Feirinha São Luís terá programação especial em celebração ao Domingo de Páscoa

Na programação cultural deste domingo,cantores da música católica, gospel e apresentação de chorinho em homenagem ao Dia do Choro; criada na gestão do prefeito Edivaldo, Feirinha São Luís ocorre aos domingos na Praça Benedito Leite

Dia festivo, de celebração da festa maior do cristianismo. Pensando nisso, a Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), preparou uma programação cultural da Ferinha São Luís para o Domingo de Páscoa (21) e também para celebrar o Dia do Choro. A Feirinha ocorre todos os domingos na Praça Benedito Leite, das 8h às 15h, atraindo turistas, moradores da cidade e amantes da cultura maranhense para um dos pontos mais simbólicos da capital maranhense. A iniciativa é da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior e visa incentivar a produção agrícola da cidade, o artesanato, cultura, turismo e economia criativa.

Neste domingo (21), a Feirinha homenageará o Dia do Choro através do grupo Cantinho do Choro que relembrará grandes nomes da música local e nacional. Integram ainda a programação do dia a cantora Simone Mouzzy, Clay Viana (católico), Wellington Santos (gospel), e também o grupo de Capoeira Arte e Luta, além da anfitriã Banda da Feirinha.

“A programação foi pensada para os dois momentos festivos do nosso calendário. A Páscoa, que segundo a cultura judaica/cristã, marca a vitória da vida sobre a morte e é um momento de festa, de celebração. Também lembraremos do Dia do Choro, como forma de saudar os grandes artistas da nossa terra”, comentou o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

RENDA

A Feirinha São Luís gera emprego e renda diretamente para mais de 250 famílias. Em 91 edições já se apresentaram aos domingos pela Praça Benedito Leite 540 atrações culturais, entretendo mais de 900 mil pessoas, que passaram por lá, gerando um capital circulante na ordem de R$ 45 milhões em média.

Isabela Oliveira é universitária do curso de Engenharia Civil na UFMA e encontrou na comercialização de doce típico da sua cidade uma forma de aumentar o rendimento familiar, ao mesmo tempo que promove a cultura local. “O doce de espécie é tradicional de Alcântara. É uma forma de trazer um pouco da cultura tradicional de lá. Minha família tem uma receita própria. É um doce muito antigo e foi passando de geração em geração. A renda da família é o doce de espécie. Vivemos disso. A Feirinha ajuda bastante. É um local bem aconchegante no coração de São Luís”, comentou a estudante.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Por decisão judicial, terreno da Feirinha do Vinhais volta a ser ocupado pelos feirantes

Pela decisão do Juiz Douglas Martins, os supostos donos da área onde funciona tem uns 30 anos a Feirinha do Vinhais, estão obrigados a fazer a retirada dos contêineres do local, sob pena do pagamento da multa diária de R$ 5 mil.

Foto: Alessandra Rodrigues/Mirante AM

O juiz  da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São luís concluiu pela ilegalidade da interdição do terreno, que o dono do Posto Brasil garante ser de propriedade dele. Enquanto isso, a Semapa lavou as mãos e e tentou levar os feirantes para ocupar um lugar onde fica o terreno ao lado da Marcopol.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Praça Gonçalves Dias ganha novo projeto paisagístico executado pela Prefeitura de São Luis

O trabalho, que foi acompanhado neste sábado pelo prefeito Edivaldo, integra o conjunto de ações que vêm sendo implementadas pela Prefeitura para valorização do Centro Histórico de São Luís e tem a parceria da fundação Onlus

A Praça Gonçalves Dias, um dos mais importantes e belos logradouros do Centro Histórico de São Luís, também conhecida como Largos dos Amores, passa por intervenções para a revitalização total do aspecto paisagístico. Neste sábado (13), O prefeito Edivaldo Holanda Junior acompanhou o plantio de mudas de palmeiras reais e imperiais ao longo dos canteiros da praça. A ação é promovida em parceria com a Fundação Italiana Senza Frontiere – Onlus, e vai imprimir mais beleza a um dos principais cartões postais do Centro Histórico da capital maranhense. O projeto contempla o plantio de 60  palmeiras reais, 20 palmeiras Imperiais, além de 800 mudas de flores típicas da região.

“A Praça Gonçalves Dias tem um valor grandioso para a história, a cultura e a memória da nossa cidade. Queremos que os moradores voltem a visitar seus ambientes e a passear por seus jardins que ficarão ainda mais bonitos. Além disso, o bem-estar, a saúde e o lazer da população são os principais aspectos observados quando buscamos melhorar a infraestrutura das nossas praças, então aqui não poderia ser diferente, pois é uma praça bastante visitada por estudantes e moradores do seu entorno”, afirmou o prefeito Edivaldo que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Maurício Itapary, e do presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Fábio Henrique Carvalho.

