Diego Emir

Ao tomar conhecimento da decisão do ministro Luis Fux do STF, que manteve a decisão de proibir a realização do show de Wesley Safadão na cidade de Vitória do Mearim neste domingo (24), a promotora Karina Freitas Chaves pediu a Justiça que comunique a autoridade policial para que seja realizada de forma imediata, a desmontagem do palco e toda a estrutura montada para o evento.

A promotora ainda afirma que se for necessária, que seja realizada a suspensão do fornecimento de energia elétrica durante esta noite para que não ocorra de forma alguma o show de Wesley Safadão.

O cantor se apresentaria neste domingo (24), em Vitória do Mearim como parte das comemorações dos 169 anos da cidade. Porém, este show custaria R$500 mil aos cofres públicos, o que levou o Ministério Público se posicionar de forma contrária ao evento.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.