Investigações feitas pela Polícia Civil apontam para um nome de um homem de Urbanos Santos, morador do povoado Queimadas, como principal suspeito do estupro e morte da menor Maysa Moreno, de seis anos, em Urbano Santos.

Ontem, os policiais montaram uma mega operação que envolveu até helicóptero do GTA para deslocar à outra cidade (Chapadinhas) quatro pessoas que estavam depondo na delegacia de Urbano Santos, não como suspeitas, mas moradores da proximidade do matagal onde o corpo da criança foi encontrado agonizando, com vestígios de estupro.

A população de Urbano Santos rumou com toda fúria para a delegacia e queria fazer Justiça com as próprias mãos, tentando incendiar a delegacia. Ainda tocaram fogo no Fórum de Justiça e fizeram quebra quebra no Centro Administrativo.

O GTA  conseguiu retirar os depoentes e levá-los para Chapadinhas. Mas as investigações miram para um homem que estava bebendo em uma bar próximo da residencia da menor.

Sala do Fórum em Urbano Santos foi parcialmente incendiada (Foto: O.J / Divulgação)Sala do Fórum em Urbano Santos foi parcialmente incendiada (Foto: M.P/ Divulgação)

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.