Caso Kabão: Além da PGJ, MP também será acionado, diz Yglésio sobre Cantanhede

    Conforme destacou em entrevista à Rádio Mirante AM, na noite desta segunda-feira (19), o deputado estadual anunciou que, ainda hoje, entrará com uma ação criminal contra o prefeito do município de Cantanhede, Zé Martinho ‘Kabão’, na Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), após o caso de agressão do gestor contra proprietários de um terreno no município.

    Deputado Yglésio Moyses

    O anúncio foi reforçado durante uma reunião realizada no gabinete do parlamentar, que teve a participação das vítimas, Leandro Martins e Cleiton Martins, para discutir sobre as agressões sofridas, assim como movimentações jurídicas sobre o caso.

    Além da representação para a instauração de um processo criminal, ainda na reunião, o deputado destacou que encaminhará denúncia ao Ministério Público para apurar eventuais ações de improbidade administrativa que podem ter sido cometidas pelo gestor público.

    Em suas redes sociais, o deputado falou deu alguns detalhes sobre a movimentação jurídica em relação ao caso.

    “A gente vai encaminhar a representação à Procuradoria Geral do Maranhão pra que seja processado criminalmente e vamos seguir acompanhando. Também vamos mandar ao Ministério Público as ações de improbidade a esse tema e outros temas do município para que o prefeito seja julgado”, destacou.

    O caso

    O caso das agressões ocorreu na tarde do último sábado (17), no município de Cantanhede, sendo veiculado nas redes sociais no dia seguinte. De acordo com as vítimas, a prefeitura municipal invadiu um terreno, cuja titularidade pertence a elas, as quais possuem toda a documentação regularizada do terreno, para fazer uma rua.

    No local, em busca de um diálogo sobre o caso, as vítimas foram surpreendidas com agressividade por parte do prefeito Kabão e de seu assessor, Antônio Paiva (Furica), que os atacaram com golpes de madeira, deixando hematomas por todo o corpo dos irmãos Leandro Martins e do Cleiton Martins.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    EXCLUSIVO: Veja imagens da agressão covarde de médico e enfermeiro a empresário de São Luís

    Um empresário de São Luís foi covardemente atacado por dois homens, no último final de semana, no estacionamento do condomínio onde mora, no bairro Araçagy.

    Empresário vítima das agressões.

    O blog teve acesso com exclusividade as imagens que mostram o médico Dr. Zinaldo de Oliveira Silva Júnior e o enfermeiro Miguel Andrews Alves Silva, bastante alterados, depois de terem dado socos e chutes no rapaz (já desfalecido no chão), na frente da esposa e filho.

    Segundo relato de testemunhas e dos moradores, a vítima voltava para sua residência com a esposa e filho, quando, já no estacionamento do condomínio onde mora, foi surpreendida por Zinaldo Júnior e Miguel, bastante alterados, logo depois de terem agredido covardemente o empresário.

    Miguel Andrews Alves Silva e o Dr. Zinaldo de Oliveira Silva Júnior.

    Os dois profissionais da saúde deixaram de lado o famoso juramento de Hipócrates que diz: “Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém” e colocaram um pai de família e empresário entre a vida e a morte.

    Dr Zinaldo Júnior, um dos agressores.

    O blog apurou que os dois agressores foram detidos em flagrante na Delegacia do Cohatrac. Eles devem responder por lesão corporal grave ou tentativa de homicídio.
    Ele continua internado em hospital particular, onde foi submetido a duas cirurgias.

    A Vítima após realizar duas cirurgias urgentes.

    Veja o vídeo após a agressão:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Assessor do prefeito de Codó ameaça, tenta agredir e bate no carro do jornalista Marco Silva

    Blog do Marcos Silva

    Eu costumo escrever meus textos em terceira pessoa. Foi assim que aprendi na academia de jornalismo e é assim que gosto de produzir minhas matérias. No entanto, hoje farei diferente, pois o fato que aconteceu comigo no último sábado merece ser descrito em primeira pessoa.

    Apesar de saber dos riscos que envolvem minha profissão, eu particularmente nunca imaginei que pudesse ser ameaçado e quase agredido em plena via pública. Um ataque covarde que sofri de um servidor público municipal, que foi agraciado com um cargo de assessor comissionado e recebe salário de R$ 3,2 mil por mês do governo do atual prefeito de Codó, Dr. Zé Francisco.

