WhatsApp tem instabilidade e não baixa áudio ou faz download de imagens

O WhatsApp está com instabilidade e não baixa áudio na manhã desta quarta-feira (3). O aplicativo para Android e iPhone (iOS), além da versão web do mensageiro, também apresenta falha no download de mídias e imagens. Segundo relatos de usuários no Twitter, o app parou de funcionar por volta de 10h40 de hoje. O site DownDetector, que monitora o funcionamento de serviços online, mostra que o problema atinge principalmente o Brasil, Argentina, Alemanha e outros países da Europa.

Ao tentar carregar uma foto no app, surge a mensagem: “não foi possível transferir a imagem. Tente novamente. Se o problema continuar a acontecer, tente se conectar a uma rede Wi-Fi”. Ainda há reclamações sobre não conseguir fazer o download de mensagens de voz na plataforma. O Instagram e o Facebook também estão com bug no carregamento de mídias. O TechTudo entrou em contato com a assessoria do WhatsApp, porém não houve resposta até o momento.

De acordo com o site DownDetector, o pico de reclamações chegou a 10.520 por volta de 10h50 de hoje. Além do WhatsApp, o Instagram e o Facebook também enfrentam problemas. A rede social de fotos está com falha para postar Stories ou imagem no feed, segundo relatos de brasileiros. A instabilidade do Facebook não permite que os usuários carreguem mídias na linha do tempo ou em perfis. O bug afeta os apps para celular Android e iPhone (iOS), além da versão web.

Vale lembrar que as três plataformas pertencem a mesma empresa de Mark Zuckerberg. Em janeiro deste ano, o WhatsApp assumiu a liderança do ranking de aplicativos mais usados do mundo em celulares com sistema operacional do Google e da Apple, e ultrapassou o Facebook. Apesar disso, a empresa se limita a dar números genéricos sobre o desenvolvimento dos seus principais serviços. No último balanço da companhia, Zuckerberg mencionou que há mais de 2,6 bilhões de usuários para Facebook, WhatsApp, Instagram ou Messenger todos os meses.

WhatsApp fora do ar em 2019

Esta não é a primeira vez que o WhatsApp fica fora do ar em 2019. Em janeiro deste ano, o app apresentou problemas de conexão no Brasil e, no mês de março, parou de funcionar no mundo inteiro. Outra falha recente aconteceu em abril, quando Facebook, WhatsApp e Instagram passaram por uma instabilidade. O mensageiro também ficou fora do ar em maio e apresentou bug no envio de imagens e áudio em junho.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Conheça 7 armadilhas usadas para aplicar golpes pelo WhatsApp

R7 Notícias

Cibercrimosos apelam para a curiosidade ou para o medo para fazer com quem um link falso seja clicado e compartilhado com outros usuários

O WhatsApp é uma ferramenta muito útil, mas o aplicativo também precisa ser usado com atenção para evitar golpes. Os cibercriminosos utilizam diversas técnicas para chamar a atenção das vítimas e conseguir obter desde dados pessoais até dados bancários

1) Promoção imperdível 

Dia dos namorados, dia das mães, Natal e outras datas que exigem a troca de presentes são usadas como isca para atrair vítimas e aplicar golpes. Uma das estratégias mais comuns é o envio de promoções falsas que prometem grandes descontos. O preço muito abaixo da média pode ser o sinal de que algo está errado. Na dúvida, acesse a página da loja na internet ou os perfis oficiais nas redes sociais para confirmar a promoção.

2) É grátis 

Oferecer brindes em troca de compartilhamentos também é uma estratégia comum. Neste caso, a pessoa deve preencher um cadastro, responder um questionário e enviar o link a um determinado número de pessoas para receber produtos de marcas conhecidas. Desconfie sempre que alguém enviar esse tipo de conteúdo e não espalhe para amigos e familiares.

3) Oferta de emprego

O Brasil tem 13 milhões de desempregados e por isso falsas ofertas de emprego conseguem um grande alcance pelo aplicativo de mensagem. Não clique em nenhum link ou preencha fichas cadastrais antes de verificar se a vaga realmente existe. Geralmente, o nome de uma empresa conhecida é usado para chamar a atenção de possíveis candidatos.

4) Nome sujo

Muitas pessoas têm medo de ter o nome incluído na lista de inadimplentes. Por isso, um outro golpe que circula pelo app usa um link para uma suposta consulta nesse banco de dados ou para ajudar a limpar o nome. O ideal é buscar informações diretamente nas instituições de proteção ao crédito. Além disso, a empresa tem obrigação de comunicar ao consumidor antes de tomar essa medida. Se esse documento não foi recebido anteriormente, existe a chance de ser um golpe.

5) Falso vírus

Esconder um golpe em um link de antivírus é uma estratégia simples que faz muitas vítimas. A mensagem pode avisar que o celular está infectado por um programa malicioso ou pode oferecer alguma proteção para evitar um ataque. Assim como em outros golpes, um link e enviado e ao ser clicado uma brecha de segurança é criada. Em alguns casos, o download só é possível após preencher um formulário com dados pessoais. Desconfiar de tudo o que é enviado por mensagem pode ajudar a escapar dessas situações de risco.

6) Dados cadastro

Fazer atualizações em cadastros de lojas e bancos não é algo tão raro de acontecer e por isso os golpistas usam essa desculpa para roubar dados pessoais. Novamente, um link falso é enviado por uma mensagem em nome de uma empresa conhecida e a pessoa entrega o número de documentos, o endereço e até dados de cartão de crédito sem desconfiar de que está sendo vítima de um golpista. Em geral, os dados dos clientes e correntistas não são solicitados por mensagens.

7) Caça cliques

A curiosidade pode ser um ponto fraco no mundo digital. Mensagens que prometem exibir vídeos incríveis, por exemplo, podem ser uma isca para aplicar golpes. O objetivo é levar o usuário até uma página com uma grande quantidade de anúncio ou instalar um vírus no aparelho. Não clique em links recebidos por pessoas desconhecidas e evite compartilhar esse tipo de conteúdo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Confira abaixo a lista de telefones que ficarão sem o uso de WhatsApp

O aplicativo já informou os telefones que darão adeus ao uso do WhatsApp. Inicialmente irão perder os contatos os BlackBerry OS and BlackBerry 10, Nokia S40, Nokia Symbian S60, Android 2.1 and Android 2.2, Windows Phone 7 e iPhone 3GS/iOS 6.

Segundo divulgou hoje o site Metrópoles “a lista atualizada, com os sistemas operacionais que passarão a não oferecer suporte ao app, e consequentemente o fim da chegada de novos recursos aos smartphones que utilizam esses sistemas, é a seguinte:

  • Todas as versões do Windows Phone – suporte será encerrado após 31 de dezembro de 2019
  • Nokia S40 – será encerrado após 31 de dezembro de 2019
  • iPhone iOS 7 e anteriores – será encerrado após 1º de fevereiro de 2020
  • Versões do Android 2.3.7 e anteriores – encerrado após 1 de fevereiro de 2020″

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Aplicativo WhatsApp está fora do ar

Logo WhatsApp – Dado Ruvic / Reuters

Um dos principais serviços de mensagem instantânea, o WhatsApp acaba de sair do ar em grande parte do mundo. Desde o início da tarde da tarde de hoje, usuários do aplicativo tem relatado dificuldades para utilizá-lo.

Os países que já confirmaram que estão sofrendo com este problema são o Brasil, México, Peru, Itália, Alemanha. O assunto tornou-se o mais comentado nas redes sociais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.