Após comunicar ao deputado federal Josimar do Maranhãosinho que não pretendia mais permanecer no cargo, o empresário Mauro Rogério foi a Brasília informar sua exoneração da Superintendência do Incra, após 15 dias no comando do órgão. O Incra ficou esvaziado e sem solução aparente depois que teve toda a sua estrutura entregue para a SPU (Secretaria de Patrimônio da União), comandada pelo coronel Monteiro, do PSL.  

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.