    No último sábado eu estava dentro de meu carro, que estava estacionado na Avenida Santos Dumont, quando fui surpreendido por Mizael Santana da Silva, ex-candidato a vereador pelo PSL. Ele estacionou seu carro ao lado do meu e perguntou o que eu tinha contra ele. Afirmei que não tinha nada e fechei o vidro de meu veículo.

    Não satisfeito, Mizael desceu de seu carro e veio ao meu encontro. Possesso de raiva, o servidor público disse que iria acabar comigo, que iria acabar com meu carro e que nunca mais eu mencionaria seu nome e falaria mal do governo neste blog. Ele ainda exigiu que eu saísse do veículo e bateu várias vezes com as mãos no capô e no para-brisa dianteiro do carro. Me mantive calmo durante todo o tempo e não lhe respondi em nenhum momento.

    Como eu havia esquecido meu celular em casa, não pude filmar a ação. No entanto, uma câmera do sistema de segurança de um supermercado registrou tudo. As imagens abaixo mostram detalhes do ocorrido.

    Logo após o ataque, liguei para meu advogado e consegui registrar o boletim de ocorrência no final do dia. Decidimos entrar com uma ação na justiça pedindo medida protetiva. Também iremos denunciar o caso a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e aos demais órgãos que garantem a liberdade de imprensa no Brasil.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Afastados policiais militares que agrediram pessoas durante abordagem no interior do Maranhão

    O vídeo que vem viralizando desde ontem, segunda-feira (30), mostra cenas chocantes das agressões por policiais militares praticadas contra pessoas que estavam em um bar na madrugada de domingo (29), na cidade de Rosário. A OAB reagiu e condenou o ato selvagem (veja a nota abaixo) e o governador Flávio Dino tomou medidas imediatas, pedindo a apuração do caso e mandou afastar os militares de suas funções nas ruas. 

    Confira abaixo o vídeo das agressões:

    A OAB Maranhão recebeu na tarde desta segunda-feira (30/11), através de redes sociais, denúncia de crime de abuso de autoridade supostamente ocorrido na cidade de Rosário-MA. As imagens do circuito de monitoramento mostram policiais ameaçando e intimidando um grupo de moradores e agredindo inicialmente um jovem sem motivo aparente e sem apresentar nenhuma resistência ou perigo a guarnição. Em ato contínuo, um outro policial efetua disparos contra um indivíduo que tentava registar os atos de abuso de autoridade.

    A Polícia Militar, como órgão do Estado Democrático de Direito, subordinada aos valores fundamentais da Constituição Federal e da Constituição do Estado do Maranhão, precisa se posicionar claramente a serviço da cidadania e dos direitos e garantias individuais, e contra tais violências e arbitrariedades, que não podem, sob nenhuma justificativa, encontrar abrigo em suas fileiras.

    Cobra-se das forças policiais práticas democráticas de forma a garantir a segurança da coletividade e o direito de ir e vir de todos. A violência policial acaba por invalidar o sistema democrático constitucional e impede a plena e a livre convivência social. Atropela a promessa da cidadania, causando sérios danos no seio da sociedade.

    Considerando a gravidade dos fatos apresentados no vídeo, a OAB-Maranhão, entidade com assento constitucional, exige do Poder Público que sejam tomadas todas as providências necessárias para a apuração dos fatos e a punição dos responsáveis, tanto na esfera administrativa, como na esfera criminal.

    A OAB/MA, através das comissões de Direitos Humanos e de Segurança Pública e Cidadania, tomará as providências cabíveis para apurar e acompanhar o caso.

    Por fim, a OAB Maranhão reitera seu compromisso com a defesa do Estado Democrático de Direito, na medida em que serve, exatamente, para coibir os arbítrios e abusos praticados pelas mais diversas autoridades.

    São Luís (MA), 30 de novembro de 2020.

    Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA

    Comissão de Segurança Pública e Cidadania da OAB/MA

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Esquenta a eleição no interior: aliado de prefeito ameaça deputado estadual

    Um aliado do prefeito de Trizidela do Vale agrediu o correligionário do deputado Vinícius Louro com ameça de morte, portando um revólver nas mãos. O caso foi registrado na Delegacia de Policia da cidade. Como se não bastasse, ameaçou o parlamentar, a quem o tratou como “moleque” e “caba safado”. 

    Rafael Torres, que trabalha com o prefeito de Trizidela do Vale, intimidou o deputado Louro pela rede social Whatsapp. O parlamentar levou o assunto para o conhecimento do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, e ao secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela e aguarda providências imediatas.

    “Comuniquei o ocorrido ao secretário Jeferson Portela e ao presidente da Assembleia, Othelino Neto, não podemos permitir que as eleições municipais de Trizidela sejam afetadas pela covardia da violência”, declarou Vinicius Louro. Confira o print das agressões:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Homem quebra dedo e bate com tripé em cinegrafista; veja vídeo

    Por Época
    Repórter de afiliada da TV Globo foi atacado por homem que tentava impedir que ele filmasse uma escola de cadetes, em reportagem sobre militares com Covid-19
    O repórter cinematográfico Robson Panzera, da equipe da TV Integração, afiliada da Rede Globo em Barbacena (MG), foi agredido verbal e fisicamente no fim da manhã esta quarta-feira enquanto fazia imagens da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), na cidade.

    A repórter Thais Fulin, colega de Robson, filmou a agressão, feita por um homem identificado e já detido, Leonardo Rivelli.

    Rivelli está na delegacia da cidade.

    “O agressor passou de carro xingando e filmando o cinegrafista. Até estamos acostumados com os xingamentos, infelizmente. Mas em seguida ele desceu do carro e começou a briga. Ele bateu com o tripé no dedo do cinegrafista, chutou a câmera no chão, e foi embora, antes da chegada da polícia. Depois, passou de carro novamente pelo local e o indicamos para os policiais. Ele foi detido e tentou justificar as agressões, dizendo: ‘Agredi mesmo”, afirmou a repórter à coluna.

    Quando Panzera estava fazendo imagens da escola para uma reportagem, o agressor se aproximou e começou a ofender a equipe de jornalistas. Ele tentou pegar a câmera de Panzera para impedi-lo de filmar, e o cinegrafista tentou impedi-lo, protegendo o equipamento.

    Rivelli começou a bater em Panzera, tentando tomar o equipamento. As imagens de Fullin mostram Panzera tentando se desvencilhar e apanhando com socos. Em um determinado momento, o agressor pega o tripé de Panzera e desfere golpes contra ele.

    A polícia foi chamada e prendeu em flagrante o agressor.

    Panzera teve a mão fraturada e foi encaminhado ao Hospital Regional de Barbacena para receber atendimento médico.

    A reportagem era sobre uma denúncia publicada nesta terça na imprensa local de que sete integrantes da Epcar estão com Covid-19.

    Assista ao vídeo:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Filho de ex-prefeito espanca a mulher no carnaval do Maranhão

    O caso aconteceu após uma discussão entre o casal. O homem partiu pra cima da mulher, que ficou com uma série de hematomas e a lata amassada. A situação foi registrada numa delegacia contra o agressor.

    O cara é filho de um ex-deputado estadual, com atuação empresarial em Teresina, e que já foi prefeito por dois mandatos de uma cidade da região Leste do Maranhão..

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Pastora e cantora que agrediu sogra de 82 anos, presta depoimento e sai sorrindo

    A pastora Lucimara Pires, 34 anos, prestou depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher, sobre o caso em que ela se envolveu numa agressão à sua própria sogra, uma idosa de 82 anos. Ao sair do local, a pastora estava sorrindo, acompanhada do marido e de um pastor.

    A imagem de Lucimara Pires sorrindo ao deixar a delegacia chocou a população da cidade de Nova Andradina, no Mato Grosso do Sul, onde ela  mora com o marido, filho da sogra agredida e quem teria filmado as cenas de agressão.

    Pastora, que é cantora evangélica, agride sogra anciã e viraliza na internet

    Ela não quis declarar nada para a imprensa sobre o caso, mas à delegada informou que não agrediu ninguém e que ela teria sido agredida, embora as imagens mostrem o contrário.

