PM que matou jovem que empinava moto no interior do MA é presa em Imperatriz

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Justiça afasta Facinho, prefeito de Cândido Mendes

    Imirante

    O gestor é acusado de fraude em processo de licitação para construção de estrada vicinal no valor de R$ 2,6milhões.

    O prefeito de Cândido Mendes, Facinho (PL), foi afastado do mandato nesta quinta-feira, 22, devido a uma ação popular que acusa o prefeito de fraude em processo licitatório para construção de uma estrada vicinal no valor de R$ 2,6 milhões. 
    Facinho foi acionado por obra que teve início antes do fim do processo de licitação (Divulgação)

    A decisão é da juíza Bruna Athayde Barros, da comarca de Bacuri, que atendeu ao pedido feito na ação popular. Segundo conta na ação, um setembro de 2023, a Prefeitura de Cândido Mendes lançou edital para a construção de uma via no povoado Águas Bela. Em novembro do mesmo ano, o resultado da licitação saiu.

    Veja abaixo a íntegra da decisão judicial.

    Decisão Judicial contra o prefeito Facinho

    No entanto, a obra já havia sido iniciada pela empresa RD Construções, que foi quem ganhou o processo licitatório.

    Na ação popular foi requerido à Justiça a suspensão do contrato de R$ 2,6 milhões e ainda o afastamento do prefeito Facinho por 90 dias.

    A Câmara Municipal de Cândido Mendes vai empossar ainda nesta quinta-feira a vice-prefeita, Alexandra Vieira.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Com novos elementos, juiz reavalia decisão e decreta prisão de Alessandro Martins; veja decisão

    O Informante 

    O juiz Rogério Pelegrini Tognon Rondon, da Central de Custódia, reavaliou a sua decisão e decretou a prisão de preventiva de Alessandro Martins de Oliveira. Nessa quarta-feira, 21, Rondon havia indeferido o pedido de preventiva no processo que envolve acusações de diversos delitos, e autorizado uma medida de busca e apreensão domiciliar. Com novos elementos fornecidos pela polícia, ele decidiu decretar a prisão.

    Durante o cumprimento do mandado de busca, Alessandro Martins se alterou e teria desacatado os policiais que cumpriam a medida. Ele então foi levado para a delegacia, a fim de ser feito um TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência. Com as imagens feitas no local do cumprimento do mandado, o ls delegados entenderam que o TCO deveria ser transformado em auto de prisão em flagrante.

    Com os novos elementos, foi feito um novo pedido de prisão para Alessandro Martins e encaminhado ao juiz prevento, no caso, Rogério Rondon, que reexaminou a decisão e decretou a prisão de Alessandro Martins.

    Martins é investigado por crimes como invasão de domicílio, agressão física e verbal, além de ameaças e ofensas nas redes sociais. Segundo relatos das vítimas e provas apresentadas pela Autoridade Policial, Alessandro teria cometido tais atos.

    A primeira decisão do juiz Rondon, indeferindo o pedido de prisão do empresário, levou em consideração o fato de Alessandro não possuir antecedentes criminais e ter residência fixa, além da não gravidade dos delitos investigados. Contudo, a busca domiciliar foi autorizada com base em evidências que indicam a materialidade dos crimes e indícios de autoria por parte do acusado.

    No momento da busca e apreensão, Alessandro Martins desacatou os policiais e foi levado para a delegacia para que fosse feito um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

    O TCO, no entanto, diante das imagens mostradas aos delegados pelos policiais no momento do cumprimento do mandado, foi transformado em auto de prisão em flagrante, Alessandro foi levado para a Central de Custódia, onde permaneceu até a decretação de sua prisão, depois que a Polícia ofereceu novos elementos à justiça.

    Confira a decisão:

    Ata de audiência com despacho, decisão ou sentença

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Polícia faz buscas e empresário Alessandro Martins é levado para delegacia

    Neto Ferreira 

    Uma ação da Polícia Civil resultou em busca e apreensão no apartamento do empresário Alessandro Martins, nesta quarta-feira (21), em São Luís.

    Vídeo divulgado na internet flagrou o exato momento em que Martins foi levado para a delegacia.

    De acordo com as imagens, os policiais apreenderam documentos, computadores e outros equipamentos no imóvel do empresário.

    Alessandro Martins foi levado par a delegacia para prestar esclarecimentos.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Conselho Nacional de Justiça afasta desembargadora Nelma Sarney por dois anos

    O Informante 

    O Conselho Nacional de Justiça afastou, nesta terça-feira, 20, a desembargadora Nelma Sarney de suas funções por um período de dois anos. A decisão, baseada em um processo administrativo disciplinar instaurado em 6 de novembro de 2018, foi tomada após acusações de favorecimento ao ex-assessor José Mauro Bezerra de Arouche.

