O deputado foi acusado de espalhar fake news ao informar ainda na eleição de 2018 que as urnas eletrônicas estavam fraudadas para evitar a vitória do então candidato Jair Bolsonaro. Confira abaixo na postagem do Metrópoles:

Em julgamento inédito, os ministros da Corte Eleitoral optaram por cassar o mandato do deputado estadual pelo PSL do Paraná

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o mandato do deputado estadual do Paraná Fernando Francischini (PSL-PR), nesta quinta-feira (28/10). É o primeiro caso de cassação por fake news do país. Os ministros acompanharam o voto do ministro corregedor-geral Luis Felipe Salomão, relator do processo, sendo que somente Carlos Horbach deu parecer contrário.“É um precedente grave, mas se nós passarmos pano na possibilidade de um agente público dizer que o sistema eleitoral é fraudado, o processo eleitoral perde a credibilidade”, afirmou o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.O deputado bolsonarista foi cassado após investigação por uso indevido dos meios de comunicação e por abuso de autoridade. Fernando Francischini fez uma live, durante o primeiro turno das eleições de 2018, na qual afirmou, sem provas, que as urnas eletrônicas estavam fraudadas para impedir a eleição de Jair Bolsonaro (sem partido) à Presidência da República.O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) absolveu Francischini por entender que não havia prova de que sua live tenha tido o alcance necessário para influenciar o resultado do pleito, mas o Ministério Público Eleitoral (MPE) recorreu ao TSE.

No entanto, o relator do caso, ministro corregedor-geral Luis Felipe Salomão, votou pela cassação do diploma do deputado e contestou a versão do advogado. “Para se ter uma ideia, estamos falando de mais de 6 milhões de visualizações dessa propaganda, com 400 mil compartilhamentos”, ressaltou o ministro.

Salomão chegou a ler a transcrição do vídeo em plenário. À época, Fernando Francischini disse em gravação: “A gente está trazendo essa denúncia gravíssima antes do final das eleições: as urnas estão adulteradas. Não vamos aceitar esse resultado”, leu ao levar o caso à análise. “Me chamou a atenção que essas notícias era absolutamente falsas e manipuladoras. Levou a erro milhares de eleitores”, disse o ministro.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Um dia histórico para as mulheres tuntuenses. Nesta última segunda-feira (08), foi realizada a assinatura do ...
Leia Mais
Atendendo solicitação do Ministério Público do Maranhão, feita em Ação Civil Pública, a Justiça condenou o ...
Leia Mais
Neste final de semana, mais um vereador de Paço do Lumiar declarou apoio ao deputado Glalbert ...
Leia Mais
O  Blog do Neto Cruz divulgou um acidente ocorrido em uma rodovia maranhense, nesta segunda-feira (8), ...
Leia Mais
Em mais um bate-papo descontraído o prefeito Luciano conversou com a população de Pinheiro, através de ...
Leia Mais
Um assalto cometido na manhã desta terça-feira (09) na cidade de Rosário, no Maranhão, terminou com três ...
Leia Mais

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.