Prefeitura de São Luís contabiliza mais de 1 milhão de doses de vacinas aplicadas

    A Capital Brasileira da Vacina, São Luís, já aplicou mais de um milhão de doses contra a Covid-19 na população ludovicense. 

    “E a gente segue firme nessa luta para vencer a pandemia! Fica esperto e não vacila! Se não tomou a vacina, a HORA É AGORA!”, disse o prefeito Eduardo Braide nas redes sociais.

    A Prefeitura de São Luís, através da Coordenadora da campanha, comemora o marco.

    Confira o calendário de vacinação abaixo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de Santa Rita inicia vacinação de adolescentes a partir de 12 anos

    A Prefeitura de Santa Rita iniciou a vacinação de adolescentes a partir de 12 anos nesta quarta-feira (11). O município recebeu da Secretaria estadual de Saúde 1000 doses da Pfizer, as quais foram destinadas para atender o público que entre 12 e 17 anos, uma vez que o público adulto já recebeu a primeira dose em larga escala.

    Foto Divulgação

    A Secretaria municipal de Saúde iniciou a vacinação dividindo os adolescentes em dois grupos, o primeiro que compreende os que tem entre 12 e 17 anos com comorbidades e o outro com aqueles que tem entre 16 e 17 anos, os que estão enquadrados nessa categoria vão receber o imunizante na quarta-feira (11) e quinta-feira (12).

    A primeira adolescente a ser vacinada foi Geovana Luiza Costa torres de 16 anos. Com a imunização dos adolescentes, as aulas podem ser retomadas em breve no sistema presencial em Santa Rita, assim como também a volta da normalidade com o fim da covid-19 no município.

    Para tomar a vacina é necessário apresentar documento de identidade, cartão do SUS e estar acompanhado do pai ou responsável.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Governador amplia eventos fechados para 200 pessoas e abertos para 400

    Flávio Dino informou agora pela manhã desta sexta-feira (20) a flexibilização de medidas restritivas no cambate ao novo coronavírus. Como é visível a queda dos índices com o avanço da vacinação, supermercados, academias, shoppings e igrejas podem funcionar normalmente como antes, ampliou de 150 para 200 pessoas em eventos fechados e 400 para ambientes abertos.

    O governador deixou claro, porém, que o uso de máscara e o distantecimento ainda são obrigatórios. A pandemia ainda não cabou. Por isso pediu atenção especial para continuar avançando na vacina e nos cuidados sanitários para que não se volte com as mesmas medidas de restrições.

    Para Dino, só a vacinação pode combater a pandemia e apelou para a importância do uso da segunda dose. Ele anunciou ainda a liberação de cinemas e teatros com até 400 pessoas e o uso de máscaras. Também foram liberados cinemas e teatros para até 400 pessoascom o uso da máscara.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís já aplicou mais de 713 mil vacinas e lidera entre as capitais

    Em cinco meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, São Luís lidera entre as capitais do país como a que mais imunizou a população. Já foram aplicadas mais de 713 mil doses na cidade de um total de 725.021 recebidas o que significa que 98,40% das doses já foram utilizadas.

    Prefeito Eduardo Braide

    Ontem, São Luís se tornou, a primeira capital brasileira a encerrar a vacinação de jovens de 18 anos sem comorbidades. O prefeito Eduardo Braide, que vem acompanhando de perto a campanha, em nove pontos distribuídos em variados bairros, comemorou os dados.

    “São Luís é a primeira capital a vacinar jovens de 18 anos sem comorbidades. Com isso vacinamos todos os públicos prioritários estabelecidos pelo Plano Nacional de Imunização e todas as faixas etárias. Quem ainda não conseguiu tomar a primeira dose da vacina pode ficar tranquilo, assim que recebermos mais doses vamos iniciar um novo calendário de segunda chamada até chegarmos a 100% da nossa população adulta vacinada. Nossa cidade vai seguir sendo a capital brasileira da vacina”, disse Braide.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Universidade de Oxford testa ivermectina como possível tratamento para covid

    Do TERRA

    A Universidade de Oxford anunciou nesta terça-feira, 22, que está testando o medicamento antiparasitário ivermectina como um tratamento possível para a covid-19, como parte de um estudo apoiado pelo governo britânico que busca auxiliar a recuperação de pacientes em contextos não hospitalares.

    Foto Reprodução

    A ivermectina resultou na redução da replicação do vírus em estudos laboratoriais, afirmou a universidade, acrescentando que um pequeno estudo piloto mostrou que administrar o medicamento antecipadamente poderia reduzir a carga viral e a duração dos sintomas em alguns pacientes com quadros leves de covid-19.

    Batizado de ‘Principle’, o estudo britânico demonstrou em janeiro que os antibióticos azitromicina e doxiciclina são ineficientes de maneira geral em estágios iniciais da covid-19.

    Embora a Organização Mundial da Saúde (OMS) e reguladores europeus e norte-americanos tenham se posicionado contra o uso da ivermectina em pacientes com a doença, o medicamento está sendo utilizado para tratar a doença em alguns países, incluindo a Índia e o Brasil – onde o remédio é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro como parte do chamado tratamento precoce.

