Caos na Educação do Maranhão: Escola digna de Flávio Dino não tem merenda escolar

O governador do Maranhão gasta milhões com propagandas nas emissoras de Rádios e TVs para anunciar que seu programa Escola Digna é uma revolução na Educação. mas esqueceu de informar que em boa parte das unidades estudantis a merenda escola não chega e, por isso, os alunos estão denunciando e cobrando a aplicação devida do dinheiro. Confira no vídeo abaixo: 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Nome de Braide aumenta a certeza do segundo turno

O Palácio dos Leões tem mais uma preocupação à vista com a sucessão estadual de 2018. Trata-se do nome do deputado Eduardo Braide (foto abaixo) que vem crescendo muito na preferência do eleitor maranhense, notadamente entre os jovens e os que não querem a volta de Roseana. Braide surgiu como fenômeno na eleição de São Luís, em 2016, e quase supera as duas máquinas (estadual e municipal) e o candidato eleito Edivaldo Holanda. Com ele na disputa, a certeza do segundo turno.

Bom tribuno, equilibrado, o parlamentar é considerado hoje destaque na Assembleia Legislativa, ao ponto de atrapalhar o governo e deixar tonta a bancada governista, além de argumentos firmes e propostas coerentes.

Hoje, com selo de exclusividade, o jornalista Marco Deça fala de uma pesquisa, da qual os principais pré-candidatos ao governo têm conhecimento, em que Braide já supera Flávio Dino em várias cidades e é apontado em primeiro lugar em São Luís (reveja aqui).

Ora, era natural que ostentasse o primeiro lugar na capital. Veio de uma disputa acirrada e o fato da cidade passar por um momento de dificuldade aumentam as chances do deputado. Além disso, ele é o único novo na disputa, caso entre de verdade.

Braide já mostrou que tem preparo e chances sim de ganhar a eleição. Nas pesquisas feitas até hoje para governador, o número de eleitores indecisos é bem maior que os que já têm candidatos.

O eleitor maranhense aguarda uma terceira via. Na verdade, já cansou de Sarney e não aguenta mais Flávio Dino pelo decepção que ele se mostrou ser como político e como ser humano.

Muito analistas mais afoitos poderão alegar que eleição para governador se ganha com grupos, mas não poderão esquecer que Flávio Dino não tinha grupos fortes na política do Maranhão e venceu pela vontade popular. Quando o povo quer, não tem jeito, como dizia minha amada avó.

Entrando agora na disputa, Braide não tem nada a perder. Vai estadualizar seu nome, fortalece seu projeto de ser prefeito da capital em 2020 e fica ainda como o único candidato melhor avaliado para 2022.

Vamos aguardar!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.