior do MPMA, no Centro da capital. O objetivo foi relatar as diretrizes sanitárias e de segurança para a reabertura gradual e colher sugestões do MPMA.

    Secretário municipal de educação apresentou proposta de retorno às aulas a promotores

    O documento preliminar detalha as diretrizes de retorno e reorganização do ano letivo para os 81.386 alunos matriculados na educação infantil, ensino fundamental e educação de jovens e adultos. A proposta é que a reabertura seja iniciada pelas aulas do 8º e 9º anos do ensino fundamental a partir de setembro, caso a situação da pandemia esteja sob controle.

    Moacir Feitosa esclareceu, ainda, que, apesar de a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) traçar as diretrizes de reabertura para toda a rede municipal, a situação de cada escola será avaliada de forma particular. “Estamos acompanhando os indicadores sanitários e o retorno, mesmo gradual, será feito apenas quando o cenário for considerado seguro”, afirmou.

    Ficou acertado que a equipe técnica do Ministério Público vai avaliar o documento e fazer as contribuições para aperfeiçoar as diretrizes e garantir um retorno seguro para alunos e professores. “É preciso cautela e planejamento para que seja uma reabertura segura, sem colocar em risco a comunidade escolar. Todas as vidas são importantes”, pontuou Paulo Avelar.

    Já a promotora de justiça Luciane Belo questionou o cumprimento da carga-horária, os equipamentos de proteção individual para os professores e demais profissionais da rede e as estratégias para evitar a evasão escolar. “Nosso objetivo maior é contribuir para que não haja retrocesso da atividade escolar”, ressaltou.

    Os promotores de justiça de Defesa da Educação cobraram a inclusão de critérios para o transporte escolar e equipamentos de proteção individual adicionais para os professores e cuidadores da educação especial.

    Após as indicações do Ministério Público e também de outras entidades da área educacional, o Município de São Luís deve apresentar o plano consolidado com as sugestões e indicações até 15 de agosto.

    Também participaram da reunião representantes das Superintendências de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial da Semed.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Com pacote de obras Edivaldo garante desenvolvimento histórico para zona rural de São Luís

    O prefeito Edivaldo Holanda Junior iniciou mais uma obra de urbanização na zona rural de São Luís. A região da Vila Sarney, Vila Industrial e Vila Primavera está recebendo mais de 13 km de asfaltamento. É asfalto sendo aplicado em ruas e avenidas que nunca tinham recebido nenhum tipo de pavimentação.


    Além do asfaltamento nas vias internas de cada bairro, a Prefeitura está implantando  obras complementares, como drenagem profunda em três pontos  distintos da região e drenagem superficial.

    Também está sendo implantada uma via, com cerca de 1,8 km para integração direta dos bairros ao Maracanã. Após a conclusão dos serviços toda a região terá nova configuração urbana.

    Os trabalhos fazem parte de um amplo pacote de investimentos em infraestrutura que Edivaldo está executando na zona rural de São Luís, que nunca tinha recebido um volume de obras tão grande.

    São obras de macrodrenagem e asfaltamento como as em andamento nas regiões do Santa Bárbara, impactando mais de 60 mil pessoas, e do Tibiri, que beneficiará mais de 8 mil famílias; a construção de uma ponte em concreto armado de 36 metros de extensão que interligará os bairros Recanto Verde e Vila Itamar. Todas estas são obras inéditas para uma gestão municipal em São Luís.

    Este é mais um acerto de Edivaldo em sua gestão, pois obras de infraestrutura são essenciais para o desenvolvimento social, urbano e econômico das áreas rurais, pois garantem melhores condições de moradia, escoamento da produção, fortalecimento do comércio e oportunidades na geração de emprego e renda para os moradores da área.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Edivaldo recebe carinho da população durante vistoria a obras de urbanização

    O prefeito Edivaldo Holanda Junior esteve no bairro Geniparana neste sábado (20), vistoriando as obras de asfaltamento que foram iniciadas na comunidade.

    Em mais de 30 anos de existência esta é a primeira vez que a área recebe obras de urbanização. Além de cerca de 6 km de asfalto, serão executados serviços de drenagem profunda no bairro.

