O prefeito de Tuntum, Fernando Pessoa (SD), entrou com uma Ação Reivindicatória com Pedido de Tutela de Urgência, solicitando que a Associação dos Pequenos Lavradores Rurais do Povoado Tabocal, devolva um trator agrícola, doado pela Codevasf aos trabalhadores, sob pena de busca e apreensão.

Prefeito Fernando Pessoa
Pedido

Ocorre que os trabalhadores dependem exclusivamente do veículo para a produção agrícola e logo nesse momento de crise, com os serviços forçadamente paralisados, os prejuízos serão grandes e tudo por conta do ato truculento e perseguidor do prefeito.

A decisão liminar, deferida nessa terça-feira (6) pelo juiz Raniel Barbosa Nunes (veja abaixo), impõe à Associação o prazo de 72 horas para que o veículo agrícola seja devolvido ao município.

Para os trabalhadores rurais o pedido de Fernando não passa de perseguição política, uma vez que a posse do trator, fruto de uma doação exclusiva do deputado federal Aluísio Mendes, através da Codevasf, ao município, que, por sua vez, repassou aos produtores da associação, é legítima e objetiva o desenvolvimento e a produção agrícola na região.

Conforme informou o Blog do Lobão, depois que foi concluído o processo eleitoral na associação do povoado, realizado no início desse ano e declarada a vitória do candidato do ex-prefeito e também aliado do deputado Aluísio Mendes, que inclusive teve o envolvimento direto de Fernando Pessoa pedindo voto de casa em casa na povoação, que não surtiu efeito, a perseguição para tomar o maior bem dos lavradores se intensificou, passando a ser um embate pessoal, como se fosse uma questão de honra em ver os trabalhadores de mãos vazias e voltando a trabalhar de forma rudimentar, ou seja, no cabo do facão.

Confira abaixo a decisão judicial que prejudica os trabalhadores rurais de Tuntum.

Foto Reprodução

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.