Prefeitura de Fortuna continua insistindo na redução de salários dos professores

A Prefeitura de Fortuna-Ma continua insistindo na redução de salários dos professores da rede municipal. Uma sessão extra na Câmara Municipal, hoje (28), terá como pauta a redução dos salários de educadores, que gira em torno de R$ 900,00 (novecentos reais).

A decisão do prefeito Arlindo Filho (PDT) dependerá da aprovação dos vereadores de Fortuna, sendo que, alguns mesmo pertencendo a categoria de professores, já declararam publicamente apoiar a medida que visa descontar quase mil reais dos salários atrasados de cada educador.

A redução de direitos já adquiridos pela classe educadora será discutida ainda hoje (28) em Fortuna. A administração municipal alega que os recursos não estão sendo suficientes para a folha dos servidores e que está usando recursos do FUNDEB para pagamentos.

Servidores denunciam Prefeitura de Fortuna por irregularidades na Educação

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Zé Doca se destaca com premiação concedida pelo MEC

A 11º edição do prêmio “Professores do Brasil” reconheceu 30 educadores de escolas públicas que tiveram seus projetos premiados na etapa regional. A professora zedoquense Cleonice de Sousa dos Santos da escola Santos Dumont concorreu na categoria do 6º ao 9º ano e foi premiada, com o título de relato de prática “Ler é Conhecer o Mundo e Transformar a Vida,” ela se destacou em um universo de milhares de professores.

No Maranhão apenas a capital e 07 cidades do interior conseguiram essa premiação. A professora Cleonice ao lado da Secretária de Educação de Zé Doca Sônia Maria recebeu a premiação das mãos do Secretário de Estado da Educação Felipe Camarão.

Sônia Maria enfatizou que, o município vai continuar dando esse suporte a educação e apoio aos professores, assim como no desenvolvimento de projetos e iniciativas dos docentes, tanto na sede como zona rural para que novas premiações e reconhecimento aconteçam.

“Eu acredito muito nessa maneira inovadora de ensinar para desenvolver a educação, iniciativas como essa sempre terão o nosso reconhecimento.” Ela destacou ainda o compromisso na atual gestão na pessoa da prefeita Josinha Cunha (PR), em trabalhar por uma educação de qualidade e que apresente bons resultados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Alunos das Escolas Municipais produzem livros e participam da Noite de Autógrafos em Coelho Neto

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura, por meio das Escolas Municipais, Ensino Fundamental I, com total apoio do Governo Municipal, realizou a Noite de Autógrafos das Estrelas Literárias. Os livros foram editados pela Editora Estante Mágica. O evento aconteceu no Clube Nassau, dia 06 de dezembro, às 18h.

Sob orientação dos professores, os livros lançados foram escritos pelos alunos do Ensino Fundamental I, com ilustrações próprias, tendo os mais diversificados temas, os quais foram apresentados para os pais e a comunidade.

De acordo com a Secretária Municipal de Educação e Cultura, Williane Caldas, o projeto ora realizado é fruto de muito esforço dos professores, alunos, pais, gestão, coordenação e equipe pedagógica da SEMEC, executado com muita competência, pondo em prática o despertar pela leitura e escrita, formando assim exímios leitores e futuros escritores. Deixo registrado meus agradecimentos ao Prefeito Américo de Sousa pelo empenho e apoio na realização desse sonho e a todos que se empenharam para que esse evento belíssimo pudesse acontecer.

Em cada semblante era evidente o sentimento de satisfação, de dever cumprido. Nos professores, o contentamento de perceber que ali, naqueles escritos, havia muito do seu pulso de mestre, do seu direcionamento, do seu olhar atento. Nos pais, o orgulho, o contentamento, a esperança. Enfim, em todas as pessoas presentes constatava-se um ar de pura emoção.