    Confira abaixo como foi a agressão contra a idosa:

    Pastora diz que foi agredida por idosa com insultos e que apenas respondeu sem violência

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Pastora diz que foi agredida por idosa com insultos e que apenas respondeu sem violência

    Diferentemente do que mostram as imagens gravadas na casa da pastora e cantora evangélica, Lucimara Pires disse que foi sua sogra quem a agrediu e que apenas respondeu sem violência. O fato aconteceu em Nova Andradina, em Mato Grosso do Sul no dia 7 deste. 

    O vídeo da idosa de 73 anos mostra claramente as agressões sofridas pela vítima, que estava naquele dia na casa da evangélica, de quem é sogra. Sites daquela região informaram que o filho da idosa foi quem filmou tudo.

    Pastora, que é cantora evangélica, agride sogra anciã e viraliza na internet

    Segundo o Jornal A Nova, a missionária negou que tenha agredido a sogra, mas foi um pequeno incidente e que a cantora sim foi vítima de agressões.

    “A mãe do meu esposo é muito transtornada, aparentando um descontrole anormal, me agrediu sem motivos, com muitos insultos. Fui obrigada a respondê-la, sem qualquer violência. Não houve nenhuma agressão física. Ninguém da família quer ficar com ela [idosa], então resolvemos ficar até que uma filha que mora em Nova Casa Verde, alugasse uma casa aqui em Nova Andradina, para morar com ela, mas desde que estava em nossa residência, foi uma tribulação, uma perturbação, cheguei a ligar no Corpo de Bombeiros e na Polícia Militar no dia 7, mas me disseram que não podiam fazer nada”, disse a pastora.

    Veja abaixo o vídeo e diga se acredita ou não na versão da evangélica?

    Veja também:

    Homem que espancava a mãe foge, mas é preso, e mãe agredida foi levada ao IML

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Pré-candidato a prefeito em Godofredo Viana agride jovem eleitor e leva surra da mãe da vítima

    O pré-candidato a prefeito de Godofredo Viana e ex-vereador caçado por faltas, Junior Matos, se envolveu em uma confusão nesta semana em Carutapera durante a Festividade de São Sebastião.


    No domingo, indagado por um jovem eleitor da cidade sobre sua postura política, o pré-candidato a prefeito agrediu fisicamente o rapaz com um soco no rosto. O fato logo se espalhou na cidade e em grupos de WhatsApp.

    Nesta segunda-feira, no fim da tarde, a mãe do jovem ao saber do episódio resolveu questionar o acontecido.

    Segundo informações de testemunhas, o agressor foi na casa da mãe do jovem agredido e ao ser questionado teria perdido o controle novamente havendo outra discussão e a mãe do jovem o atingiu com um tijolo na região da cabeça.

    Em nota publicada em rede social, logo após o ocorrido, Matos tentou desvirtuar os fatos tentando se passar por vítima e não diz que agrediu o jovem na noite anterior na avenida Padre Mario Racca, em Carutapera.

    Duras Perdas – O grupo da família Matos tem sofrido duras perdas, lideranças e famílias inteiras estão pulando de lado e declarando apoio ao atual prefeito do município e pré-candidato a reeleição, Sissi Viana.
    Na última quinta-feira, dia 16, um membro da família Matos, por ter declarado apoio ao atual prefeito, causou um certo descontentamento entre os integrantes do grupo.

    O fato ocorrido no último final de semana parece ser mais uma ato de desespero,no intuito de chamar a atenção. Mais o povo está escaldado com água morna. Quem não te conhece é quem te compra.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Pastora, que é cantora evangélica, agride sogra anciã e viraliza na internet

    A agressão sofrida por uma anciã de 73 anos viralizou nas redes de todo o país desde ontem, segunda-feira, dia 20. A pastora e cantora evangélica  Lucimara Pires agrediu sua sogra e as imagens teriam sido feitas pelo próprio filho da vítima, o marido da agressora, conforme vários sites que divulgaram o vídeo. 

    O fato aconteceu na cidade de Nova Andradina, no Mato Grosso do Sul. A cantora nega e disse que foi apenas um desentendimento. O caso foi parar na delegacia e corre sob segredo de Justiça. Confira no vídeo abaixo:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.