Dilma já ganhou

    A ministra Chefe da Casa Civil não se conteve de alegria quando, no palanque na noite de terça-feira, na praça Deodoro, o prefeito Tadeu Palácio lançou a candidatura dela para a presidência da República. Palácio garantiu que Dilma terá a maioria dos votos de São Luís, em 2010. A ministra sorriu como criança quando ganha um presente.

    Logo depois, já na casa de Roseana, no Calhau, Dilma perguntou ao suplente de deputado federal, o petista Luis Washington, como tinha sido o desempenho do candidato de Tadeu Palácio no primeiro turno. Foi mais ou menos -respondeu o petista. E disse que o candidato do prefeito ficou com  apenas 9% dos votos. Dilma ficou sizuda. E nada mais falou.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Confirmado jantar

    Dois jornalistas do Sistema Mirante de Comunicação e um deputado ligado ao grupo Sarney garantiram agora a pouco, por telefone, que Roseana não ofereceu jantar para a ministra Chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, mas sim um rápido encontro, onde rolou petiscos com um vinho nacional. Mentira tem pernas curtas.

    Uma vizinha da senadora também me ligou pela manhã para confirmar a informação postada aqui sobre o jantar. Garantiu a vizinha de Roseana que foi grande a lovimentação na noite de terça-feira na casa da senadora, após o comício, depois das 21h. E mais: a movimentação de carros, na parte dos fundos da casa de Roseana, ficou parecendo com o pátio da Euromar. Com um detalhe: quase todos os veículos com adesivos de Flávio Dino. 

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    sacanagem

    Alguém entrou no meu blogue e respondeu, como se fosse eu, a um comentário imbecil de um idiota chamado Miguel. Não costumo responder a essa gente. Detesto perder meu precioso tempo. O invasor do blogue merece meu repúdio. O Miguel, que soube só vive soltando as frangas na Pedrita, o meu desprezo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Dilma e Roseana

    Após o comício da praça Deodoro em favor da candidatura de Flávio Dino, a ministra Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Dilma Rousseff, foi jantar com a senadora Roseana Sarney, na residência do Calhau. E foi acompanhado por alguns petistas e pessoas da turma Roseanista que estavam no palanque, a exemplo do deputado federal Costa Ferreira. Dilma convidou Flávio Dino, mas o comunista recusou, lembrando que sua presença na casa de senadora poderia lhe custar a eleição. E, segundo fui informado, mandou um abraço para Roseana. 

    O clima no jantar era de descontração e muita alegria. A ministra estava animada com o número de pessoas que lotou o comício da Deodoro. Há quem informe que compareceram na manifestação 10 mil pessoas. Outros mais contidos acreditam que cerca de 5 mil. Dilma comentou as chances de Flávio Dino vencer a eleição no dia 26, apesar de todas as pesquisas mostrarem o contrário.

    A senadora, segundo me informou um dos presentes, também estava eufórica. Dizia a Dilma que a entrada de todo o seu grupo para apoiar Flávio Dino, agora no segundo turno, alavancou a candidatura do comunista. E mais: que os prefeitos por ela apoiados nas cidades mais próximas da capital estavam com Dino, a exemplo de Luis Fernando, de São José de Ribamar.

    Roseana lembrou que o PCdoB aqui no Maranhão sempre esteve ligado ao grupo Sarney, desde quando Lobão foi eleito governador e nas duas eleições em que ela se elegeu governadora, assim como parcela significativa do PT, apontando para o suplente de deputado federal, petista Washington Luis, presente à mesa. No cardápio, segundo soube, foram servidos camarão e postas de anxova (peixe) grelhados. Como sobremesa, a ministra e o demais convidados da Roseana Sarney se deliciaram com doces de bacuri e graviola. Rolou solto uisque Old Parr e vindo chileno, última safra.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Telma federal

    Desde o início da semana circulam comentários de que a secretária de Infraestrutura e Cidades, Telma Pinheiro, vai entregar o cargo. Há quem especule que o governador Jackson Lago teria recebido muitas reclamações da atuação de Telma Pinheiro como secretária. E quem aposte que Jackson Lago não estaria resistindo as pressões. E mais: Telma teria encontrado uma saída honrosa, assumir a vaga deixada na Cãmara Federal, a partir de janeiro, pelo deputado Sebastião Madeira, que se elegu prefeito de Imperatriz.

