De acordo com testemunhas não houve discussão entre o policial militarAdonias, que estava à paisana e o jovem médico Bruno Calaça, que estava com dez dias de formado, em uma festa clandestina na cidade de Imperatriz.

Vejam abaixo no vídeo que o militar se aproximou por volta das 3h da madrugada e atirou contra o medico e depois fugiu, permanecendo foragido até às 18h, quando o texto aqui foi produzido.

Policiais militares haviam passado no local da festa por duas vezes para encerrar a clandestina, mas assim que saiam a festança recomeçava.

Coronel anuncia expulsão

O comandante Geral da PM, coronel Pedro Ribeiro reagiu e classificou o soldado Adonias de bandido e assassino frio e informou que ele será preso nas próximas horas e garantiu a expulsão do militar da guarnição.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.