A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) do Maranhão emitiu parecer contrário a cassação de Eric Costa (PCdoB) e Leandro Sampaio, respectivamente prefeito e vice do município de Barra do Corda. Eles são acusados, pela Coligação “Juntos Somos Fortes”, de abuso de poder e econômico nas eleições de 2016, quando consagraram-se vitoriosos nas urnas.

Para a PRE/MA, a fragilidade e ilicitude das provas apresentadas impede a caracterização das condutas atribuídas aos investigados, principalmente quanto a gravações captadas de forma ilícita e inservível para fundamentar o alegado abuso de poder econômico objeto da AIEJ – Ação de Investigação Judicial Eleitoral nº 495-31.2016.6.10.0023.

No parecer apresentado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, o Procurador Eleitoral Galtiênio da Cruz Paulino, no último dia 10, manifestou-se pelo conhecimento do recurso apresentado pela “Coligação Junto Somos Fortes” e , quanto ao mérito, se posicionou pelo seu desprovimento, mantendo assim a sentença, do juiz e do promotor eleitoral de primeira instância, que julgou improcedente a referida Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

Logo que tomou conhecimento de mais essa vitória, Eric Costa assim se manifestou: “ Em um estado democrático de direito, a vontade popular é soberana e deve ser respeitada. Acredito e sempre acreditei na justiça do nosso país. Esse clima de campanha alimentado por esses processos é prejudicial, e temos que ter o compromisso de unir a cidade. Devemos sim superar divergências política-partidárias e priorizar políticas públicas.O momento é de união! ”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.