    Conversei ontem com o secretário de Planejamento, Aziz Santos, sobre o assunto. Sempre cordial, educado e, sobretudo, inteligente, Aziz disse que nem mesmo Jackson Lago sabia de tais comentários. “O governador está satisfeito com o trabalho da secretária Telma Pinheiro, assim como toda a sua equipe. Acredito que o comentário não tem o menor fundamento”, resumiu o secretário de Planejamento.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Espaço democrático

     Quem compareceu ontem ao encontro entre os prefeitos eleitos e o governador Jackson Lago, logo percebeu que hoje os tempos são outros. O pátio do Palácio dos Leões estava lotado de lideranças políticas de todas as cores partidarias. Por lá passaram prefeitos e deputados que seguem orientações do grupo Sarney, notadamente o genro de Ricardo Murad, prefeito de Altro Alegre do Maranhão. Murad, como todos sabem, é o principal adversário do governador na Assembléia Legislativa, além de cunhado da senadora Roseana Sarney.

    Isso era o que menos importava. Havia um ambiente democrático, pensamento único de que é necessária a união de todas as forças em favor do Maranhão. Jackson Lago deixou claro que o Governo do Estado estará aberto para todos os prefeitos reeleitos e eleitos. O momento agora é outro.     

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Os contratados

    Leio todos os dias todos os blogues da cidade. Noto que os comentários são colocados pelas mesmas pessoas, principalmente agora no segundo turno da eleição em São Luís. Uma lástima. São parecidos com aqueles contratados por candidatos para comentar nas emissoras de rádios. Os mesmos. Claro, existem exceções. Mas há uma turma, que parece contratada, para denegrir a imagem política e a vida pessoal do adversário de quem lhe contratou. Coisa de quem não produz nada ou nada sabe fazer. Quando não, atacam os que postam informações em seus blogues ou até mesmo os que fazem comentários lúcidos. Seres imprestáveis!

    Comentam, sem tirar nenhuma vírgula, em todos os blogues o mesmo assunto. Não têm criatividade. Tenho recebido bons e bem redigidos comentários, mas a maioria dispensável. São os contratados (quanto recebem por dia ou mês?). De política, não entendem nada do nada. Prefiro, particularmente, não recebê-los em meu blogue, até porque não acrescentam em nada. São reles e, ao que parece, analfabetos em todos os sentidos. Infelizmente sou obrigado a conviver com esse tipo de gente.

    Viva o Walter Rodrigues que recebe comentários sensatos e antenados, na sua maioria. O nobre jornalista, além disso, tem um crivo, se é o que me parece. Ainda sou jurássico na máquina, mas chegarei lá para não ser importunado com tantas sandices.       

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Surpresa!

    Coloquei ontem no meu blogue a discriminação que estava sofrendo Rodrigo Comerciário, vice na chapa de Flávio Dino. Hoje pela manhã, um dos membros da coordenação de campanha do comunista explicou a mim, por telefone, que os coordenadores de marketing da campanha acharam melhor que os espaços dos programas de tevê e rádio fossem ocupados pelo candidato principal, o cabeça de chapa.

    O coordenador, com quem conversei, falou em reunião que havia um certo descontentamento pela ausência do vice, embora ele tenha aparecido 11 vezes nos programas de tevê. Entendam bem: 11 vezes e apenas duas falando ao telespectador eleitor. Se esse descontentamento chega a um blogue, amanhã nos jornais e depois nas emissoras de rádio, pode virar onda, previu o coordenador.

