A explosão da Covid-19 e suas variantes no Brasil tem nome e sobrenome: a insistência dos que não querem se vacinar que espalham o vírus contaminando até quem já tomou as duas doses. Esse grupo dos já vacinados pegou a Covid-19 de forma mais leve e estão se recuperando em até cinco dias, sem a necessidade de internação.

Porém, no Brasil, assim como no Maranhão, já existe uma preocupação com a ocupação de leitos em hospitais das redes públicas e privada. Os que estão sendo internados são exatamente os que ainda não tomaram nenhuma vacina ou apenas a primeira dose. No Maranhão, esse grupo representa 80% das internações.

O levantamento foi feito pela Secretaria de Estado da Saúde. Só na Grande Ilha, a taxa de ocupação de leitos do UTI já ultrapassa 50% e a metade com leitos clínicos. Ninguém deve ser obrigado a tomar as vacinas, mas a ninguém é dado o direito de ficar por aí contaminando os outros.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.