Por Marcos Silva

Uma ex-funcionária de Guilherme Oliveira, que pediu para manter sua identidade em sigilo por razões de segurança, procurou nossa redação para revelar detalhes alarmantes sobre um esquema de fraudes em benefícios previdenciários. Ela revelou detalhes do envolvido do advogado codoense na manipulação de processos relacionados a aposentadorias, pensão por morte, auxílio doença e salário maternidade. Assista a entrevista completa no final desta matéria

A informante alega ter trabalhado no escritório de Guilherme Oliveira por cerca de dois anos e ter sido testemunha ocular de práticas ilegais que visavam obter benefícios indevidos para diversos clientes. Ela revelou um modus operandi que envolvia falsificação de documentos, suborno de funcionários públicos, e o uso de conexões no sistema previdenciário para garantir que os processos fraudulentos passassem despercebidos.

Em seu depoimento, a ex-funcionária detalhou como os documentos eram falsificados de forma convincente. Ela afirma que Guilherme Oliveira mantinha uma rede de contatos para obter esses documentos falsificados. Além disso, ele supostamente subornava funcionários do INSS e outros órgãos governamentais para agilizar a aprovação dos benefícios.

A informante também revelou que o advogado ficava com valores retroativos dos benefícios aprovados e cobrava altas taxas dos clientes por seus serviços ilegais. Segundo ela, Guilherme Oliveira tinha uma clientela extensa que se beneficiava dos serviços fraudulentos oferecidos por seu escritório.

Nossa equipe de reportagem tentou entrar em contato com o advogado Guilherme Oliveira para obter uma declaração sobre as alegações feitas pela ex-funcionária, mas ele disse que iria se manifestar através da justiça.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.