Os maranhenses estão empanturrados com a insistente propaganda enganosa levada ao ar desde o início desta semana pelas emissoras de TVs sobre os números da covid-19 em nosso estado. Os dados são completamente diferentes dos resultados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Na propaganda do Pinóquio, o Maranhão é colocado em primeiro lugar no tratamento da pandemia. Esqueceram de mostrar que estamos vivendo o cenário vermelho, com taxas altas.

Ontem, quinta-feira (25), por exemplo, o nosso estado registrou 854 novos casos do novo coronavírus e mais 17 óbitos em 24h, os mesmos números de mortes em 20 de agosto de 2020.

Então, chegamos a 218.156 casos desde o início da pandemia e 4.994 óbitos, devendo esse número ultrapassar 5.000 mortes ainda hoje, sexta-feira (26).

E para provar que a propaganda é fake descarado, o governo do Pinóquio não se atenta nem aos números de vacinação no Maranhão, que, ao lado de mais outros dois estados, continua sendo o último colocado. A média de vacinado no Brasil se aproxima de 3% e aqui não chegamos ainda nem  a metade da média nacional.

Com o aumento crescente de internações, cinco segmentos faturam: hospitais particulares, funerárias, cemitérios, donos de emissoras de TVs que anunciam as mentiras do governo e o próprio governo enganando os tolos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.