Justiça decide que Lucas Porto vai a júri popular pela morte de Mariana Costa

G1MA

O juiz da 4ª Vara do Tribunal do Juri, José Ribamar Goulart Heluy Jr, decidiu pelo júri popular de Lucas Porto no processo do assassinato da publicitária Mariana Costa, na noite do dia 13 de novembro de 2016. A decisão ocorreu em audiência de instrução realizada nesta quinta-feira (25). A data do júri apenas poderá ser determinada após esgotados todos os recursos da defesa.

Lucas Porto confessou ter estuprado e matado Mariana Costa em novembro de 2016 — Foto: Reprodução/ TV Mirante

Mariana Costa era sobrinha-neta do ex-presidente da República José Sarney e foi encontrada morta no apartamento onde morava, no bairro Turu, em São Luís. As investigações da polícia apontaram que ela foi morta por asfixia e também foi estuprada. Na época, o empresário e cunhado de Mariana, Lucas Porto, confessou o crime.

A motivação seria uma atração que ele tinha por Mariana. Após ser preso, Lucas Porto segue na Penitenciária de Pedrinhas como preso provisório e responde pelos crimes de estupro, homicídio e feminicídio.

Mariana Costa foi estuprada e morta pelo próprio cunhado, Lucas Porto — Foto: Arquivo pessoal / Facebook

Após a prisão, nos últimos anos Porto vinha fazendo diversos exames de avaliação psicológica a pedido da defesa, que alega que ele tem problemas mentais. A estratégia busca amenizar a pena sobre o empresário.

No entanto, durante o andamento do processo um laudo de insanidade mental de Lucas Porto apontou que ele foi “completamente responsável pelos atos que praticou (estupro e homicídio)”. O laudo foi enviado à justiça no dia 21 de fevereiro deste ano.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

658 detentos saíram ontem de Pedrinhas; 126 indultados nunca mais voltaram

Beneficiados com a saída temporária do Dia das Crianças, 658 detentos deixaram ontem as dependências do sistema carcerário de Pedrinhas. Ao todo só neste ano mais de dois mil foram beneficiados, sendo que 126 nunca mais retornaram.

O indulto é garantido pela Lei de Execuções Penais, que estabelece as datas de saída e o retorno, geralmente uma semana. Ocorre, porém, que muitos detentos aproveitam os benefícios para voltar a delinquir, assaltando, matando e estuprando. Muitos foram localizados e recambiados de volta ao presídio.

Das três saídas temporárias deste ano, mais de dois mil foram beneficiados, mas 126 não retornaram no prazo e vivem hoje como foragidos, sendo muitos deles no mundo da criminalidade.

O candidato a presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) tem garantido que se eleito vai propor o fim do indulto.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

José Sarney vira o centro das atenções na posse de Dias Toffoli no comando do STF

Ex-presidente da República, ex-senador por vários mandatos e ex-presidente do Congresso Nacional, o maranhense José Sarney foi presença bastante notada na posse de ontem (13, quarta-feira) do ministro Dias Toffoli no comando do Supremo Tribunal Federal. 

Bastante cumprimentado, Sarney sempre foi convidado para as transmissões de posses de presidente do tribunais superiores do país. Sinal de que goza de prestígio no Judiciário nacional.

A presença de Sarney também chamou a atenção da imprensa nacional, tendo destaques em sites e no Jornal Nacional.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Anitta reage ao vídeo do atropelamento e morte de cachorro; proprietária faz comovente desabafo

Desde ontem que vários famosos estão reagindo e condenando o atropelamento de dois cachorros, sendo que um morreu, por uma enfermeira e empresária. “Não dá pra acreditar”, disse a cantora Anitta quando olhou o vídeo assustada.

Enzo Celulari (filho do ator Edson Celulare) pediu para divulgar e Preta Gil pediu “Socorro!”, ao passo que Leila Moreno pede para não incitar a violência, mas mostrar que estamos chocados e de olho. Antes, vários outros artistas se manifestaram.

A professora do Ceuma, Leila Cristina, proprietária dos cães, encontra-se em Salvador fazendo pós-graduação, soube do atropelamento por telefone através de vizinhos e da morte da Dukesa (cadela) quando olhou o vídeo em que a enfermeira cometeu o crime. 

