Jornalista Luís Cardoso e o maravilhoso humorista Dedé Santana, no Restaurante Villa 230 – Gastrobar

    Foi um encontro descontraído entre a grande lenda do humor brasileiro, o ator Dedé Santana, e o jornalista Luís Cardoso, na mais nova e melhor opção de São Luís, o Restaurante Villa 230 – Gastrobar, no Calhau.

    Dedé Santana encontra-se na Ilha para gravar cenas de um filme.

    O eterno “Trapalhão” adorou a culinária e os petiscos do Gastrobar e prometeu voltar, assim que cumprir uma agenda extensa em Salvador, na Bahia.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Que vergonha! Batida em casa clandestina de jogo, artilheiro Gabigol se escondeu embaixo da mesa

    Era de madrugada quando a polícia recebeu uma denúncia anônima do funcionamento da casa de jogo de azar em local bastante luxuoso, inclusive com camarotes, sendo um deles ocupado pela dupla de famosos, na Zona Sul de São Paulo. No cassino quase ninguém usava máscara e foi interditado pelo Procon.

    Artista e atleta se jogaram debaixo da mesa na tentativa de despista os policiais, mas de nada adiantou. Jogo de azar é proibido no Brasil. E estava funcionando na Vila olímpia, bairro nobre da capital de São Paulo.

    O local foi duplamente penalizado por aglomerar 300 pessoas em plena pandemia, com medidas restritivas impostas pelo Governo de São Paulo e batendo recordes de mortes e internações no pais, além de abrigar jogo de azar.

    Os presentes não foram multados, mas tiveram que ser encaminhados para a delegacia e tiveram que assinar termo  circunstanciado e voltarão para novos depoimentos. Gabigol volta aos treinos amanhã, segunda-feira (15).

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Maranhense é eleito coordenador nacional da CCEEE/CONFEA

    No dia 11/02/2021, foi eleito o Eng. Eletric. Rogerio Moreira Lima como Coordenador Nacional da CCEEE/CONFEA ( Coordenadoria das Câmaras Especializadas de Engenharia Elétrica do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia).

    Sendo este um grande feito ao Estado do Maranhão, pois pela primeira vez, um Coordenador da CEEE/CREA-MA ( Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Maranhão ) é eleito coordenador nacional.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    MP do Maranhão investiga apenas três denúncias de fura-filas; nenhuma em São Luís

    Do Atual7

    Falta de transparência do órgão tem dificultado o controle social sobre apurações de burla à ordem de prioridade da vacinação contra a Covid-19

    O Ministério Público do Maranhão instaurou apenas três procedimentos investigatórios, abertos a partir de denúncias, para apurar supostas burlas à ordem de priorização da vacinação contra a Covid-19, as famigeradas fura-filas.

    A informação foi repassada ao ATUAL7 pela coordenadora do CAOp (Centros de Apoio Operacional)/Saúde, promotora Ilma de Paiva Pereira, e corresponde ao consolidado de dados obtidos pelo órgão auxiliar junto à todas Promotorias de Justiça do MP-MA, até a última sexta-feira 5.

    Apesar de diversos relatos de fura-filas em São Luís, e do deputado estadual Yglésio Moyses (PROS) ter divulgado que protocolou requerimento pela apuração de fatos relativos à aplicação da vacina na capital, segundo o CAOp/Saúde, apenas as promotorias das comarcas de São Bento, Cândido Mendes e Codó informaram haver investigações a respeito, uma em cada.

    A revelação mostra que o número oficial de procedimentos abertos contra fura-filas é bem menor do que levou a crer publicação institucional do Ministério Público, em 26 de janeiro. Sem entrar em detalhes sobre as ocorrências –segundo defendeu, “para resguardar os processos investigatórios”–, o MP do Maranhão informou na publicação que já havia registrado, até aquela data, 15 procedimentos sobre fiscalização da vacinação contra a Covid-19.

    Questionado pelo ATUAL7 sobre a discrepância dos números, o Ministério Público alegou que nem todos os procedimentos informados naquela publicação como abertos desde o mês passado tratavam sobre fura-filas. “De tal forma, reiteramos que não houve divergências de informação”, justificou-se.