    Uma das características marcantes da gestão Edivaldo é a presença constante nos bairros. Executando o maior volume de obras que a cidade já recebeu, por onde ele tem passado tem sido recebido com carinho pela população (como mostra a imagem acima), que tem aprovado o seu trabalho, fato raro para prefeito em fim de mandato.

    Em muitas regiões da cidade Edivaldo está levando asfalto pela primeira vez. É o caso do Alto da Esperança, na área Itaqui-Bacanga; Residenciais Alexandra Tavares, Maria Aragão e Tiradentes e a Avenida Brasil, ambos na região da Cidade Olímpica, que também estão em obras.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís estende validade dos cartões de gratuidade por tempo indeterminado

    Atitude incentiva o isolamento social na medida em que dispensa o beneficiário de comparecer ao terminal de integração para efetivar a renovação

    A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), informa que estenderá, por tempo indeterminado, a validade dos cartões vencidos ou que estão perto de vencer dos usuários do benefício de gratuidade do serviço de transporte urbano da capital. A medida teve início em março, devido as diretrizes decretadas pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior, no início da quarentena, em função da pandemia da Covid-19.

    “Enquanto durar o período das medidas de isolamento em função da pandemia, por orientação do prefeito Edivaldo, todas as pessoas beneficiadas pelo serviço de gratuidade de transporte da Prefeitura ficarão isentas da necessidade de renovarem seus cartões de benefícios. Diante disso, não será necessário que o usuário vá ao terminal de integração para fazer a renovação do cartão”, informou o secretário da SMTT, Israel Pethros.

    O gestor destacou a importância do isolamento social, das pessoas só saírem de casa no caso de necessidade. “Estamos apenas garantindo o direito de quem, de fato, precisa do benefício para fins essenciais e, ainda, contribuindo para que o isolamento social seja cumprido, evitando o deslocamento destes usuários até os terminais para a renovação do benefício”, complementou o secretário.

    A secretaria ressalta que qualquer problema que impossibilite o uso do cartão, tipo quebra, perda ou avaria, o usuário deverá comunicar ao setor de Gratuidade no Terminal de Integração da Praia Grande, no horário das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, a partir de segunda-feira (8).

    A SMTT informa, também, que todas as outras atividades relativas à emissão de novos cartões de gratuidade estão suspensas até o fim das medidas  governamentais de restrições sanitárias e de deslocamento em função da prevenção e contenção da Covid-19.

    O órgão, que retoma, nesta segunda-feira (8), apenas as funções administrativas internas, está readequando alguns serviços para que seja restabelecido o atendimento ao público externo, levando em consideração todas as normas sanitárias e cuidados necessários para garantir a segurança de todos dentro da secretaria.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Edivaldo anuncia programa de descontos para incentivar descarte nos ecopontos e aumentar índice de reciclagem em São Luís

    Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente o prefeito Edivaldo Holanda Junior anuncia mais um serviço à população que vai garantir que São Luís continue avançando nos indicadores de sustentabilidade.

    Em suas redes sociais Edivaldo anunciou que será lançado nos próximos dias “um programa que vai oferecer descontos para incentivar descarte de resíduos sólidos recicláveis e reaproveitáveis nos Ecopontos”.

    A gestão de resíduos implantada por Edivaldo mudou a realidade de São Luís. O Aterro da Ribeira, gargalo antigo das sucessivas gestões municipais, foi desativado e desde então a cidade vem avançando progressivamente, saindo das últimas posições nos índices do setor para ser uma referência no país.

    Hoje, São Luís tem o maior índice de reciclagem da região Nordeste e recicla 5,44% de todo o lixo que produz, contando com dois sistemas complementares de coleta seletiva: os ecopontos, onde o cidadão faz a entrega diretamente nos equipamentos; e a coleta seletiva porta a porta, por meio da qual a Prefeitura faz o recolhimento na casa do cidadão.

