Em mais um momento eleitoral, o principal conselheiro político do ex-governador Flávio Dino, o deputado federal Márcio Jerry deixa a impressão que teve do Instituto de Pesquisas Escutec, o mesmo que fez uma pesquisa recente e apontou a vitória de Carlos Brandão no primeiro e segundo turno contra Weverton Rocha.

A manifestação de Jerry foi em 2018, quando Flávio Dino caminhava para ganhar novamente a eleição no primeiro turno e o Escutec apontava o contrário, para agradar o freguês. São várias eleições que o instituto erra feio os resultados.

Na pesquisa mais recente, sem que a campanha de Brandão saísse do leito de hospital, onde encontra-se o governador do Maranhão, para mostrar vigor ou mesmo sem o cenário político apresentar nada de novo que favorecesse o pré-candidato, os números do instituto surpreenderam todos e tolos.

Segundo o Escutec, em um dos cenários, Brandão encerraria hoje o turno inicial em primeiro lugar com 33% contra 28% de Weverton e Laahesio chegaria com 19%. Foi esse mesmo instituto que em 2020 apontou a vitória de Eduardo Braide no primeiro turno na eleição da capital. Braide só ganhou no segundo turno.

Ainda em 2018, os levantamentos Escutec apontavam a vitória de Edison Lobão e Sarney Filho para o Senado Federal. O filho de Sarney chegou a adquirir novos paletós para estrar na nova casa política. Abriram-se as urnas e lá estavam eleitos Weverton Rocha e Eliziane Gama.

Na cidade de Codó, o resultado foi um vexame. O candidato a prefeito Zito Rolim 43% e Doutor Zé Francisco 34%, conforme os números do Escutec. Dias antes da eleição, a festa foi grande. O resultado final Zé Francisco 52,80% e Zito Rolim com 45,32%.

O instituto, que sempre foi contratado pelo Sistema Mirante de Comunicação, é a cara do Ibope: participa de todas e erra muito. E muita das vezes se adequa aos resultados verdadeiros quando não tem mais como sustentar a Mirante, não, a Mentira.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.