    Na sexta, a pedido do ATUAL7, feito com base no interesse público e na previsão constitucional de publicidade dos processos, a promotora Ilma de Paiva Pereira encaminhou ao chefe da PGJ (Procuradoria-Geral de Justiça), Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, solicitação para que seja disponibilizado publicamente, no próprio site do Ministério Público, em tempo real, o quantitativo de denúncias recebidas pelo órgão e respectivos procedimentos abertos a respeito de fura-filas da ordem de priorização da vacinação contra a Covid-19, detalhada por Comarca.

    Até o momento, porém, o pedido ainda não foi atendido, e a falta de transparência e dificuldade ao controle social permanecem.

    A burla à prioridade da vacinação contra a Covid-19, se confirmada e a depender do caso concreto, pode ser enquadrada em diversos tipos de ilícitos e infrações penais, tais como abuso de autoridade, caracterizado quando agentes públicos que não se encontram no rol de pessoas a serem vacinadas se valem do cargo ou função para se vacinar indevidamente; peculato, aplicado aos casos em que se desvie doses de vacina para venda à rede particular ou ao mercado paralelo ou até mesmo subtraia doses; e crime de responsabilidade de prefeito, quando a pessoa que desvia ou se apropria das vacinas é o prefeito ou se utiliza do cargo para beneficiar pessoas a ele ligadas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Farra, danças soltas e agarradinhas, e aglomeração marcam a festa dos deputados federais

    Um grupo de mais de 300 deputados federais promoveram uma festa de arromba depois da vitória do deputado Arthur Lira para a presidência da Câmara Federal. Era como se o vírus da covid-19 sumisse e tudo foi liberado. 

    Whisk fino, vinhos importados e muita música brega e danças de todos os tipos. O rega-bofe reuniu parlamentares de todos os estados ao som de músicas de traídos, como “Letícia”, do cantor Zé Vaqueiro.

    Confira o vídeo abaixo, inclusive com cenas de deputados do Maranhão:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura é investigada por suposto desvio de R$ 500 mil destinados à Covid-19 em Axixá

    Blog do Neto Ferreira

    A Prefeitura de Axixá, comandada por Sônia Campos (PDT), está sendo investigada por suposto desvio de R$ 500 mil destinados ao enfrentamento da Covid-19.

    A investigação foi instaurada pelo procurador da República, Marcilio Nunes Medeiros, após o vereador de Axixá, Joaquim Souto dos Santos Filho (MDB), protocolizar uma Representação contra a gestão de Campos.No documento, o parlamentar municipal relatou que não foram realizadas ações significativas no combate à pandemia em Axixá. Alegou ainda que não há metas, dados ou medidas que indiquem a política adotada.Joaquim Filho afirmou também que pacientes foram encaminhados para outro Município, pois o hospital da cidade não tinha condições de atendimento, entre outras irregularidades.Em razão disso, o Procedimento Preparatório nº 1.19.000.001042/2020-92 foi convertido em Inquérito Civil Público para dotar todas as medidas possíveis e necessárias, judiciais e extrajudiciais, no intuito de apurar supostas irregularidades quanto à gestão de verbas públicas destinadas ao enfrentamento do COVID-19 em Axixá.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    URGENTE!! Juiz Queiroga Filho determina busca e apreensão em residência de apoiadora de Gil Lopes

    Por Minuto Barra

    Apoiadora dos comunistas vem atuando no WhatsApp solicitando fotografia de títulos de eleitores que votam em Barra do Corda, porém, residem em outros estados.

    O juiz eleitoral Antônio Elias de Queiroga Filho determinou neste sábado, 14 de novembro, para que a polícia faça uma busca e apreensão na residência de uma apoiadora de Gil Lopes.

    Laura Milhomem Costa (foto acima)vem atuando, segundo a denúncia, através do seu WhatsApp solicitando fotografia do título eleitoral de eleitores que votam em Barra do Corda, porém, encontram-se residindo em outros estados.

    Nos áudios, ela solicita a fotografia do título e ainda promete dinheiro. Com a fotografia do título, ela pretende votar por tais eleitores amanhã, dia da eleição, o que é classificado como um grave crime eleitoral.

    O juiz classificou como grave e determinou a busca e apreensão por parte da polícia. Na decisão, o magistrado manda recolher também o aparelho celular de Laura.

    Até o presente momento a Polícia ainda não encontrou a residência em que Laura reside.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    É falsa a informação de que o pai de Flávio Dino morreu

    Levado por uma informação publicada na coluna O Informante, do Jornal Pequeno virtual, sobre a morte do ex-deputado Sálvio Dino, pai do governador Flávio Dino, o Blog do Luis Cardoso também cometeu o mesmo erro.

