Por causa de R$ 2, vereador, irmão de prefeito, é assassinado no Maranhão

O vereador Jorge Cunha (foto abaixo) participava de uma festa na madrugada de hoje em Apicum Açu quando um elemento se aproximou dele e lhe pediu R$ 2. Diante da recusa, os dois começaram a discutir forte, quando o indivíduo sacou de uma faca e matou o vereador. Segundo informações ao blog, o assassino já teria sido preso. O político era irmão do prefeito Cláudio Cunha. 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia Civil investiga fraude em concurso da PM no Maranhão

G1 Ma

Polícia Civil está investigando uma fraude que aconteceu no domingo (17) no município de Caxias no concurso da Polícia Militar do Maranhão.

A Polícia Civil está investigando uma fraude que aconteceu no domingo (17) no município de Caxias, a 360 km de São Luís.

Segundo informações da polícia, dois homens identificados como José Leonardo Marques e José Jonathan Alves foram presos durante a realização da prova para o concurso da Polícia Militar do Maranhão.

Eles são do estado de Pernambuco e foram flagrados pelos fiscais recebendo as respostas das questões por meio dos seus aparelhos celulares.

A Polícia Civil de Caxias está investigando para saber se existem mais pessoas envolvidas nessa fraude. Os criminosos presos teriam pago R$ 30 mil para a quadrilha para responder de forma correta as questões.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policiais militares prendem assassino de radialista no interior do Maranhão

Uma guarnição da Polícia Militar do Maranhão, composta pelo Sargento Nunes, soldados Marques, Everton e Tibério prenderam o elemento Thiago, matador do radialista Geovane Santos (foto abaixo), morto na madrugada de ontem por facadas dentro de sua própria residência, na cidade de Timbiras. O assassino foi localizado numa residência no povoado Dominguinhos.

O povoado fica 10 km de distância da sede. Os policiais andaram todo o trajeto andando para localizar e trazer para a delegacia o matador. O crime abalou a cidade de Timbiras.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Jovem é vitima de latrocínio no centro de São Luís

Um jovem de 16 anos foi morto no início da tarde de hoje na rua Jansen Miller. Trata-se de crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Populares que assistiram o assalto ainda tentaram salvar o jovem, que veio a óbito. O motivo da morte seria pelo fato dele ter demorado a entregar o celular.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Assassino de músico continua foragido e amigos reclamam do descaso da polícia

Fernandinho dos Perfumes (foto abaixo), como é mais conhecido, o assassino do jovem músico JJ, o Meneses Júnior, permanece foragido desde sábado quando cometeu o ato cruel. Amigos e familiares do artista reclamam da pouca importância que a polícia deu ao caso.

Júnior foi morto a tiros quando se encontrava em um posto de combustível na avenida dos Holandeses, ao lado da Citroen, cedo da manhã de sábado. Ele havia tido uma desavença com o autor da morte pelas redes sociais e numa festa na Gardens, na noite de sexta, chegaram a discutir e Júnior teria acertado um soco no desafeto.

Na manhã de sábado, Fernandinho teria ido na sua casa para se armar. E ao encontrar Júnior foi logo atirando, tendo uma bala entrado pela braço e se alojou no pulmão, o que lhe ocasionou a morte.

Amigos do músico estão revoltados com o que consideram de omissão da polícia na prisão do assassino. Para muitos, se Júnior fosse um empresário ou político o matador já teria sido localizado e preso.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Dono da banda musical Lore Prazeres, JJ, foi assassinado hoje de manhã

Músico e dono da banda Lore Prazeres, Menezes Júnior (foto abaixo), foi alvejado hoje, por volta das 7h, quando se encontrava na conveniência de um posto de combustível. O provável autor dos disparos, conhecido como Fernandinho, teria uma rixa com o artista. 

JJ, como era conhecido o músico, ainda foi levado pra Upa do Araçagi, mas não resistiu. Fernandinho chegou ao local e foi logo atirando na vítima. O autor é morador da Cohab.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia desvendou rapidamente três crimes de grande repercussão no Maranhão

É preciso reconhecer a agilidade e competência da polícia do Maranhão na investigação de três assassinatos que marcaram o nosso estado nos últimos 13 meses: o assassinato de jovem publicitária Mariana Costa Araújo (sobrinha-neta de Sarney, da menina Alanna Ludmila e agora a morte do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin. Todos de fácil elucidação.

Além da agilidade e competência, a polícia contou com a sorte nos três casos. No de Mariana, o corpo foi encontrado dentro do apartamento. Não demorou muito para que, de posse das imagens internas do condomínio onde ela residia, a investigação chegasse ao cunhado Lucas Porto, que confessou o crime, perpetrado no dia 13 de novembro do ano passado.

A morte de Alanna Ludmila, também seguida de estupro, aconteceu no dia 1 de novembro deste ano. No dia 3, dois dias depois que a polícia esteve no local do crime, vasculhou a redondeza, um vizinho da menor encontrou o corpo enterrado em cova rasa no quintal da casa dela, no Maiobão.

A fuga do padrasto da menina, Robert Serejo, após prestar depoimento, foi o sinal verde para a descoberta do autor do crime. Ao tentar fugir em uma Van para o interior, ele foi reconhecido e preso. Também confessou o crime.

No caso da morte do ex-prefeito de Barra do Corda, a princípio a única testemunha ocular da morte era o próprio filho. O depoimento dele, portanto, era importante. E foi no depoimento que a polícia foi encontrando as contradições, o relatos falsos do filho de Nenzin.