    No Sindicato dos Comerciários, soube, deixaram de propósito duas xerox do meu blogue, exatamente a parte que fala da discriminação a Rodrigo. E logo no Dia dos Comerciários! Alguns membros da categoria não aprovaram que só Flávio Dino ocupasse o horário da tevê para homenagear os comerciários.  Dino percebeu a mancada (ou a ausência proposital?) e mandou reparar o vacilo.

    Hoje, para minha grata surpresa, que já fui comerciário (meu primeiro emprego), Rodrigo apareceu no programa da coligação PCdoB/PT para saudar os comerciários. Deu o seu recado para a alegria da categoria e para que a paz continue reinando na campanha do comunista.

    Aguardo, de coração, que Rodrigo Comerciário tenha outras participações nos programas do companheiro de chapa Flávio Dino. Não apenas como mero coadjuvante, mas como peça fundamental na campanha. E quem sabe, se Dino for eleito, se essa for a vontade do povo, que seu vice possa possa assumir na sua ausência, principalmente se ele decidir sair candidato a governador em 2010. Aí, sim, teremos um legítimo representante da classe trabalhadora no comando da Prefeitura de São Luís. Viva Rodrigo e todos os comerciários!     

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    O rompimento

    O ex-governador José Reinaldo Tavares, há quatro meses, alertava seu grupo para o esfacelamento da Frente de Libertação do Maranhão. Defendia, na época, apenas um nome do grupo para disputar a prefeitura de São Luís. O governador Jackson Lago achou excelente a idéia e sugeriu que o critério da escolha poderia ser uma pesquisa qualitativa.

    Preocupado em fazer seu sucessor, ainda que um poste, o prefeito Tadeu Palácio pulou lá fora. Esperneou, gritou e mandou avisar que São luís não precisava ser libertada. Todos recordam. Só agora sabemos o quanto a capital precisa ser libertada de suas mãos. Tadeu queria porque queria indicar o seu preferido. “A população vai aguardar o meu sinal”, dizia na época, indicando que seu candidato poderia ser o secretário da SMTT, Canindé Barros. Acabou sem saída, ficando com o nome de Clodomir Paz.

    Por outro lado, PT E PCdoB já namoravam firme uma parceria para entrar na disputa. José Reinaldo Tavares ainda tentou levar o seu PSB como pé-de-pano do casamento. O PSB, na última hora, aceitou bater chapa com o PSDB de Castelo. Não tinha mais como segurar a unidade. Jackson Lago estava representado no primeiro turno por cinco candidatos, sendo que quatro usaram o palanque para massacrar o preferido do governador: João Castelo. Flávio Dino e Castelo chegaram ao segundo turno. os dois foram ao governador, prometendo campanha limpa. Não é o que se tem observado até agora. 

    A baixaria tomou lugar dos debates, a campanha delinquente assumiu o espaço das idéias. Uma vergonha para o eleitor. Portanto, não precisa ir além para dizer que a Frente de Libertação do Maranhão virou cacos. Provavelmente com poucas chances de se unirem lá na frente. No programa de ontem do candidato Flávio Dino, não se sabe se por desespero pelo crescimento de Castelo nas pesquisas, passou a ignorar o governo de Jackson Lago. Afirmou que para concretizar suas propostas, caso seja eleito, irá formar parcerias com o governo federal e organismos interncionais. Sequer citou o Governo do Estado. Então, não será surpresa se nos próximos programas, como antecipou meu blogue, Jackson Lago fique na mira do tanque de guerra do comunista Flávio Dino.        

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Novo coordenador

    O dono da Estação Gráfica, Antônio Carlos, é um dos novos coordenadores da campanha de Flávio Dino. A sua presença no segundo turno pode ser observada com o volume de campanha, que aumentou assustadoramente, principalmente com a presença de “militantes” e carros de som nas ruas, praças e avenidas da cidade.

    O dono da Estação Gráfica, que pouco entende de marketing político, foi operador de recursos financeiros nas duas campanhas viroriosas de Humberto Coutinho, prefeito reeleito de Caxias. Agora, segundo soube, teria sido emprestado para a campanha de Dino.   

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.