    Na verdade, o pai do governador do Maranhão encontra-se internado no Hospital Carlos Macieira em estado grave devido complicações do novo coronavírus.

    O titular do Blog pede desculpas ao senhor Sálvio Dino e aos seus familiares e deseja que Deus interceda no seu tratamento de saúde para que possa voltar ao convívio dos seus amigos.

    NOTA – SÁLVIO DINO SEGUE EM TRATAMENTO

    23/08/2020 18H 50

    A Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) informa que o ex-deputado estadual e ex-prefeito de João Lisboa, Sálvio Dino, pai do governador Flávio Dino, segue em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Carlos Macieira, em São Luís.
    Sálvio Dino foi diagnosticado com Covid-19 há algumas semanas e iniciou tratamento hospitalar na cidade de Imperatriz, posteriormente sendo transferido para a capital. O estado de saúde é grave.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Bolsonaro sanciona lei que cria linha de crédito para autônomos

    Agência Brasil

    O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria uma linha de crédito especial destinada aos profissionais liberais que atuem como pessoa física, como advogados, corretores e arquitetos. A medida (Lei nº 14.045/2020) foi publicada hoje (21) no Diário Oficial da União e tem o objetivo de reduzir os impactos financeiros do setor durante a pandemia do novo coronavírus.

    De acordo com o texto, a linha de crédito, criada no âmbito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), terá taxa de juros de 5% ao ano mais a taxa Selic e prazo de 36 meses para pagar, dentro dos quais até oito meses poderão ser de carência com juros capitalizados. O valor da operação é limitado a 50% do rendimento anual informado na Declaração de Ajuste Anual de 2019 do trabalhador, no limite máximo de R$ 100 mil.

    A linha de crédito é destinada a profissionais liberais com nível técnico ou superior, exceto aqueles que tenham participação societária em pessoa jurídica ou que possuam vínculo empregatício de qualquer natureza.

    O texto aprovado no Congresso também incluía mudanças na legislação do Pronampe como a criação do Conselho de Participação em operações de crédito educativo, regras para o leilão de créditos não recebidos pelos bancos e honrados pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO) e formas de aplicação da garantia dada pelo fundo.

    Os dispositivos, entretanto, foram vetados pelo presidente Bolsonaro, sob o argumento de que geram insegurança jurídica, pois disciplinam questões relativas à Lei nº 14.042/2020.

    O único dispositivo não vetado nesse sentido estabelece que o fundo não contará com qualquer tipo de garantia ou aval por parte da União e responderá por suas obrigações no âmbito do Pronampe até o limite do valor dos bens e direitos do seu patrimônio alocados para o programa.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    INSS inicia hoje projeto-piloto de biometria facial

    Agência Brasil

    Cerca de 500 mil beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em todo o país começam hoje (20) a testar a prova de vida por biometria facial. Nos próximos dias, segurados selecionados pelo órgão começarão a ter acesso ao sistema de reconhecimento facial.

    A prova de vida digital será feita nos aplicativos do Governo Digital (Meu gov.br) e Meu INSS com o uso da câmera do celular do cidadão. Como se trata de um projeto piloto, o ícone para a prova de vida digital só estará disponível para os usuários escolhidos. A partir de hoje, o INSS fará contatos com segurados por SMS, e-mail e telefone, convidando para a iniciativa.

    Para evitar fraudes e ter a certeza de que o segurado está sendo contatado pelo INSS, o órgão informa que o remetente que enviará o SMS será identificado como 280-41. Qualquer mensagem sobre prova de vida com origem em números diferentes deve ser ignorada. Quem tiver dúvidas pode ligar para o número 135 e conferir se a notificação é verdadeira.

    Passo a passo

    O procedimento será feito da seguinte maneira. Primeiramente o usuário abrirá o aplicativo Meu INSS e clicará no ícone “Prova de Vida”, no canto esquerdo superior da tela. Em seguida, entrará no aplicativo Meu gov.br digitando o CPF e clicará na opção “Autorizações” e seguirá as demais instruções do aplicativo.

    O aplicativo Meu gov.br fará uma pergunta relacionada a algum documento do segurado, como título de eleitor ou carteira de motorista. Basta respondê-la, e autorizar o programa a tirar fotos e gravar vídeos. A câmera do celular abrirá, e o aplicativo pedirá comandos para o usuário, como sorrir e virar a cabeça.

