Jackson na AL

    O governador Jackson Lago prepara discurso para a abertura do segundo período desta legislatura, que será feito na sessão de segunda-feira, na Assembléia.

    Segundo a coluna foi informada, terá um trecho para pedir ajuda aos deputados estaduais para que se engajem na campanha pela implantação de refinaria, siderúrgicas e outros pólos energéticos para o Maranhão, aproveitando a presença do maranhense Edison Lobão no Ministério de Minas e Energia.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Mudanças

    O secretário de Planejamento, Aziz Santos, foi, talvez, o único da equipe de Jackson Lago que descansou carregando pedras. Durante e depois do carnaval tem se debruçado no projeto de reforma administrativa estadual.

    Por enquanto, não revela quais as mudanças. Aguarda a chegada do governador, neste final de semana, para entregar o pacote.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Soliney

    Aumenta o número de adesões à candidatura do deputado Soliney Silva para a Prefeitura de Coelho Neto. O parlamentar só aceitou a missão após dezenas de convites de lideranças das mais variadas da região.

    Enquanto isso, o prefeito Magno Bacelar continua as caminhas diárias na Avenida Litorânea.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Desinformado

    O deputado e médico Antônio Pereira acompanha o colega João Evangelista desde a operação do presidente da AL, no Hospital do Coração, no dia primeiro de fevereiro, em São Paulo.

    Evangelista foi submetido a uma operação para retirada de tumor no cérebro. E passa bem, tendo recebido alta desde a tarde de ontem.

    Porém, o médico e deputado Antônio Pereira, ao que parece, não anda batendo bem da cabeça.

    Disse hoje a Mirante AM, pela manhã, que o presidente da AL estaria retornando para São Luís neste sábado e com perspectivas de dirigir a sessão de retorno das atividades do Legislativo na segunda-feira. Só se for por milagre de Deus.

    Os médicos que realizaram a operação aconselharam ao presidente da AL que repouse, em São Paulo, pelo período mínimo de 40 dias, enquanto faz procedimentos pós-operatórios no mesmo hospital.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    João Evangelista recebe alta médica

    O presidente da Assembléia Legislativa, deputado João Evangelista (PSDB), recebeu alta ontem. De acordo com a equipe médica, que atende o presidente do Legislativo estadual, no Hospital do Coração, a cirurgia e a recuperação foram exitosas e o deputado vem tendo excelente evolução no restabelecimento das suas funções.

    Ontem, o presidente da AL recebeu alguns amigos em uma residência de parente da sua esposa, Georgina Mousinho, na Vila Mariana, em São Paulo. Evangelista apresenta apenas problemas na articulação das palavras, o que é normal para o tipo de cirurgia que passou, conforme os médicos do Hospital do Coração.

    No período da tarde, ele teve que voltar ao Hospital do Coração para novos exames e acompanhamento pós-operatório. Essa, conforme os médicos, será uma rotina de quatro a três semanas. O resultado na biópsia do tumor deve sair na sexta-feira.

    O presidente da Assembléia Legislativa deve permanecer, no mínimo uns 30 dias em São Paulo, onde receberá orientação sobre como deverá proceder quanto ao tratamento pós-cirurgia. Os médicos aconselham que Evangelista esteja afastado de atividades estressantes como a política por um bom período.

    João Evangelista foi submetido a uma cirurgia, na última quinta-feira, 31, para a retirada de um tumor no cérebro, cuja existência foi constatada após check-up de rotina, no Hospital do Coração, em São Paulo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Engarrafamento

    É triste e ao mesmo tempo visível o engarrafamento causado pelos navios que pretendem atracar no Porto do Itaqui. O prejuízo é incalculável, tanto para o porto quanto para as empresas proprietárias dos navios.

    São 16 embarcações de grande porte aguardando a.liberação para possam atracar. Um dia parado, por exemplo, representa o prejuízo de R$ 45 mil para cada navio.

    Enquanto isso, a diretoria da Emap passeia pela velha Europa, por dez dias, com passagens e hospedagens pagas pela empresa.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Números I

    O carnaval do Maranhão foi um dos mais seguros do Nordeste. Nas estradas foram registrados 52 acidentes, com 10 vítimas fatais e 2.500 autuações por excesso de velocidade.

    Número II

    Em São Luís, a situação foi bem melhor em relação ao ano de 2006. Foram registrados oito óbitos, mas apenas três relacionados com a festa momesca.

    Também, pudera. O carnaval da capital maranhense quase não existiu. Foi o mais fraco de todos os tempos.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Festa no interior

    Quem quis brincar o carnaval preferiu deixar São Luís e cair na folia no interior. A festa, além da segurança, mostrou irreverência, alegria e boas atrações de outros estados.

    São Luís optou pela maranhensidade, uma festa tupiniquim, sem a menor graça. Prova disso foi a ausência do folião na passarela do samba no dia do desfile das escolas principais.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Festa em Teresina

    Muita gente de São Luís e de outras cidades maranhenses procurou a cidade de Teresina para cair na farra.

    O carnaval da capital piauiense, da forma como foi apresentado, superou o nosso, que já foi o terceiro carnaval do Brasil e nunca mais se recuperou.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Baile Popular

    O último dia de carnaval na Passarela do Samba Roseana Sarney foi o que teve de melhor durante todo o período momesco.

    Sem a cobrança de ingressos e com boas atrações, o local ficou lotado na noite e madrugada de terça-feira.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.