Estiveram presentes a primeira-dama, Iranete Sousa, secretários e assessores municipais, gestores, coordenadores, professores, pais, imprensa e comunidade em geral.

previous arrow
next arrow
Slider

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Município de Godofredo Viana avança na implantação da Base Nacional Curricular da Educação

A Prefeitura de Godofredo Viana realizou durante três dias a Consulta Publica da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) para a contribuição do Documento Curricular do Território Maranhense.

O objetivo do Dia M (Mobilização/Município/Maranhão) foi entender que é essencial participar deste processo de construção de um referencial curricular que servirá as redes municipais de ensino e suas propostas pedagógicas, com ênfase na garantia de um processo democrático e inclusivo. Foi um encontro proveitoso onde os profissionais da educação de Godofredo discutiram sobre a estrutura e as competências da BNCC.

A Base Nacional é um documento que define quais são os objetivos que os professores e coordenadores pedagógicos devem levar em conta na hora de elaborar o currículo dos ensinos infantil, fundamental e médio, tendo como objetivo as habilidades mínimas que os alunos devem desenvolver durante seu percurso na escola. A BCCN diz o que deve ser ensinado aos alunos para que tenham uma formação adequada.

“Trata-se de garantir que cada estudante, independentemente do estado ou cidade onde mora, de sua raça, gênero, orientação sexual, etnia ou condição social, tenha acesso ao mesmo conjunto de conhecimentos e de práticas culturais que são fundamentais para o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho, como previsto na Constituição”, destacou professora Elemquelma.

A BNCC foi homologada em 20 de dezembro de 2017 e apresenta os conhecimentos, competências e habilidades considerados essenciais no processo de aprendizado dos estudantes brasileiros ao longo da educação básica e servirá como referência para a formulação dos currículos dos sistemas e das redes escolares estaduais e municipais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Com pouco tempo de reformas, teto e paredes de escola desabam no interior do Maranhão

Os serviços de reformas do teto e da estrutura de paredes foram realizados recentemente na escola Frei Antônio Cinebaldi, em Bom Jardim, mas ontem tudo veio abaixo no final da tarde.

No momento em que a escola caiu, não havia nenhum aluno no local por causa do intervalo dos que saem para suas casas no período vespertino e os que entram para estudar no período noturno.

O que mais deixou os alunos preocupados é que falta menos de um mês para o encerramento do ano letivo na rede municipal de ensino de Bom Jardim.

O prefeito de Bom Jardim, Francisco Alves Araújo (foto acima), já chegou a ser afastado do cargo por improbidade administrativa, junto com secretários e alguns vereadores. Ele retornou ao cargo e ainda teve bens bloqueados.

Pelas imagens mostradas hoje no Bom Dia Mirante, percebe-se claramente que restaram apenas escombros da escola, que sofreu reformas recente. A prefeitura ainda não se pronunciou sobre o fato.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Proed forma mais 735 alunos em Bacabal

735 alunos do 3° ano do Ensino Fundamental da rede municipal de educação de Bacabal participaram, com bom aproveitamento,do Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência (Proerd), da Policia Militar  do Maranhão (PM-Ma) e, formaram-se na manhã de hoje, 9, em uma solenidade que aconteceu na igreja de Sant’ana.

previous arrow
next arrow
Slider

Sobre o aprendizado no programa a aluna da Unidade de Ensino Fundamental São João Batista Maria Clara de 9 anos disse: “Eu aprendi a servir e respeitar o próximo e nunca acreditar em pessoas estranhas”.

Os alunos estiveram acompanhados de pais e responsáveis, que assistiram as apresentações dos formandos, homenagens, juramento dos alunos da educação infantil, entrega de premiações e a apresentação do mascote do Proerd. O prefeito municipal Edvan Brandão, foi representado pela secretária chefe de gabinete, Advogada Anna Cibelle Braz. Estiveram presentes na solenidade, autoridades civis, militares, eclesiásticas e vereadores.

