Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Para 64%, Procuradoria agiu mal ao fechar delação da JBS, diz Datafolha

Política
 
Reprodução
Reprodução do vídeo de depoimento de Joesley Batista à Procuradoria-Geral da República
Reprodução do vídeo de depoimento de Joesley Batista à Procuradoria-Geral da República

THAIS BILENKY
DE SÃO PAULO

O acordo de colaboração premiada que a Procuradoria-Geral da República fechou com os donos da JBS, ao prever multa, mas não a prisão dos delatores, foi mal recebido por 64% da população, mostra pesquisa Datafolha.

Outros 27% dos entrevistados afirmaram que o Ministério Público agiu bem ao firmar o acordo, por meio do qual os irmãos Joesley e Wesley Batista entregaram supostas provas e nomes sem serem denunciados criminalmente.

De acordo com o levantamento, 81% dos brasileiros disseram que os irmãos Batista deveriam ter sido presos pelos crimes que confessaram e 14% acham que não.

Em que pesem as críticas ao acordo em si, o envolvimento direto do presidente Michel Temer (PMDB) nos escândalos de corrupção revelados restou comprovado para 83% da população.

Para 6%, o peemedebista não teve participação direta e 11% não souberam dizer.

A pesquisa Datafolha foi realizada de 21 a 23 de junho com 2.771 entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Joesley Batista gravou secretamente uma conversa que travou com Temer tarde da noite em março, no Palácio do Jaburu, em um encontro fora da agenda oficial.

O áudio, entregue como prova da delação, é uma das bases do pedido de inquérito sobre o presidente que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal.

Temer deve ser denunciado nesta semana sob acusação de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de Justiça.

O trecho mais ruidoso da conversa se refere ao deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Janot afirma que, durante o encontro com Joesley, Temer deu aval para a compra do silêncio do ex-congressista. Temer nega.

Ao fechar o acordo com a PGR, os irmãos Batista se comprometeram com o pagamento de R$ 110 milhões cada um. Uma operação cambial bem-sucedida da empresa na sequência da revelação dos áudios despertou ainda mais críticas.

Sem denúncia formal, os delatores não correm risco de serem submetidos a medidas impostas a outros delatores da Operação Lava Jato como ir para a prisão ou usar tornozeleira eletrônica.

Aos irmãos Batista foi permitido que fossem para os Estados Unidos e pudessem manter o controle das empresas do grupo.

Flávio Dino visita Humberto Coutinho e diz :ele está pronto para a batalha de todos os maranhenses

Política
 

O governador Flávio Dino visitou, neste sábado (24), em Caxias, o amigo e parceiro político de todas as horas, deputado Humberto Coutinho (PDT), presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

Flávio declarou estar “emocionado com a vibrante recuperação de Humberto Coutinho, que se encontra muito bem-disposto e pronto para me ajudar na grande obra de reconstrução do Maranhão”.

O governador destacou, também, a relação com o presidente da Assembleia. “Todos sabem que Humberto, mais que um amigo e presidente da Assembleia Legislativa, é o copiloto do meu governo e sua presença na Assembleia é decisiva para as vitórias do povo maranhense que, manifestamente, tem apoiado nossas ações para melhorar ainda mais nosso estado”, afirmou Flávio Dino.

O Presidente da Assembleia Legislativa se emocionou com a visita do amigo e governador do Estado, Flávio Dino. “Tenho pelo Flávio uma estima única. Ele é o governador e líder político de todos nós. Sua inteligência, capacidade política e administrativa, além da generosidade pessoal, o coloca acima de todos os políticos. Recebê-lo aqui na minha casa, em Caxias, encheu a mim e à Cleide de alegria e satisfação. Por isto, disse ao governador que estarei no comando da Assembleia nos próximos dias para conduzir os projetos de grande alcance social do Governo do Estado que beneficiam milhares de maranhenses, como o projeto Juros Zero, já aprovado, e o projeto Mais Alfabetização”, declarou.

Na visita do governador, o presidente Humberto solicitou que o Governo do Estado continue apoiando financeiramente a Maternidade Carmosina Coutinho, que atende toda a Região dos Cocais, pleito prontamente atendido pelo governador, que garantiu que a Secretaria de Saúde repassará os recursos necessários para a manutenção da equipe de profissionais que trabalham naquela entidade hospitalar.

