Amigo político e particular do ex-presidente Lula, o ex-presidente Sarney se manifestou sobre a decretação de prisão do petista pelo juiz Sérgio Moro. E lamentou  a decisão, mesmo com todo respeito que ele tem pelo Supremo Tribunal Federal.

“É profundamente lamentável essa a decisão. Penso que a eleição deste ano sem a presença de Lula será uma grande frustração a uma parcela expressiva da população brasileira”, disse.

Para Sarney, “deveria ter prevalecido o texto da Constituição que prevê que ninguém deve ser considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória “.

O ex-presidente lembrou que sempre recebeu de Lula, de quem foi conselheiro durante os dois mandatos , tratamento correto e cordial e elogiou o que considera “excelente governo” feito pelo petista.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.