O comandante do 15º BPM, tenente-coronel Joanilson Gusmão, destacou a importância da parceira entre a instituição e a prefeitura de Bacabal. “Uma importante parceria, diga-se de passagem. É um programa realmente muito importante porque ele vem a instruir, educar as crianças a evitar esse mal que vem atacando, acabando, assolando no nosso País, que é o uso das drogas”.

“Durante 15 anos a prefeitura de Bacabal, em parceria com a Policia Militar, está levando estes ensinamentos para que as crianças permaneçam longe das drogas e da violência. Para nós é gratificante. É mais uma turma formada pelos instrutores: Sargento Ivanildo, Cabo Neta, Cabo Nayjara e Soldado Alana,” explicou o Sargento Brito, coordenador do programa.

A secretária de educação, Ivane Ramos, além de agradecer e parabenizar os policiais militares pela competência no programa, também destacou a importante contribuição de cada servidor da Semed para formatura dos proerdianos. Ela também ratificou o compromisso do prefeito Edvan Brandão e da secretaria de educação na execução do Proerd.

O que é o Proerd?

O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) consiste num esforço cooperativo da Polícia Militar, Escola e Família, visando preparar crianças e adolescentes para fazerem escolhas seguras e responsáveis na autocondução de suas vidas, a partir de um modelo de tomada de decisão.

Por meio de atividades educacionais em sala de aula, o policial militar devidamente capacitado, fornece aos jovens as estratégias adequadas para tornarem-se bons cidadãos, resistir à oferta de drogas e ao apelo da violência.

Com ações direcionadas a toda a comunidade escolar e aos pais/responsáveis, o Proerd também promove a inclusão da família no processo educacional e de prevenção.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Estudantes destacam a importância do Projeto Aprova Coelho Neto

O Projeto Aprova Coelho Neto desenvolvido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação e Cultura, se tornou um grande sucesso entre os estudantes. Em sua segunda edição, vários aulões foram realizados ao longo do ano, possibilitando aos jovens e adolescentes um reforço no aprendizado.

previous arrow
next arrow
Slider

A gestão do Prefeito Américo de Sousa também se preocupa com a juventude. Através das aulas preparatórias do Aprova Coelho Neto, o Governo Municipal ajuda centenas de estudantes a conseguirem um bom desempenho e garantir a aprovação no Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM e demais vestibulares.

O estudante Roger Crateús, da Un. Integrada Albert Einstein, destacou a importância do projeto para o aprendizado dos participantes. “Uma brilhante iniciativa da prefeitura que beneficia diretamente os estudantes de Coelho Neto. Revisar cada conteúdo e buscar uma boa nota no Enem é a minha principal meta. Com essa oportunidade, tenho buscado ampliar o conhecimento, para que eu possa garantir uma vaga na universidade” .

“Quero agradecer o Prefeito Américo por realizar esse projeto em nossa cidade. Muitas vezes nós não temos a oportunidade de pagar um cursinho particular e esclarecer todas as dúvidas em sala de aula. Esse aulão é um reforço muito importante para a gente que busca obter um excelente resultado no ENEM”, ressaltou David Ferreira, aluno a Un. Integrada Albert Einstein.

Ao longo da realização do projeto, jovens e adolescentes participaram maciçamente e demonstraram muita disposição e engajamento. No último aulão, realizado neste sábado, 27/10, foram revisados os conteúdos das disciplinas de Matemática, Física e Biologia, com a participação do renomado professor Luciano Mourão de Teresina-PI.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Apenas 15% das escolas têm biblioteca ou sala de leitura no Maranhão, aponta MEC

G1.MA

Relatório do Ministério da Educação mostrou que o estado lidera ranking negativo das unidades municipais, estaduais ou federais que contam com estrutura necessária para a leitura dos alunos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

IDEB mostra avanços na educação da rede pública em Rosário

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na última segunda-feira (03), os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Os dados mostram um avanço na educação no município de Rosário nos anos iniciais (1º ao 9º ano) e finais (6º ao 9º ano) .

