No 13º dia de ataques, ontem eles tocaram fogo em uma ponte na capital, bem como incendiaram um transporte escolar. Mas o pior vem agora se foram cumpridas as ordens de dentro dos presídios. Nas escutas gravadas pela polícia, os bandidos pedem que do lado de fora sejam atacadas as viatura e residências de policiais.

Foram registradas desde o dia 02 até hoje 204 ataques em 46 cidades, sendo que 358 pessoas foram presas ou detidas, com mais de 120 menores. Cerca de 35 líderes foram transferidos para presídios federais. Ainda assim, o ataques não cessam.

Governo Federal fica alerta para ataques em outros Estados do Nordeste

Jair Bolsonaro diz que ações criminosas no Ceará são ataques terroristas

Apesar da prisão de 277 envolvidos e da presença da Força Nacional, ataques não param no Ceará

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.