A Praça Gonçalves Dias também está incluída do projeto de recuperação dos espaços históricos da capital, executado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O projeto está sendo elaborado para contemplar a reforma estrutural de todo o logradouro.

Para o superintendente do Iphan, Maurício Itapary, a Praça Gonçalves Dias, que é tombada pelo órgão, vai ganhar mais vida e beleza com o novo projeto paisagístico desenvolvido pela Prefeitura de São Luís no local. “Sem dúvida o novo paisagismo vai acrescentar muito às intervenções que serão projetadas para a melhoria e revitalização estrutural do espaço. A praça passará por uma completa obra de requalificação para devolvermos ao logradouro a beleza e importância que ela sempre teve para a cidade”, observou Maurício Itapary.

Ainda segundo o superintendente do Iphan, a obra planejada para a Praça Gonçalves Dias vai contemplar reformas de todo o piso, das ânforas, dos peitoris e coreto, além de instalação de nova iluminação artística.

O presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Fábio Henrique Carvalho, explica que todo o processo de revitalização paisagística da Gonçalves Dias será feito por etapas, para o plantio de 60 palmeiras reais, 20 palmeiras Imperiais, além de 800 mudas de flores típicas da região, dentre elas, alfinetes, alamandas e outras. “Precisamos garantir o sucesso da operação e a sobrevivência de todas as mudas plantadas. Vamos acompanhar de perto, inclusive na oferta de equipamentos, e deslocando colaboradores que vão atuar na manutenção da praça”, explicou Fábio Henrique, ressaltando ainda que o Impur fará a recomposição das ânforas (jarros) que foram quebradas, para que neles sejam colocadas flores.

Esta é a segunda parceria firmada com a fundação italiana Senza Frontiere – Onlus. Em 2016, o organismo celebrou parceria com a Prefeitura para a requalificação da Praça do Pescador, no bairro do Desterro. A praça teve o paisagismo totalmente recuperado e hoje é um dos espaços mais ajardinados do Centro Histórico.

PAISAGISMO URBANO

O trabalho de revitalização paisagística, executado pelo Impur, se estende a outros espaços da capital. Neste ano, vias e espaços públicos da cidade ganharam cerca de 500 mudas de ipês, pau-brasil e jacarandá. O trabalho integra um conjunto de ações realizadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior na área do paisagismo urbano e, além do plantio, inclui os serviços de manutenção com poda e supressão de árvores mortas.

Já foram plantadas na Lagoa da Jansen 190 mudas de espécies frutíferas como bacuripari, manga, caju, pitanga, geru, açaí, entre outras. Outras 300 mudas de espécies como ipês, pau-brasil e jacarandá foram plantadas nas avenidas Colares Moreira e Marechal Castelo Branco e na Avenida dos Holandes, entre a rotatória da Lagoa da Jansen e o retorno que dá acesso à Avenida Litorânea.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Céu encoberto de nuvens densas e fortes chuvas confirmam temporais e trovões em São Luís

A previsão de manhã de fortes chuvas, temporais na capital maranhense, ventos fortes, raios e trovões começa e se confirmar desde às 9h30 em São Luís. Todo cuidado é pouco. Ficar em casa ou no local de trabalho é mais recomendável. Sair dirigindo pelas ruas e avenidas corre risco de alagamento ou até mesmo de enchentes e enxurradas.

Confira nas imagens como está o tempo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Conheça a Laçarote | Assessoria e Produção de Eventos

Uma festa de casamento é sempre incrível, pois envolve muito amor e alegria. Por outro lado, demanda muitas tarefas específicas, uma série de preocupações, experiência em organização de festas e um checklist que, às vezes, parece infinito. É por isso que a contratação de uma equipe de assessoria e cerimonial de casamento em São Luís com uma das melhores profissionais do mercado é essencial.

A empresa Laçarote Assessoria e Cerimonial é referência quando o assunto é assessoria e planejamento dos melhores casamentos, baile de debutantes, aniversários infantis, entre outros. O time preparado e especializado atende a todas as necessidades e expectativas do cliente, nos mínimos detalhes. Karolline Cruz prima pela agilidade, atendimento personalizado e otimização de custos.

Transformar sonhos e expectativas em um evento memorável é o expertise da Laçarote. Destaque no mercado casamenteiro ludovicense, Karolline Cruz vê em cada celebração, a oportunidade de contar uma história única e coloca toda sua experiência e profissionalismo a serviço de seus clientes. Ela cuida pessoalmente de todos os detalhes. Os casamentos assinados pela Laçarote são especiais e únicos.

Quer fazer seu orçamento? Entre em contato via WhatsApp pelo número (98) 98858-0398 – Karolline Cruz. Siga no Istragram.