O Ideb é o mais importante indicador de qualidade da educação nacional que agrega dois importantes indicadores: os de fluxo escolar (taxas de Aprovação, Reprovação e Abandono) e proficiência em testes de leitura e matemática do SAEB/Prova Brasil. Quanto melhor o desempenho nesses dois quesitos, melhor a nota do IDEB.

De acordo com os dados divulgados, a Rede Pública Municipal de Ensino de Rosário teve um bom desempenho no Ensino Fundamental. Nos anos iniciais, o município cresceu de 4.8 em 2015 para 5.2 em 2017, garantindo o 9º lugar no ranking estadual. E nos anos finais cresceu de 3.7 para 4, ficando em 29º lugar.

A rede municipal de Rosário atende 1050 alunos, com merenda de qualidade vindo do agricultor familiar, professores capacitados através de treinamentos e transporte escolar. Desde o início da gestão, foram construídas 8 escolas, 85% foram climatizadas e 95% foram reformadas, tanto da sede quanto da zona rural.

Segundo o secretário de Educação Joaquim Neto, todos esses aparatos ajudaram a elevar o índice do Ideb. “Temos professores com salário em dia e trabalhando com satisfação, alunos motivados a frequentarem as aulas com uma escola limpa e bem cuidada e alimentação de qualidade. Agradeço muito a prefeita Irlahi Moraes pelo empenho e dedicação aos nossos alunos, agradeço também todo o corpo docente e técnico que auxilia na educação do município”, destacou o secretário.

A prefeita Irlahi Moraes afirma que o trabalho continua e que virão outras melhorias. “O nosso objetivo é continuar numa crescente e chegar em 2020 com um IDEB superior a esse que nós estamos. Vamos continuar oferecendo suporte para que a educação de Rosário seja cada dia melhor”, afirmou a gestora municipal.

Desde 2013, o município vem investindo na educação com programas de desenvolvimento de crianças e jovens e incentivo ao aprendizado como o Banco do Saber, Mais Educação, Bombeiro, FETRAN, Bom na Escola Bom de Bola, Educa Mais Rosario, entre outros.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão não alcança de novo meta do IDEB

O Maranhão não alcançou a meta prevista para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017 para a rede estadual de ensino. A previsão era de que este índice no estado chegaria a 3,7, entretanto, a média foi bem menor: 3,4. Esta nota é inferior a média nacional que ficou em 3,8. Mesmo assim, o governo do estado comemora a nota afirmando ser a maior já registrada.

Se for levada em consideração a rede privada de ensino junto com a pública estadual para o ensino médio, o Maranhão fica com nota 3,5, que é menor que a média nacional que é de 3,8. A meta incluindo as duas redes era de 4,1.

Considerando somente a rede estadual, a nota do Maranhão foi de 3,4, o que não foi suficiente para alcançar a meta estabelecida que era de 3,7. O ano de 2017 é mais um que o Maranhão não cumpriu a meta. Em 2013 e 2015 as metas também não foram lançadas. As últimas vezes que o estado cumpriu a meta do Ideb foi em 2009 e 2011.

Se levada em consideração o ranking nacional, o Maranhão ocupada a 15ª posição ficando atrás do Ceará (3,8), que teve melhor nota no Nordeste e de Góias (4,3), melhor nota nacional para a rede pública de ensino.

Levando em consideração a rede pública e privada, o Maranhão fica em posição ainda pior. O estado ocupa a 20ª posição no ranking nacional do Ideb ficando atrás do Piauí, Pernambuco, Ceará e Sergipe além de outros estados como Espírito Santo que tem a maior média do índice da educação do Brasil (4,4).

Comemoração

Mesmo não alcançada a meta prevista para 2017, o governo do estado comemora a nota do Ideb para o Maranhão. Segundo estão publicando, em redes sociais, auxiliares do governador Flávio Dino (PCdoB), a nota alcançada é a maior dos últimos anos.

O comunista chegou a escrever em suas redes que o Maranhão faz parte do “time dos melhores” da Educação.

