O secretário de Articulação Política da Prefeitura de Lago da Pedra,  Mazolene Coelho, deixou claro a compra de votos com o dinheiro público para garantir a impossível reeleição de Laércio Arruda. 

O subalterno usa códigos menosprezando os eleitores a quem ele classifica como “amansar animais”, o que seria uma espécie de operação para comprar votos.

É mais um novo escândalo do prefeito desesperado que deve tomar o caminho da Justiça Eleitoral e complicar mais uma vez a vida do homem que vem conseguindo levar Lago da Pedra para o fundo do poço. Confira abaixo o áudio bomba:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.