Edivaldo anuncia programa de descontos para incentivar descarte nos ecopontos e aumentar índice de reciclagem em São Luís

    Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente o prefeito Edivaldo Holanda Junior anuncia mais um serviço à população que vai garantir que São Luís continue avançando nos indicadores de sustentabilidade.

    Em suas redes sociais Edivaldo anunciou que será lançado nos próximos dias “um programa que vai oferecer descontos para incentivar descarte de resíduos sólidos recicláveis e reaproveitáveis nos Ecopontos”.

    A gestão de resíduos implantada por Edivaldo mudou a realidade de São Luís. O Aterro da Ribeira, gargalo antigo das sucessivas gestões municipais, foi desativado e desde então a cidade vem avançando progressivamente, saindo das últimas posições nos índices do setor para ser uma referência no país.

    Hoje, São Luís tem o maior índice de reciclagem da região Nordeste e recicla 5,44% de todo o lixo que produz, contando com dois sistemas complementares de coleta seletiva: os ecopontos, onde o cidadão faz a entrega diretamente nos equipamentos; e a coleta seletiva porta a porta, por meio da qual a Prefeitura faz o recolhimento na casa do cidadão.

    O serviço de Coleta Seletiva, que foi paralisado no início da pandemia, volta a ser prestado normalmente na próxima semana. Com isto, Edivaldo incentiva aumento da taxa de reciclagem ao mesmo tempo em que beneficia a população.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís paga servidores municipais neste sábado (30)

    A Prefeitura de São Luís paga neste  sábado (30) a folha dos servidores públicos municipais referente ao mês de maio. A exemplo do que tem acontecido durante toda a gestão, o prefeito Edivaldo Holanda Junior tem mantido o pagamento em dia, mesmo em momentos de crise como a que se vive agora e que afeta não somente a saúde da população, mas também tem impacto na economia. 

    “Temos tratado com muita seriedade o funcionalismo municipal. Entendemos que, durante a pandemia, a forte crise econômica e financeira pela qual passava o país foi muito agravada. Por isto mesmo, com planejamentos constantes, nossa gestão tem conseguido organizar o setor financeiro do município para manter o compromisso de pagar em dia o servidor público que tem seus compromissos a cumprir e, assim, manter girando a nossa economia”, disse o prefeito Edivaldo.

    A crise causada pelo novo coronavírus causou perdas na arrecadação municipal que sofreu muitas baixas devido as dificuldades financeiras enfrentas por todos. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, apesar das atividades no fisco municipal não terem parado, com o fechamento da maior parte das atividades econômicas no Maranhão, o município também deixou de arrecadar.

    “Estamos fazendo o possível para manter o pagamento do funcionalismo municipal em dia. Nossos colaboradores contam com o salário na conta para sustentar suas famílias, quitar suas contas que não deixam de chegar. Esse é um momento difícil para todos e contamos com a seriedade, compromisso e sensibilidade do prefeito Edivaldo e equipe, para controlar a crise financeira”, afirmou Delcio Rodrigues.

    Os servidores municipais têm acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e a senha.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Vereadores aprovam projetos que beneficiam população diante da proliferação do COVID-19 em São Luís

    A Câmara Municipal de São Luís realizou, nesta quarta-feira (29), mais uma sessão extraordinária remota na qual foram aprovados Projetos de Lei que beneficiam a população, que continua sofrendo com a proliferação do Novo Coronavírus (COVID-19) na capital maranhense.

    As proposições possuem caráter autorizativo e são de autoria dos vereadores César Bombeiro (PSD), Chico Carvalho (PSL), Astro de Ogum (PC do B), Pavão Filho (PDT), Antônio Garcez (PTC) e Dr. Gutemberg (PSC).
    As matérias foram aprovadas em 1º e 2º turnos e seguiram para apreciação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

    O Projeto nº 044/20, de autoria de César Bombeiro, determina a suspensão das obrigações relacionadas aos empréstimos consignados, junto as instituições financeiras, contraídos por servidores públicos municipais, pelo prazo de três meses, prorrogáveis por igual período ou enquanto persistirem as circunstâncias de calamidade pública instaladas pelo COVID-19.

    O PL recebeu emenda, de autoria da vereadora Concita Pinto (PC do B), incluindo no benefício aposentados e pensionistas e determinando que o pagamento das parcelas suspensas seja feito ao término do empréstimo.