Juntos, o governador Flávio Dino e o presidente da Assembleia Legislativa reafirmaram o compromisso de continuar trabalhando por todo o Maranhão e, especialmente, pela Região dos Cocais, com ações que já melhoraram o padrão de vida de todos os maranhenses e inúmeros projetos sociais e econômicos que estão mudando a face social do nosso estado.

Aprovação da gestão Temer cai a 7%, menor em 28 anos, segundo Datafolha

Política
 

Folha.com

Pedro Ladeira – 20.mai.17/Folhapress
BRASÍLIA, DF, 20.05.2017: O presidente Michel Temer durante pronunciamento no Palácio do Planalto a respeito das denúncias e áudios da delação da JBS. Foto: Pedro Ladeira/Folhapress
O presidente Michel Temer

THAIS BILENKY
DE SÃO PAULO

O governo Michel Temer (PMDB) é considerado ótimo ou bom por apenas 7% da população, a menor marca registrada pelo Datafolha em 28 anos. Somente José Sarney (PMDB) ficou abaixo desse patamar, com 5% em setembro de 1989, em meio à crise da hiperinflação.

Desde que veio a público a delação da JBS, que jogou o presidente no centro da crise política nacional, a impopularidade do peemedebista aumentou. Hoje sua gestão é considerada ruim ou péssima por 69% do eleitorado e regular por 23%.

Na comparação, em setembro de 1989, Sarney chegou a 68% de ruim ou péssimo e 24% de regular.

O novo levantamento do Datafolha, feito entre quarta-feira (21) e esta sexta-feira (23), com 2.771 entrevistados, mostra Temer com a avaliação em queda.

Dois meses atrás, a sua taxa de ruim e péssimo estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Aqueles que o consideraram regular somavam 28% no final de abril.

Não souberam responder como avaliam hoje o governo Temer 2% dos entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais e para menos. A nota do presidente caiu de 3 para 2,7.

A situação de Temer é pior que a de Dilma Rousseff (PT) às vésperas de ela sofrer impeachment. Em abril de 2016, a petista tinha 13% de aprovação e 63% de reprovação.

JOESLEY

Temer foi gravado secretamente em março deste ano pelo empresário Joesley Batista, da JBS, em uma conversa tarde da noite fora da agenda no Palácio do Jaburu em que ambos trataram da relação com o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso.

O áudio foi entregue como prova na delação do empresário e deverá subsidiar três denúncias contra Temer elaboradas pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva, obstrução de justiça e organização criminosa. As peças ainda não foram apresentadas ao STF (Supremo Tribunal Federal) e, quando o forem, deverão ser remetidas à Câmara dos Deputados. Ao envolver o Congresso, a situação de Temer se torna ainda mais frágil.

Ele é acusado por Janot de ter dado o seu aval para que Joesley comprasse o silêncio de Cunha e de seu operador Lucio Funaro, que estão presos e ameaçam delatar.

MULHERES E JOVENS

A reprovação de Temer está em patamar comparável ao de Dilma em agosto de 2015, quando a petista atingiu 71% de ruim ou péssimo.

No histórico do instituto, além de Sarney, apenas Fernando Collor (PTC) obteve índices tão negativos quanto Dilma e Temer ao alcançar 68% de ruim e péssimo, em setembro de 1992, ao sofrer impeachment.

O cenário fica mais desfavorável para o presidente Temer entre as mulheres, os jovens e os mais pobres, em comparação com a média da população.

Sua taxa de ruim e péssimo chega a 73% entre o eleitorado feminino, a 74% entre os eleitores de 25 a 34 anos e a 71% para aqueles cuja renda familiar mensal é de até dois salários mínimos.

No Nordeste, a reprovação a Temer fica acima da média, 77%, e no Sul, abaixo: 61%

Entre os entrevistados com ensino fundamental completo, a reprovação de Temer fica em 64% e sobe para 71% entre aqueles que concluíram o ensino médio e 70% entre os com superior completo.

Um grupo que lhe concede alguma trégua é a do eleitorado de renda média familiar superior a dez salários mínimos. Nessa parcela da população, seu governo é considerado bom ou ótimo por 15%, regular por 30% e ruim ou péssimo por 55%.