    “Ao incluir a ivermectina em um estudo de grande escala como o ‘Principle’, esperamos gerar evidências robustas para determinar o quão eficiente o tratamento é contra a Covid-19, e se há benefícios ou prejuízos associados ao seu uso”, afirmou Chris Butler, um dos líderes da pesquisa.

    Pessoas com condições graves do fígado, ou que tomem o medicamento anticoagulante varfarina, ou ainda outros medicamentos que conhecidamente interajam com a ivermectina, serão excluídos do estudo, acrescentou a universidade.

    A ivermectina é o sétimo medicamento a ser testado no estudo, e está atualmente sendo avaliado ao lado do remédio antiviral favipiravir, afirmou a universidade.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Sete estados irão importar vacinas Sputnik, menos o Maranhão

    “Maranhão apresentou ao STF uma petição requerendo a autorização à importação da vacina Sputnik. As leis são claras ao permitir a compra pelos Estados. Não há motivo para protelações. O Brasil não pode ficar eternamente no fim da fila das vacinas em nível internacional”, justificou Flávio Dino mo mes de maio passado.

    A Anvisa ja autorizou, desde terça-feira, dia 15 deste, a importação da vacina ruussa Sputnik V apenas para os estados do Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás. O Maranhão ficou do lado de fora.A vacina tem 97,6% de eficacia para combater o vírus e já foi testada e vem sendo utilizada em mais de 50 países. As justificativas para o Maranhão, que tantou lutou na Justiça pela importação, ficar de fora não foram informadas. E nem o governador Flávio Dino se manifestou. 

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Santa Rita já vacinou quase 100% de toda população quilombola a partir de 18 anos

    O município de Santa Rita é destaque nacional por conta da eficiência da vacinação dos povos residentes em comunidades quilombolas. Até o dia 13 de junho, a Prefeitura aplicou a primeira dose da vacina contra covid-19 em 5.120 quilombolas, representando quase 100% de todos aqueles aptos a receber o imunizante contra o coronavírus.

    Foto Divulgação

    A população total de quilombolas em Santa Rita estimada é de 7.500, sendo que nesse contingente estão incluídas crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, que não são contemplados pelo Plano Nacional de Imunização.

    A eficiência de Santa Rita quanto aos povos quilombolas se dá pelo total interesse do prefeito Hilton Gonçalo em priorizar a vacinação desse público. Ainda no mês de fevereiro foi solicitado junto ao Ministério da Saúde, o envio de doses para imunização dos moradores de regiões reconhecidas pela Fundação Palmares como redutos quilombolas.

    No dia 5 de março foi vacinado o primeiro quilombola em Santa Rita e desde então as equipes de saúde do município tem sido incansáveis na imunização. Para esse público especifico, os agentes de saúde foram de casa em casa, garantir a vacinação.

    Com quase 100% dos quilombolas já imunizados com a primeira dose, a Prefeitura de Santa Rita inicia nesta semana, um novo mutirão para aplicar a segunda dose e garantir o ciclo completo da vacinação.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís anuncia vacina para pessoas a partir de 24 anos e abre cadastro para quem tem 18 anos

    São Luís segue liderando entre as capitais brasileiras que mais avançam na vacinação contra a Covid19 e inicia, já nesta segunda-feira (14), a aplicação da vacina na população adulta com idade entre 24 e 29 anos, conforme determinação do prefeito Eduardo Braide, que também anunciou a abertura de cadastro para a população acima de 18 anos, a ser imunizada ainda a partir desta próxima semana. O endereço para cadastramento, primeiro passo para a vacina, é o saoluis.ma.gov.br/vacinasaoluis.

    Foto Divulgação

    Planejamento, organização e empenho nos fizeram avançar tão rapidamente na vacinação da população ludovicense contra a Covid. Continuaremos trabalhando dia e noite, como sempre o fizemos desde o início da Campanha Municipal de Vacinação, para alcançar a todos os que puderem receber a vacina, único meio comprovado para nos livrar dessa pandemia. Por isso, é importante seguir o calendário, obedecer o passo a passo e não deixar de tomar essa dose de esperança”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

    A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de São Luís continua dividindo a vacinação dos grupos em dois períodos da seguinte forma: pela manhã vacinam os nascidos de janeiro a junho; e pela tarde, os nascidos de julho a dezembro. A estratégia visa a não aglomeração dos postos disponíveis pela capital, a organização das filas e, principalmente, a agilidade na aplicação da vacina a quem estiver no aguardo para ficar imune contra o coronavírus.

    Os nove pontos de vacinação estão disponíveis para as duas faixas etárias que vacinam por dia, em São Luís. A orientação do prefeito Eduardo Braide é que possamos avançar cada vez mais na imunização da população, e para isso, montamos uma logística que conta principalmente com a dedicação de todos os profissionais da saúde e parceiros, pronta a atender a todos”, reforçou o secretário de saúde, Joel Nunes.

