Yglésio apresenta Ação Civil pública pedindo revacinação de idosos que receberam CoronaVac

    Com o crescente número de relatos de internação e óbitos de idosos acima de 70 anos, mesmo imunizados com a CoronaVac, o deputado estadual Yglésio Moyses (PROS) iniciou uma movimentação local para a revacinação desse público. Isso está sendo feito por meio de uma Ação Civil Pública junto à Procuradoria Geral do Ministério Público, Defensoria Pública do Estado do Maranhão e Defensoria Pública da União no Maranhão.

    Deputado Yglésio Moyses

    Segundo o parlamentar, além dos casos concretos, a ação é sustentada, principalmente, por um estudo realizado recentemente pela VEBRA COVID-19 (Vaccine Effectiveness in Brazil Against COVID-19), financiado pela OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), revelando que a CoronaVac apresentou uma eficácia média de 48,9% em idosos acima de 70 anos e de 28% em pessoas com 80 anos ou mais, bem abaixo da média aceita pela OMS – Organização Mundial da Saúde, que é de 50%.

    A ação afirma que a baixa imunização da CoronaVac pode estar diretamente ligada aos casos de internação e óbitos de idosos. Com isso, o público passa a necessitar de reforço, a exemplo da aplicação de uma terceira dose com uma vacina cuja eficácia seja superior à da CoronaVac em idosos, como também sustenta a ação do parlamentar.

    Países que adotaram a CoronaVac para vacinação em massa enfrentam os problemas da baixa imunização. O Uruguai, mesmo possuindo cerca de 60% da população imunizada com a vacina, tem uma média de 16 mortes por milhão, o que é altíssimo, além da lotação dos leitos exclusivos para a covid-19. No Brasil, essa média cai para 9 óbitos por milhão.

    Além dos idosos, a ação movida pelo parlamentar pede que os órgãos requeiram também a aplicação de uma terceira dose nos profissionais da saúde com mais de 60 anos e em pessoas com comorbidades, com uma vacina mais eficaz do que a CoronaVac.

    A Defensoria Pública, em resposta à solicitação do parlamentar, solicitou à Secretaria Estadual da Saúde e à Secretaria Municipal de Saúde de São Luís dados sobre o número de idosos que foram internados em UTIs e que vieram a óbito mesmo após serem imunizados com a CoronaVac. Os dados solicitados devem contribuir para analisar o pedido do parlamentar e para a tomada de decisões posteriores.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Anvisa autoriza vacina da Pfizer contra Covid-19 para adolescentes a partir dos 12 anos

    G1

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta sexta-feira (11), o uso da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em adolescentes a partir dos 12 anos de idade no Brasil.

    Foto Reprodução

    Agora, a bula da vacina no país passará a indicar esta nova faixa etária; antes, ela só podia ser aplicada em adolescentes a partir dos 16 anos. A vacina é a única que pode ser aplicadas em menores de 18 anos no Brasil.

    Segundo a Anvisa, a ampliação da idade em adolescentes foi aprovada depois de a Pfizer apresentar estudos que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela agência.

    Nos Estados Unidos e na Europa, a Pfizer está testando sua vacina em bebês a partir dos 6 meses de idade e em crianças com 11 anos ou menos.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Em Bacabeira bebê nasce com anticorpos da Covid-19 após mãe contrair a doença na gestação

    Um assunto que ganhou destaque foi o caso do Bebê que nasceu na Maternidade Naila Gonçalo, em Bacabeira, com anticorpos contra Covid-19, após mãe contrair doença na gestação.

    Foto Divulgação

    O médico Robert Pardo Guibert, que acompanhou a gestante, disse que a mãe Arleidiane Cabral Bogéa, de 34 anos, moradora da sede de Bacabeira, foi diagnosticada com Covid no 8° mês de gestação. A criança nasceu neste último dia 02 de junho, o teste foi feito nesta segunda-feira (7) e ficou confirmado que a bebê Ayla Sophia possui anticorpos para a Covid-19.

    Casos como este traz dúvidas sobre a transmissão vertical da Covid-19 (passagem de mãe-filho ainda na gravidez) e, principalmente, se o mesmo comportamento se mantém em relação aos anticorpos.

