Seguindo o compromisso firmado na sua posse, após a cassação do ex-prefeito de Francisco Vieira Alves à unanimidade pela Câmara de Vereadores, o prefeito de São João do Caru/MA, Geraldo Nunes de Castro, determinou nessa terça feira 24, o pagamento de todos os servidores efetivos do município, mantendo assim uma agenda positiva de pagamentos.

O prefeito determinou ainda que a Secretaria de Administração, adote as providências necessárias para que até o dia 30 de abril, seja efetuado o pagamento de todos os outros servidores.

Hoje, 25 de abril de 2018, todos os servidores efetivos já estão com os valores creditados em suas contas. Esse pagamento, que já é o terceiro na gestão de menos de dois meses do prefeito Geraldo, é uma quebra de paradigmas, pois o ex-prefeito cassado, deixou o município com cinco meses de salários atrasados, alegando que não haviam recursos suficientes, o que não era verdade, pois agora, com gestão e transparência o novo prefeito tem demonstrado que é possível fazer mais pelo município.

Soma-se aos pagamentos o amplo trabalho de recuperação das estradas vicinais (foto acima) que estavam intrafegáveis e que em já estão recebendo as melhorias necessárias por parte da Secretaria de Obras do Município, garantindo assim, o direito de ir e vir da população caruense.

O certo é que com menos de dois meses de gestão, o prefeito Geraldo tem trabalhado para atender à população do município de São João do Caru. À nossa redação o prefeito disse que “o trabalho não vai parar, pois a população de São João do Caru já não suportava mais o descaso e agora merece ser bem tratada, que trabalhar pelo povo é apenas uma obrigação daqueles que se dispõem a concorrer a um cargo público”.

O prefeito disse ainda esperar das autoridades especialmente do judiciário, que compreendam a situação vivida pelo povo caruense. “Eu faço aqui um apelo às autoridades, a Câmara de Vereadores, representando a totalidade da população de São João do Caru, diante de um cenários de caos e abandono cassou à unanimidade o ex-prefeito, pois comprovadamente o mesmo estava dando destinação indevida às contribuições dos servidores, então essa vontade do povo tem que ser respeitada. Esses retornos do ex-prefeito através de liminares é extremante maléfico para o povo, o ex-prefeito voltou ao cargo por 10 (dez) dias, e ao invés de pagar os servidores, fez foi transferir valores para empresas que em alguns casos, sequer possuíam contrato com o município, causando um prejuízo de mais de R$ 730.000,00 (setecentos e trinta mil reais). Então o povo do Caru, espera um ambiente de paz e de regularidade administrativa, afinal foi o povo que o colocou no poder que exigiu a sua saída, portanto a cassação pela Câmara de Vereadores, representou de fato a revogação da procuração dada pelo povo para o Sr. Francisco Vieira Alves administrar a cidade”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.