A análise por renda da avaliação de Temer coincide com a de sua agenda econômica, da qual os mais ricos são menos críticos que a média da população, em especial no que se refere à proposta de reforma da Previdência.

Fabio Assunção se envolve em confusão e é preso em Pernambuco. Assista ao vídeo do momento

Brasil / Notícias
 

Do R7

 

Fabio Assunção foi detido em São João de Arcoverde, em Pernambuco, neste sábado (24), após uma discussão com policiais militares da cidade. O ator foi preso por desacato e danos ao patrimônio público após danificar uma viatura e xingar policiais. A informação foi confirmada ao R7 pela delegacia do município.

Dois vídeos que circulam pela intenet, feitos por moradores do local, mostram que Assunção estava alterado no momento da confusão. Nas imagens, é possível vê-lo desequilibrado, precisando do auxílio de outras pessoas para se manter em pé. Testemunhas afirmam que ele estaria sob o efeito de álcool.

A delegacia afirmou que, no momento, o ator se encontra em um hospital da região para exames de corpo de delito.

Fabio Assunção foi a Pernambuco para promover o documentário Eu Sonho Para Você Ver, que produziu em parceria com Pally Siqueira, sua namorada.

Assista ao vídeo do momento:

Ex-prefeita de São Vicente de Férrer é condenada por improbidade administrativa

 

A falta de implantação da disposição ambientalmente adequada dos resíduos sólidos, em São Vicente Férrer, e os consequentes danos sociais resultaram na condenação de Maria Raimunda Araújo Sousa por improbidade administrativa.

A Justiça suspendeu os direitos políticos da ex-prefeita por três anos; determinou o pagamento de multa civil de quatro vezes o valor da última remuneração recebida no exercício do cargo, com correção monetária; proibiu-a de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou de crédito, direta ou indiretamente, pelo prazo de três anos.

A sentença, proferida em 8 de junho, é resultado de Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade administrativa ambiental ajuizada, em agosto de 2014, pelo promotor de justiça Tharles Cunha Rodrigues Alves, à época titular da Comarca de São Vicente Férrer.

O Ministério Público do Maranhão denunciou, na ACP, que os resíduos sólidos eram depositados indiscriminadamente no lugar denominado “Lixão” em decorrência da omissão da Prefeitura de São Vicente Férrer.

“Indiscutivelmente, a formação de um depósito de lixo a céu aberto compromete e impede o uso direto e indireto de recursos naturais por ele afetados, assim como desperdiça recursos naturais por ele afetados, assim como desperdiça recursos públicos na manutenção e na futura despoluição desses locais”, questionou o representante do MPMA.

A multa civil deverá ser revertida aos cofres do Município de São Vicente Férrer

Começa a festança junina em Rosário

Ações / Cidade / Diversão / Maranhão
 

Repleta de atrações, a programação tem início nesta sexta (23) e vai até o dia 2 de julho

Hoje, 23, a partir das 20h, os moradores de Rosário poderão aproveitar melhor a festa de São João, São Pedro e São Marçal. Isso porque a Prefeitura de Rosário abre, oficialmente, o Arraial Zé Nazar, localizado no Parque da Cidade, área central do município.

Diversas atrações irão se revezar durante esses 10 dias de festa. “Os shows foram programados para atender a todos os gostos. Teremos apresentações com bandas, grupos, cantores”, destaca a prefeita Irlahi Moraes (PMDB). Ao todo, 42 barracas, além do palco principal, estão disponíveis para os visitantes.

Dentre as atrações estão shows com bandas e artistas locais, grupos de dança e manifestações folclóricas maranhenses e de Rosário. “Criamos uma programação que incluísse todas as nossas tradições e brincadeiras que fazem parte de nossa cultura, que é tão rica”, explica o secretário Municipal de Cultura, Alaim Rogério Tavares.

Festa

Para a abertura do Arraial Zé Nazar, às 20h, estão confirmadas as apresentações de Gilvan da Mocidade, com o show ‘Acenda a Fogueira’, e da Banda Forró da Ilha.

No sábado, 24, dia de São João, a festa se inicia com a apresentação do Boizinho Encantado das Crianças (Dona Irene) e prossegue com a Dança Portuguesa Majestade de Portugal, às 20h e 21h, respectivamente. A noite se encerra com a Quadrilha dos Feios.

