Acabou de ser divulgado o novo protocolo da cloroquina aos que irão se tratar do novo coronavírus na primeira etapa com sintomas leves e moderados, obedecendo os critérios prescritos por médicos. Vale ressaltar que o remédio continuará sendo aplicado para pacientes graves.

O Ministério da Saúde recomenda que a cloroquina “deve ser usada com precaução em portadores de doenças cardíacas, hepáticas ou renais, hematoporfiria e doenças mentais”.

Confira abaixo as orientações do Ministério da Saíde:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.