    O serviço de Coleta Seletiva, que foi paralisado no início da pandemia, volta a ser prestado normalmente na próxima semana. Com isto, Edivaldo incentiva aumento da taxa de reciclagem ao mesmo tempo em que beneficia a população.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís paga servidores municipais neste sábado (30)

    A Prefeitura de São Luís paga neste  sábado (30) a folha dos servidores públicos municipais referente ao mês de maio. A exemplo do que tem acontecido durante toda a gestão, o prefeito Edivaldo Holanda Junior tem mantido o pagamento em dia, mesmo em momentos de crise como a que se vive agora e que afeta não somente a saúde da população, mas também tem impacto na economia. 

    “Temos tratado com muita seriedade o funcionalismo municipal. Entendemos que, durante a pandemia, a forte crise econômica e financeira pela qual passava o país foi muito agravada. Por isto mesmo, com planejamentos constantes, nossa gestão tem conseguido organizar o setor financeiro do município para manter o compromisso de pagar em dia o servidor público que tem seus compromissos a cumprir e, assim, manter girando a nossa economia”, disse o prefeito Edivaldo.

    A crise causada pelo novo coronavírus causou perdas na arrecadação municipal que sofreu muitas baixas devido as dificuldades financeiras enfrentas por todos. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, apesar das atividades no fisco municipal não terem parado, com o fechamento da maior parte das atividades econômicas no Maranhão, o município também deixou de arrecadar.

    “Estamos fazendo o possível para manter o pagamento do funcionalismo municipal em dia. Nossos colaboradores contam com o salário na conta para sustentar suas famílias, quitar suas contas que não deixam de chegar. Esse é um momento difícil para todos e contamos com a seriedade, compromisso e sensibilidade do prefeito Edivaldo e equipe, para controlar a crise financeira”, afirmou Delcio Rodrigues.

    Os servidores municipais têm acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e a senha.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Vereadores aprovam projetos que beneficiam população diante da proliferação do COVID-19 em São Luís

    A Câmara Municipal de São Luís realizou, nesta quarta-feira (29), mais uma sessão extraordinária remota na qual foram aprovados Projetos de Lei que beneficiam a população, que continua sofrendo com a proliferação do Novo Coronavírus (COVID-19) na capital maranhense.

    As proposições possuem caráter autorizativo e são de autoria dos vereadores César Bombeiro (PSD), Chico Carvalho (PSL), Astro de Ogum (PC do B), Pavão Filho (PDT), Antônio Garcez (PTC) e Dr. Gutemberg (PSC).
    As matérias foram aprovadas em 1º e 2º turnos e seguiram para apreciação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

    O Projeto nº 044/20, de autoria de César Bombeiro, determina a suspensão das obrigações relacionadas aos empréstimos consignados, junto as instituições financeiras, contraídos por servidores públicos municipais, pelo prazo de três meses, prorrogáveis por igual período ou enquanto persistirem as circunstâncias de calamidade pública instaladas pelo COVID-19.

    O PL recebeu emenda, de autoria da vereadora Concita Pinto (PC do B), incluindo no benefício aposentados e pensionistas e determinando que o pagamento das parcelas suspensas seja feito ao término do empréstimo.

    Chico Carvalho teve dois Projetos aprovados. O primeiro, de nº 047/20, prorroga automaticamente o pagamento das parcelas de IPTU, ISS, multas de trânsito e ITBI pelo prazo de 180 dias, bem como cria o Programa de Parcelamento de Emergência (PPE). O segundo, de nº 048/20, institui a redução proporcional das mensalidades da rede privada de ensino do Município de São Luís, de no mínimo 30%, durante o Plano de Contingência do Estado do Maranhão para enfrentamento ao Novo Coronavírus.

    Este último foi aprovado com emenda do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) determinando que sejam incluídos na obrigatoriedade estabelecimentos de ensino de Educação Infantil.

    De autoria do vereador Astro de Ogum, o PL nº 049/20 autoriza o Município a proceder a isenção do desconto de ISS aos profissionais autônomos da área da saúde. A matéria recebeu emenda proposta por Pavão Filho.

    O pedetista teve aprovada proposição, de nº 050/20, determinando a obrigatoriedade de uso e fornecimento de máscaras em estabelecimentos públicos, industriais, comerciais e de serviços, como medida de enfrentamento à disseminação do COVID-19 em São Luís, durante o estado de calamidade pública.