    De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ainda não se tem conclusões absolutas sobre tais possibilidades. Mas estudos vêm trazendo luz para como se dá a relação da doença em gestantes.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Upaon-Açu suspende aulas após três testarem positivo para a Covid-19 na escola

    A direção da escola da rede privada de ensino, Upaon-açu, localizada em São Luís, emitiu um comunicado sobre a suspensão das aulas presenciais no período entre os dias 02 e 13 de Junho. A suspensão ocorre após três pessoas da unidade testarem positivo para a Covid-19.

    Abaixo o comunicado.

    Foto Reprodução

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Covid-19 já matou quase 200 comunicadores no país; em São Luís já são quase 10

    A Covid-19 já ceifou a vida de grandes profissionais da imprensa maranhense entre jornalistas e radialistas. Somente este ano quatro comunicadores perderam a batalha contra a doença: Carlos Henrique, o Galinho da Rádio Educadora, o vereador e jornalista Batista Matos, o radialista Juarez Sousa e a colunista do Jornal Pequeno Rosenira Alves.

    O primeiro óbito pela doença de um profissional da imprensa foi o do jornalista e radialista Roberto Fernandes, da Mirante AM, em abril do ano passado. No mesmo mês faleceu jornalista esportivo Alfredo Meneses e em dezembro de 2020, Régis Marques, ex-diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão.

    Infelizmente são vidas perdidas no meio dessa terrível pandemia que parece distante de terminar. E os dados são alarmantes, pois o Brasil é o país que registrou o maior número de jornalistas mortos por covid-19 no mundo, com um total de 169 óbitos registrados de abril de 2020 a março de 2021. O dado faz parte do dossiê “Jornalistas vitimados por covid-19” elaborado pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e divulgado no dia 6 de abril deste ano.

    Assim com os profissionais da saúde, a categoria dos jornalistas também está se sacrificando para garantir informação de qualidade para a população brasileira. Os números são alarmantes, mas vamos continuar cumprindo nosso papel, porque informação verdadeira também ajuda a salvar vidas”, afirma Maria José Braga, presidente da Fenaj.

    Em todo o Estado do Maranhão ainda não foi contabilizado o número de perdas desses profissionais para a doença. Mas somente nesta sexta-feira (28), é que a categoria passou a ser prioridade no plano de imunização estadual, conforme anunciado pelo governador Flávio Dino.

    Ontem também o Ministério da Saúde publicou uma nota técnica comunicando que Estados e Municípios terão permissão para vacinar a população geral de 18 a 59 anos, por ordem decrescente de idade. A aplicação de imunizantes para grupos prioritários, entretanto, deve ser mantida.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Tribunal de Justiça do Maranhão suspende atividades presenciais até 6 de junho

    O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Lourival Serejo, resolveu suspender todas as atividades presenciais, judiciais e administrativas, no âmbito do Poder Judiciário do Maranhão, no período compreendido entre os dias 29 de maio e 6 de junho de 2021, por meio da Portaria-GP – 3822021.

    Desembargador Lourival Serejo, presidente do TJMA

    De acordo com a Portaria, as unidades administrativas e judiciárias funcionarão remotamente, das 8h às 18h, sendo vedada a realização de audiências e sessões presenciais, mantidas as audiências e sessões virtuais.

    A Portaria-GP – 3822021 foi assinada pelo presidente, considerando, dentre outras situações, que a contaminação pela Covid-19 já provocou a suspensão do expediente forense em diversas comarcas do Maranhão, bem como em unidades judiciárias da Comarca da Ilha de São Luís.

    O desembargador Lourival Serejo levou em consideração a elevação de casos de Covid-19 e a alta ocupação de leitos de UTI no Maranhão, conforme evidenciam os informes epidemiológicos divulgados pelas autoridades estaduais de Saúde, assim como a necessidade de resguardar a saúde de todos os magistrados, servidores, estagiários, colaboradores e demais usuários dos serviços judiciários.

    Leia a íntegra da Portaria-GP – 3822021

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito de São Luís anuncia novo calendário de vacinação contra a Covid-19

    Após o município de São Luís ser contemplado com mais de 200 mil doses de vacina contra a Covid-19, o prefeito Eduardo Braide divulgou hoje (26) um novo calendário de vacinação na capital informando dias, turnos e faixa etária de pessoas a serem imunizadas na capital nos próximos dias.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Projeto de Yglésio garante pagamento a médicos afastados por covid-19

    Foi aprovado pela Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei nº 114/2020, de autoria do deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), que garante aos médicos contratados por intermédio de pessoas jurídicas vinculados à Secretaria de Saúde, o recebimento dos pagamentos em atraso desde o ano passado.