    Chico Carvalho teve dois Projetos aprovados. O primeiro, de nº 047/20, prorroga automaticamente o pagamento das parcelas de IPTU, ISS, multas de trânsito e ITBI pelo prazo de 180 dias, bem como cria o Programa de Parcelamento de Emergência (PPE). O segundo, de nº 048/20, institui a redução proporcional das mensalidades da rede privada de ensino do Município de São Luís, de no mínimo 30%, durante o Plano de Contingência do Estado do Maranhão para enfrentamento ao Novo Coronavírus.

    Este último foi aprovado com emenda do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) determinando que sejam incluídos na obrigatoriedade estabelecimentos de ensino de Educação Infantil.

    De autoria do vereador Astro de Ogum, o PL nº 049/20 autoriza o Município a proceder a isenção do desconto de ISS aos profissionais autônomos da área da saúde. A matéria recebeu emenda proposta por Pavão Filho.

    O pedetista teve aprovada proposição, de nº 050/20, determinando a obrigatoriedade de uso e fornecimento de máscaras em estabelecimentos públicos, industriais, comerciais e de serviços, como medida de enfrentamento à disseminação do COVID-19 em São Luís, durante o estado de calamidade pública.

    Já Antônio Garcez teve aprovado Projeto, de nº 051/20, que estabelece a obrigação do uso de kits de EPIs (material de segurança) para prestador de serviço público e privado para o combate à pandemia na capital.

    Dr. Gutemberg teve três proposições aprovadas. A primeira, de nº 052/20, autoriza o Executivo Municipal a prorrogar o prazo de validade das certidões negativas de débito durante o período da pandemia. A segunda, de nº 053/20, autoriza o Poder Executivo a implantar o pagamento suplementar de 100% sobre os valores já pagos a título de adicional de insalubridade aos profissionais da área de saúde que estejam envolvidos diretamente no atendimento e tratamento dos pacientes portadores do COVID-19, durante o período de vigência do Decreto nº 54.936, de março de 2020, ou outro instrumento legal que venha a substituí-lo, ou ainda, venha prorrogar os seus efeitos.

    Já a terceira, de nº 054/20, autoriza a Prefeitura a suspender temporariamente a cobrança do Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) durante a vigência do Decreto nº 54.936, de março de 2020, ou outro instrumento legal que venha a substituí-lo, ou ainda, venha prorrogar os seus efeitos.

    Nova sessão – Após exaustiva análise das matérias colocadas em pauta, o presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT), suspendeu os trabalhos às 13h27, determinando a convocação de nova sessão para esta quinta-feira (30), a partir das 9h, quando deverão ser votados mais 12 Projetos de Lei e seis requerimentos, além de mensagem governamental que dispõe sobre concessão de benefício funeral em decorrência de doenças infectocontagiosa

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura mantém pagamento dos servidores municipais de forma escalonada para evitar aglomeração

    O pagamento acontecerá nos dias 29 e 30 de abril e 1° de maio; medida integra as ações de controle da Covid-19

    O pagamento salarial referente ao mês de abril, será pago aos servidores municipais de forma escalonada. O prefeito Edivaldo Holanda Junior mantém a decisão de fazer o pagamento alternado e por categorias como medida de contenção ao novo coronavírus. Afim de evitar a aglomeração de pessoas nas agências bancárias, o pagamento acontecerá nos dias 29 e 30 de abril e 1° de maio.

    Na próxima quarta-feira (29), serão pagos os aposentados e pensionistas. Já na quinta-feira (30), será a vez da administração indireta (institutos, fundos, fundações, a exemplo do Impur, Ipham, Fump, entre outros órgãos), servidores do Hospital Municipal Djalma Marques (HMDM – Socorrão I) e da Semus. Por fim, dia 1° de maio, acontecerá o pagamento dos funcionários da administração direta (secretarias no geral) e da educação.

    “Temos tomado medidas importantes para minimizar a disseminação de doenças em nossa capital e o escalonamento do pagamento é uma delas. Vamos continuar mantendo nossa folha em dia, apesar da pandemia e da grande crise financeira que enfrentamos”, disse o prefeito Edivaldo.

    Concentrando esforços para a prevenção e combate da Covid-19, a gestão do prefeito Edivaldo segue se reorganizando para superar a crise neste momento de pandemia. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, este é um momento muito delicado para a saúde e para a economia. “O prefeito Edivaldo, com responsabilidade, segue trabalhando para manter os investimentos na saúde, limpeza urbana, assistência social e todas as outras áreas”, afirmou.