No domingo, 25, a programação se inicia às 20h, com a Dança Ritmo Quente de São Simão. Às 21h é a vez da Quadrilha Entra Duro Sai Mole, da Cidade Nova, que encerra a programação do final de semana.

Silvio Santos recusou contrato de R$ 100 milhões com JBS, diz colunista 

Política
 

Folha.com

A JBS fez, em 2015, a maior oferta da publicidade brasileira para Silvio Santos. Ele seria garoto propaganda da Friboi, mas recusou. A informação é do colunista do “UOL” Ricardo Feltrin.

Segundo Feltrin, a JBS ofereceu R$ 50 milhões a Silvio Santos, o dobro do que a empresa pagou para Roberto Carlos em 2014 e dez vezes mais do que o cachê que Tony Ramos recebeu após a recusa de Silvio.

Além do cachê, a JBS também investiria outros R$ 50 milhões no SBT até o final de 2015. Na época, Ticiana Villas-Boas, mulher de Joesley Batista, um dos donos da JBS, havia acabado de ser contratada pela emissora.

Porém, Silvio anuncia apenas produtos de seu grupo, como Jequití e Tele Sena, e se manteve irredutível.

Após os escândalos envolvendo pagamentos de propina pela JBS, Tony Ramos e Fátima Bernardes, garota propaganda da Seara, do grupo JBS,  romperam seus contratos com a empresa.

Varredura no Supremo

 

Estadão

A Polícia Federal realizará, neste final de semana, varreduras em telefones e gabinetes da presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, de todos os ministros que assim desejarem e de todo o terceiro andar do prédio, que fica na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

O pedido foi feita pela ministra Carmen Lúcia ao diretor geral da PF, Leandro Daiello, e reflete o clima de tensão, desconfiança e irritação que tomou conta de Brasília, por causa da crise política e do avanço das investigações sobre chamados “figurões” da República.

Um dos motivos da decisão foi a informação de que a Agência Brasileira de Informações (Abin) estaria grampeando os telefones do ministro Luis Edson Fachin, relator da Lava Jato. Apesar de o presidente Michel Temer ter telefonado para Carmen Lúcia desmentindo que tenha pedido ou autorizado tal grampo, a presidente do STF soltou uma nota contundente em defesa da instituição.

“É inadmissível a prática de gravíssimo crime contra o Supremo Tribunal Federal, contra a Democracia e contra as liberdades, se confirmada informação de devassa ilegal da vida de um de seus integrantes”, escreveu. “Própria de ditaduras (…), mais gravosa é ela se voltada contra a responsável atuação de um juiz, sendo absolutamente inaceitável numa República Democrática.”

Senador esteve em três países para apresentar as riquezas e potenciais turísticos do litoral maranhense

 

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) retornou nesta terça-feira (20) de uma missão oficial na Europa, onde se reuniu com autoridades da Suécia, França e Espanha para apresentar o potencial turístico da região Nordeste, sobretudo, do Maranhão. Ao cumprir agenda institucional durante sete dias, a convite do ministro da Defesa, Raul Jungmann, o parlamentar maranhense apresentou o projeto Rota das Emoções — que é um complexo turístico formado pelos Lençóis Maranhenses (MA), o Delta do Parnaíba (PI) e Jericoacoara (CE), envolvendo no total 14 municípios.

Presidente da Frente Parlamentar da Rota das Emoções, o senador Roberto Rocha começou a buscar no exterior novas parcerias para fomentar o desenvolvimento sustentável na região, em prol da população local e dos turistas. “O Maranhão possui riquezas paradisíacas e é uma das regiões mais belas do mundo, mas é muito pouco explorada do ponto de vista turístico e retorno econômico e social é pequeno, além de não gerar um potencial de empregos aos moradores da região. É preciso mudar a mentalidade e promover o que o nosso estado tem de melhor”, afirmou o senador.

Ao conversar com o presidente da empresa SAAB (fabricante sueca de aeronaves militares) e com autoridades do parlamento sueco, Roberto Rocha descreveu que eles se surpreenderam com as riquezas dessa faixa do litoral
brasileiro. “A SAAB ficou entusiasmada em patrocinar um *stand* exclusivo no *Brazilian Day* Estocolmo, em agosto, onde serão expostos a riqueza cultural do Maranhão, como a música, o Bumba meu boi, a culinária, os costumes do nosso povo, como forma de promover o Maranhão e chamar os turistas internacionais para conhecer as nossas belezas naturais mais diversas possíveis”, explicou o senador.