Abaixo o desabafo da professora veiculado pelo Portal G1:

Veja também:

Crueldade! Enfermeira atropela cachorros de propósito em São Luís

Após repercussão nacional, empresa afasta enfermeira que atropelou e matou cães em São Luís

Surge vídeo que mostra a intenção de atropelar; enfermeira que matou cachorro depõe e some

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deputado Rigo Teles clama por justiça pela morte do seu pai, ex-prefeito de Barra do Corda

O deputado Rigo Teles clamou por justiça ao receber a visita da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), do suplente de senador Edinho Lobão (PMDB) e do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), na manhã desta quinta-feira (7), no velório do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim, seu pai, brutalmente assassinado com dois tiros na nuca, ontem, em Barra do Corda.

“Esperamos que esse crime seja elucidado o mais rápido possível. Nossa família chora e também Barra do Corda e o Maranhão”, afirmou Rigo Teles.

“É um momento muito difícil perder nosso pai dessa forma brutal e covarde. O que nos conforta abaixo de Deus são os amigos como a ex-governadora Roseana, minha amiga e amiga do meu pai de muitos anos, assim como o ministro Sarney Filho e Edinho Lobão. Estava na antessala do ministro Sarney Filho quando recebi a triste notícia”, acrescentou o deputado.

ROSEANA DIZ QUE PERDEU UM AMIGO

“Para mim, particularmente, eu perdi um grande amigo. Seu Nenzim, antes de ser político, ele era um amigo. Sempre estivemos juntos nas campanhas políticas. Nunca me arrependi de tê-lo apoiado, porque sei que ele sempre trabalhou muito em favor do povo barra-cordense. Ele sempre ajudou as pessoas que mais precisavam. Estou aqui, hoje, para homenageá-lo e ajudar a família, neste momento de dor, para o povo de Barra do Corda e todo o Maranhão. Estou triste e muito emocionada. Espero que Deus o receba em sua nova morada e que Deus o acolha e conforte toda sua família”, declarou Roseana Sarney.

A ex-governadora disse ainda que espera que esse crime seja elucidado, que seja encontrado o autor e que a Justiça faça justiça. “É preciso esclarecer o crime e punir os culpados. Quem quer que seja tem que ser punido. Não se pode tirar a vida de uma pessoa que só fez o bem assim tão brutalmente”, disse.

RAPIDEZ NA ELUCIDAÇÃO DO CRIME

O ministro Sarney Filho disse que perde um amigo e uma liderança política, mas que quem perde muito mais é o povo de Barra do Corda. “Estamos, realmente, muito abalados. É uma tragédia inominável, uma perda irreparável. Queremos que seja apurada a responsabilidade daqueles que foram os mandantes, os criminosos o quanto antes. Não podemos ficar à mercê de boatos, de versões”, acrescentou.

“É preciso que essa polícia do Governo Flávio Dino possa mostrar serviço, porque é o quinto ex-prefeito que é assassinado nesses últimos três anos, no Maranhão. E tudo indica que é um crime de pistolagem. Esse tipo de crime já não existia mais há muito tempo. Queremos que o mais rapidamente possível seja elucidado esse crime monstruoso que foi cometido contra um chefe de família, um homem do bem”, cobrou Sarney Filho.

Edinho Lobão declarou que a forma como aconteceu a morte de Nenzim, em pleno século XXI, ninguém mais pode aceitar. “Há de se procurar os culpados e puní-los de forma exemplar. Neste momento, a coisa mais difícil é o sofrimento de seus familiares. Seu Nenzim foi assassinado de forma cruel e é preciso que se faça justiça. Temos que elucidar esse bárbaro crime”, salientou.

SOLIDARIEDADE À FAMÍLIA TELES

O presidente da Federação das Associações dos Municípios do Estado o Maranhão (FAMEM) e prefeito do município de Tuntum, Cleomar Tema, veio prestar solidariedade ao deputado Rigo Teles e seus familiares.

Tema também cobrou pressa na elucidação do crime. “Um crime bárbaro e covarde que precisa, com urgência, ser elucidado e seus responsáveis punidos exemplarmente. Vamos aguardar as investigações que já estão em curso. Nenzim era um amigo e um político que prestou relevante serviços a região e ao Maranhão”, ressaltou.

Estiveram também no velório os prefeitos de Presidente Dutra e São Domingos do Maranhão, Juran Cavalho de Souza (PP) e Zé da Folha (PMDB), respectivamente.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.