    O caso se refere a 2009, quando Arouche, então assessor de Nelma Sarney, contestou os resultados de provas de um concurso para o cartório de Buriticupu (MA) e solicitou uma revisão. Embora seus esforços tenham sido em vão na época, o assunto ressurgiu em 2014, quando Nelma assumiu a Corregedoria do Tribunal de Justiça. O ex-assessor se aproveitou da mudança de liderança, buscou novamente uma revisão de suas notas.

    A decisão controversa de Nelma em atribuir ao juiz Clésio Cunha a responsabilidade de julgar o novo pedido de Arouche levantou suspeitas. Segundo o relatório do então corregedor do CNJ, Humberto Martins, Nelma teria abusado de seu poder para, supostamente, manipular o sistema em favor de seu ex-assessor, com a colaboração de Cunha.

    Para a maioria dos conselheiros do CNJ, a desembargadora foi imprudente ao favorecer o ex-assessor. Já em relação ao juiz, ele foi absolvido das suspeitas de irregularidades, pois não foram encontradas provas de que agiu deliberadamente na decisão tomada.

    No caso de magistrados, a disponibilidade não gera vacância. Do contrário, a titularidade do cargo poderia ser passada a outro candidato e o afastado sequer teria vaga para a qual voltar. Assim, como não se rompe o vínculo com a administração, o tribunal fica impedido de nomear outro juiz para o posto, mas pode convocar substituto. Se atinge 75 anos durante a punição, o magistrado inativo aposenta-se compulsoriamente, o que libera o posto.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Flávio Dino quer acabar com aposentadoria compulsória de juízes, promotores e militares envolvidos em crimes graves

    Em publicação realizada em suas redes sociais, o senador Flávio Dino, futuro ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que irá apresentar nesta segunda-feira, 19 fevereiro, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pretende substituir a aposentadoria compulsória por demissão sem remuneração para juízes, promotores e militares envolvidos em crimes graves. Segundo Flávio Dino, a medida visa eliminar a desigualdade de tratamento em comparação com outros servidores públicos que praticam crimes similares, como corrupção.

    Além da proposta relacionada à punição, Dino apresentou um projeto para proibir acampamentos em quartéis, destacando a importância de medidas que promovam a transparência e a integridade nas instituições militares.

    O senador, que herdar a relatoria de 344 processos ao assumir seu cargo no STF, incluindo investigações sobre o ministro das Comunicações, critica propostas que buscam limitar os poderes do Supremo, como o impeachment de ministros. Em seu último discurso no Senado antes de assumir a nova função, Flávio Dino argumenta a necessidade de uma abordagem mais rigorosa para crimes graves no serviço público.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Ex-presidente José Sarney tem fraturas após sofrer queda em Brasília

    G1-MA

    O maranhense e ex-presidente da República, José Sarney, teve fraturas ao sofrer uma queda durante uma atividade física, próximo a residência onde mora, em Brasília. Sarney passa bem e está se recuperando.

    Segundo a assessoria de José Sarney, o acidente aconteceu a semana passada, no período de Carnaval, em uma caminhada realizada em uma quadra. Sarney pisou em um desnível entre uma rampa e o asfalto, o que provocou uma queda.

    Ao cair, o ex-presidente teve fraturas leves no osso do úmero e na clavícula, além de um corte no braço. Sarney recebeu atendimento em um hospital, mas não foi necessário realizar cirurgia, apenas a colocação de uma tipoia.

    Desde então, Sarney tem usado uma tipoia, mas está se recuperando bem e deve retomar às atividades ainda nesta segunda-feira (19), após avaliação médica.

    Sarney, que tem 94 anos, tem sofrido com quedas nos últimos anos. Em julho de 2023, ele tropeçou e uma queda em casa, em São Luís.

    O ex-presidente da República chegou a ficar internado e teve o diagnóstico de “pequena área de isquemia cerebral”, que é causada por um bloqueio na circulação sanguínea do cérebro.

    Apesar disso, em razão do quadro de saúde estável, Sarney foi liberado da unidade de saúde após a realização de exames.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Shows de Maiara e Maraisa e Lauana Prado são cancelados após chuva forte durante Carnaval em São Luís

    G1

    As sertanejas Maiara e Maraisa iriam se apresentar na Cidade do Carnaval, na Praia Grande, na área central da capital, e a cantora Lauana Prado se apresentaria no circuito Beira-Mar, também no Centro de São Luís.