    Já Antônio Garcez teve aprovado Projeto, de nº 051/20, que estabelece a obrigação do uso de kits de EPIs (material de segurança) para prestador de serviço público e privado para o combate à pandemia na capital.

    Dr. Gutemberg teve três proposições aprovadas. A primeira, de nº 052/20, autoriza o Executivo Municipal a prorrogar o prazo de validade das certidões negativas de débito durante o período da pandemia. A segunda, de nº 053/20, autoriza o Poder Executivo a implantar o pagamento suplementar de 100% sobre os valores já pagos a título de adicional de insalubridade aos profissionais da área de saúde que estejam envolvidos diretamente no atendimento e tratamento dos pacientes portadores do COVID-19, durante o período de vigência do Decreto nº 54.936, de março de 2020, ou outro instrumento legal que venha a substituí-lo, ou ainda, venha prorrogar os seus efeitos.

    Já a terceira, de nº 054/20, autoriza a Prefeitura a suspender temporariamente a cobrança do Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) durante a vigência do Decreto nº 54.936, de março de 2020, ou outro instrumento legal que venha a substituí-lo, ou ainda, venha prorrogar os seus efeitos.

    Nova sessão – Após exaustiva análise das matérias colocadas em pauta, o presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT), suspendeu os trabalhos às 13h27, determinando a convocação de nova sessão para esta quinta-feira (30), a partir das 9h, quando deverão ser votados mais 12 Projetos de Lei e seis requerimentos, além de mensagem governamental que dispõe sobre concessão de benefício funeral em decorrência de doenças infectocontagiosa

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura mantém pagamento dos servidores municipais de forma escalonada para evitar aglomeração

    O pagamento acontecerá nos dias 29 e 30 de abril e 1° de maio; medida integra as ações de controle da Covid-19

    O pagamento salarial referente ao mês de abril, será pago aos servidores municipais de forma escalonada. O prefeito Edivaldo Holanda Junior mantém a decisão de fazer o pagamento alternado e por categorias como medida de contenção ao novo coronavírus. Afim de evitar a aglomeração de pessoas nas agências bancárias, o pagamento acontecerá nos dias 29 e 30 de abril e 1° de maio.

    Na próxima quarta-feira (29), serão pagos os aposentados e pensionistas. Já na quinta-feira (30), será a vez da administração indireta (institutos, fundos, fundações, a exemplo do Impur, Ipham, Fump, entre outros órgãos), servidores do Hospital Municipal Djalma Marques (HMDM – Socorrão I) e da Semus. Por fim, dia 1° de maio, acontecerá o pagamento dos funcionários da administração direta (secretarias no geral) e da educação.

    “Temos tomado medidas importantes para minimizar a disseminação de doenças em nossa capital e o escalonamento do pagamento é uma delas. Vamos continuar mantendo nossa folha em dia, apesar da pandemia e da grande crise financeira que enfrentamos”, disse o prefeito Edivaldo.

    Concentrando esforços para a prevenção e combate da Covid-19, a gestão do prefeito Edivaldo segue se reorganizando para superar a crise neste momento de pandemia. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, este é um momento muito delicado para a saúde e para a economia. “O prefeito Edivaldo, com responsabilidade, segue trabalhando para manter os investimentos na saúde, limpeza urbana, assistência social e todas as outras áreas”, afirmou.

    O pagamento escalonado é uma medida pontual, que acontece neste momento de pandemia do novo coronavírus. A Prefeitura irá manter a decisão de pagar os servidores municipais por categorias e em dias alternados por tempo indeterminado. Assim como São Luís, diversas capitais estão efetuando o pagamento salarial dos seus servidores de forma escalonada, a exemplo da cidade de Rio Branco (AC), Campo Grande (MS), Vitória (ES).

    Os servidores municipais têm acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e a senha.

    Pagamento Abril

    29/04 – Aposentados e Inativos

    30/04 – Saúde, Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) e administração indireta (institutos, fundos, fundações, a exemplo do Impur, Ipham, Fump, entre outros órgãos)

    1°/05 – Administração direta (secretarias no geral) e Educação

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.