O tiro a queima-roupa, a presença de mais pessoas dentro do carro, a demora de levar o ex-prefeito para o hospital deram a senha para a polícia. Aí veio a fuga durante a missa de corpo presente. Mariano Júnior se evadiu e foi preso hoje de manhã cedo na casa de um amigo. Só resta agora confessar que foi o mandante da morte do próprio pai.

Os três crimes abalaram a população pela forma como foram perpetrados. Chocaram a quem tomou conhecimento, ainda mais porque envolve familiares. Portanto, a polícia deu respostas rápidas por encontrar facilidades para chegar aos criminosos.

O mesmo não se pode dizer de outros casos, como o assassinato do Blogueiro Ítalo Diniz (foto acima), assassinado na porta de sua casa, em novembro de 2015, na cidade de Governador Nunes Freire, dois anos depois sem elucidação, portanto. O crime emocionou a cidade e foi cobrado até pela diretora geral da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Irina Bokova, que apelou para as autoridades policiais a prisão de executores e mandantes. E nada, até agora.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Filho do ex-prefeito de Barra do Corda será transferido para São Luis; veja o momento da prisão

Por questões de segurança, Mariano Júnior, principal suspeito de ser o mandante da morte do pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, será transferido agora pela manhã para São Luís. Neste sentido, uma aeronave do CTA já se deslocou para a cidade de Barra do Corda.   

Confira abaixo o momento em que Mariano Júnior foi preso e conduzido por policiais:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia confirma a prisão de Júnior do Nenzin, principal suspeito da morte do pai, ex-prefeito de Barra do Corda

A prisão aconteceu nesta madrugada e foi feita por policiais militares. Mariano Júnior é acusado de ser o mandante da morte do pai. Ele teria sido assassinado por Luzivan, mais conhecido por Vaqueiro, que trabalha em uma das fazendas do ex-prefeito de Barra do Corda.

Segundo versão da polícia, Vaqueiro seria a terceira pessoa que estava no mesmo carro que levava pai e filho a uma fazenda. Ele seria o autor dos disparos.

Nenzin vinha desconfiando do sumiço do gado e exigiu na quarta-feira passada, dia 06 deste,que queria contar o número de cabeça de bois. Na última vez, deixou 600, mas a polícia contou no dia do crime e só estavam na fazenda cerca de 120.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia intensifica busca pelos homens que mataram o ex-prefeito de Barra do Corda

Nas investigações preliminares sobre o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o popular Nenzin, a polícia tomou informações de que dois homens estavam numa moto quando o líder político desceu do carro em que estava com o filho, Júnior Nenzin, para urinar. Dos tiros disparados, um acertou mortalmente o ex-prefeito, com a bala entrando pelo pescoço.

Policiais militares e civis intensificaram as buscas pelos assassinos em Barra do Corda e nos municípios vizinhos. Nenzin foi morto por volta das 8h30 quando se dirigia para a fazenda dele, ainda no perímetro urbano da cidade.

Ele foi levado para a UPA de Barra do Corda, mas logo encaminhado para o Socorrão da cidade de Presidente Dutra. Toda a esquipe médica foi para a sala de reanimação, mas o ex-prefeito não resistiu e veio a óbito. Peritos de São Luís, policiais da Delegacia de Homicídios foram mobilizados para Barra do Corda.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vítima de atentado à tiros, morre o ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin

Não resistindo aos ferimentos causados pelas balas de que foi vítima agora de manhã, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o popular Nenzin, ele faleceu no Socorrão, da cidade de Presidente Dutra.

Nenzin estava indo para sua fazenda em companhia de um filho quando foi vitima de atentado. Uma das balas teria atingido o pescoço e saiu pela boca.

A cidade de Barra do Corda está comovida com a morte de seu maior líder político e pai do deputado Rigo Teles. Aguardem novas informações.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Laudos apontam sêmen do padrasto no local em que Alanna foi morta e estuprada

A Polícia Técnica do Maranhão divulgou o resultado do primeiro laudo em que aponta a existência de vestígios de sêmen de Robert Serejo, no local em que ele matou e estuprou a ex-enteada Alanna Ludmila (foto abaixo), no Maiobão, no início deste mês. Falta agora realizar a reconstituição do crime.

De acordo com o Superintendente da Polícia Técnica, Miguel Alves, os peritos tiveram certas dificuldades para realizar os trabalhos de coletas em razão do local da cena do crime ter sido violado por pessoas, que na tentativa de ajudar a elucidar o assassinato, entraram na casa e no quintal, onde o corpo foi enterrado em uma cova rasa.

A Polícia trabalha ainda na busca de mais resultados para identificar a existência de outra pessoa que provavelmente teria ajudado o crimino a enterrar o corpo. Deverá ser feito até o final deste mês a reconstituição, e não a fez até agora por causa da comoção que o episódio causou.

Entenda o caso

Dia 1 deste, quarta-feira, a menina Alanna Ludmila, 10 anos, desapareceu quando estava dentro de casa. Câmeras de vizinhos no Maiobão registraram o momento em que o padrasto dela (foto abaixo), que estava separado da mãe da menor, Jaciene Borges, se aproximou da residência. Ele voltaria também no período da tarde com o ex-cunhado para verificar a casa.

Ele prestou depoimento na noite do dia 2 na Delegacia do Maiobão e sumiu. A partir daí passou a ser considerado foragido. No dia 3, sexta-feira, o corpo de menor foi encontrado enterrado no quintal, com as mãos amarradas e coberto por sacos plásticos, além da cabeça apresentar hematomas.

No dia seguinte, sábado, Robert Serejo tentava fugir em uma Van para o interior, mas foi reconhecido e preso por dois militares. Em depoimento ele confessou os crimes e contou todos os detalhes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.