    Os shows da dupla sertaneja Maiara e Maraisa, e da cantora Lauana Prado foram cancelados durante a segunda-feira (12) de Carnaval em São Luís em virtude da chuva forte que ocorreu na noite dessa segunda na capital.

    Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) informou que por questões de segurança o show de Maiara e Maraisa precisou ser cancelado e que uma nova data para apresentação delas seria agendada.

    Leia a íntegra da nota abaixo

    “Em decorrência do forte temporal com raios e ventania, que atinge a cidade na noite desta segunda-feira (12), e por questões de segurança do público, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult), em consenso com a produção de Maiara & Maraisa, decidiu pelo cancelamento do show na Cidade do Carnaval. Uma nova data de apresentação da dupla será anunciada em breve”.

    Seguindo a mesma dinâmica, o governo do Maranhão também cancelou o show da cantora Lauana Prado por conta da chuva e vento forte na cidade. Em nota, a Secretaria de Estado da Cultura (Secma) disse que a apresentação da artista ocorrerá nesta terça-feira (13).

    Confira a nota da Secma

    “O show da cantora Lauana Prado, devido às fortes chuvas, com ventania na Beira-Mar, na noite dessa segunda-feira (12), precisou ser adiado por medida de segurança. Mais do que termos grandes atrações, geração de emprego e renda, é fundamental promovermos a segurança de todas as pessoas”. 

    A forte chuva em São Luís se estendeu pela madrugada desta terça e veio acompanhada de fortes rajadas de vento, provocando estragos em várias partes da cidade.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Recuperado em Santa Inês colar da cantora Manu Bahtidão

    O Informante 

    Uma operação conjunta da Guarda Municipal e equipes da Polícia Militar do Maranhão recuperou um colar avaliado em R$100 mil que teria sido furtado do pescoço da cantora Manu Bahtidão durante uma apresentação no carnaval da cidade.

    As equipes de segurança trabalharam em conjunto para localizar a joia, que se tornou destaque pela repercussão na imprensa nacional.

    O prefeito Felipe dos Pneus parabenizou as equipes de segurança pelo sucesso da operação.

    Um perito em joias foi acionado para confirmar a autenticidade do colar e sua ligação com a cantora Manu Bahtidão.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Mulher é presa após matar o próprio filho de oito meses espancado em São Luís

    G1

    Segundo informações da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), a mulher, identificada como Rozineide Ramos Moura, disse que estava ouvindo vozes que mandavam ela matar a criança.

    Mulher é presa após matar o próprio filho de oito meses espancado em São Luís — Foto: Reprodução

    Uma mulher, de 34 anos, foi presa em flagrante, acusada de matar o próprio filho, um bebê de 8 meses de idade. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (8), no bairro João de Deus, em São Luís.

    Segundo informações da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), a mulher, identificada como Rozineide Ramos Moura, disse que estava ouvindo vozes que mandavam ela matar a criança.

    O irmão do bebê viu a mãe espancando o menino e pediu ajuda aos vizinhos, que imobilizaram Rozineide e a agrediram.

    A mulher conseguiu fugir da tentativa de linchamento e correu para uma área de matagal, onde foi alcançada e presa pela polícia.

    Já a criança, identificada como Fagner Ramos Moura já foi encontrada pela PM-MA sem vida.

    Rozineide Ramos foi levada para o hospital, para tratar os ferimentos da tentativa de linchamento e depois será apresentada na Delegacia de Homicídios.

    Informações preliminares da polícia apontam que a mulher morava com dois filhos menores de idade.

    O caso está sendo investigado pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Relação sexual intensa e profunda com o jogador do Corinthians pode ter ocasionado a morte da jovem de 19 anos

    Por Alex Ferreira Borralho 

    “Ruptura do fundo de saco de Douglas com extensão à parede vaginal esquerda”, é o motivo mencionado no atestado de óbito de Lívia Gabriele da Silva Matos (19 anos), que morreu após ter mantido relação sexual com Dimas Cândido de Oliveira Filho, jogador do Corinthians.

    Essa ruptura é um tipo de laceração incomum que pode resultar de relações sexuais intensas e profundas, podendo levar a sangramento abundante e a dor pélvica, sendo algo raro e muito grave e é decorrente de condição que está relacionada à anatomia do sistema reprodutivo feminino.

    Vale ressaltar que os laudos dos exames complementares que foram realizados pelo Instituto Médico Legal (IML), estes que podem apontar a causa da lesão que matou Lívia, só têm previsão de saírem em torno de 30 dias.
    Lívia tinha acompanhamento ginecológico em dia e cursava enfermagem em um dos hospitais mais conceituados do Brasil (Albert Einstein, em São Paulo).

    Fonte: Polícia Civil de São Paulo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.