Preocupado com provável esfacelamento de seu grupo a respeito da sucessão estadual em 2022, o deputado federal Gastão Vieira disse que a cooperativa de candidatos criada para disputar a eleição de prefeito de São Luís em 2020 foi um equivoco, que não pode se repetir em 2022.

ADGA479 BSB – 25/02/2014 – GASTÃO / ENTREVISTA – ESPORTE – Ministro do Turismo Gastão Vieira durante entrevista em seu gabinete no Ministério do Turismo , em Brasilia.
FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

No ano passado, os candidatos da base de apoio do governador Flávio Dino perderam a eleição para o adversário do governo, Eduardo Braide, que hoje ocupa o cargo de prefeito.

Gastão teme que tal projeto queira ser implantado e o governo acabe perdendo a eleição em 2022, ainda que ganhe a vaga de senador com Flávio Dino.

Se esfacelar, teremos uma grande surpresa na eleição de governador”, alertou, sem citar nomes de quem poderia vencer. Porém, antes ele disse ao jornalista Linhares Júnior, do Estado/Imirante que hoje o Maranhão tem grandes dois líderes, que são Flávio Dino e Roseana.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.