Em Paris, Roberto Rocha lembrou que a capital francesa é o destino campeão de turistas do mundo e que o sucesso dessa atividade gera excelentes resultados econômicos ao povo francês. “A maior atividade econômica da
França é o turismo. Ela está à frente da indústria, da produção rural. Não estou comparando o nosso Estado com a França, mas o Maranhão necessita de uma política séria voltada para o turismo, valorizando primeiramente as nossas raízes históricas e investindo mais em infraestrutura, estradas, portos, aeroportos, além de melhorar os acessos logísticos nas localidades turísticas”, disse o senador maranhense.

*ROTA NO CAMINHO INTERNACIONAL*

Nos próximos dias, Roberto Rocha deve-se reunir com os demais senadores do Maranhão e com os colegas do Piauí e do Ceará para discutir o aprimoramento de um plano nacional para alavancar o turismo na região litorânea dos três estados. “Pelo menos 75 milhões de turistas visitam anualmente a Espanha e no Brasil esse número não chega a sete milhões. Como pode um país com dimensões continentais como o nosso, com tantas belezas, paisagens e riquezas, ser tão fraco no turismo? No mundo, a Espanha só perde para os Estados Unidos e França, onde somente a capital Paris recebe 10 vezes mais turistas que o Brasil inteiro”, frisou Roberto Rocha. Na avaliação dele, o que falta são investimentos, parcerias e uma melhor divulgação dos destinos brasileiros. “O Maranhão e o país inteiro precisam ser reapresentados ao mundo, através de iniciativas como a que estamos promovendo na Suécia. Ao tomar conhecimento da nossa cultura e das riquezas naturais que possuímos, milhares de grupos turísticos estrangeiros poderão visitar
a nossa região e a consequência será o aumento da circulação de dinheiro, geração de emprego e renda, além de melhorias para a população local”, finalizou Roberto Rocha.

 

 

 

Como antecipou o blog, Comissão de Ética arquiva processo contra Aécio Neves

Brasil / Poder / Política
 

O presidente da Comissão de Ética do Senado decidiu arquivar o processo que poderia resultar na cassação do senador afastado, Aécio Neves, como antecipou o blog no dia 15 deste (veja aqui).

O G1 mostra hoje a decisão do senador João Alberto

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), informou nesta sexta-feira (23) ter arquivado o pedido de cassação de Aécio Neves (PSDB-MG).

O G1 procurou a assessoria de Aécio e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

Após as delações da JBS se tornarem públicas, no mês passado, os partidos Rede e PSOL pediram ao conselho que cassasse o mandato de Aécio por quebra de decoro parlamentar.

O tucano está afastado do mandato desde o mês passado, por determinação do Supremo Tribunal Federal.

Ao G1, João Alberto explicou a decisão:

“Decidi arquivar porque não achei elementos convincentes para processar o senador.”

Em seguida, o presidente do Conselho de Ética acrescentou:

“Me parece que fizeram uma grande armação contra o senador Aécio. Fizeram com que ele entrasse naquilo, inclusive, de acordo com a Polícia Federal. Eu não vejo motivo, não me convence, pedir cassação de um senador eleito por milhões de votos em função de uma armação feita com o senador.”

Mesmo com a decisão de João Alberto de arquivar o processo, qualquer integrante do conselho pode recorrer ao plenário, em até dois dias úteis, desde que conte com o apoio de cinco parlamentares.

Segundo o Ministério Público Federal, Aécio Neves agiu em conjunto com o presidente Michel Temer para barrar as investigações da Operação Lava Jato.

Com base nas delações da JBS, o Ministério Público denunciou Aécio pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça.

Há cerca de duas semanas, a colunista do G1 Andréia Sadi informou que, com o objetivo de manter o PSDB no governo, interlocutores do presidente Michel Temer sinalizaram aos tucanos que apoiarão um candidato do partido na eleição de 2018 e poderiam atuar no Conselho de Ética para salvar o mandato de Aécio.





  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.