A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), líder da Bancada Independente, destacou a aprovação, nesta terça-feira (06), pelo plenário do Senado do projeto (PL 4815/2019),que garante ações de prevenção da depressão e ao suicídio entre os policiais de segurança. A iniciativa é de autoria de Alessandro Vieira (SE), líder do Cidadania na Casa.

Senadora Eliziane Gama

A proposta inclui a categoria profissional no Pró-Vida (Programa Nacional de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública). A matéria segue para a apreciação da Câmara dos Deputados.

Para Eliziane, que é autora de parecer favorável à matéria na Comissão de Assuntos Sociais, é importante o desenvolvimento de programas que sejam direcionados para a melhoria da qualidade de vida dos policiais e agentes de segurança pública.

Apesar da carência de dados oficiais, pesquisas brasileiras e estrangeiras têm demonstrado que o risco de suicídio entre policiais é cerca de duas vezes maior do que a média geral da população.

É fundamental cuidar desse setor que zela pela segurança da sociedade. A atividade desempenhada por esses profissionais é marcada de uma rotina de constante tensão e perigo. Isso pode desencadear várias formas de sofrimento psíquico, como depressão, transtorno de estresse pós-traumático ou até uso de álcool e drogas”, afirmou.

Eliziane lembrou que a aprovação do projeto atende a uma antiga demanda da categoria no Congresso Nacional.

O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) foi o relator de plenário do projeto.

Anuário

O projeto estabelece a publicação anual de dados sobre transtornos mentais e suicídio entre esses profissionais. De acordo com o 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, de 2019, foram registrados 104 suicídios de policiais civis e militares em 2018. O levantamento revela que o número de policiais vítimas de suicídio é superior ao de policiais assassinados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.