    Deputado Yglésio

    Durante a pandemia, a Secretaria de Estado da Saúde – SES emitiu a Portaria nº 150 de 23 de março de 2020, que suspendeu as atividades médicas, como consultas e cirurgias eletivas, afastando os médicos que atuam nessas áreas, deixando-os sem receber seus pagamentos.

    O projeto prevê o pagamento dos médicos em caso de afastamento por infecção por covid-19 ou outros problemas de saúde; enquanto durar a Declaração de Emergência de Importância Internacional pela OMS, além do o Decreto nº 35.677 de 2020, no âmbito do Estado do Maranhão; e, por fim, enquanto não houver a revogação da portaria da SES que suspendeu as atividades.

    Durante reunião da Comissão de Saúde, nesta terça-feira (18), onde o projeto estava sendo discutido, o deputado explicou que o PL favorece tanto a classe médica quanto o próprio Estado.

    – A ideia do projeto é que se crie, nesse mecanismo, um pagamento indenizatório extra aos médicos contratados e que estão nessa situação. Isso, inclusive, favorece até mesmo o Estado, deixando mais livre, porque existe uma lei que diz que o Estado deve ressarcir esses profissionais, pois ele não pode deixar faltar esse profissional nas unidades de saúde.

    O projeto, que foi apresentado no ano passado, pouco depois do início da pandemia, assim que foi denunciada a situação que trata a matéria, continua em tramitação na Casa do Povo e aguarda votação em Sessão Plenária. caso provado na Casa do Povo, segue para sanção do Executivo Estadual.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Aumenta para 15 o número de tripulantes infectados por Covid em navio ancorado no Maranhão

    Silvia Tereza

    Subiu para 15 o número de tripulantes do navio “MV SHANDONG DA ZHI” diagnosticados com Covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) por meio de nota.

    Segundo a SES, toda a tripulação foi isolada em cabines individuais da embarcação.

    A Secretaria informou, ainda, que as amostras dos pacientes foram encaminhadas ao Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém (PA), onde será realizado o sequenciamento genômico para identificar a variante do coronavírus nos tripulantes. O caso segue acompanhado sob a coordenação da Anvisa, do Governo Federal e o Ministério da Saúde já foi notificado para as devidas medidas a serem tomadas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Covid-19: Maranhão não registra nenhum óbito pela doença nas últimas 48 hs

    Por Diego Emir

    O boletim divulgado pela Secretaria estadual de Saúde na noite de domingo (16), traz um alento aos maranhenses, pois nas últimas 48 horas não foram registradas mortes por covid-19. Os últimos óbitos ocorreram no dia 14 de maio, quando 9 pessoas perderam a vida em decorrência da doença.

    Boletim da SES. Foto Divulgação

    O Maranhão vive uma tendência de queda de mortes ocasionadas pela covid-19. O pior dia da doença foi em 27 de março, quando 62 pessoas perderam a vida no estado.

    A taxa de letalidade é de 2,77 mortos para cada 100 no Maranhão.

    Alerta

    Apesar da melhora nos índices de óbitos e novas infecções em decorrência do Sars-Cov-2, o Maranhão está em alerta, pois três indianos foram internados no UDI Hospital com covid-19. Existe um temor por parte da Anvisa, que eles tenham sido infectados pela nova variante indiana, que tem causado milhares de mortes na Índia.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Mais dois tripulantes do navio indiano apresentam sintomas da Covid-19

    Notificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária após um tripulante indiano do navio MV SHANDONG DA ZHI, fundeado nas proximidades do Porto do Itaqui, ter dado entrada em hospital particular de São Luís, a Secretaria de Estado de Saúde comunicou que mais duas pessoas estão internadas com sintomas da Covid-19 na capital maranhense.

    Navio MV SHANDONG DA ZHI

    O primeiro caso foi confirmado por meio de exame PCR. Trata-se de um indiano que encontra-se internado no UDI Hospital. Os outros dois tripulantes sintomáticos também foram encaminhados para unidade de saúde para acompanhamento médico.