    O usuário retornará ao aplicativo Meu INSS e clicará novamente no botão da “Prova de Vida”. Lá será possível confirmar se a biometria deu certo. Como o INSS usará a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral, só serão escolhidos segurados com carteira de motorista e título de eleitor.

    Pandemia

    Obrigatória para o recebimento de aposentadoria, auxílios e pensões, a prova de vida deve ser feita todos os anos, no mês de aniversário do segurado, na agência bancária onde o benefício é sacado. Caso o próprio segurado não possa comparecer, algum representante legal pode ir em seu lugar.

    Por causa da pandemia do novo coronavírus, o procedimento está suspenso até setembro. Em alguns bancos, a prova de vida pode ser feita com biometria nos terminais de autoatendimento, mas esta será a primeira vez que o usuário poderá fazer o procedimento com a câmera do celular.

    Desde agosto do ano passado, o procedimento pode ser feito por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão, por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Toneladas de maconha e cocaína, e R$ 4 milhões em espécie foram apreendidos pela PRF

    Toneladas de maconha, cocaína e cerca de R$ 4 milhões em espécie alavancaram os resultados da Operação realizada em todas as regiões do Brasil

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, neste domingo (16), a quarta fase da Operação Tamoio. Já considerada a maior operação de enfrentamento à criminalidade realizada pela instituição, a Tamoio causou impacto de quase R$ 1 bilhão às organizações criminosas. Apenas em sua fase inter-regional os prejuízos estimados atingem a soma de mais de R$ 151,2 milhões.

    Para intensificar as ações de policiamento orientado por inteligência, visando incrementar o enfrentamento qualificado à criminalidade e o aumento da percepção de segurança nas rodovias federais, a Tamoio IV foi coordenada em macro-regiões: fronteira, centro-sudeste e norte-nordeste. Da fronteira ao litoral, o trabalho “fechou o cerco” nos principais corredores logísticos multimodais, rota de saída ou entrada do país no transporte de ilícitos.

    Com as macro-regiões integradas e articuladas, a operação atingiu o objetivo de “sufocar” o movimento das organizações criminosas. Em seis dias, a PRF fiscalizou mais de 190 mil veículos e 168 mil pessoas. Como resultado, foram tiradas de circulação mais de 20,5 toneladas de maconha e mais de 770 Kg de cocaína e derivados. Essas apreensões totalizaram um prejuízo de mais de R$ 112 milhões ao narcotráfico.

    Relacionado ao tráfico de drogas está também o tráfico de armas. Nesse quesito, os criminosos tiveram um prejuízo de cerca de R$ 154 mil, com a apreensão de 51 armas de fogo e 626 munições. Os contrabandistas de cigarros sofreram um desfalque de 4,8 milhões de maços do produto, o que equivale a quase R$ 24 milhões.

    O que também chamou atenção nessa edição da Tamoio foi o quantitativo de dinheiro apreendido. Em notas de Real e Dólar, os agentes flagraram o transporte de mais de R$ 4,2 milhões sem origem declarada. Ainda, 196 veículos com registro de roubo ou furto foram recuperados e, no total, 1,081 pessoas foram detidas por esses e outros crimes.

    Confira algumas das principais ocorrências das Operação Tamoio IV:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Planos de saúde vão cobrir exames para detecção do novo coronavírus

    Por Agência Brasil

    Os planos de saúde estão obrigados, a partir de hoje (14), a cobrir exames para detecção do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que provoca a covid-19. A decisão, tomada ontem pela diretoria colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar, prevê a cobertura para a pesquisa de anticorpos IgC ou anticorpos totais e foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

    Os exames poderão ser feitos nos pacientes com síndrome gripal ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG) a partir do oitavo dia do início dos sintomas e também para crianças ou adolescentes com quadro suspeito de síndrome multissistêmica inflamatória pós-infecção pelo novo coronavírus.

    Os planos de saúde, no entanto, não estão obrigados a cobrir os testes nos seguintes casos: RT-PCR prévio positivo para Sars-Cov-2; pacientes que já tenham realizado o teste sorológico, com resultado positivo; pacientes que tenham realizado o teste sorológico, com resultado negativo, há menos de uma semana; para testes rápidos; pacientes cuja prescrição tem finalidade de screening, retorno ao trabalho, pré-operatório, controle de cura ou contato próximo/domiciliar com caso confirmado; e para verificação de imunidade pós vacinal.

    Mais um prefeito no Maranhão morre por complicações do novo coronavírus

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.