Blog do Marcos Silva

Eu costumo escrever meus textos em terceira pessoa. Foi assim que aprendi na academia de jornalismo e é assim que gosto de produzir minhas matérias. No entanto, hoje farei diferente, pois o fato que aconteceu comigo no último sábado merece ser descrito em primeira pessoa.

Apesar de saber dos riscos que envolvem minha profissão, eu particularmente nunca imaginei que pudesse ser ameaçado e quase agredido em plena via pública. Um ataque covarde que sofri de um servidor público municipal, que foi agraciado com um cargo de assessor comissionado e recebe salário de R$ 3,2 mil por mês do governo do atual prefeito de Codó, Dr. Zé Francisco.

No último sábado eu estava dentro de meu carro, que estava estacionado na Avenida Santos Dumont, quando fui surpreendido por Mizael Santana da Silva, ex-candidato a vereador pelo PSL. Ele estacionou seu carro ao lado do meu e perguntou o que eu tinha contra ele. Afirmei que não tinha nada e fechei o vidro de meu veículo.

Não satisfeito, Mizael desceu de seu carro e veio ao meu encontro. Possesso de raiva, o servidor público disse que iria acabar comigo, que iria acabar com meu carro e que nunca mais eu mencionaria seu nome e falaria mal do governo neste blog. Ele ainda exigiu que eu saísse do veículo e bateu várias vezes com as mãos no capô e no para-brisa dianteiro do carro. Me mantive calmo durante todo o tempo e não lhe respondi em nenhum momento.

Como eu havia esquecido meu celular em casa, não pude filmar a ação. No entanto, uma câmera do sistema de segurança de um supermercado registrou tudo. As imagens abaixo mostram detalhes do ocorrido.

Logo após o ataque, liguei para meu advogado e consegui registrar o boletim de ocorrência no final do dia. Decidimos entrar com uma ação na justiça pedindo medida protetiva. Também iremos denunciar o caso a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e aos demais órgãos que garantem a liberdade de imprensa no Brasil.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.