Veja alguns eventos produzidos pela Laçarote:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeito Edivaldo detalha ações realizadas para atender ocorrências geradas pelas fortes chuvas

Além do trabalho da Defesa Civil, o poder público municipal vem, por meio de uma força-tarefa, intensificando os trabalhos em áreas como assistência social, infraestrutura e limpeza urbana

Equipes da Prefeitura de São Luís trabalham em várias frentes para reverter os resultados das fortes chuvas que atingiram a capital no último final de semana. Além do trabalho da Defesa Civil, depois do alto índice de 217 milímetros de precipitação registrado em 24h, mais de 30% acima do previsto, o poder público municipal vem intensificando os trabalhos em áreas como assistência social, infraestrutura e limpeza urbana. A atuação da força-tarefa, ação do Plano de Contingência, foi detalhada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior em coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (25).

Somente na área de infraestrutura são mais de 170 agentes nas ruas atuando de forma a minimizar os impactos das chuvas. Comitê de Limpeza está com mais de 570 agentes atuando, que se somam aos da Defesa Civil, do Instituto de Paisagismo e da Secretaria da Criança e Assistência Social.

“Estamos acompanhando de perto e agindo de forma integrada para atender as famílias, oferecendo o apoio necessário. Nossas equipes estão nas ruas atuando para reverter os resultados das fortes chuvas, que ultrapassaram o previsto, e preventivamente para evitar outros transtornos. O poder público municipal tem colocado em prática as ações do Plano de Contingência, elaborado com base no monitoramento realizado permanentemente nas áreas de risco para atender prontamente as ocorrências registradas”, destacou o prefeito Edivaldo que passou o domingo vistoriando áreas de risco e em reunião com secretários e presidentes de órgãos.

No último fim de semana, foram registradas 15 ocorrências de deslizamentos nos bairros Sá Viana, Dom Luís, Vila Embratel, Coheb Sacavém, Izabel Cafeteira, Recanto dos Vinhais, Anjo da Guarda, Túnel do Sacavém, Vila dos Nobres, Quinta dos Machados, João de Deus, Salinas do Sacavém e Coroadinho. Em bairros como Anil, Vila Embratel, Fumacê, Gapara, Coroadinho, Janaina e Salinas Sacavém, foram registrados alagamentos; e nos bairros Coroadinho e Cohatrac foram registradas quedas de árvores.

Na força-tarefa, atuam secretarias como Segurança com Cidadania (Semusc), Obras e Serviços Públicos (Semosp), Assistência Social (Semcas) e Governo (Semgov), além da Subprefeitura do Centro Histórico de São Luís e órgãos como Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (Fumph), Blitz Urbana e Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur). Os trabalhos contam ainda com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Cruz Vermelha, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, assim como de igrejas e associações comunitárias.

O secretário municipal de Segurança com Cidadania, Héryco Coqueiro, destacou o trabalho permanente realizado pela Defesa Civil junto às famílias. “A Defesa Civil se faz presente constantemente nas áreas de risco, desenvolvendo um trabalho preventivo e contínuo de monitoramento e acompanhamento das famílias. Com o registro de ocorrências, estamos isolando as áreas e dando o suporte necessário para que as famílias sejam direcionadas a um local seguro”, disse o titular da Semusc.

Segundo o Núcleo de Meteorologia, da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), nos dois últimos dias, já choveu o equivalente a 217mm, sendo que apenas da 0h até às 9h de domingo há um acumulado de 160mm, e que esse volume deve aumentar. Ainda conforme o núcleo, a média para o mês de maço é de 428mm; e até às 9h do último domingo foi registrado o volume de 582mm.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Equipes da assistência social estão trabalhando junto às famílias impactadas pelas ocorrências. A Prefeitura de São Luís já está atendendo 85 famílias na Salina Sacavém e 25 famílias no Sá Viana. No total 380 pessoas estão sendo acompanhadas pela Assistência Social. Inicialmente, as famílias que não foram para casa de familiares estão sendo acolhidas em abrigos municipais, bem como em espaços comunitários como igrejas e associações.

A secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande, explicou como está sendo prestada a assistência. “Inicialmente, atuamos identificando as famílias e abrigando-as em um local seguro. As equipes de assistentes sociais realizam avaliação individual socioeconômica de cada família, para possível inserção no Benefício Eventual Auxílio Moradia (aluguel social). É um trabalho muito delicado, considerando que muitas famílias construíram uma história naquele espaço e se recusam a deixar a área”, contou a secretária.

