Durante sessão plenária na Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna para denunciar a conduta da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão – SINPROESEMMA. Entre os pontos, há a possibilidade de fraude em atas que os professores afirmam nunca terem assinado.

Ainda de acordo com o deputado Wellington, é urgente que o Ministério Público instaure investigação contra o sindicato para apurar essas divergências e, então, garantir que o pagamento dos precatórios do FUNDEF seja destinado exclusivamente aos professores.

“De um lado, o sindicato afirma que os professores assinaram uma ata garantindo a representatividade por grandes grupos da advocacia; do outro, os professores negam e dizem que houve fraude. Os indícios nos levam a crer que estão querendo ‘roubar’ os professores. Essas divergências tem que ser apuradas. Por isso, já solicitei ao Ministério Público que atue para garantir que a lei seja cumprida e que os precatórios do FUNDEF sejam pagos exclusivamente aos professores”, disse Wellington.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A Justiça decretou a prisão de Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, condenado a 98 anos em ...
O município de Lago da Lago da Pedra esta sendo advertido pelo Tribunal de Contas do ...
A operação Frequência Limpa fechou três rádios e prendeu dois indivíduos em flagrante  A Polícia Federal ...
O advogado maranhense Alex Ferreira Borralho enviou a Promotoria de Justiça de Tucuruí (estado do Pará), ...
Volta às atividades está marcada para o dia 6 de agosto. Durante o recesso, uma comissão ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.