    O pagamento escalonado é uma medida pontual, que acontece neste momento de pandemia do novo coronavírus. A Prefeitura irá manter a decisão de pagar os servidores municipais por categorias e em dias alternados por tempo indeterminado. Assim como São Luís, diversas capitais estão efetuando o pagamento salarial dos seus servidores de forma escalonada, a exemplo da cidade de Rio Branco (AC), Campo Grande (MS), Vitória (ES).

    Os servidores municipais têm acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e a senha.

    Pagamento Abril

    29/04 – Aposentados e Inativos

    30/04 – Saúde, Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) e administração indireta (institutos, fundos, fundações, a exemplo do Impur, Ipham, Fump, entre outros órgãos)

    1°/05 – Administração direta (secretarias no geral) e Educação

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura abre vagas emergenciais para técnico em enfermagem

    A Prefeitura de São Luís informa que está com vagas abertas para contratação emergencial de técnicos em enfermagem e fisioterapeutas para atuação na rede de atendimento exclusivo aos pacientes diagnosticados com Covid-19.

    Os interessados devem enviar currículo para o e-mail [email protected]

    #PrefeituraSãoLuís

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Edivaldo quer isentar por 90 dias taxa de iluminação com tarifa social

    O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) encaminhou hoje projeto de lei à Câmara Municipal de São Luís para isentar o pagamento da taxa de iluminação pública aos 85 mil beneficiários da tarifa social de energia elétrica com consumo igual ou inferior a 220 KWh/mês, durante o período de 1º de abril a 30 de junho de 2020. O anúncio foi feito em suas redes sociais no fim da tarde desta terça-feira (14).

    Outra proposta do pedetista encaminhada ao Legislativo Municipal estabelece o pagamento de auxílio-renda para as mais de 12 mil famílias em situação de extrema pobreza em São Luís. O benefício será pago, inicialmente, durante dois meses, podendo ser estendido, se houver necessidade.

    Desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) Edivaldo tem ampliado as ações de assistência social à população mais vulnerável com o objetivo de proteger a renda, garantir a segurança alimentar e a saúde destas pessoas. Outra medida já anunciada pelo prefeito de São Luís é a distribuição de kits de alimentos a outras 58 mil famílias de baixa renda e a cerca de 86 mil estudantes da rede municipal de ensino.

    Este apoio é fundamental porque neste momento em que parte das atividades econômicas estão paralisadas, estas famílias são as que têm sua renda mais prejudicada. Além disso, todo investimento na área social se reflete no fomento da atividade econômica, pois preservando a renda, ele garante a manutenção do consumo, principalmente dos pequenos negócios.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Vereadores destinam R$ 6,2 milhões em emendas para ações de enfrentamento ao COVID-19 em São Luís

    Os vereadores de São Luís destinaram à Prefeitura um montante de R$ 6,2 milhões, resultado de emendas parlamentares coletivas, que serão utilizados na execução de ações de enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19).

    Os recursos serão investidos nos setores da Saúde e Assistência Social. Os 31 parlamentares, coordenados pelo presidente da Câmara Municipal, Osmar Filho (PDT), se uniram e destinaram, cada um, R$ 200 mil para as referidas áreas.

    Na saúde, o dinheiro será empregado na compra de insumos e de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). A definição da aplicação ocorreu ainda no dia 24 de março, quando a Câmara promoveu a sua primeira audiência pública remota com o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

    Já no dia 31, na segunda audiência pública remota, desta vez com a secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andreia Lauande, os parlamentares, mais uma vez, fecharam questão em torno da emenda coletiva, cujos recursos serão utilizados pelo Município para beneficiar famílias carentes inscritas nos seus programas sociais e em situação de extrema vulnerabilidade.

    “Neste momento de dificuldade, no qual enfrentamos uma crise sanitária e econômica sem precedentes, o Parlamento de São Luís, mais uma vez, mostrou união e força. Agradeço, do fundo do coração, aos meus pares. Nosso objetivo é ajudar a cidade e aqueles que mais necessitam”, afirmou Osmar Filho.

    As audiência públicas remotas, assim com as sessões extraordinárias online para votação de projetos importantes, continuam sendo realizadas pela Câmara Municipal de São Luís.

    A iniciativa pioneira foi instituída por Osmar Filho como forma de dar andamento aos processos legislativos, fazendo com que a Casa continue trabalhando em favor do povo da capital.

    Na última terça-feira (07), a audiência foi com o secretário Delcio Rodrigues, titular da Secretaria Municipal da Fazenda (SEMFAZ).

    Ao fazer um balanço das contas públicas e informar que o Município sofrerá queda na arrecadação, o auxiliar do prefeito Edivaldo pediu apoio dos vereadores no que se refere a proceder uma interlocução com a Bancada Maranhense em Brasília, solicitação que foi prontamente aceita.