INFRAESTRUTURA

Na área da infraestrutura, 170 homens trabalham em serviços de desobstrução do sistema de drenagem da capital e na recuperação asfáltica, bem como no levantamento da situação nas áreas onde foram registradas ocorrências. Segundo o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, muitas áreas de ocupação espontânea não possuem um sistema de drenagem adequado. “Estamos realizando o levantamento das necessidades de cada área para que a Prefeitura possa intervir de forma eficaz”, afirmou o titular da Semosp.

Para conter os impactos das fortes chuvas, a Semosp realiza também um trabalho permanente de manutenção de bueiros e galerias, com limpeza e desobstrução do sistema de drenagem da cidade. O secretário citou, ainda, grandes obras de drenagem executadas pela Prefeitura de São Luís em áreas como Santa Clara e Vila Apaco. “Esses eram pontos críticos na nossa cidade e graças à intervenção da gestão do prefeito Edivaldo, não apresentaram mais ocorrências”, concluiu Antonio Araújo.

LIMPEZA URBANA

Nesta segunda-feira (25), 578 profissionais da limpeza urbana estão nas ruas executando os serviços de capina, roçagem, varrição, remoção manual, remoção mecanizada, limpeza de praia e lavagem. Mais 171 profissionais atuam no serviço de coleta domiciliar, com sete veículos e 21 coletores ao todo. Para os serviços de limpeza são utilizados também equipamentos como duas caçambas e uma retro escavadeira. No último domingo (24), as equipes atuaram na remoção manual de entulho decorrente de desabamento na Praça Pedro II e de desabamento de fachada de casarão na Rua Jacinto Maia, na Praia Grande, e na remoção de árvores e galhos que desabaram por toda a cidade.

VISTORIA

No domingo (24), o prefeito Edivaldo, ao lado de secretários e demais gestores de órgãos municipais, percorreu áreas da capital que sofreram de forma mais direta com a ação das fortes chuvas que caíram na cidade desde a manhã do último sábado (23). A visita na área do Centro Histórico, onde foi registrado o desabamento de uma casarão, contou com a presença do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary.

Depois das visitas em algumas das áreas prejudicadas pelas fortes chuvas, o gestor municipal se reuniu com o secretariado municipal e com o presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho, para definir as ações desta força-tarefa, que nesta segunda-feira (25) já estão sendo colocadas em prática com o objetivo de minimizar os transtornos causados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Águas das chuvas fazem rios transbordar e causam transtornos nas estradas de Ribamar e Maioba

As fortes chuvas que caíram nesta madrugada de domingo afetaram diretamente moradores de São José de Ribamar e Maioba por causa dos rios que transbordaram e alagaram ruas e avenidas, tornando o trânsito de veículos bastante difícil, como mostram as imagens abaixo:  

Na estrada de São José de Ribamar tudo parado e o trânsito com muitas dificuldades; veja o vídeo abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Casarão desaba no Centro Histórico e muro da Asfem cai em cima de automóvel

Um casarão desabou hoje, domingo (24), no Centro Histórico do Reviver. Não há informação de pessoas feridas ou atingidas. Confira na imagem abaixo: 

Na avenida João Pessoa, no bairro Filipinho, o muro da Asfem caiu em cima de um Corsa Classic. Não havia ninguém no veículo. Confira abaixo o vídeo do estado em que ficou o carro:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Águas das chuvas invadem rua e casas em São Luís; famílias perdem móveis e carros

Desde a madrugada de hoje, domingo (24), que moradores de vários bairros da capital amanheceram literalmente ilhados dentro de suas próprias casas. As ruas ficaram submersas, carros boiando e móveis sendo levados pelas enchentes, parecendo um cenário de São Paulo nos últimos dias.

Na rua Esperança, no bairro Retiro Natal o estrago foi maior, com as águas invadindo as casas e tomando os moradores de surpresa e teve até quem aproveitasse para nadar naquela via. Confira no vídeo abaixo:

São Luís está com muitos pontos de alagamento. Quem puder ficar em casa evitará possíveis transtornos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Liberados os dois sentidos da avenida que estava interditada em São Luís

Com a presença do Batalhão de Choque, foi conseguida uma negociação e o trecho da avenida Carlos Cunha, nos dois sentidos, que estava interditado foi liberado. Ainda assim, o trânsito continua lento.

Desde cedo da manhã de hoje, terça-feira (19) que moradores do Jaracaty realizaram manifestações interrompendo os dois sentido da avenida Carlos Cunha na altura do Shopping São Luís. Assim, veículos e pessoas ficaram presos em um longo engarrafamento, tendo alguns optados para alcançar a ponte do São Francisco.

O trânsito para que tentou mais cedo chegar ao centro estava parado e mesmo depois da liberação pela avenida Carlos Cunha o lado novo da cidade continua lento e com vários pontos de engarrafamentos, como mostra o vídeo abaixo :

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.