    A grande preocupação é que este pode ser o primeiro caso da variante B.1.617 emergente da Índia identificada aqui no Brasil. Mas até o momento não há confirmação por parte da SES. A amostra de sangue dirá se a variante é esta que tem maior poder mais de disseminação.

    Os 23 tripulantes do navio seguem em quarentena.

    Confira a nota da SES abaixo.

    A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que, neste domingo (16), uma equipe técnica inspecionou o navio “MV SHANDONG DA ZHI” para avaliação clínica dos tripulantes, coleta de amostras para diagnóstico da Covid-19 e investigação epidemiológica dos casos suspeitos. Toda tripulação foi colocada em quarentena e isolada em cabines individuais na embarcação. O navio permanece em alto mar, na área de fundeio, e não chegou a atracar no porto, em São Luís.

    Durante a inspeção, 23 amostras do tipo PCR foram coletadas, sendo 21 de pessoas assintomáticas e duas de pessoas sintomáticas. As amostras coletadas foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA) e para o Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém, que fará o sequenciamento genômico.

    Sobre os dois tripulantes sintomáticos, o comandante da embarcação foi orientado a proceder com a transferência destes para unidade de saúde para acompanhamento médico, de acordo com os protocolos de emergência em saúde pública. O primeiro tripulante a testar positivo para Covid-19 segue internado em hospital da rede privada.

    Segundo levantamento, os 24 tripulantes embarcaram no navio “MV SHANDONG DA ZHI” na África do Sul, na Cidade do Cabo. A Secretaria segue acompanhando o caso, sob coordenação da ANVISA, do Governo Federal.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeito Eduardo Braide acompanha início da vacinação contra Covid-19 de rodoviários e agentes de limpeza urbana

    O prefeito Eduardo Braide acompanhou o início da vacinação contra Covid-19 para rodoviários e agentes de limpeza urbana, nesta quarta-feira (12), no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

    Foto Divulgação

    A vacinação em São Luís tem avançado cada vez mais. Chamamos mais dois grupos prioritários, os rodoviários e os agentes de limpeza pública, trabalhadores essenciais que não saíram das ruas ao longo de toda esta pandemia. Agora eles vão trabalhar com mais segurança”, acrescentou.

    O presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Joabson Junior, que também acompanhou a vacinação, afirmou que a inclusão dos agentes de limpeza urbana é fundamental para a continuidade dos serviços. “Os agentes de limpeza urbana não param, estando nas ruas todos os dias. Por isso, garantir a saúde destes profissionais é tão essencial quanto o serviço que eles prestam”, disse.

    Há quatro anos trabalhando para manter São Luís sempre limpa, Abelardo Coelho Araújo, 48 anos, é um dos 1.250 agentes de limpeza urbana que serão vacinados em São Luís. “A gente estava esperando essa vacina com muita ansiedade. A gente está na rua todos os dias, então, é muito bom poder se vacinar”, comentou.

    Rodoviários

    Foto Divulgação

    Cerca de 3 mil motoristas e cobradores, profissionais da linha de frente do sistema de transporte urbano, também começaram a ser vacinados nesta quarta-feira. “Com o início da vacinação desta categoria, o prefeito Eduardo Braide está preservando a saúde de uma categoria extremamente importante para nossa cidade, afinal, são eles que transportam grande parte da nossa população para os seus locais de trabalho e outros compromissos diariamente”, informou Cláudio Ribeiro, secretário Municipal de Trânsito e Transportes.

    Tomar a primeira dose da vacina foi um momento muito importante para Cícero Sousa da Silva, motorista há 11 anos. “Esta vacina chegou em boa hora. A gente passa o dia tendo contato com a população. Agora vamos ficar mais protegidos”, declarou.

    Neste primeiro dia, estão sendo vacinados rodoviários e agentes de limpeza urbana a partir de 40 anos de idade, conforme listas enviadas pelas empresas prestadoras dos serviços, distribuídos pela data de nascimento. Pela manhã, foi a vez dos que fazem aniversário de janeiro a junho e à tarde, para os de julho a dezembro.

    A vacinação está ocorrendo no Centro de Convenções e no Drive Thru da UFMA. O trabalhador precisa apresentar um documento oficial com foto e o último contracheque. O atendimento é feito das 8h às 18h.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.