    A vacinação seguirá acontecendo em ordem decrescente. Nesta segunda-feira (14), primeiro dia de imunização desta nova faixa etária, serão vacinados os adultos com 29 e 28 anos. Na terça-feira (15), aqueles que têm 27 e 26 anos. Já na quarta-feira (16), os jovens com 25 e 24 anos. Para este público estarão disponíveis todos os nove postos disponibilizados pela Prefeitura de São Luís, com funcionamento entre 8h às 18h e 8h às 20h.

    Para receber a primeira dose, é necessário que todos tenham se cadastrado na plataforma #VacinaSãoLuís e, no respectivo dia para receber a vacina, levar documento oficial com foto e comprovante de residência.

    O mesmo processo realizado pelos adultos com idade entre 24 e 29 anos, de cadastro para garantir a vacina, também deverá ser feito pelos adultos com idade a partir de 18 anos. Basta acessar o #VacinaSãoLuís, preencher todos os campos com os dados solicitados e aguardar a divulgação do calendário, que será divulgado já nos próximos dias.

    Cobertura vacinal de São Luís é destaque

    A capital garantiu destaque na Campanha Nacional de Imunização contra a Covid19 pelo alcance, em tempo recorde, de outros públicos após a Prefeitura ter vacinado todos os grupos prioritários listados no Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

    Até a última sexta-feira (11), conforme dados do Vacinômetro da Prefeitura de São Luís, foram aplicadas um total de 551.998 doses desde o início da campanha, no dia 19 de janeiro.

    Nas últimas semanas, com a vacinação em massa da população, o Município tem alcançado uma média de 17 mil doses aplicadas diárias, quantitativo este que vem batendo recorde a cada dia.

    PONTOS DE VACINAÇÃO

    Entre 8h e 18h:

    Centro de Convenções – UFMA
    Drive-Thru – UFMA
    Centro de Vacinação – Senai BR-135
    Centro de Vacinação – UEMA

    Entre 8h e 20h:

    Centro de Vacinação – SEBRAE
    Drive-Thru – Shopping da Ilha
    Centro de Vacinação – UNDB
    Drive-Thru – UEMA
    Drive-Thru – Universidade Ceuma

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Contrário a Bolsonaro, Flávio Dino afirma que não será suspenso o uso da máscara no Maranhão

    Em entrevista coletiva virtual, realizada na manhã desta sexta-feira (11), o governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou que não haverá suspensão do uso de máscaras no Maranhão, mesmo com a redução do número de casos do novo coronavírus no Estado.

    Flávio Dino em entrevista coletiva

    Ontem, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que havia discutido com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e também para quem já a contraiu. A fala provocou a reação do governador.

    No Maranhão permanece e permanecerá em vigor a determinação do uso de máscaras enquanto não tivermos as condições sanitárias favoráveis a tomada de uma decisão dessa. Eu acredito que nós chegaremos sim a esse momento, mas não chegamos ainda”, disse Flávio Dino.

    “Queiroga vai ultimar parecer visando desobrigar uso de máscara de quem estiver vacinado ou já tenha sido contaminado”, disse o presidente, durante evento do setor do turismo realizado ontem. Na avaliação de Bolsonaro, o uso de máscara deve ser obrigatório apenas para quem esteja infectado com a Covid-19.

    Dino contesta.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Pai, mãe e filha morrem de Covid-19

    Meio Norte

    O empresário Manoel Honorato Nascimento Filho, esposo da professora Noélia Maranhão, vítima da Covid-19 no último sábado (5), morreu nesta terça-feira (08) após não resistir as complicações da doença. Ele estava internado há dias em um hospital de Teresina. Manoel Honorato é pai da estudante Bianca Maranhão, de 24 anos, que também faleceu em decorrência do coronavírus.

    Foto Reprodução

    A informação foi confirmada pela filha Maria Clara, em suas redes sociais. Manoel Honorato era sócio das filhas em uma papelaria virtual em que as duas eram proprietárias. “É com imenso pesar que eu Maria Clara comunico o falecimento do meu sócio e pai Manoel Honorato Nascimento Filho. Manoel sempre será lembrado por sua alegria, responsabilidade, cuidado para com a loja. Agradecemos a todos que sempre nos apoiaram e confiaram no nosso trabalho”, diz trecho do comunicado na página da loja.

    Nos comentários, muitos amigos e conhecidos deixaram mensagens de apoio à filha e seus familiares neste momento de luto. “Maria Clara deixamos aqui nosso carinho . Sem palavras nesse momento é só pedir que o Consolo do nosso Deus esteja sobre sua vida . E estamos aqui para o que precisar”, escreveu um seguidor. “Que Deus te dê muita força e proteção”, disse outro.

    Professora Noélia Maranhão

    Noélia Maranhão, de 58 anos, morreu no sábado (05) após 10 dias do falecimento da filha, a estudante de nutrição Bianca Maranhão, de 24 anos, vítima da mesma doença. A educadora foi diretora das escolas Valter Alencar, Deoclécio Dantas e José Omatti, da rede municipal de ensino da capital. Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) lamentou a morte da servidora, que prestou seus serviços por anos com muita maestria.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.