    Na próxima terça-feira (14), a partir das 10h, os parlamentares, durante a quarta audiência remota, irão se reunir com o senador Weverton Rocha (PDT) e com o deputado federal e coordenador da Bancada, Juscelino Filho (DEM).

    Na oportunidade, serão tratados temas como aumento do FPM e renegociação da dívida do Município de São Luís com o Governo Federal, por exemplo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito Edivaldo anuncia convocação de 566 aprovados em concurso da Educação

    O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) anunciou em suas redes sociais a convocação de 566 aprovados em concurso da educação até o fim deste mês. Além desses, já está disponível no Diário Oficial do Município o edital de chamada de 42 aprovados para o preenchimento de vagas que não foram ocupadas na última convocação. Todos os convocados fazem parte do cadastro de reserva do certame realizado em 2017. A entrada de novos profissionais na rede vai beneficiar mais de 100 mil alunos da Prefeitura de São Luís.

    Com a convocação Edivaldo fortalece a rede de ensino de São Luís, evitando a falta de profissionais em sala de aula, garantindo o cumprimento do calendário escolar e aumentando a qualidade do processo ensino-aprendizagem, incluindo a Educação Especial, já que o concurso também permitiu a contração de profissionais para atender a alunos com alguma deficiência, tornando a rede de ensino municipal mais inclusiva.

    Além disso, a chegada dos novos profissionais amplia as ações para reestruturação da rede de ensino que estão sendo implantadas em sua gestão como a reforma das escolas, incluindo a modernização e informatização das unidades, a concessão de direitos estatutários aos professores entre outras medidas que vem mudando a realidade do ensino municipal.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís segue com plano de contingencia para prevenção de danos em áreas de risco

    Ações são realizadas por meio de visitas técnicas nas 60 áreas mapeadas pela Defesa Civil municipal a partir de estratégia executada pela gestão do prefeito Edivaldo

    O Plano de Contingência da Prefeitura de São Luís para o período chuvoso de 2020, segue em execução pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), via Defesa Civil do Município. A estratégia cria um efetivo sistema municipal de gerenciamento de risco, com ações preventivas, monitoramento permanente, resposta em situações de risco, e estímulo à participação das comunidades por meio dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs).

    As ações preventivas são realizadas por meio de visitas técnicas nas áreas de riscos mapeadas pela Defesa Civil do município. De janeiro até agora, todos os pontos da cidade que possam apresentar situação de perigo já foram devidamente vistoriados pelas equipes da Prefeitura que atualmente, fazem o retorno aos locais já averiguados para monitorar a situação e atualizar informações e alertas.

    Já os Nudecs têm sido acionados por meio de encontros entre moradores e equipes da Defesa Civil nos quais são repassados material didático com informações sobre quais procedimento adotar em casos de ocorrências de chuvas fortes. Atualmente, há núcleos implantados nos bairros Sá Viana, Túnel do Sacavém, Quintas dos Machados, Vila Lobão e Vila Conceição, Vila Cerâmica e Vila Dom Luís.

    Segundo o secretário de Segurança com Cidadania de São Luís, Heryco Coqueiro, o Plano de Contingência consiste em uma organização anual de ações contínuas de prevenção e atendimento. Ele entra em afetividade quando não só quando tem possíveis desastres, mas atua principalmente na prevenção de desastres inevitáveis, por fatores climáticos, topográficos, geológicos ou por intervenção humana.

    “O plano embasa todas as ações da Defesa Civil, da prevenção à conscientização das comunidades e também prevê as parcerias, o que cabe à cada secretaria municipal envolvida e nossos parceiros não governamentais que ajudam muito em situações de risco”, informa o gestor.

    MÉDIAS CLIMATOLÓGICAS 

    Ainda que nos últimos dias tenha havido chuvas consideradas fortes, não foi registrada ocorrências graves. As equipes de Defesa Civil continuam com serviços de campo e acompanhando as áreas de riscos, com plantões nos fins de semana para atender possíveis ocorrências.

    Nesta segunda-feira (9), o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), divulgou boletim com a previsão meteorológica que indica continuidade das chuvas nos próximos dias. Os acumulados de precipitação são de até 56 mm em uma hora e de 159 mm em cinco dias no município. A recomendação é verificação in loco nas áreas de risco, acionamento dos órgãos locais de apoio, preparação de abrigos e rotas de fuga etc.