“O resultado do IDEB divulgado hoje[ontem], mostra como a Política feita com decência e seriedade muda a vida de uma sociedade. No passado estávamos entre os piores em educação. Agora estamos entrando no time dos melhores”, disse o governador sem citar que o Maranhão não alcançou a meta prevista e não aparece entre os 10 estados com maior Ideb no Brasil.

Ensino Médio

Maranhão: IDEB (2017) meta

Rede estadual 3,4 3,7

Rede estadual + privada: 3,5 4,1

Rede privada 5,2 5,9

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Direito de resposta da Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos – SECAP

Prezado Luís Cardoso,

A Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) solicita espaço para o devido esclarecimento no Blog Luís Cardoso, sobre a nota publicada no dia 30 de agosto de 2018, intitulada “Maranhão fica em 25º lugar em matemática e português na Rede Estadual”. 

NOTA

Sobre o resultado do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) divulgado nesta quinta-feira (30), pelo Ministério da Educação (MEC), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) esclarece que:

1 – O Inep não estabeleceu ranking entre os estados brasileiros, portanto, é equivocada a informação de que o Maranhão está em 25º lugar;

2 – Ao contrário do que foi publicado no post, o Maranhão está entre os 12 Estados que mais tiveram ganhos de aprendizagem da Língua Portuguesa no Ensino Médio entre 2015 e 2017, de acordo com o Ministério da Educação, conforme está em um dos slides apresentado pelo MEC em coletiva de imprensa nesta quinta-feira: “Em relação aos ganhos de aprendizagem entre 2015 e 2017, são 12 os Estados que merecem destaque por agregarem mais pontos do que a média nacional. Por ordem de maior valor agregado: Ceará, Sergipe, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Alagoas, Maranhão, Acre, Piauí, Rio Grande do Norte”;

3 – O levantamento divulgado à imprensa corresponde ao dado geral por estado, compreendendo redes municipais, estaduais, federal e privadas. Portanto, é preciso tomar cuidado ao estabelecer comparações, sem contextualizar a rede de ensino;

4 – No que tange à proficiência geral (média de Língua Portuguesa e Matemática), com base nos dados informados pelo MEC à Seduc, além de Língua Portuguesa, a Rede Estadual de Ensino também cresceu, pelo segundo consecutivo, saindo de 3,58 em 2013, para 3,82 em 2015 e agora está com 3,84 (2017);

5 – Por fim, não menos importante, com relação ao Programa Escola Digna, o número de obras entre construção, reformas e revitalizações de prédios escolares já passou da casa de 800, além de oferta de assessoria técnico-pedagógica aos municípios maranhenses com a formação de 9 mil profissionais da educação no passado e mais 11 mil neste ano.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão fica em 25º lugar em matemática e português na Rede Estadual

Levantamento divulgado hoje, 30, pelo Sistema de Avaliação da educação Básica (SAEB), aponta que o Maranhão ficou em 25º lugar nas disciplinas de matemática e português da rede estadual de ensino médio.

Ao lado do Rio Grande do Norte, conforme os dados do MEC, o Maranhão perde apenas para os estados de Alagoas. Ainda assim, o governador Flávio Dino tem comemorado “avanços” na educação pública do nosso estado.

No critério da pontuação dos alunos, outra vergonha. o Maranhão figura em 23º lugar, junto com Sergipe, em língua portuguesa. Em primeiro lugar ficou o Estado do Espírito Santo, que  lidera em matemática e português, com notas que chegam a 277 pontos.

O governo maranhense informa que construiu ou reforma mais de 700 escolas, através do programa “Escola Digna”. Se é verdadeiro, prova que a única preocupação foi com o espaço físico esquecendo que a qualidade do ensino deveria acompanhar os avanços.

De acordo, com o jornal O Imparcial, “um levantamento feito com os resultados da Prova Brasil 2015 aponta que 73,5% dos estudantes maranhenses terminaram o ensino médio na condição de analfabetos.”

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.