Na sessão plenária desta terça-feira (19), o deputado Yglésio Moyses (Pros) destacou a greve geral dos professores da rede pública municipal de São Luís, que pedem reajuste salarial de 33,24%. Segundo o parlamentar, a Prefeitura ofereceu um aumento muito abaixo do que a categoria reivindica.

Deputado Yglésio Moyses

Foi ofertado um aumento que não atingiu mais de 90% da categoria, o que trouxe uma grande revolta. Em São José de Ribamar, por exemplo, há professores que ganham em torno de 12 mil reais, o que comprova o desrespeito e o nível de indignidade da Prefeitura de São Luís”, afirmou o deputado.

De acordo com Yglésio, os professores da rede municipal de ensino estão há cinco anos sem aumento de salário. “A expectativa é que, amanhã, mais de três mil pessoas estejam presentes em frente à Prefeitura para denunciar as condições imorais e absurdas em que a categoria se encontra”.

Saúde

O deputado mencionou, ainda, que o Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, está com lotação máxima, tornando as condições de trabalho e de atendimento cada vez mais precárias.

 “A situação está trágica dentro do hospital. Está difícil até para transitar e a Prefeitura não se manifesta sobre isso. Quando temos problemas, resolvemos, mas não camuflamos a realidade”, criticou.

Por outro lado, o parlamentar comemorou o reajuste salarial dos profissionais de enfermagem da rede estadual. “Isso que devemos buscar dentro do ambiente hospitalar: mais motivação e boas condições de trabalho”, finalizou.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.