    As medidas climatológicas também estão dentro do esperado para esse período chuvoso, conforme dados repassados pelo professor Gunter de Azevedo, do Laboratório de Meteorologia (Labmet) do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão.

    O monitoramento e os alertas do Cemaden utilizam as seguintes fontes de informação: AlertaRio,  Cemaden, Cemig, Cenad, CGE, CIIAGRO, CPRM, CTH, Decea, DRM, Epagri, FCTH/DAEE, Funceme, IBGE, IG, IGAM, Incaper, INEA, INMET, Inpe, Ipmet, IPT, ITEP, Semarh, Simepar, UFAL/SIRMAL, USP.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Edivaldo anuncia início da coleta seletiva porta a porta

    Edivaldo usou suas redes sociais para anunciar mais um avanço de sua gestão. Na segunda quinzena deste mês, São Luís passará a contar com o serviço de coleta seletiva porta a porta. Segundo a postagem, “os cidadãos que desejarem fazer a entrega de resíduos domésticos recicláveis devem reunir os materiais que a Prefeitura fará a coleta mediante agendamento. Tudo 100% gratuito”. Mais detalhes serão informados por meio dos canais oficiais da Prefeitura e na imprensa nos próximos dias.

    O anúncio de mais este serviço mostra o fechamento de um ciclo na gestão de resíduos sólidos em São Luís, iniciada ainda na primeira gestão de Edivaldo, quando foi desativado o Aterro da Ribeira, em 2015. Desde então, a cidade vem acumulando avanços no setor. São Luís tem a maior taxa de reciclagem da região Nordeste e integra um grupo de 12% de cidades das regiões Norte e Nordeste que cumpre todas as determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

    Atualmente, o cidadão pode fazer a coleta seletiva por meio da entrega dos materiais recicláveis diretamente nos 17 Ecopontos já em funcionamento, que continuarão sendo implantados em outros bairros da cidade. Com isso, a Limpeza Urbana é mais um setor onde Edivaldo deixará um legado importante, pois recebeu uma cidade com um serviço em desacordo com as legislações e deixará um sistema totalmente moderno e organizado.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Edivaldo assina ordem de serviço para requalificação da Praça João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno

    O prefeito Edivaldo Holanda Junior assinou nesta manhã a ordem de serviço para a requalificação da Praça João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno, dando continuidade ao amplo programa de revitalização do Centro Histórico de São Luís implantado em sua gestão. Os serviços integram o macroprograma São Luís em Obras e serão executados pela Prefeitura de São Luís em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

    Esta é uma das obras mais importantes executadas por Edivaldo em sua gestão devido a importância histórica dos logradouros, por serem mais uma obra cobrada há várias décadas pela população e comércio do entorno e porque fecha a revitalização de todo um sítio arquitetônico com as obras desde a Praça Dom Pedro II, Complexo Deodoro e Rua Grande. Todas estas executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura.

    O novo projeto arquitetônico irá reconfigurar toda a região desde a malha viária até a relação dos transeuntes com o espaço. O tráfego original entre a Avenida Magalhães de Almeida e a Rua do Egito será recuperado, todos os monumentos históricos serão restaurados (estátua de João Lisboa, relógio e outros) assim como o piso e as calçadas em pedra de cantaria, o mobiliário urbano será substituído. A praça receberá ainda nova iluminação e projeto paisagístico. O abrigo também será totalmente recuperado e o espaço ganhará banheiros públicos e estacionamento.

    A Praça João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno integram um dos logradouros mais antigos da cidade, tendo sido palco da batalha entre portugueses e holandeses, também local da primeira feira ou mercado da cidade, do primeiro abrigo público, e do pelourinho, destruído após a Proclamação da República, segundo diversos registros históricos. Trata-se, portanto, de uma região com grande importância e simbolismo histórico para a cidade.

    Com a requalificação de toda este entorno São Luís ganhará mais uma importante área de convivência e lazer no coração do seu Centro Histórico. Também já estão em finalização as obras da Praça da Bíblia e Parque do Bom Menino, em execução a nova Praça das Mercês e as praças da Misericórdia e da Saudade e nos próximos dias será lançada a urbanização da Fonte do Bispo. Entre outras que já foram executadas ao longo da gestão ou ainda serão iniciadas este ano.

    Desta forma Edivaldo consolida sua gestão como a que mais garantiu investimentos para a recuperação do patrimônio histórico da cidade como também a que mais promoveu a reocupação do Centro, que estava em franco abandono, por meio de atividades artísticas e culturais voltadas para todos os públicos.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.